Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 28 de Junho de 2022 - 14:30

Davidson pelo Mundo: Quero viajar ao exterior, mas não falo outro idioma. O que fazer?

por Davidson Botelho - @davidsonpelomundo

Davidson pelo Mundo: Quero viajar ao exterior, mas não falo outro idioma. O que fazer?

Morro de vontade de fazer uma viagem ao exterior, tenho condições financeiras, tempo, mas morro de medo por não ter nenhuma experiência e não falar nenhum outro idioma. O que fazer?

 

Certamente todos nós conhecemos muitas pessoas assim, até temos em nossa família alguns casos similares. Como resolver? Bem, existem algumas possibilidades pra se jogar nesse fantástico mundo do turismo, quebrar paradigmas e viajar bastante.

 

A princípio eu sugiro que as primeiras viagens sejam realizadas em grupos organizados por uma agência de credibilidade, com guia, as chamadas EXCURSÕES. Apesar de muita gente ser resistente a esta forma de viajar, essa é a forma ideal para que tem dificuldades com idiomas, não tem companhia, quer facilidade de pagamento e outras vantagens, ou até mesmo quem tem bloqueios de insegurança.

 

Mas também tem aquelas pessoas que desejam roteiros mais livres, sem tantas obrigações e programações e, assim, preferem viagens individuais, mas não conseguem vencer o medo de não falar um idioma.

 

A minha sugestão é que neste caso comece realizando uma viagem para PORTUGAL, país que fala nossa língua, tem inúmeros atrativos e uma mecânica de viagem que te ajudará a entender processos internacionais. É um país que serve como um grande laboratório para conhecimento para as próximas viagens. Os processos de embarque, desembarque, imigração, alfândegas, alugueis de veículos, check-in em hotéis, visitas aos pontos turísticos… seguem o mesmo padrão internacional, só que em PORTUGUÊS. Assim, se o viajante entender que essa viagem é um estágio para as próximas, mesmo sem falar outro idioma, vai se familiarizando com os processos e ganhando confiança para novas jornadas.

Fotos: Arquivo pessoal

 

Conheço muita gente que seguiu esta sugestão e hoje sem falar uma palavra em outro idioma já percorreu inúmeros países. Hoje existe também a facilidade de muitos locais terem pessoas poliglotas e não será surpresa encontrar pessoas falando um português que te ajudará. 

 

Mas caso isso não aconteça, vença a barreira da timidez e use o velho e bom GOOGLE, o maior companheiro de viagens e um instrumento fantástico que auxilia bastante. Além de ferramentas de mapas e busca de perguntas, o google oferece tradução simultânea para todos os idiomas através da captação de áudio, leitura de placas, faixas, fotos e escrita. Ninguém se aperta mais em lugar nenhum, a não ser que ainda não tenha vencido a barreira da timidez.

 

Mas esse mundo das facilidades não se resume apenas ao Google. Hoje existem uma série de aplicativos (Babbel, Busuu, Utalk, Duolingo) que o turista pode baixar em seu celular e já tomar um curso básico para viajantes no idioma que desejar. Assim ele já treina as frases de maior necessidade, constrói textos e breves diálogos, além, é claro, das traduções simultâneas.

 

Falar mais um idioma, e principalmente o inglês, é de fato uma vantagem e uma facilidade bastante considerável para quem gosta de viajar, mas isso não é e nem será empecilho pra ninguém deixar de conhecer o mundo.

Placa diz 'Eu não fico bêbado, eu fico maravilhoso' | Foto: Arquivo pessoal

 

Eu tenho o domínio sobre a língua espanhola e hoje um nível médio de inglês. Quando comecei a viajar, o meu Google era a mímica. Hoje conheço 78 países e o idioma nunca foi e nunca será um fator proibitivo para eu ganhar o mundo.

Embratur visa aumentar vôos diários entre estados do Nordeste e EUA
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), Silvio Nascimento, se encontrou com o diretor da American Airlines para o Brasil e Uruguai, Alexandre Cavalcanti, em Nova York, nos Estados Unidos, na última sexta-feira (24).

 

O obejtivo do encontro foi discutir a ampliação dos vôos diários entre Brasil e EUA, incluindo a reabertura de rotas diretas para a região Nordeste, destino que é bastante procurado pelos norte-americanos. Visando realizar essa conexão, a Embratur fará um estudo sobre o caso.

 

Até maio de 2016, a American Airlines operou voos regulares entre Miami, Salvador e Recife. Em fevereiro deste ano, a aérea brasileira teve a venda de pouco mais de 5% de suas ações para os norte-americanos.

 

Siga o @bnhall_ no Instagram e fique de olho nas principais notícias.

Aeroporto de Salvador aumenta em 48% o número de turistas na semana do São João
Foto: Divulgação

Após dois anos, os festejos juninos voltaram com tudo. Uma prova disso é que o Salvador Bahia Airport registrou, durante a semana do São João, uma oferta de 48% a mais de passagens com destino à capital baiana do que no mesmo período do ano passado. 

 

Entre os dias 20 e 26 de junho, a oferta prevista é de 78.784 assentos de desembarque. Além disso, houve decoração especial e apresentações musicais no Terminal de Passageiros.

 

O terminal do aeroporto, inclusive, fez com que os turistas já chegassem sentindo o clima nordestino. Um espaço foi destinado para fotos, com decoração que simula uma vila junina, além do tradicional forró, que chegou com um trio que recebeu os passageiros com zabumba, sanfona e triângulo.

 

Daniela Franco, gerente de Comunicação do Salvador Bahia Airport comentou sobre a ação. "Nosso objetivo foi valorizar a cultura regional e promover a divulgação da festa, tão característica da nossa Bahia. Por aqui, fazemos questão de mostrar que estamos no Nordeste e que isso marca a nossa identidade. Assim como em toda a rede VINCI Airports, costumamos celebrar tudo que remete à essência local".  

 

Siga o @bnhall_ no Instagram e fique de olho nas principais notícias.

Setor hoteleiro de Salvador prevê aumento de ocupação durante o São João
Foto: Reprodução/TripAdvisor

O setor hoteleiro de Salvador prevê um aumento no faturamento durante os períodos dos festejos juninos. De acordo com o g1, a Associação da Indústria de Hotéis da Bahia aponta que a expectativa é que a taxa de ocupação na capital baiana seja de 50%. Anterior a pandemia, o índice durante os festejos juninos variava entre 40% e 45%. Neste ano, a chance de crescimento desse número é grande, em função da programação cultural da capital.

 

No interior do estado, as projeções são ainda mais esperançosas. Em Ilhéus, na região sul, a ocupação hoteleira no feriado de Corpus Christi marcou cerca de 60%. Já em Ibicuí, também no sul da Bahia, a previsão é de que o São João atraia cerca de 30 mil pessoas por dia. 

 

Siga o @bnhall_ no Instagram e fique de olho nas principais notícias.

Porto Seguro terá aumento de 126% no número de voos da Azul em julho
Foto: Reprodução/Instragram/@pixoxopictures

Quem deseja visitar Porto Seguro, na Bahia, durante o mês de julho, vai poder contar com mais opções de voos partindo de várias cidades do Brasil. Durante todo o mês, a Azul vai aumentar a oferta de voos para o destino baiano, com destaque para as inéditas ligações criadas a partir dos municípios de Joinville (SC) e Cascavel (PR). 

 

A cidade também receberá voos de Campinas (SP), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Araçatuba (SP), Cuiabá (MT), Goiânia (GO), Bauru (SP), Montes Claros (MG), Porto Alegre (RS), Presidente Prudente (SP), Ribeirão Preto (SP), São José do Rio Preto (SP), Salvador (BA), Uberlândia (MG) e Uberaba (MG). Ao todo, o aeroporto de Porto Seguro terá um aumento de 126% no número de voos se comparado ao mês anterior. 
 

Siga o @bnhall_ no Instagram e fique de olho nas principais notícias.

Quarta, 15 de Junho de 2022 - 10:30

Davidson Pelo Mundo: A história do turismo

por Davidson Botelho - @davidsonpelomundo

Davidson Pelo Mundo: A história do turismo
Douro, em Portugal | Fotos: Arquivo pessoal

É com imensa alegria e sentimento de gratidão que ocupo esse espaço tão nobre para leitores tão qualificados. Sou baiano de Salvador, trabalhei 8 anos na hotelaria, 20 na aviação comercial, tive operadora de turismo, conheço 78 países e sou apaixonado por esta atividade econômica tão grande quanto importante e prazerosa.


Por conta das minhas atividades profissionais, tive oportunidades de conhecer uma parte do mundo e, com o passar do tempo, fui aperfeiçoando a minha ótica sobre o turismo como atividade econômica, cultural e de lazer, criando a minha forma singular de viajar.


Muitas versões existem sobre o início das viagens e consequentemente do turismo. Alguns afirmam que tudo começou nas viagens comerciais 3.000 A.C. Há quem diga que tudo começou na Grécia antiga, no século VIII A.C , quando as pessoas viajavam para assistir jogos ou disputas esportivas, outros afirmam que foi no século XIX na revolução industrial… Mas o que se sabe é que os Fenícios, inventores da moeda e do comércio, já viajavam com propósitos comerciais e em seguida os gregos e romanos tiveram um papel fundamental na evolução dessa atividade.


Em 1841, Thomas Cook, um navegador inglês, organizou a primeira viagem turística estruturada que se tem conhecimento levando um grupo de turistas numa rota pela Holanda, Bélgica, França e Alemanha, e em 1855 organizou uma volta ao mundo com um grupo de 9 turistas que durou 222 dias.

Cidade de Belmonte, em Portugal


Independentemente das inúmeras versões que temos sobre o nascimento dessa atividade, é fácil perceber que os pilares de sustentação ainda são muito parecidos e não tem como ser diferente. O turismo é formado pelos seguintes pilares: História, Viagem de Negócios, Esporte  Cultura, Arte e lazer, Gastronomia, Religião, Eventos e Saúde. Seja qual for o motivo da sua viagem, tenha certeza que ela estará dentro desses pilares.


Me arrisco a afirmar que não existe nação desenvolvida onde o turismo não tenha uma participação efetiva no PIB, mas existem países pouco desenvolvidos em que o turismo é justamente uma das suas principais fontes de renda.
No Brasil ainda entendemos o turismo como uma atividade de acesso limitado, algo que não é prioridade para se praticar nem para investir, um tremendo equívoco sob todos os aspectos. Precisamos a nível governamental criar um ambiente e consciência favorável para desenvolver e aumentar o consumo dessa indústria limpa, sem chaminés que deixam milhões de divisas em todas as sociedades.


No Brasil não estimulamos e nem ensinamos os nossos filhos e colaboradores a viajar e nem tão pouco mostramos os benefícios que uma viagem é capaz de proporcionar, seja na vida pessoal, profissional, familiar, amorosa ou qualquer outro afim. Estamos aculturados ao consumo material e pouco ao afetivo e ao conhecimento.


Muitas pessoas vão à França e trazem de maior recordação um perfume francês e não se dão o trabalho de estudar ou conhecer o processo de fabricação, para esse sim ser o maior ativo da viagem. Pois o perfume qualquer um compra em qualquer lugar, mas visitar a fábrica e conhecer o processo de produção só o turismo propicia.


Vamos colocar as mãos na consciência e fazer um simples exercício. Imagine você uma pessoa de 45 anos, casada desde os 30 e com um tempo total de convivência de 20 anos com sua esposa ou marido. Em 20 anos aconteceram 20 dias dos namorados, 20 aniversários de namoro, 15 aniversários de casamento, 20 aniversários dela ou dele, 20 natais, 20 dias dos pais e 20 dias das mães, sem citar pequenos desentendimentos que foram revertidos com um pedido de desculpas e flores.


Agora olhe para trás e contabilize quantas joias, roupas, flores, sapatos, jantares que foram presenteados mutuamente entre o casal e reflita se, em algum momento, você ou a outra pessoa já chegou em casa em uma dessas datas com um envelope contendo um voucher de viagem para presentear? Ou um convite de viagem surpresa?  Qual a importância de uma viagem em sua vida pessoal para melhorar o relacionamento? Seu nível de stress reage melhor a uma viagem ou a uma bolsa nova? Você cresce mais como ser humano realizando uma viagem para um destino rico culturalmente ou ganhando um novo smartphone? 


Sentamos à mesa para calcular a nossa possibilidade de endividamento para programar a troca do carro nos próximos 2 anos, mas não fazemos para planejar uma viagem de lazer com a família ou um intercâmbio para nossos filhos, mesmo o carro tendo uma baixa taxa de uso. Preferimos estar atualizados nas vias do que sintonizados com o mundo.
Em países desenvolvidos, as grandes empresas se preocupam com o planejamento das férias dos seus colaboradores, pois entendem a importância das pessoas viajarem para se atualizar, ganharem conhecimentos e melhorarem a saúde corporal e mental, inclusive com planejamento e financiamento do turismo para que o acesso e o consumo seja para todos.


Vamos falar muito sobre turismo, viagens, dicas, paradigmas, novas descobertas, mas não podemos perder de vista a importância dessa atividade na economia de todas as sociedades e o bem que traz para o ser humano.

 

Eu sou Davidson Botelho, empresário, escritor, motociclista e apaixonado pelo turismo e suas mais diversas formas de viajar.

Em julho, Salvador Bahia Airport receberá voos vindos do Uruguai
Foto: Will Recarey

Na alta temporada do mês de julho, o Salvador Bahia Airport, da VINCI Airports, vai receber dois voos fretados pela operadora de turismo uruguaia HiperViajes. As viagens sairão de Montevidéu nos dias 2 e 9 de julho, colaborando com a expansão internacional do aeroporto, que já retornou os voos para Buenos Aires e Lisboa. Em dezembro será a vez de Madri. 

 

Cada voo tem capacidade para cerca de 174 passageiros, com isso, a expectativa é que mais de 300 uruguaios desembarquem até o dia 9 de julho. Além dessas viagens, outras duas já estão confirmadas pela mesma operadora nos dias 17 e 24 de setembro. Na semana Santa, a HiperViajes também fretou aeronaves com destino a Bahia. 


 
Salvador tem despertado a preferência dos uruguaios, que chegam atraídos pelas praias e clima da Bahia. Além da mistura cultural característica, esses turistas vêm aproveitar os resorts de redes internacionais no litoral norte, que competem com destinos no Caribe. Outro atrativo são as localidades paradisíacas do estado, como Morro de São Paulo e Trancoso e cujo ponto de partida é o aeroporto de Salvador. 

 

Siga o @bnhall_ no Instagram e fique de olho nas principais notícias.

Itacaré entra em ritmo das festas juninas e recebe turistas; veja programação
Foto: Divulgação

O município de Itacaré, que fica na Costa do Cacau na Bahia, organizou uma programação de festas juninas para receber os turistas durante o São João. 

 

De acordo com a produção das celebrações juninas na cidade, festas juninas serão realizadas em vários bairros de Itacaré, com a promoção de quadrilhas, shows com músicos locais e barraquinhas com produtos típicos da época.

 

As casas e ruas da cidade também contarão com decoração junina, para deixar moradores e turistas no clima da festa, segundo apontou a prefeitura.

 

Confira a programação:

No dia 13 de junho, o arraiá acontecerá no bairro  Santo Antônio. O calendário dos festejos prossegue: dia 19, em Marambaia; dia 23, na Rua do Canal; dias 23, 24 e 25, na Rua de Trás e em Marimbondo.
 
Nos dias 17 e 18, será realizado o 7º Forró da Praça da Bíblia com a apresentação do verdadeiro forró com músicos locais para comemorar a volta da tradição:  com Andrezão do Forró.

 

Siga o @bnhall_ no Instagram e fique de olho nas principais notícias.

Dica da Cassi: Ilha dos Frades – Um verdadeiro paraíso em Salvador
Foto: Divulgação/ Setur-Bahia

A Ilha dos Frades é o destino perfeito para quem quer um passeio tranquilo sem sair de Salvador. Ela fica praticamente no centro da Baía de Todos os Santos, possui 8km de extensão e é rodeada pela Mata Atlântica.

 

Quem visita Ilha dos Frades fica encantado com as paisagens exuberantes e suas praias excelentes de águas transparentes e mornas com a certificação Bandeira Azul, selo que certifica a qualidade das principais praias ao redor do mundo, a partir da avaliação de requisitos de qualidade socioambiental, como segurança, qualidade da água, gestão e educação ambiental. Além disso, o turista pode conhecer inúmeros monumentos históricos, como a Igreja de Nossa Senhora de Loreto. 


Conhecer Ilha dos Frades através da Cassi Turismo é desfrutar de uma experiência completa. 

Foto: Cassi


A embarcação sai do terminal marítimo e navega pela Baía de todos os Santos, realizando a primeira travessia até a Ilha dos Frades, onde o turista passa um período livre conhecendo o que há de melhor no local.

 

Após apresentar Ilha dos Frades, o guia retorna com os turistas para a embarcação e seguem até Ilha de Itaparica, maior ilha marítima do Brasil, conhecida como o Caribe baiano, onde podem tomar um banho de mar, apreciar a parte histórica do local e aproveitar um almoço delicioso no Restaurante Manguezal. O retorno para Salvador ocorre às 16h.

Porto Seguro é um dos destinos brasileiros ideais para se hospedar de forma sustentável
Foto: Divulgação

A cidade de Porto Seguro, na Bahia, está entre os destinos brasileiros ideias para se hospedar de forma sustentável segundo a Booking.com. O Relatório de Viagens Sustentáveis 2022 da plataforma cidades brasileiras que foram reconhecidas pelas medidas tomadas em prol do meio ambiente e das comunidades locais, e que são perfeitas para quem quer viajar de forma mais consciente.

 

A Booking.com que sua pesquisa, a maior já realizada sobre o assunto pela plataforma, com mais de 30.000 viajantes de 32 países, apontou que nove em cada dez (93%) brasileiros pretendem se hospedar em uma acomodação sustentável no próximo ano. Para ajudar os viajantes a encontrarem essas propriedades de forma fácil e prática.

 

Segundo apontou a plataforma, Porto Seguro já era uma cidade bem famosa, mas, ultimamente, começou a ficar ainda mais desejada devido à popularidade que os distritos de Trancoso, Arraial d’Ajuda e Caraíva alcançaram. Além disso, Além disso, o litoral da cidade baiana abriga o Parque Marinho Recife de Fora, que tem foco na conservação de sua biodiversidade, inclusive de espécies ameaçadas de extinção. O local recebe visitantes e oferece ponto de mergulho.

 

O levantamento da Booking.com cita ainda Búzios (RJ), Ilhabela (SP), João Pessoa (PB), Paraty (RJ), Porto De Galinhas (PE), Campos do Jordão (SP), Fortaleza(CE), Arraial do Cabo (RJ) e Maceió (AL).

 

Siga o @bnhall_ no Instagram e fique de olho nas principais notícias.

Histórico de Conteúdo