Sábado, 19 de Janeiro de 2019 - 00:00

Negra e mãe, Rita Batista diz que é preciso ter ‘sangue frio’ para lidar com o preconceito

por Júnior Moreira Bordalo / Ian Meneses

Negra e mãe, Rita Batista diz que é preciso ter ‘sangue frio’ para lidar com o preconceito
Foto: Priscila Melo / Bahia Notícias

O ano de 2018 para a jornalista Rita Batista surgiu como uma nova fase em sua vida. Após conceber o seu filho Martin em novembro de 2017, ela confessa que teve que se readaptar para poder dar conta de sua rotina como mãe, partindo do princípio de que o “o tempo fica muito mais curto [...] e não tem mais isso de emendar uma coisa na outra, sair de manhã e só chegar de noite”. Bater o ponto em casa no meio do dia virou uma obrigação. Com o filho ainda bebê e tendo que amamentar, ela aproveita para pensar em si mesma e por isso percebe que “o tempo toma uma outra conotação na vida”. 

 

De início “era enlouquecedor”, por Rita se considerar uma pessoa “muito urgente” ao ponto de se estressar com essa rotina multiplicada por dois. No entanto, hoje, ela vê os dois lados com menos tensão. “Aos poucos você vai retomando a sua vida, vai encontrando esses outros caminhos e vai conseguindo fazer o que você fazia antes e com uma nova atribuição de cuidar de um menino”, conta.  

 

“Nunca foi projeto da minha vida”, diz Rita ao tratar do ser mãe. Ela confessa que “foi um susto da porra” ao saber que estava esperando um filho. Indecisa sobre ter ou não filhos, a jornalista decidiu congelar óvulos, mas para isso precisaria suspender o contraceptivo que usava. E então veio o Carnaval: “Foi uma trepadinha de nada, na madrugada, tirando a maquiagem, a purpurina. Só que depois de 18 anos tomando anticoncepcional, eu tinha parado 30 dias”. Sem uso do método contraceptivo, ela hoje define que a folia de 2017 “foi o Carnaval da despedida da Rita não mãe”.  

 

Os desafios de criar um filho negro começaram logo na maternidade, quando Rita se deparou com uma incoerência na Declaração de Nascido Vivo, um documento fundamental para fazer a Certidão de Nascimento. Ao receber o papel das mãos de uma enfermeira, a nova mamãe recebeu a orientação para conferir todos os dados de Martin ali contidos. “Cor: branca. Eu falei: Oi? ‘Ah, não é branco não?’, perguntou a enfermeira. Eu falei: 'Não. Qualquer neném nasce, nasce branco'. Aí ela falou: ‘Pardo!’. Eu parida, depois de 18 horas de trabalho de parto, só disse: 'Minha filha, conserte isso. É negro. Traga outro documento certo'”, lembra Rita. 

 

As situações não pararam por aí e Rita dispara: “Marcel [esposo de Rita] sai com Martin e é tudo certo. Eu, quando saio com Martin, as pessoas olham”. Além de olhar, o preconceito velado vem com as palavras. “Uma vez que ele bem novinho, era bem mais clarinho e aí a mulher chegou assim: ‘Ele é novinho não é?’ Eu disse: 'Tem três meses'. E ela: ‘E a mãe já deixa assim passeando?’. Eu falei: 'É, talvez porque ele está passeando com a mãe dele mesmo'. ‘Ah minha filha desculpa, porque parece branco’. Mas não é não, é preto”, relembra. 

 

Enfrentar o racismo em 2018 foi um desafio ainda maior para a jornalista, depois que ela decidiu apresentar o programa político do candidato a presidência Fernando Haddad (PT) e passou a receber vários comentários desrespeitosos em suas redes sociais. Mas não eram apenas sobre discordância política: os xingamentos estavam sempre relacionados ao fato dela ser mulher e negra. “Esse país é machista, é racista. A ofensa não vai contra o seu argumento, a ofensa vai contra a sua pessoa, a ofensa é por conta do que você é”. 

 

Mesmo com o lado negativo, não houve arrependimento com a decisão de aparecer no horário eleitoral. "Sabia que ia ser porrada. Pode ser todo o dinheiro do universo, mas só vale fazer se você acredita. Se você tem uma similaridade com aquele projeto, se você tem apreço… Quando eu falo um negócio eu falo acreditando cada sílaba, cada palavra, cada vírgula, eu estou acreditando naquilo. Se eu não acreditasse naquele projeto político, ainda mais naquele momento que o Brasil estava completamente polarizado, ainda está, e [sabendo] que porrada ia vir de todos os lugares... Você imagina como isso se ampliou. ‘Ah, horário político ninguém assiste…’. Assiste".

 

Rita aproveita para refletir que a atitude dessas pessoas tem forte influência em quem elas escolhem como referência: “Tinha um bocado de gente que tava ali segurando a onda, mas a partir do momento que há uma permissão, permissão de um candidato que estava ali na frente das pesquisas e que achava tudo isso besteira e mimimi, então, fica o povo colocando as asas de fora. Essas sempre existiram, estão juntos conosco, próximas da gente. É preciso que a gente se ligue”. 

 

Para se sentir encorajada e conseguir encarar essas pessoas, Rita acredita que precisa “ter sangue frio, sangue de barata”. E para lidar com a onda de agressões verbais na internet, sabendo que os processos por racismo são demorados e despendiosos, ela preferiu não reagir com agressividade, mas com inteligência: “O ímpeto da pessoa é reagir e xingar também. Eu não perco meu tempo, eu me divirto. Destruir a pessoa com meu argumento é diversão. Por isso que eu printo e eu mando, a pessoa manda e eu respondo, porque aí a pessoa vai ficando louca e vai perdendo as estribeiras". 

Sábado, 19 de Janeiro de 2019 - 00:00

Guia do Campeonato Baiano 2019: Conheça destaques e expectativas dos 10 participantes

por Gabriel Rios / Leandro Aragão / Glauber Guerra

Guia do Campeonato Baiano 2019: Conheça destaques e expectativas dos 10 participantes
Arte: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

O segundo estadual mais antigo do país estreia neste sábado (19). A partida isolada entre Bahia de Feira e Jacuipense, na Arena Cajueiro, abre a 115ª edição do Campeonato Baiano. O Bahia busca o bicampeonato, enquanto o Vitória tenta se reestruturar após o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro.

 

Os dois principais clubes do estado utilizarão a competição para dar rodagem aos atletas do sub-23, assim como aumentar o tempo de preparação e descanso do elenco principal. Já os clubes do interior sonham em garantir vaga nas competições nacionais pelo certame.

 

Por isso, o Bahia Notícias fez uma relação com as informações mais importantes dos dez clubes que integram a competição. Clique aqui e confira na coluna Esportes!

Sábado, 19 de Janeiro de 2019 - 00:00

TJ-BA poderá gastar R$ 1,2 milhões em passagens aéreas e terrestres

por Cláudia Cardozo

TJ-BA poderá gastar R$ 1,2 milhões em passagens aéreas e terrestres
Foto: Cláudia Cardozo/ Bahia Notícias

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) poderá gastar em 2019 até R$ 1,2 milhão em passagens para seus membros. Do valor total, R$ 1,1 milhão será destinado para passagens aéreas e R$ 100 mil para trechos por terra. A abertura das propostas ocorrerá na próxima quarta-feira (23). Em 2018, o TJ-BA licitou compras de passagens por R$ 1 milhão, sendo R$ 900 mil para aéreas e R$ 100 mil para terrestres (veja aqui).

 

O edital justifica a necessidade da compra das passagens para deslocamento aéreo e rodoviário de magistrados, servidores e profissionais a serviço do TJ, “em diversas atividades ao longo do ano, sendo, portanto, um serviço de natureza contínua”. O TJ diz que, com a licitação, “pretende-se obter economia, celeridade e racionalização nos procedimentos de aquisição e agendamentos de passagens para o atendimento das necessidades institucionais”. Para utilizar as passagens, os beneficiários precisam fazer uma requisição expondo os motivos da viagem. “Após a análise, a viagem pode ser autorizada ou não. Uma vez permitida, as passagens são emitidas”, explica o tribunal. As passagens podem ser utilizadas para participação em cursos ou ministrar palestras, tanto no Brasil quanto no exterior.

 

 

Em resposta um pedido do Bahia Notícias, o TJ informou que do valor total da licitação de 2018, já foram gastos R$ 791.168,31, restando ainda pendente de execução um saldo contratual de R$ 208.831,69. Ainda informou que o reajuste na licitação de 2019 foi realizado diante do aumento do valor das passagens aéreas, correção da inflação e ampliação do contrato. O TJ ainda respondeu que, “assim como nas empresas privadas, as instituições públicas fazem o planejamento e orçamento para exercício seguinte” e que cumpre “rigorosamente todos os princípios constitucionais como: legalidade, transparência, isonomia e publicidade”. O TJ-BA atende a 203 comarcas e possui 8.825 servidores, incluindo juízes e desembargadores. O tribunal também esclarece que não há prestação de serviço de “táxi-aéreo”. Não há na seção Transparência do site do tribunal informações sobre quem utiliza as passagens e para quais destinos elas são emitidas, nem qual o valor gasto em 2018 com a utilização delas.

 

DIÁRIAS

Durante as viagens, os servidores também recebem uma ajuda de custo. O valor das diárias de viagens para desembargadores é de R$ 1 mil ou US$ 480. A diária de juízes é de R$ 700 ou US$ 380. Já os servidores em cargos comissionados (FC-1 e FC-2), têm diária de R$ 450 ou US$ 250. Os servidores em cargos comissionados e cargos de nível superior (FC-3 e FC-4) têm diária de R$ 350 ou US$ 200. Por fim, os servidores de cargos comissionados (FC-5 e FC-6) e cargos de nível médio recebem diária de R$ 300 ou US$ 180. Os valores devem ser utilizados para custear transporte, alimentação e hospedagem. O TJ estabelece um limite de pagamento de 180 diárias por ano para cada servidor ou magistrado (saiba mais).

Sábado, 19 de Janeiro de 2019 - 00:00

Com disco em produção, Lazzo experimenta músicas novas no show do 'Toca!'

por Lara Teixeira

Com disco em produção, Lazzo experimenta músicas novas no show do 'Toca!'
Foto: Divulgação

O cantor e compositor Lazzo Matumbi, conhecido por suas canções de pegada afro, soul, reggae e samba, abrirá a temporada de verão do projeto "Toca!" que acontecerá neste sábado (26), no Goethe-Institut Salvador, a partir das 18h. 

 

Em outubro de 2018, Lazzo fez uma participação especial no show do grupo IFÁ, realizado na primeira edição do "Toca!". Em conversa com o Bahia Notícias, o cantor informou os pontos positivos do Goeth e revelou um pouco sobre o que o público poderá encontrar. 

 

"Eu achei o lugar muito bacana, até porque não existe palco, existe um espaço em que você fica muito olho no olho com o público, muito família. Para mim é interessante porque lima aquela imagem de ‘o artista que está lá em cima e o público lá em baixo’, e se torna na verdade uma grande festa. Eu gosto muito disso, me faz bem", conta Lazzo. 

 

"Eu vou fazer um show dançante, com músicas dos discos velhos, colocar também uma música nova, ‘14 de maio’, e uma música inédita para experimentar um pouco com o público. Vou fazer um show em que as pessoas possam aproveitar, já que estamos no verão, e se deleitar com uma festa pra cima, astral, que possam se sentir bem. Eu quero me sentir feliz, fazendo as pessoas felizes". 

 

Lazzo está há dois anos produzindo o seu novo disco. O cantor disse que esse trabalho terá materiais inéditos "que estavam guardados na gaveta", 2 releituras e também uma música de Chico César, que ele chegou a gravar para o disco do artista, mas que desta vez terá sua "leitura e forma de cantar”.

 

"Eu nunca tive esse histórico de fazer disco na forma muito rápida, eu sempre fui muito tranquilo fazendo na energia astral, então eu continuo fazendo isso. Como não tenho essa necessidade imediata de lançar, eu acredito que o disco vai chegando em um estágio do perfeccionismo, de estar cada vez olhando e pensar 'precisa dar uma lapidada melhor aqui, precisa melhorar isso ali'. E acredito que quando colocarmos isso para fora vai sair uma coisa bacana, graças a Deus". 

 

Sobre os assuntos abordados no novo disco, Matumbi revela que suas músicas normalmente apresentam uma "reflexão" do momento em que ele está vivendo. "É sobre o que eu estou vendo no meu entorno. Mesmo que eu não traga uma coisa direcionada para o governo atual, tem um conteúdo que de certo modo diz respeito sobre tudo isso que estamos vivendo". 

 

Em setembro de 2018, Lazzo realizou três shows em homenagem ao cantor Luiz Melodia e teve uma resposta positiva do público. As apresentações foram lotadas. Por isso, Matumbi pretende fazer novas edições do show em 2019 e também realizá-lo em outros países. 

 

"O resultado dos shows foi um pouco surpreendente, porque quando eu fiz a primeira releitura, foi no Teatro Rubi e tivemos que fazer um dia extra porque lotou. Aí houve um convite para fazermos no Teatro Castro Alves e lotou novamente. As pessoas falavam para mim: ‘Lazzo, que show maravilhoso, que show bonito, por que você não repete?’. Então assim, já que o público sinalizou que tá aprovado e foi uma coisa boa, com certeza isso não saiu da minha cabeça e eu já falei várias vezes para minha produção para colocarmos em prática e correr o mundo, porque eu acho muito interessante", apontou.  

 

Está previsto, também para este ano, o lançamento de um disco com a releitura do álbum "Atrás do Por do Sol" (o não uso do acento em “pôr” é proposital), de Lazzo Matumbi, em que artistas do atual cenário da música serão os responsáveis pelas gravações. Lazzo contou ao BN que esse projeto só aconteceu porque o jornalista Peu Araujo inscreveu a ideia no Edital da Natura Musical.

 

"Eu dei uma entrevista para o Peu e durante a nossa conversa ele ficou impressionado com o disco e falou: ‘pô Lazzo, esse disco poderia ter sido estourado no Brasil, porque o conteúdo dele é tão atual’. O disco está completando 30 anos, e na época que ele foi lançado não teve esse sucesso todo. E aí ele falou: 'que tal você fazer uma releitura?'. Eu achei muito interessante. Não sei se ele inscreveu com a pretensão de passar, mas passou, demos a sorte. A partir de março, abril, nós começamos a retomar essa produção, então acho que no final do ano já conseguimos lançar esse disco". 

 

"Como é um disco de uma ideia da cabeça do Peu, ele falou que queria trazer pessoas da cena atual para fazer uma homenagem para mim. Ele citou alguns nomes como Luedji Luna, Russo Passapusso. Se realmente acontecer eu já estou muito feliz", completou Lazzo. 

 

O compositor listou ainda os artistas mais jovens que ele tem acompanhado e deu sua opinião sobre o cenário musical. "Outro dia eu ouvi muito o som de Larissa Luz, mas foi na época que ela estava fazendo o trabalho com a Elza Soares, e na nossa participação juntos no Pérolas Negras eu falei: ‘pô, que legal, poucas pessoas estão trazendo essas vertentes parecidas com as de Karol Conka, letras que empoderam a mulher negra’. Eu achei muito interessante. E outra que estou bastante feliz de ouvir é Luedji Luna, que vem com uma pegada moderna, mas com o tempero baiano, que é meio um ‘olha, eu tô aqui, mas não perdi minha identidade cultural’. Isso para mim é tão bacana", disse o cantor. "O Russo, eu já conhecia há bastante tempo, porque desde o início eu já participei do disco do Baiana System. Então, tem uma galera nova que merece o maior respeito. Os meninos da Ifá, eu tenho o maior carinho. Eles estão chegando em uma onda da releitura do afrobeat, mas de um certo modo trazendo a assinatura e identidade deles. Eu acho que tem uma galera nova que está trazendo uma música boa e de qualidade para a Bahia e que merece todo o meu respeito e aplauso". 

 

SERVIÇO
O QUÊ:
Toca! Verão - Lazzo Matumbi
QUANDO: Sábado, 19 de janeiro, às 20h
ONDE: Pátio do Goethe-Institut Salvador (BA)
VALOR: Lote 2 - R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)

PSB fará reunião de bancada na segunda para discutir apoio a Maia após acordo com PSL
Foto: Divulgação

A bancada federal do PSB se reunirá na próxima segunda-feira (21) para discutir a eleição para a presidência da Câmara. De acordo com a Coluna Expresso, os deputados relutam em apoiar a reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) após o atual presidente ter costurado apoio com o PSL, de Jair Bolsonaro, para a sua reeleição. 

 

O PSB elegeu 32 deputados federais para a próxima legislatura, entre eles os baianos Marcelo Nilo e a senadora Lídice da Mata. Existe a possibilidade da sigla fazer parte do bloco opositor a Maia com uma candidatura própria com o deputado Alessandro Molon (RJ). 

Serviços da Rede SAC serão realizados na Arena Fonte Nova durante a semana
Foto: Reprodução / Google Street View

Serviços oferecidos pela Rede SAC estarão disponíveis à população de Salvador no estacionamento E da Arena Fonte Nova, a partir de segunda-feira (21), atarvés do SAC Móvel. O atendimento acontece até a sexta-feira (25), sempre das 8h às 16h. Serão emitidas carteiras de identidade, com a distribuição de 130 senhas diárias, além de CPF e certidão negativa de antecedentes criminais, bem como o atendimento da Ouvidoria Geral do Estado (OGE).

 

As carretas do SAC Móvel têm infraestrutura completa, com ar-condicionado, sistema de som, televisão e área de espera coberta. Os serviços são gratuitos, com exceção da segunda e demais vias da carteira de identidade, que custa R$ 37,77. Os documentos de RG solicitados na carreta serão entregues no prazo de 10 dias no SAC Barra.

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 21:20

Após suspensão de inquérito contra Queiroz, promotoria diz que há investigações na área cível

por Ana Luiza Albuquerque | Folhapress

Após suspensão de inquérito contra Queiroz, promotoria diz que há investigações na área cível
Foto: Reprodução / Montagem / Veja

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro informou em nota publicada nesta sexta-feira (18) que foram instaurados 22 inquéritos civis a partir de relatórios do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

No texto, o órgão ressalta que parlamentares não têm direito a foto especial no âmbito cível.

A nota foi veiculada um dia após o Supremo Tribunal Federal (STF) suspender o inquérito que investigava Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL).

O filho do presidente argumentou em seu pedido ao Supremo que, embora não tenha tomado posse, já foi diplomado senador, o que lhe confere foro especial perante o STF - a nova Legislatura só se inicia em 1º de fevereiro.

"Vale registrar que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) prolatada nos autos da Reclamação de nº 32.989 atinge exclusivamente o procedimento instaurado na esfera criminal, não gerando efeitos nas investigações na área cível e de improbidade administrativa", diz a nota do Ministério Público. 

Segundo o órgão, no dia 10 de janeiro, relatórios do Coaf foram distribuídos entre oito promotorias de Justiça de Tutela Coletiva da Cidadania da capital. Os inquéritos tramitam sob sigilo.

O Ministério Público também negou que tenha ocorrido quebra de sigilos fiscal e bancário, como sugeriu Flávio Bolsonaro no pedido ao Supremo. 

Ele reclamou que, em 14 de dezembro, depois de confirmada sua eleição, os promotores de Justiça do Rio pediram ao Coaf informações bancárias de sua titularidade a partir de 2007.

Por fim, o Ministério Público não respondeu com clareza na nota se o senador eleito é, de fato, investigado. 

"Por cautela, não se indiciou de imediato na portaria que instaurou os procedimentos investigatórios criminais (PIC) os nomes dos parlamentares supostamente envolvidos em atividades ilícitas", diz o texto. "A dinâmica das investigações e a análise das provas colhidas podem acrescentar, a qualquer momento, agentes políticos como formalmente investigados."

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 21:10

ANTT divulga nova tabela com valores do frete mínimo

ANTT divulga nova tabela com valores do frete mínimo
Foto: Reprodução / EBC

Uma nova tabela com os valores mínimos de frete foi divulgada pela Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT) nesta sexta-feira (18) através de publicação no Diário Oficial da União (DOU). A legislação indica que a tabela deve trazer os pisos mínimos referentes ao quilômetro rodado por eixo carregado, consideradas as distâncias e as especificidades das cargas, bem como planilha de cálculos utilizada para a obtenção dos pisos mínimos.

 

De acordo com a ANTT, o descumprimento dos valores pode resultar na aplicação de multas. Os valores da punição variam e se enquadram em quatro situações distintas, variando do valor mínimo de R$ 550 e podendo chegar ao máximo de R$ 10,5 mil.

Una: Ex-sindicalistas são condenados a 20 anos por golpe contra trabalhadores rurais
Foto: Cláudia Cardozo / Bahia Notícias

Dois ex-sindicalistas foram condenados a 20 anos de prisão por terem cometido golpes contra trabalhadores rurais, no município de Una, na região sul da Bahia, entre os anos de 2014 e 2016. Natanael Fagundes dos Santos e Riosney Fagundes da Silva foram acusados pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e peculato.

 

De acordo com o Ministério Público do Estado (MP-BA), os condenados induziram pelo menos seis trabalhadores rurais aposentados ou pensionistas, a maioria idosos, a tomarem empréstimos em agências financeiras, localizadas em Ilhéus e Itabuna, cujos recursos foram desviados em favor deles, num total aproximado de R$ 65 mil.

 

Na sentença, o juiz Felipe Remonato afirmou que Natanael e Riosney “usavam da posição no Sindicato de Trabalhadores Rurais de Una para angariar vítimas, pessoas simples e na maioria das vezes analfabetas, para cometer diversos crimes, durante anos, de maneira covarde”.

 

Ainda de acordo com o texto, a ação decorreu da Operação Bonsucesso, deflagrada pelo MP no dia 24 de julho de 2018 nas cidades de Ilhéus e Una, com o apoio da Polícia Civil e do Serviço de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública. Na ocasião, os dois foram presos e realizadas buscas e apreensões em três residências e em uma agência correspondente bancária. As investigações contaram com o apoio da Coordenadoria de Inteligência e Segurança Institucional (CSI) do MP.

Flávio Bolsonaro recebeu R$ 96 mil em 48 depósitos suspeitos durante 1 mês, aponta Coaf
Foto: Reprodução / Agência Brasil

Com exclusividade, o Jornal Nacional divulgou nesta sexta-feira (18) um trecho de um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sobre movimentações bancárias suspeitas do senador eleito Flávio Bolsonaro. Em um mês, foram quase 50 depósitos em dinheiro numa conta do filho do presidente da República, totalizando R$ 96 mil.

 

O relatório também trouxe informações sobre movimentações financeiras de Flávio entre junho e julho de 2017. Foram 48 depósitos em espécie na conta do senador eleito, concentrados no autoatendimento da agência bancária que fica dentro da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), e sempre no mesmo valor: R$ 2 mil. As suspeitas aumentaram quando o Coaf percebeu que as quantias eram depositadas sempre em sequência, em questão de minutos. 

 

Não foi possível identificar quem fez os depósitos na conta de Flávio, mas a realização de operações que por sua habitualidade, valor e forma configurem artifício para burla da identificação dos responsáveis ou dos beneficiários finais.

 

De acordo com o G1, o Jornal Nacional apurou que esse novo relatório de inteligência foi pedido pelo Ministério Público do Rio a partir da investigação de movimentação financeira atípica de assessores parlamentares da Alerj.

 

O MP pediu o novo relatório ao Coaf em 14 de dezembro e foi atendido no dia 17, um dia antes de Flavio Bolsonaro ser diplomado senador. Portanto, segundo o MP, ele não tinha foro privilegiado na ocasião. Por causa desse, relatório, Flávio Bolsonaro questionou a competência do MP no Supremo Tribunal Federal (STF). O questionamento rendeu a suspensão temporária da investigação e a anulação das provas pelo ministro Luiz Fux. 

 

O Jornal Nacional procurou a assessoria de Flávio Bolsonaro, mas não obteve resposta.

Família Bolsonaro se cala sobre paralisação de caso Flávio Bolsonaro no SFT
Foto: Reprodução / Jair Bolsonaro / Reprodução do Flickr

Um dia após o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspender as investigações no caso das movimentações financeiras suspeitas que envolvem o senador eleito Flávio Bolsonaro (lembre aqui), nem seu pai Jair Bolsonaro e nem seus irmãos Eduardo e Carlos Bolsonaro fizeram qualquer manifestação. 

 

Como pontuado pela coluna de Lauro Jardim no O Globo, a família é conhecida pelos três vorazes tuiteiros. Nenhum deles, porém, fez qualquer manifestação de apoio ao apelidado “zero um” do presidente da República. O último tuíte de Flávio foi no dia 9 de janeiro. 

Mulher morre eletrocutada ao tentar desligar geladeira de casa em Gandu
Foto: Reprodução / Blog do Valente

Uma mulher de 25 anos morreu após ser eletrocutada por uma geladeira na casa onde morava, na cidade de Gandu, baixo sul da Bahia, nesta quinta-feira (17). De acordo com o G1, a vítima tentava ligar o eletrodoméstico para realizar a limpeza, quando recebeu a descarga elétrica. A vítima chegou a ser socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu e morreu ainda no local.

 

A Polícia Civil informou que um representante da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) esteve no local e relatou que na região onde a vítima morava, tinha maior risco de descarga elétrica devido às ligações de energia clandestina. O corpo da vítima foi encaminhado para Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Valença, onde foi periciado.

São Paulo já possui três mortes por febre amarela em 2019
Foto: Divulgação

A cidade de Eldorado, em São Paulo, registrou as três primeiras mortes por febre amarela do estado. Situado no Vale do Ribeira, região sul, o local já possui outros nove casos confirmados e mais três suspeitos. 

 

De acordo com informações do G1, Eldorado possui três moradores internados no Hospital das Clínicas, em São Paulo, com estado de saúde considerado grave. 

 

O Departamento Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária Epidemiológica da cidade fez apelo para que aqueles que ainda não estão imunizados procurem o posto de saúde mais próximo para tomar a vacina contra febre amarela. As áreas mais afetadas são as zonas rurais. 

 

Em 2018, São Paulo registrou 503 casos de febre amarela, com 176 mortes provocadas pela doença. 

Jaguaquara: Vigilância Sanitária apreende 95 kg de carne suína imprópria para o consumo
Foto: Reprodução / Blog do Marcos Frahm

A Vigilância Sanitária de Jaguaquara apreendeu cerca de 95 kg de carne suína imprópria para o consumo nesta quinta-feira (17), em Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá. Segundo o Blog do Marcos Frahm, os agentes desenvolviam uma ação educativa acerca do transporte e comercialização de carnes na feira livre do distrito de Stela Dubois, no entrocamento de Jaguaquara, às margens da BR-116, quando se depararam com uma picape transportando a carne sem condições higiênico-sanitárias até o comércio local.

 

Ainda de acordo com a publicação, o produto estava exposto à temperatura ambiente quando houve o flagrante. Após a abordagem, os inspetores apreenderam a carne e encaminharam para incineração no Aterro Sanitário de Jaguaquara.

Procuradores da Lava Jato querem condenação de Cunha por propina de US$5 milhões
Foto: Reprodução/ EBC

O Ministério Público Federal (MPF) pediu, nesta quinta-feira (17), mais uma condenação do ex-deputado Eduardo Cunha. Procuradores da operação Lava Jato de Curitiba, responsáveis pelo pedido, fazem referência ao caso em que Cunha é acusado de receber US$5 milhões em propina entre 2011 e 2014. O dinheiro teria vindo por meio de contratos de fornacimento de navios-sonda da Petrobras. 

 

Segundo o jornal O Globo, a Força-Tarefa alega que o lobista Fernando Baiano teria sido autorizado por Cunha a utilizar seu nome para cobrar US$10 milhões devidos pelo empresário Júlio Camargo, que supostamente havia dado um calote em Baiano. Em troca, Cunha ficaria com metade do dinheiro da propina. O deputado nega as acusações. 

 

De acordo com os procuradores, o ex-deputado fez requerimentos de informação à Câmara pedindo informações sobre os contratos da Petrobras. A medida, que teria o objetivo de fazer Júlio Camargo fazer os pagamentos de propina a Baiano, foi bem sucedida. 

 

A ex-prefeita de Rio Bonito (RJ), Solange Almeida, teria usado o login de Cunha para fazer os requerimentos de informação. Ela também teve sua condenação pedida pela Lava Jato. 

 

Cunha está preso em Curitiba, condenado por outra acusação penal da Lava Jato no Paraná. No caso em questão, ele foi condenado pelo juiz Sérgio Moro por receber propina de US$1,5 milhão por um contrato de exploração de petróleo da Petrobras em Benin, na África. 

 

Ainda segundo o jornal, o advogado de defesa do deputado, Pedro Ivo Veloso, classificou as alegações finais do MPF como fantasiosas. "Trata-se de uma peça de fantasia, que busca atribuir a Eduardo Cunha a prática de um ato criminoso que teve o início, meio e fim confessado pelos delatores, sem a participação do ex-deputado". 

Preocupada, CBF monitora formação da secretaria do esporte
Foto: Abelardo Mendes Jr / Secretaria Especial do Esporte

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tem observado a formação do secretariado do Ministério da Cidadania do atual governo, pasta onde está o esporte, que deixou de ser ministério. A entidade monitora a equipe do departamento de futebol e defesa dos direitos do torcedor, que estará dentro da secretaria do mesmo nome. 

 

O governo ainda decide cargos de terceiro e quarto escalões, por isso  está sendo discutido se haverá uma divisão de funções nessa secretaria: um executivo para cuidar do futebol e outro para defesa do torcedor. De acordo com o blog do Marcel Rizzo, a CBF tenta evitar que pessoas que fazem certa oposição à confederação possam indicar um diretor de futebol do governo federal. 

 

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, indicou para secretário do Esporte o general da reserva Marco Aurélio Vieira, que participou da organização dos Jogos Olímpico do Rio, em 2016. Ele foi empossado na última quarta-feira (16). 

 

O ponto principal da preocupação da entidade nacional é a maneira como escolhe seus presidentes. O estatuto da confederação dá mais poder às federações estaduais do que aos clubes. Portanto, caso tenha alguém nesse cargo mais ligado aos clubes, ainda mais sendo oposição, pode gerar algum problema no futuro. 

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 19:11

Dilma 'deu corda' para Lava Jato implicar Lula, diz Palocci em delação

por Bruna Narcizo | Folhapress

Dilma 'deu corda' para Lava Jato implicar Lula, diz Palocci em delação
Foto: Reprodução / EBC

O ex-ministro Antonio Palocci, delator da Operação Lava Jato, relatou que a ex-presidente Dilma Rousseff "deu corda para o aprofundamento das investigações" da operação Lava Jato para implicar o ex-presidente Lula.

Segundo Palocci, havia uma "ruptura" entre Lula e Dilma e dois grupos distintos tinham sido formados dentro do PT. Ele diz que a "briga" entre os dois começou com a indicação de Graça Foster para a presidência da Petrobras.

A nomeação de Graça, segue Palocci, representava "meios de Dilma inviabilizar o financiamento eleitoral dos projetos de Lula retornar à Presidência".

O ex-ministro relatou que, naquele momento, Dilma tentava se afastar do controle de Lula. ?"Deve ser relembrado que [o ex-presidente da estatal Sérgio] Gabrielli era íntimo de Lula, ao passo que Graça era íntima de Dilma. Não havia qualquer intimidade entre Lula a Graça e a relação entre Dilma e Gabrielli comportava permanentes atritos."

Palocci afirma que, com o avanço da Lava Jato, a única preocupação de Lula era preservar a própria imagem. Lula "relembrava que Dilma era a presidente do conselho de administração da estatal na época de grande parte dos fatos apurados".

O ex-ministro diz que chegou a perguntar ao ex-presidente: "Por que você não pega o dinheiro de uma palestra e paga o seu tríplex?". E que Lula teria respondido que um apartamento na praia não caberia em sua biografia.

As informações estão em um dos termos de colaboração da delação fechada por Palocci com a Polícia Federal de Curitiba. O depoimento foi anexado ao inquérito da PF sobre a Usina de Belo Monte.

Fux determina que ação contra posse de armas será julgada após o recesso
Foto: José Cruz / Agência Brasil

O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, decidiu, nesta sexta-feira (18), que a ação do PCdoB contra o decreto de armas do presidente Jair Bolsonaro só será julgada no dia 1º de fevereiro. A data marca o dia em que a Corte retoma os trabalhos após o período de recesso. O relator do caso será o ministro Celso de Mello. 

 

Fux, que está sendo o responsável pelas ações que chegam ao tribunal esse mês,  determinou que o caso não se enquadra à hipótese excepcional em que o presidente do Tribunal deve decidir questões urgentes no recesso. 

 

O partido alegou que, ao flexibilizar as regras para a posse de arma de fogo no país, Bolsonaro "usurpou atribuições do poder legislativo" (veja aqui). 

 

O decreto permite que todos os brasileiros, brasileiras e estrangeiros que residem no país que vivem em áreas urbanas com mais de 10 homicídios por 100 mil habitantes possuam até quatro armas em casa, desde que fiquem guardadas em cofres ou locais seguros. 
 

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 18:47

Em novo recuo, Bolsonaro indica que desistiu de extinguir Justiça do Trabalho e cria vagas

por Claudia Cardozo / Lucas Arraz

Em novo recuo, Bolsonaro indica que desistiu de extinguir Justiça do Trabalho e cria vagas
Foto: Divulgação

Jair Bolsonaro (PSL) pode ter decidido desistir de colocar um fim na Justiça do Trabalho. Em possível recuo, o presidente da República sancionou na quarta-feira (16) a criação de 684 vagas para a Justiça trabalhista em 2019. 

 

No início do mandato, o capitão da reserva deixou em alerta os advogados da área ao admitir a possibilidade de que seu governo poderia propor a extinção da Justiça trabalhista caso se mostrasse necessário (leia mais aqui). 

 

Em reação, profissionais da área preparavam mobilizações em todo o território nacional para a próxima segunda-feira (21), mas após o aceno as manifestações foram canceladas. O foco dos atos seria o protesto contra a ideia inicial do presidente. A Justiça do Trabalho baiana (TRT-5), entretanto, não participava ativamente das ações, que no estado eram parte de uma mobilização de associações, juízes e da OAB-BA (veja aqui).

 

Nos bastidores, nomes influentes da área ouvidos pelo Bahia Notícias garantem que Bolsonaro teria sinalizado a desistência da ideia de extinção.

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 18:40

Nova HQ do Demolidor associa vilão que espalha 'fake news' a Bolsonaro

por Maurício Meireles | Folhapress

Nova HQ do Demolidor associa vilão que espalha 'fake news' a Bolsonaro
Foto: Reprodução / HQ do Demolidor

Depois de todos terem esquecido sua identidade, o Demolidor volta para Nova York e para o exercício da advocacia, mas logo encontra um cenário que o assusta. Wilson Fisk, o Rei do Crime, seu arqui-inimigo, foi eleito prefeito da cidade.

 

Já na primeira cena, Matt Murdock, verdadeira identidade do herói, pergunta a um amigo como os eleitores escolheram o vilão. "Os outros candidatos eram a mesma coisa de sempre. Fisk parecia diferente. Ele lançou uma candidatura independente, sem filiação partidária, não tinha o rabo preso com ninguém", responde o amigo.

 

A passagem está no volume 17 da HQ do Demolidor que acaba de chegar às bancas, pela editora Panini, e já causou uma polêmica entre fãs. Em um quadro no meio da história, há uma manifestação de partidários. Na versão brasileira, dois deles seguram placas que dizem "Fisk mito" —numa clara referência ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

 

No original em inglês, as placas diziam "Fisk rules", que poderia ser traduzido como "Fisk governa" ou "comanda". O assunto tomou os fóruns de quadrinhos nos últimos dias —boa parte elogiava a solução, mas outros afirmavam que o tradutor tentou inserir sua ideologia na história.

 

A Panini, em nota, afirmou que o cartaz não faz referência a nenhum político brasileiro. "A editora esclarece que a tradução se apropria do termo 'mito' para se referir a alguém que as pessoas admiram, como é o caso do personagem Wilson Fisk."

 

O tradutor da edição, Paulo França, explica melhor sua decisão. Ele diz que traduzir "rules" por "governa" seria pouco natural em português —e que escolheu "mito" pensando na idolatria que os seguidores têm pelo personagem.

 

"Temos um paralelo de um político que é idolatrado no Brasil, achei que seria algo próximo do leitor. Apelidaram o sujeito [Bolsonaro] de mito, mas ele não se apropriou da palavra", afirma.

 

"Mas não é uma alusão direta. É uma tradução aberta à interpretação. O pessoal que é eleitor do Bolsonaro está doído achando que é uma comparação com o vilão -—mas pensei muito mais na questão da idolatria do que numa associação tão direta [de associá-lo a um vilão]. Comparação direta é algo meio raso."

 

Ainda que com muitas diferenças —o presidente americano não é um mafioso do submundo nova-iorquino como Fisk— a história original faz uma clara associação entre o inimigo do Demolidor e Donald Trump.

 

Na série da Netflix, por exemplo, o Rei do Crime se safa de um processo judicial e ataca a imprensa. Diz que o povo foi manipulado por "fake news" dos jornalistas, que tentaram convencer todos de que ele era um criminoso. Tudo porque ele, Wilson Fisk, "desafia o sistema".

 

É o próprio Fisk quem espalha notícias falsas. Nos quadrinhos, o herói conseguiu junto à Suprema Corte que os super-heróis tivessem legitimidade no sistema legal. Mas o vilão quer criminalizá-los.

 

"Impossível não fazer uma associação com a notícias [das 'fake news'] espalhadas por WhatsApp [pela campanha de Bolsonaro]", diz França. "Vejo paralelos, mas é a minha visão. Eu não coloquei uma alusão direta a nenhum político do Brasil."

 

Por exemplo, um grupo de policiais é assassinado e o prefeito culpa o Justiceiro. Em dado momento, o Homem Aranha faz um autorretrato em um prédio acompanhado da frase "Não sou um criminoso".

 

"A cidade está em polvorosa. As pessoas estão irritadas. Elas querem segurança... e Fisk está lhes prometendo isso e mais", diz um personagem da HQ. "Gostei da solução", diz o tradutor Fábio Bonillo. "Não é preguiçosa. Só o seria se a HQ fosse do começo do século, aí sim seria ridículo forçar uma associação. O tradutor vive e trabalha em um período histórico do qual não dá para fugir."

 

Vale dizer que não há na tradução de Paulo França, contudo, nenhuma associação entre os heróis e o PT.

Cardiologista acusado de abuso sexual é preso em São Paulo
Foto: Reprodução / Google Street View

O cardiologista Augusto César Barretto Filho, 74, foi preso após ser acusado de abusar sexualmente de suas pacientes em seu consultório em Presidente Prudente. A justiça decretou sua prisão preventiva após denúncia feita pelo Ministério Público Estadual. 

 

Segundo o reportagem feita pelo G1, médico se entregou à Polícia Civil na sede da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Presidente Prudente. Mais de 30 relatos de abuso sexual de mulheres contra Barretto Filho foram registrados na delegacia. 

 

O caso tramita em sigilo no Fórum da Comarca de Presidente Prudente. O promotor de Justiça Filipe Teixeira Antunes acusa o cardiologista de crime de violação sexual mediante fraude. O Ministério Público Estadual decretou a prisão preventiva por acreditar que existe risco de Augusto voltar a praticar delitos contra pacientes. 

 

Os relatos das vítimas indicam que o médico abusava de sua posição para tocar partes sexuais de suas pacientes. Ainda segundo a reportagem, o médico negou os fatos à polícia Civil, e disse que vai se manifestar em juízo. 

BN na Tela: Marco Aurélio deve mandar pedido de Flávio sobre Queiroz para o 'lixo'

O pedido de Flávio Bolsonaro para suspender a investigação sobre Fabrício Queiroz, seu ex-motorista, deve ser rejeitado pelo ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF). Já o seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, terá como funcionária do governo uma mulher que contratou pacotes de mensagens em massa para ajudar o capitão durante as eleições do ano passado. Nesta sexta-feira (18), o Inep divulgou o resultado do Enem, Exame Nacional do Ensino Médio. E se você torce para o Bahia ou para o Vitória, fique ligado, porque a data de um Ba-Vi que aconteceria em fevereiro mudou. Acompanhe o BN na Tela:

 

 

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 17:51

Policiais Militares 'emprestados' por Rui voltam para Bahia após período no Ceará

por Fernando Duarte / Lucas Arraz

Policiais Militares 'emprestados' por Rui voltam para Bahia após período no Ceará
Foto: Carol Garcia/GOVBA

Os 100 policiais militares que o governo da Bahia colocou à disposição do governo do Ceará no início do ano para combater a onda de violência no estado devem retornar para casa ainda neste sábado (19). 

 

Os PM’s saíram nesta sexta-feira (18) do Ceará e estão na estrada. O governador Rui Costa assinou no início do ano um decreto que emprestava o efetivo até o dia 20 de janeiro (saiba mais aqui). 

 

O objetivo era ajudar o governador correligionário do PT, Camilo Santana, a combater diversos ataques criminosos, voltados especialmente a ônibus e prédios públicos. Com o retorno para Bahia, o empréstimo não foi renovado após cerca de 10 dias. 

 

A tarde desta sexta marca o 17º dia seguido de ataques desde o início da onda de violência contra o estado. Um ônibus foi incendiado por criminosos no Bairro Quintino Cunha, em Fortaleza. Na noite desta quinta (17) e madrugada desta sexta não foram registrados crimes coordenados por facções. 

Bolsonaro assina Medida Provisória que prevê realização de pente fino no INSS
Foto: Reprodução / G1

Uma Medida Provisória que revê regras previdenciárias e indica a realização de um pente-fino em todos os benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi assinada nesta sexta-feira (18) pelo presidente da República Jair Bolsonaro (PSL). O valor estimado para a redução do rombo fiscal na Previdência com esta medida será de R$ 9,8 bilhões nos primeiros 12 meses, que corresponde a 4,45% do total. O valor ainda é considerado baixo perto do rombo que deve chegar a R$ 220 bilhões.

 

Anteriormente o ministro da Economia Paulo Guedes chegou a falar na possibilidade de haver quase o dobro de impacto fiscal, entre R$ 17 bi a R$ 20 bi por ano. A Medida Provisória estabelecerá o pagamento de um bônus de R$ 57,50 a técnicos e analistas do seguro social que identificarem irregularidades em aposentadorias e pensões, para viabilizar a operação de pente fino.

Ex-policial do Bope é apontado como autor do assassinato de Marielle por testemunhas
Foto: Renan Olaz/Câmara do Rio

O principal suspeito pelo assassinato na vereadora Marielle Franco (PSOL) e Anderson Gomes é um ex-policial do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar , conforme apontado por seis testemunhas no inquérito policial a que o The Intecept Brasil teve acesso.

 

O ex-militar foi expulso da PM após o envolvimento com um dos principais clãs da máfia do jogo do bicho no Rio de Janeiro ser descoberto, conforme apurado pelo veículo. Após a saída da corporação, o suspeito, que se aperfeiçoou em técnicas de matar pessoas, se tornou mercenário de bicheiros e políticos. 

 

Além dos depoimentos das testemunhas, os investigadores chegaram até o suspeito de autoria dos disparos contra Marielle e Anderson da revisão de inquéritos relacionados às execuções de dois ex-sargentos da Polícia Militar, executados em maio e setembro de 2016, e que as investigações apontaram que os crimes tinham envolvimento com milícias e a máfia dos jogos.

Paratinga: Polícia encontra 100 pés de maconha camuflados em plantação de milho
Foto: Divulgação

Uma ação conjunta entre policiais civis da 24ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) e militares da 28ª Companhia Independente (CIPM/Ibotirama), descobriu o plantio de 100 pés de maconha nesta quinta-feira (17), no município de Paratinga, região do Velho Chico. Conforme as informações da polícia, a maconha estava camuflada em uma plantação de mandioca e milho.

 

Além de erradicar o plantio ilícito, a operação prendeu em flagrante Genivaldo Lourencio de Oliveira, conhecido como "Néu",  34 anos. Com ele os policiais encontraram ainda uma espingarda.

 

Segundo o delegado Marcos Aurélio de Oliveira, titular da Delegacia Territorial da cidade, a unidade já vinha investigando a plantação, e após identificar a localização, em conjunto com PMs da 28ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Ibotirama), desencadeou a operação.

 

Genivaldo Lourencio de Oliveira foi autuado em flagrante e está a disposição da Justiça na unidade policial.

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 17:05

Alarcon Pacheco é apresentado oficialmente pelo Vitória

por Glauber Guerra

Alarcon Pacheco é apresentado oficialmente pelo Vitória
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

Novo gerente de futebol do Vitória, Alarcon Pacheco foi apresentado oficialmente à imprensa nesta sexta-feira (18) por Ricardo David, presidente do Vitória. O seu último trabalho foi no CRB, onde ficou por sete anos. Ele deixou o clube na temporada passada.

 

“Alarcon chega com uma experiência que precisamos. Últimos quatro anos dele foram na Série B. É importante isso, conhecimento de adversário, de infraestrutura, traz isso para a gente”, disse Ricardo David.

 

Em suas primeiras palavras, Alarcon Pacheco contou como foi sua recepção no clube.

 

“A primeira recepção foi muito boa. Fui muito bem acolhido por todos. Notei uma sinceridade muito grande por parte de todos. Fui muito bem recebido por todos. O dia a dia vai fortalecer essa relação. Eu procuro sempre estar junto dos atletas. A responsabilidade é muito grande, a gente sabe do que vai disputar, as obrigações que vamos ter, fazer de cada jogo uma decisão, unidos, comissão, direção, jogadores e, principalmente, torcedor. A gente sabe da força que o torcedor do Vitória tem”, afirmou.

 

O novo dirigente rubro-negro ainda traçou metas para o início desta temporada.

 

“Uma das coisas principais é tentar começar o ano bem, ganhando competições que vamos disputar, participando sempre na parte de cima para iniciar a Série B com paz. O que é com paz? Ganhando o estadual, você inicia a Série B com paz. Diferente do clube anterior, que foi o CRB, que iniciamos a Série B com pressão. Tenho certeza de que, no Vitória, vamos iniciar no topo da tabela”, pontuou.

Lula recebeu dinheiro da Odebrecht e em garrafa de whisky, diz Palocci em nova delação
Foto: Reprodução / JN

O ex-ministro Antonio Palocci afirmou que o Instituto Lula recebeu uma doação de R$ 4 milhões da Odebrecht. Em um novo termo da delação premiada, Palocci disse ainda que o ex-metalúrgico e ex-sindicalista Paulo Okamoto solicitava constantemente recursos que iam de R$ 100 mil a R$ 200 mil para quitar despesas pessoais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da sua família. 


De acordo com o G1, sobre as constantes entregas de propina a Lula, Palocci disse que levou dinheiro até no avião presidencial. O delator da Operação Lava Jato também cita que o petista recebeu propina pela obra da Usina Hidrelétrica Belo Monte e que Dilma Rousseff, quando ainda era candidata, soube dos pagamentos da Andrade Gutierrez ao MDB e autorizou que continuassem. Ela, porém, teria negado que a empreiteira fizesse repasses ao partido.

 

Em outra entrega, o ex-ministro teria dado R$ 50 mil em dinheir o vivo ao ex-presidente dentro de uma caixa de celular, no Terminal da Aeronáutica em Brasília (DF), durante a campanha de 2010. 

 

INSISTÊNCIA POR BEBIDA
Um dos trechos da delação de Palocci diz que "em São Paulo, [o ex-ministro] recorda-se de episódio de quando levou dinheiro em espécie a Lula dentro de caixa de whisky até o Aeroporto de Congonhas, sendo que no caminho até o local recebeu constantes chamadas telefônicas de Lula cobrando a entrega".

 

A cobrança do ex-presidente a caminho do aeroporto teria sido presenciada por outro motorista, chamado Carlos Pocente, que brincou, curioso, se toda aquela cobrança era apenas pela garrafa de uísque. "Era óbvio que a insistência de Lula não era por bebida, e sim pelo dinheiro; que o motorista afirmou ao colaborador que estava brincando e que sabia que se tratava de dinheiro em espécie". Pocente também foi ouvido pela PF no inquérito.

 

As defesas dos envolvidos na delação foram procurados, mas não responderam à reportagem até o momento da publicação.

Sexta, 18 de Janeiro de 2019 - 16:40

Após susto, Instituto do Coração tem incêndio controlado

por Folhapress

Após susto, Instituto do Coração tem incêndio controlado
Foto: Reprodução / Twitter

Um incêndio atingiu o Instituto do Coração de São Paulo (Incor), ligado ao Hospital das Clínicas, na manhã desta sexta-feira (18). O ocorrido levou à retirada de todos os funcionários e pacientes de dois andares da unidade, localizada na região da avenida Paulista.

 

O fogo foi controlado após dez minutos e não deixou vítimas, segundo o Incor. O Corpo de Bombeiros diz que o incêndio começou em um motor de ar-condicionado. O prédio atingido, na área externa do hospital, é onde ficam torres de refrigeramento.



Os bombeiros dizem que foram avisados por volta das 10h47 e que 18 viaturas foram mobilizadas. Por volta das 11h30, a ocorrência foi finalizada.



O primeiro e o segundo andar do prédio, onde o cheio de fumaça era mais forte, foram totalmente evacuados. Do terceiro ao nono, apenas parcialmente, segundo Diego Leite, da brigada de incêndio do Incor.



Em nota oficial, o Instituto do Coração diz que cerca de 25 pacientes que estavam próximos a janelas foram deslocados internamente em razão da fumaça e já estão retornando aos seus leitos.



O médico Roberto Kalil Filho, presidente do Incor, disse que a ala atingida é nova, que a fumaça se espalhou pelo ar-condicionado e agradeceu ao trabalho dos brigadistas, que evitaram eventual tragédia. Segundo ele, ninguém inalou fumaça tóxica.



A supervisora de UTI Filomena Galas contou que estava na sala de broncoscopia do hospital quando avistou as caldeiras em chamas. “A sala ficou muito quente e tiramos os pacientes rapidamente. Só um deles teve que ser retirada de maca porque não conseguia descer a escada”, contou.



Segundo o major Magalhães, que comandou a operação no local, apenas a perícia poderá informar as causas do fogo, que se deu no aparelho de ar condicionado que fica na parte externa do prédio chamado chiller. “O atendimento no hospital já foi retomado”, disse.



Funcionários disseram que alguns bombeiros tiveram dificuldade de chegar ao foco do incêndio porque os brigadistas do edifício não sabiam indicar os acessos ao local. Magalhães, porém, negou dificuldades na ocorrência. “Foi tumulto normal de ocorrência, os bombeiros indo na contramão dos pacientes que saíam do prédio”, disse.



O INCOR

 

O Incor, um dos braços de atendimentos e pesquisa do Hospital das Clínicas da faculdade de medicina da USP, completou 40 anos em 2017. O hospital é especializado em atendimentos nas áreas de cardiologia, pneumologia e cirurgias cardíaca e torácica.



O instituto está ligado a mais de 9.000 publicações científicas em revistas internacionais e nacionais, auxiliou em mais de 125 mil cirurgias, 1.200 transplantes e 1,1 milhão atendimentos de emergência. Além disso, capacitou mais de 25 mil alunos, considerando graduação e pós-graduação.



Por ano, o Incor faz cerca de 5.000 cirurgias, realiza 260 mil consultas médicas e responde por 13 mil internações.

Psicólogo é preso acusado de estuprar três pacientes em Alcobaça
Foto: Divulgação / Polícia Civil

Um psicólogo de 49 anos foi preso acusado de estuprar três mulheres durante sessões na cidade de Alcobaça, no extremo sul da Bahia. Conforme as informações da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), de Teixeira de Freitas, George Hilton Brito Pereira foi denunciado por três pacientes, que têm entre 19 e 20 anos.

 

O psicólogo alegava que a "prática sexual" fazia parte do tratamento. Os crimes aconteceram no consultório onde ele atuava como psicólogo, no bairro Recanto do Lago, em Teixeira de Freitas. Além de psicólogo, o acusado atuava como pastor em uma igreja de Alcobaça, a 68 km de Teixeira de Freitas.

 

A polícia ainda informou que a delegada Viviane Scofield Amaral, titular da Deam/Teixeira, solicitou à Justiça um mandado de prisão para Hilton, com base nas denúncias. Com a ordem de prisão em mãos, policiais da unidade especializada cumpriram o mandado e Hilton, agora, encontra-se custodiado, à disposição da Justiça.

Histórico de Conteúdo