Ex-presidentes dos EUA se oferecem para tomar vacina contra Covid-19 diante das câmeras
Foto: Reprodução/ ShareAmerica

Três ex-presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton se ofereceram para receber imunização por meio da vacina contra a Covid-19 diante das câmeras. O objetivo da ação é gerar confiança na população. 

 

De acordo com O Globo, Obama declarou a disponibilidade em entrevista ao apresentador de rádio Joe Madison. “Eu prometo que quando estiver disponível para pessoas que correm menos risco, eu irei tomar. Eu posso acabar sendo vacinado na TV ou sendo filmado para que as pessoas saibam que eu confio na ciência e o que eu não arrisco é ser infectado pela Covid”, disse. 

 

Obama fez ainda uma referência pontual à comunidade negra americana, afirmando entender porque há uma resistência por parte de algumas minorias. 

 

“Eu entendo porque, historicamente, a comunidade dos afro-americanos teria algum ceticismo. Mas o que importa é que vacinas são a razão de não termos mais poliomielite, são a razão de não termos mais um monte de crianças morrendo por sarampo, varíola e outras doenças que dizimavam populações e comunidades inteiras.”

 

Os outros dois ex-presidentes, de acordo com a reportagem, foram procurados pela emissora CNN. O chefe de gabinete de Bush, Freddy Ford, disse que o republicano entrou em contato com Anthony Fauci, o maior especialista em doenças infecciosas do Estados Unidos, e Deborah Birx, coordenadora da força-tarefa do coronavírus na Casa Branca, para perguntar como ele poderia ajudar a promover a vacina.

 

"Há algumas semanas o presidente Bush me pediu para avisar a Fauci e Birx que, quando for a hora certa, ele quer fazer o que puder para ajudar a encorajar seus companheiros a serem vacinados" disse Ford à CNN.

 

Na quarta feira (2), Angel Urena, secretário de imprensa de Clinton, afirmou à emissora que o ex-presidente também estaria disposto a tomar a vacina em público para promover o imunizante.

 

“O presidente Clinton com certeza vai tomar a vacina assim que estiver disponível para ele, com base nas prioridades determinadas pelos oficiais de saúde pública. E ele vai fazê-lo em público se isso for ajudar a incentivar todos os americanos a fazerem o mesmo.”

Bolsonaro tem direito de não dar depoimento em inquérito sobre interferência na PF, diz PGR
Foto: Sérgio Lima / Poder 360

A Procuradoria-Geral da República (PGR) defendeu, nesta quinta-feira (3), em parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF), que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem o direito de desistir do próprio depoimento no inquérito que apura suposta tentativa de interferência na Polícia Federal. As informações são do portal G1.

 

"Inexiste razão para se opor à opção do Presidente da República, Jair Bolsonaro, de não ser interrogado nos presentes autos, seja por escrito, seja presencialmente. Na qualidade de investigado, ele está exercendo, legitimamente, o direito de permanecer calado", afirmou o procurador-geral Augusto Aras no documento.

 

A desistência de Bolsonaro em prestar depoimento foi informada ao STF pela Advocacia-Geral da União (AGU) no último dia 26. O governo tentava autorização para que Bolsonaro pudesse apresentar depoimento por escrito, em vez de comparecer presencialmente, como havia determinado o ministro aposentado Celso de Mello.

 

"Conforme consta das manifestações ministeriais anteriores (...), o ordenamento jurídico pátrio garante o direito ao silêncio, cujo exercício comporta, inclusive, o não-comparecimento ao interrogatório designado", diz Aras no parecer.

 

Aras também pontuou que, neste caso, não cabe condução coercitiva – o comparecimento obrigatório por meio de força policial. E lembrou a decisão do STF neste sentido. "Há de ser respeitada, pois, a escolha da autoridade investigada, que intenta exercer o seu direito ao silêncio, constitucionalmente garantido", afirma.

 

Agora, o ministro Alexandre Moraes, relator do inquérito, deve decidir se atende à dispensa do depoimento e manda o inquérito para que a Polícia Federal conclua as investigações.

Quinta, 03 de Dezembro de 2020 - 21:40

Pandemia segura recuperação do setor de serviços, aponta IBGE

por Nicola Pamplona e Eduardo Cucolo|Folhapress

Pandemia segura recuperação do setor de serviços, aponta IBGE
Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

O principal motor da economia brasileira, o setor de serviços ainda sofre com as restrições impostas após o início da pandemia e ajudou a segurar a recuperação do PIB no terceiro trimestre.

Apesar da alta de 6,3% na comparação com o trimestre anterior, o setor ainda acumula queda de 5,3% no ano.

No trimestre, houve recuperação em todas as atividades de serviços pesquisadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), com destaque para o comércio, que cresceu 15,9% impulsionado pela maior oferta de crédito e pelo auxílio emergencial.

Mas os serviços mais ligados às famílias, como alojamento, alimentação e lazer vêm crescendo menos, mesmo considerando a baixa base de comparação com o segundo trimestre: o grupo Outras atividades de serviços, onde estão reunidos, avançou 7,8% no trimestre.

A retomada do setor é considerada fundamental para a manutenção da recuperação econômica da crise provocada pela pandemia. "Os serviços representam três quartos da economia, então qualquer comportamento da economia vai depender dos serviços", diz a gerente de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis.

Ela disse que atividades de serviços mais ligadas à indústria têm demonstrado comportamento melhor - apesar da queda no transportes de passageiros, o grupo Transporte, armazenagem e correio, por exemplo, avançou 12,5% no trimestre. O problema são os serviços das famílias, afirma.

"Não tem como alguém cortar cabelo virtualmente, então essas atividades foram muito afetadas pela pandemia", exemplificou a gerente do IBGE. Mesmo com a reabertura de algumas atividades, diz, o medo da contaminação fez com que muita gente reduzisse o consumo desses serviços.

Atividades mais ligadas ao lazer, como cinemas, só reabriram em meados do trimestre, e ainda assim com muitas restrições em relação ao número de frequentadores.

Apesar da alta no trimestre, os serviços mais dependentes do consumo das famílias acumulam queda acentuada no ano: Outras atividades de serviços cai 13% e Transporte, armazenagem e correio, 10,9%. Por outro lado, Atividades financeiras, seguros e serviços relacionados acumulam alta de 4,3% e Atividades imobiliárias subiram 2,2% em 2020.

Palis diz que o fato das despesas das famílias apresentarem desempenho pior do que o PIB em comparações de prazo mais longo também reforça a percepção de que as famílias estão consumindo menos serviços. No acumulado do ano, o consumo das famílias cai 6,3%, enquanto o PIB recua 5%.

A redução nesse consumo levou a taxa de poupança a disparar pelo segundo trimestre consecutivo. Entre abril e junho, ela havia atingido 15,5% do PIB, a maior para o período desde 2015. Agora, foi a 17,3%, alta de 3,6 pontos percentuais em um ano e o maior índice para um terceiro trimestre desde 2013.

Segundo a gerente do IBGE, o movimento reflete a retração nos gastos com serviços de turismo e lazer, por exemplo, principalmente entre a população de maior renda.

"As pessoas com mais renda estão conseguindo poupar mais, porque a classe média mais baixa, que foi beneficiada pelo auxílio, não consome tanto serviço", diz. "O consumo das rendas mais altas tem bastante de serviços."

Os setores que ainda patinam são os mais vulneráveis a eventuais recuos no processo de abertura da economia com o crescimento de casos de Covid-19 em todo o país.

Após ter contas reprovadas pelo TCM, prefeito de Ipirá diz que situação será revista
Foto: Reprodução / Facebook

Após o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) ter divulgado nesta quarta-feira (2) a reprovação das contas do Município de Ipirá, na Bacia do Jacuípe, referentes ao exercício de 2019 (veja aqui), a cidade emitiu uma nota informando que as contas serão revistas e aprovadas.


No posicionamento municipal consta que apesar de neste primeiro momento o TCM ter entendido que algumas irregularidades não foram sanadas e que, por esse motivo, o parecer inicial deveria ser emitido pela rejeição, uma análise feita pela assessoria técnica do município chegou à conclusão de que num novo recurso as ‘supostas irregularidades apontadas, de fato, não subsistem, conforme os documentos e informações já juntadas nas contas’.

 

O prefeito Marcelo Brandão, responsável pelas contas reprovadas, disse que a situação será revertida. “Como já esperávamos, a equipe detectou que todas as exigências do TCM já constam da prestação de contas, devendo-se reverter a situação, para aprovação, após seguida a tramitação legal. Tudo já foi checado minuciosamente, e todas as exigências estão atendidas. Agradecemos a Deus e aos amigos que torceram por nós”, disse. 

Governo do estado atende trabalhadores resgatados em condições análogas à escravidão
Foto: Divulgação / Ascom Setre

Um grupo técnico multidisciplinar, formado pelas secretarias estaduais do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), realiza, nestas quinta (3) e sexta-feira (4), nos municípios de Jacobina,  Várzea Nova e São José do Jacuípe, a identificação do perfil socioeconômico e profissional de 20 trabalhadores resgatados em condições análogas à escravidão na região sisaleira da Bahia.

 

A atividade faz parte do Projeto Ação Integrada (PAI), cuja proposta é unir esforços para promover a transformação social, educacional e econômica das vítimas do trabalho escravo. “A próxima etapa é analisar os formulários de abordagem e pensar uma proposta de reinserção produtiva desses trabalhadores”, disse o coordenador da Agenda Bahia do Trabalho Decente, Hildásio Pitanga.

 

Durante a ação, são realizadas também reuniões com secretários municipais, rede de assistência social, sindicatos dos trabalhadores rurais, associações e outras lideranças. Entre os temas que entraram na pauta, o ciclo de trabalho escravo e as possíveis parcerias entre município e governo do estado para implementação de políticas públicas de atendimento aos trabalhadores resgatados. 

 

O PAI é uma ação que busca prevenir a reincidência do resgatado e a incidência do vulnerável ao trabalho escravo. O objetivo geral é romper o ciclo da escravidão contemporânea, criando condições efetivas de inserção social e econômica aos trabalhadores resgatados e vulneráveis ao trabalho escravo.

 

Segundo a Setre, as atividades do PAI contemplam os seguintes pilares: trabalho articulado; empoderamento e protagonismo do trabalhador; elevação educacional; qualificação profissional; formação cidadã; acolhimento/ acompanhamento psicossocial contínuo; (re)inserção em políticas públicas de emprego e renda, iniciativas de meio de vida ou contratação direta por empresas. 

 

Na Bahia, o projeto conta com a participação da Setre, da SJDHDS, da Secretaria de Educação (SEC), além da Associação dos Magistrados do Trabalho (Amatra-5); Ministério Público do Trabalho (MPT); Tribunal Regional do Trabalho (TRT-5); Superintendência Regional do Trabalho na Bahia (SRT/BA); e Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Quinta, 03 de Dezembro de 2020 - 21:18

Bolsonaro visita Salvador nesta sexta para participar de evento religioso

por Matheus Caldas

Bolsonaro visita Salvador nesta sexta para participar de evento religioso
Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que visitará a capital baiana nesta sexta-feira (4) para participar das 113ª e 114ª Assembleias Gerais Ordinárias da Convenção Estadual das Assembleias de Deus da Bahia (Ceadeb), marcada para às 15h.

 

A informação foi divulgada na noite desta quinta-feira (3), numa live realizada pelo presidente em suas redes sociais.

 

A última vez de Bolsonaro em solo baiano foi no mês passado, quando passou por Paulo Afonso, no território de identidade de Itaparica, e causou aglomeração no aeroporto. 

 

*Inicialmente, informamos que era a primeira vez do presidente em Salvador. Contudo, ele esteve na capital baiana no final de 2019. (Atualizada às 21h31)

Quinta, 03 de Dezembro de 2020 - 21:15

Com Mano Menezes de volta, Bahia começa trabalho focado no Ceará

por Ulisses Gama

Com Mano Menezes de volta, Bahia começa trabalho focado no Ceará
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Após voltar da Argentina na última quarta (2), o elenco do Bahia voltou a treinar nesta quinta-feira (3) no CT Evaristo de Macedo e com uma boa novidade: o técnico Mano Menezes se recuperou da Covid-19 e voltou a trabalhar normalmente, assim como o auxiliar James Freitas.

 

Os atletas que jogaram nais de 45 minutos na última partida fizeram um treino físico na academia, voltas no gramado e o regenerativo. 

 

Os outros atletas foram para o gramado e participaram de um treino com bola. A atividade contou com o reforço do lateral-esquerdo Hélio Júnior e os meio-campistas João Vitor e Patrick de Lucca, do sub-20.

 

O lateral-esquerdo Matheus Bahia, o atacante Élber e o zagueiro Anderson Martins, que se machucaram contra o Unión Santa Fé, ficaram no departamento mésico. Já o zagueiro Lucas Fonseca fez tratamento na fisioterapia e depois treinou na academia.

 

O grupo faz a última atividade antes da partida na tarde desta sexta-feira (4), às 15h30.

 

Atividade contou com reforços do sub-20 | Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Após vitórias em Feira e Conquista, Colbert e Herzem se reúnem com ACM Neto
Foto: Divulgação

Reeleitos no último domingo (29) como prefeitos de Feira de Santana e Vitória da Conquista respectivamente, Colbert Martins (MDB) e Herzem Gusmão (MDB) tiveram uma reunião nesta quinta-feira (3) o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que apoiou ambos nas viradas conquistadas nas duas maiores cidades do interior da Bahia.

 

“A reeleição de Colbert Martins e Herzem Gusmão significa que o trabalho desenvolvido pelos gestores foi aprovado pela população. Tenho certeza absoluta que o segundo mandato será ainda melhor porque ambos partem de um patamar mais elevado”, disse Neto.

 

Herzem e Colbert agradeceram o apoio do gestor soteropolitano, que também é presidente nacional do DEM. “A presença de ACM Neto em Conquista foi muito importante pelo seu carisma e identificação com a cidade”, afirmou o prefeito de Conquista. “Nossa vitória tem muito da participação e do envolvimento do prefeito ACM Neto”, destacou o gestor de Feira.

 

Também participaram do encontro o presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Geraldo Jr. (MDB), a vice-prefeita eleita em Conquista, Sheila Lemos (DEM), e o ex-prefeito de Feira, José Ronaldo (DEM).

 

Após o encontro, Neto também recepcionou a prefeita eleita em Ibicaraí, Monalisa Tavares (DEM) – ao lado do deputado estadual Tiago Correia (PSDB) – e o prefeito eleito em Mucuri, Robertinho Mucuri (DEM) – apoiado pelo líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Sandro Régis (DEM). 

Governo da Bahia proíbe shows e festas 'independente' do número de participantes
Foto: Reprodução/ Facebook

A realização de shows e festas está suspensa em toda a Bahia. A decisão, que será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (4), faz parte do decreto nº 19.586.

 

Conforme a publicação, ficam proibidos os "shows, festas, públicas ou privadas, e afins, independentemente do número de participantes". O decreto tem validade até 17 de dezembro, com indicativo de renovação. 

 

Na última quarta-feira (2), o governo do Estado já havia prorrogado o decreto, que também suspende as aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada e proíbe eventos e atividades com presença de público superior a 200 pessoas.

Deputados aprovam texto-base da MP do programa Casa Verde e Amarela
Foto: Adalberto Marques/Integração Nacional

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (3), por 367 por votos a 7 a Medida Provisória 996/20, que cria o programa habitacional Casa Verde e Amarela, substituto do antigo Minha Casa Minha Vida.  A versão aprovada prevê uma série de alterações em relação ao texto enviado pelo governo Bolsonaro. 

 

Com o Casa Verde e Amarela, o governo pretende retomar obras paradas das administrações anteriores e regularizar imóveis de famílias de baixa renda, além de aumentar a oferta e reduzir juros para financiamento imobiliário.

 

O Casa Verde e Amarela beneficiará famílias em áreas urbanas com renda mensal de até R$ 7 mil. Nas áreas rurais, aquelas com renda anual de R$ 84 mil. Regularização fundiária, locação ou reformas, não previstos no Minha Casa, Minha Vida, poderão ser financiadas.

 

Os deputados ainda precisam analisar destaques ao texto, que são sugestões de alterações em pontos específicos do projeto. Depois dessa etapa, a MP seguirá para votação no Senado.

 

Ao lançar o novo programa habitacional o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho,  explicou que o programa busca tratar de forma diferente regiões mais carentes e com índices de desenvolvimento humano mais baixos.

 

Indicou ainda que, no momento, o programa não deve contemplar novas famílias na faixa com maiores subsídios, que hoje beneficia pessoas com renda de até R$ 1.800.

O sistema de faixas do Minha Casa Minha Vida foi alterado no Casa Verde e Amarela. O anterior tinha as faixas um ( para famílias com renda de até R$ 1.800), um e meio (renda entre R$ 1.800 e 2.600), dois (entre R$ 2.600 e R$ 4.000) e três (entre R$ 4.000 e 7.000).

 

Agora, serão três grupos. O primeiro, com renda de até R$ 2.000, poderá acessas benefícios como receber imóvel subsidiado, acessar financiamento com juros reduzidos, fazer regularização fundiária e reformas no imóvel.

 

Os grupos dois (R$ 2.000 a R$ 4.000) e três (R$ 4.000 a R$ 7.000) terão acesso a financiamentos com taxas de juros um pouco mais altas do que o primeiro patamar, além da regularização fundiária. Os detalhes serão definidos em regulamentação posterior.

 

O novo programa tem como meta regularizar 2 milhões de moradias até 2024.

Quinta, 03 de Dezembro de 2020 - 20:20

Putin enfrenta 4º desafio ao poder da Rússia em ex-repúblicas soviéticas no ano

por Igor Gielow | Folhapress

Putin enfrenta 4º desafio ao poder da Rússia em ex-repúblicas soviéticas no ano
Foto: Reprodução / G1

Depois da turbulência em Belarus, da guerra entre Armênia e Azerbaijão e da queda do governo no Quirguistão, o presidente Vladimir Putin enfrenta um novo desafio à influência de Moscou nos países que faziam parte da União Soviética.

A bola da vez é a pequena Moldova, país de 2,64 milhões de habitantes ensanduichado entre a Romênia e a Ucrânia. Lá existe, entre sua fatia e a ucraniana, um território ainda menor chamado Transdnístria.

No dia 15 de novembro, os moldavos elegeram Maia Sandu, uma jovem política de 48 anos, presidente do país em segundo turno. Pró-Europa, ela derrotou Igor Dodon, o candidato do Kremlin.

Ela só assume 2021, mas nesta semana defendeu que os russos retirem seus 1.500 soldados de força de paz na Transdnístria, onde estão desde que uma rápida guerra civil estourou após o fim da União Soviética, em 1992.

Desde então, a faixa de terra com 500 mil habitantes, divididos quase igualmente entre moldavos, russos e ucranianos étnicos, é uma república independente sem reconhecimento internacional.

Nada muito diferente, em termos de status, da Nagorno-Karabakh pela qual azeris foram à guerra em setembro. Não por acaso, o encrave armênio no Azerbaijão é o único a reconhecer a Transdnístria como país, ao lado das duas áreas russas da Geórgia, mantidas independentes depois da guerra com Moscou em 2008.

A Transdnístria é um fascinante fóssil vivo: mantém os símbolos comunistas, como se ainda fosse, como a Ucrânia e a Moldova eram, uma república da União Soviética. Mas é uma daquelas democracias suspeitas do antigo bloco soviético, embora mantenha multipartidarismo e eleições mais ou menos livres.

Sua economia, não poucas vezes qualificada de mafiosa, é ligada principalmente aos países da antiga união, Rússia à frente, mas há laços crescentes com a União Europeia.

Já a Moldova divide laços étnicos e culturais com a vizinha Romênia, de quem já fez parte. Parte do bloco europeu, os romenos disputam influência local com os russos, e Sandu emergiu desse embate.

O Kremlin reagiu duramente à proposta de Maia de substituir os russos por forças internacionais no monitoramento da paz da região. Segundo o porta-voz de Putin, Dmitri Peskov, "mudanças no status quo podem desestabilizar seriamente a região".

Logo depois da ameaça da presidente, o Parlamento tentou passar uma lei tirando seus poderes sobre os serviços secretos, um recado nada sutil. Milhares de manifestantes foram às rua da capital, Chisinau, em apoio a Sandu.

É um problema novo para o presidente russo em um ano cheio deles. Em 9 de agosto, mais uma eleição fraudada na vizinha Belarus levou a protestos em massa contra o ditador Aleksandr Lukachenko, que ainda estão inconclusos, mas sob relativo controle.

Como resultado do apoio do Kremlin, Lukachenko estreitou a contragosto laços políticos e militares, antagonizando-se aos europeus a quem cortejava num jogo dúbio. O país é a área tampão aliada restante a oeste da Rússia, entre suas forças e as da Otan (aliança militar ocidental).

A Ucrânia também era até 2014, quando houve a derrubada de um governo pró-Moscou, viu a Crimeia extirpada e o leste do país em guerra civil. Na prática, isso impediu que Kiev se juntasse ao Ocidente, mas também fez os russos a perderem como parceira.

Em 27 de setembro, explodiu o conflito entre armênios e azeris. Por seis semanas, Baku consegui reforçar sua posição reconquistando 4 dos 7 distritos ocupados por Ierevan desde a guerra dos anos 1990 em torno de Nagorno-Karabakh.

Ao fim, sob risco de perder tudo, a Armênia aceitou uma paz mediada por Moscou e desocupou o resto do território, além de perder cerca de 30% do encrave no país vizinho. O processo ainda está em curso, e uma força de paz russa com 2.000 homens ficará na região.

Isso asseverou a Putin uma mão forte no Cáucaso, que é sua segunda fronteira estratégica vulnerável, ao longo da história, a invasões e desestabilização. Mas a posição de sua rival histórica na região, a Turquia, se robusteceu.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, apoiou a ofensiva azeri, inclusive com armas e mercenários da Síria. Nesta quinta (3), ele anunciou que irá visitar Baku no dia 9, uma provocação e tanto para Putin.

Mais ainda para Ierevan, que não têm laços com Ancara -ainda uma consequência do genocídio promovido pelo Império Otomano, que antecedeu a Turquia e em 1915 deslocou a população armênia, matando 1,5 milhão de pessoas no processo. Erdogan não reconhece o episódio.

No conflito deste ano, morreu um número incerto, na casa de milhares. Depois de passar mais de dois meses sem dizer quantos soldados perdeu, o Azerbaijão afirmou que foram 2.738 mortes nesta quinta. Os armênios tinham divulgado 2.317 vítimas militares. Ambos os dados podem estar subestimados, e houve cerca de 200 civis mortos.

O terceiro desafio a Putin ocorreu em 4 de outubro, quando eleições parlamentares no remoto Quirguistão acabaram em acusações de fraude, ataques para soltar prisioneiros políticos de cadeias e a queda de mais um primeiro-ministro do país.

O antecessor dele, Sadir Japarov, foi eleito premiê e assumiu os poderes do presidente, que renunciou. O arranjo parece ter agradado Moscou, que mantém no país uma base militar, assim como tem na Armênia.

Na quarta (2), Putin afirmou estar satisfeito com a volta da estabilidade no aliado, que serve também de tampão estratégico com a China -aí a ameaça hoje é muito mais econômica do que militar, dada a boa relação entre Moscou e Pequim.

Os quiguizes voltam às urnas para escolher um presidente em janeiro, e tudo indica que a política tribal do país já providenciou um novo arcabouço de poder para relacionar-se com o Kremlin -como acontecia com os czares e secretários-gerais do Partido Comunista da União Soviética.

As ações de Putin são muito ditadas pela geopolítica, e quando ele chamou o fim do império soviético um desastre, era a isso que ele se referia: a perda de influência e populações separando o território histórico russo de seus potenciais adversários.

Neste 2020, contudo, os esqueletos mal enterrados deste passado imperialista parecem ter aproveitado a pandemia para tirar o sono dos antigos mestres em Moscou.

Operação no Nordeste de Amaralina tem quinto suspeito morto em confronto, diz SSP-BA
Foto: Alberto Maraux

A operação integrada das polícias Civil e Militar, deflagrada no Complexo do Nordeste de Amaralina, registrou nesta quinta-feira (3) o quinto suspeito morto em confronto com policiais, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Outros dois acusados de tráfico de drogas foram presos nesta tarde.

 

Equipes das Rondas Especiais (Rondesp) Atlântico patrulhavam na localidade de Sucupira, na Santa Cruz, quando teriam encontrado homens armados. Na tentativa de cerco, houve confronto e um dos suspeitos foi ferido. Ele foi socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu e acabou falecendo.

 

Com o suspeito, foram apreendidos uma pistola calibre 380, carregador, munições, 36 porções de cocaína e uma mochila.

 

O saldo da operação iniciada na quarta-feira (2) é de cinco suspeitos presos e cinco mortos. Segundo a SSP-BA, com eles, a Polícia apreendeu duas pistolas, três revólveres, carregadores, munições e entorpecentes.

Funcionário de lava-jato é morto a tiros no bairro de São Caetano, em Salvador
Foto: Alan Oliveira / G1

Um homem foi encontrado morto na tarde desta quinta-feira (3), no bairro de São Caetano, em Salvador. Segundo moradores, ele era funcionário de um lava-jato da região e foi morto a tiros. As informações são do portal G1.

 

Segundo informações da 9ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), agentes foram acionados para atender uma ocorrência com vítima de disparos de arma de fogo na localidade. Após confirmar o fato, a equipe isolou a área e permanece no local aguardando a perícia.

 

Não há detalhes sobre a autoria e motivação do crime. O caso vai ser investigado pela Polícia Civil.

Parceria entre UFBA, Seplan e Fapex, Hub Tele-Empreendedor apoia empresários do turismo
Foto: Divulgação

Com o objetivo de diagnosticar e prestar auxílio ao setor turístico, um dos mais impactados pela crise do Covid-19, o Hub Tele-Empreendedor, foi lançado nesta quinta-feira (3) em evento online, com a participação de lideranças do setor turístico. A iniciativa é da Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia (Eaufba), em convênio com a as secretarias estaduais de Turismo (Setur) e do Planejamento (Seplan), Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) e Fundação de Apoio à Pesquisa e a Extensão (Fapex). 

 

O projeto é um serviço de teleatendimento, no qual estudantes Eaufba selecionados e treinados farão as coletas de informação para levantar as fragilidades do segmento, com uso de um aplicativo web. Na primeira fase, o atendimento é dirigido a empresas sediadas nos circuitos da Chapada Diamantina.  

 

Participam também do projeto o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Diretoria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fundação Estatal de Saúde da Família (FESF-Tech), da Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) e Banco do Nordeste do Brasil (BNB). 

 

O público-alvo da iniciativa são empresários inscritos no Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur) de segmentos como meios de hospedagem, agências, transportadoras, organizadoras de eventos, parques temáticos e acampamentos. A iniciativa abrange ainda o setor de restaurantes, bares e similares, de cadastramento facultativo.

 

Segundo Sílvio Araújo, da Escola de Administração da Ufba, dentre as ações de auxílio ao setor previstas no hub estão a disponibilização de informações sobre acesso a crédito, em parceria com agências de fomento e bancos, como a Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) e Banco do Nordeste do Brasil (BNB); a microformação de empresários e o acesso gratuito a serviços e tecnologias para operação do negócio. Uma vez concluída a Fase 1, o projeto será avaliado a fim de se decidir por uma possível continuidade, com abrangência dos demais municípios turísticos baianos. 

 

Um dos critérios para a escolha da Chapada Diamantina na primeira fase do Hub Tele-Empreendedor é a constatação de que a recuperação da atividade turística começará pela busca de destinos regionais, sem aglomerações e que promovem contato com a natureza. “A Chapada é a maior das nossas 13 zonas turísticas da Bahia e são muitas as possibilidades de turismo na região. O Governo do Estado vem trabalhando para promover, junto ao empresariado, um verão seguro, associando saúde e economia turística”, explica os secretário estadual de Turismo, Fausto Franco.

 

O secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, ressaltou que o Hub Tele-Empreendedor cumpre um papel importante, a partir da necessidade de incentivar os diversos setores da economia, iniciando pelo setor turístico, e de envolver as diversas regiões. “Importante lembrar que o maior dilema que estamos enfrentando nesta pandemia é gerar oportunidades, por isso é importante este incentivo”. Pinheiro destacou, ainda, a importância de adaptar os mais diversos serviços à modalidade de home office. “É importante isso para a possibilidade de manter o isolamento social com atividades se processando, mantendo algumas atividades econômicas sem gerar aglomeração. Ao tempo em que atacamos a pandemia, estamos chegando com ações concretas para que as pessoas possam viver neste novo ambiente. Portanto, são muitos os desafios que temos pela frente, mas temos ferramentas para enfrentar desafios, inclusive, do tamanho do everest”, disse.

 

A diretora-geral da SEI, Jorgete Costa, avalia que elaborar um plano de atuação com iniciativas que trazem elementos para a criação de políticas públicas mais qualificadas, reforça o papel da instituição em subsidiar o Governo do Estado. "Temos expectativas positivas para esse projeto que trará auxílio ao  setor de turismo nesse momento pandêmico", ressaltou.

Quinta, 03 de Dezembro de 2020 - 19:30

#SaiDoTedio: Informe-se sobre as candidatas a vacina contra a Covid-19

por Nuno Krause

#SaiDoTedio: Informe-se sobre as candidatas a vacina contra a Covid-19
Arte: Paulo Victor Nadal / Divulgação / Bahia Notícias

Nesta semana, diversas novidades sobre as possíveis vacinas contra a Covid-19 circularam com frequência. Nesta quinta-feira (3), o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, afirmou que o estado comprou ultrarefrigeradores para armazenar vacinas abaixo de - 80 ºC (veja aqui). 

 

Em São Paulo, mais de 600 litros de matéria prima chegaram para a produção da Coronavac, da empresa chinesa Sinovac (leia aqui). Enquanto isso, na Rússia, a capital Moscou anunciou que iniciará a imunização em massa com a Sputnik V a partir do próximo sábado (5) (lembre aqui). Isso porque o Reino Unido vai tomar a mesma medida, só que no dia 9 de dezembro, e com o produto desenvolvido pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech (aqui). 

 

Por isso, o #SaiDoTedio desta quinta falará sobre a importância de se informar ao máximo sobre cada um desses imunizantes. Milhares de voluntários foram testados pelo planeta, no esforço de comprovar a eficácia de cada um deles. 

 

Os episódios ficam disponíveis no nosso site sempre às 19h30, e podem ser encontrados nas principais plataformas de streaming: Spotify, DeezerCastbox, O programete é produzido e editado pelo jornalista Nuno Krause. Ouça agora: 

STF analisará decisão do Senado de 'fatiar' votação de impeachment de Dilma
Foto: Ricardo Stuckert/PT

Quatro anos após a destituição da presidente Dilma Rousseff do cargo, o Supremo Tribunal Federal (STF) começará a analisar a decisão do Senado de “fatiar” a votação sobre a pena. Apesar da aprovação do impeachment e a cassação do mandato, em agosto de 2016, Dilma teve mantido os direitos políticos e a autorização para disputar eleições. Em 2018 a petista concorreu ao Senado pelo estado de Minas Gerais. 

 

A Suprema Corte irá avaliar pelo menos seis pedidos de diferentes partidos a partir do dia 11 de dezembro, por meio do plenário virtual. A modalidade de votação não inclui reunião nem emissão verbal de posicionamento, apenas encaminhamento dos votos via sistema eletrônico do STF.

 

Uma das ações foi movida, em conjunto, pelo PSDB, DEM, MDB e SD. Outros partidos, como o PSL, e senadores do PV e do PSD, também acionaram a Corte. A relatora é a ministra Rosa Weber.

 

Os mandados de segurança questionam a decisão do então presidente do STF, Ricardo Lewandowski, que presidiu o julgamento de Dilma, de permitir a separação das votações do afastamento definitivo e da perda dos direitos políticos.

 

As ações argumentam que, com a condenação de Dilma e a perda do cargo, a inabilitação para o exercício de função pública por oito anos seria uma consequência obrigatória, de acordo com a Constituição.

Processo de registro da Sputnik V, vacina russa contra Covid-19, segue sem avanço na Anvisa
Foto: Divulgação

Assim como outras vacinas contra a Covid-19 desenvolvidas por farmacêuticas de outros países, a Sputnik V, concebida pelo governo da Rússia, ainda segue com o registro travado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

A demora atinge diretamente a Bahia, que fechou um acordo com os russos para produzir 50 milhões de doses do imunizante através da Bahiafarma (leia mais aqui). Enquanto o processo não ocorre no Brasil, a Rússia começará a imunizar a população a partir deste sábado (5) (leia mais aqui).

 

Segundo a Agência, “quando o desenvolvimento clínico de uma vacina é totalmente conduzido fora do Brasil, como é o caso da vacina russa, a exigência de anuência prévia aos estudos clínicos não faz sentido”. “Porém, é necessário o cumprimento dos devidos procedimentos para registro da vacina”, prossegue a Anvisa.

 

Inicialmente, a Bahia receberia testagens em 500 voluntários. No entanto, de acordo com o secretário da Saúde do Estado (Sesab), Fábio Vilas-Boas, os testes não ocorreram, pois “a Anvisa exigiu um estudo mais amplo no país e eles ainda não se manifestaram”.

 

O titular da Saúde estadual ainda admitiu pessimismo quanto ao registro da Sputnik V ainda neste ano. “Para a vacina russa, não [tenho expectativa]”, opinou.

 

Em nota enviada à imprensa, a Anvisa afirmou que  “está em tratativas e já realizou reuniões com membros do governo do estado do Paraná e do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) sobre o processo de registro da vacina desenvolvida pela Rússia”. “Essas reuniões são de caráter preliminar, antecipando possíveis demandas futuras”, ponderou.

 

O Tecpar fechou com a Rússia uma parceria com moldes semelhantes ao acordo feito pela Bahia. No entanto, membros do governo baiano não se reuniram ainda com a Anvisa para discutir o tema. E, segundo a agência, um encontro com representantes do estado ainda não está em pauta.

 

Enquanto as tratativas para o registro da Sputnik V se arrastam, o governo federal estima que, em março, o primeiro grupo de brasileiros deve receber doses do imunizante desenvolvido pela AztraZeneca. 

 

Por enquanto, o Brasil mantém acordos garantidos para obter 142 milhões de doses de vacinas no primeiro semestre, sendo 100 milhões fruto da parceria da Fiocruz com o laboratório AstraZeneca e outras 42 milhões previstas no consórcio Covax Facility.

 

Ao explicar a participação brasileira na Covax Facility, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que o país adquiriu 42 milhões de doses que podem ser fornecidas por qualquer um dos fabricantes que integram o consórcio, "inclusive, a própria AstraZeneca e a Pfizer, por exemplo, estão no consórcio", acrescentou. A Pfizer, no entanto, ainda negocia sua adesão ao consórcio.

 

O governador de São Paulo, João Dória (PSDB), por sua vez, prometeu para janeiro a distribuição das primeiras doses da Coronavac, imunizante produzido pelo laboratório chinês SinoVac (leia mais aqui).  

 

POLÊMICA COM A PFIZER
Mesmo com o governo federal dando indícios de que poderia não adquirir lotes da vacina da Pfizer/BioNTech, o governo do estado autorizou montagem de uma rede de ultrafreezeres que possam armazenar o imunizante (leia mais aqui) – o armazenamento é um dos obstáculos colocados pela gestão federal para não adquirir a vacina.

 

O governador Rui Costa (PT), contudo, indicou que os aparelhos não foram comprados exclusivamente por conta dos imunizantes contra a Covid-19 (leia mais aqui).

Quinta, 03 de Dezembro de 2020 - 18:59

Novas viaturas da Polícia Civil da Bahia obedecem a padrão nacional; entenda

por Mari Leal

Novas viaturas da Polícia Civil da Bahia obedecem a padrão nacional; entenda
Foto: Fernando Vivas/GOV-BA

Trinta e nove municípios baianos receberam, nesta quinta-feira (3), novas viaturas da Polícia Civil. Os 60 novos veículos, que integram um lote de 284 viaturas adquiridas pelo governo da Bahia, já estão possuem o novo padrão visual das Polícias Civis do Brasil, cujas cores oficiais são preto, branco e cinza. Já o brasão oficial passa a ser majoritariamente dourado. 

 

A alteração na Bahia é prevista pela Portaria nº 754, de 6 de dezembro de 2019, e tem por base a padronização nacional da identidade visual das Polícias Civis dos Estados e Distrito Federal, definida em reunião do Conselho Nacional de Chefes de Polícia (CONCPC), ocorrida em junho de 2017.

 

A mudança considera ainda que a “ uniformidade no padrão da identidade visual contribui para aumentar o sentimento de pertencimento à Instituição, reforçando a consciência do dever de solidariedade entre os integrantes da única e incindível instituição baiana de Polícia Civil e que a padronização nacional trará reconhecimento e fortalecimento institucional tanto interno, quanto externamente”.

 

Além do padrão veicular, o documento prevê nova identidade visual ao vestuário utilizado pelos agentes , a exemplo de camisas, boné e jaqueta, assim como o colete balístico. A norma ainda proíbe o uso de “adereços, enfeites, acessórios chamativos ou qualquer outro item não previsto". 

UniFTC faz simulado gratuito após beneficiar mais de 4 mil estudantes com revisão do Enem
Foto: Divulgação

Após vencer os desafios do Ensino Médio, os jovens precisam dar um passo decisivo para a carreira: a entrada numa universidade. Para ajudar milhares de estudantes a movimentar conhecimento e conquistar seus sonhos, a Rede UniFTC fechou parceria com mais de 60 professores, os maiores especialistas em aprovação no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) na Bahia e Pernambuco, e realizou a Mega Revisão ENEM 2020. Mais de 4 mil estudantes se inscreveram para o evento, que foi 100% gratuito e on-line, e tiveram acesso a conteúdos exclusivos.

 

Para que mais pessoas possam realizar seus sonhos, a Rede UniFTC promove neste domingo (6), um esquente com tudo que rolou nos quatro dias da Mega Revisão e mais o simulado seletivo - uma prova, aplicada em ambiente virtual,  de 10h às 13h, através da qual o aluno terá a chance de testar seus conhecimentos para o Enem e ainda utilizar a nota como forma de ingresso em um dos cursos de graduação da Rede UniFTC. As inscrições para a avaliação podem ser realizadas até 12h, do dia 5 de dezembro, através do site.

 

“O nosso objetivo é realizar o sonho que milhares de jovens e adultos têm de ingressar no Ensino Superior e, neste momento de distanciamento social, estamos apostando na tecnologia como ferramenta aliada na nossa busca por transformação social”, destaca a Vice-presidente de Relacionamento e Marketing Integrado da Rede UniFTC, Milena Oliveira.

 

Quem participou dos quatro programas da Mega Revisão Enem UniFTC 2020 encontrou um ambiente em formato talk-show, propício ao aprendizado, mas também com muita descontração e entretenimento. Sob o comando do host Ricardo Carvalho, nomes como Alexandre Leão, Adelmo Casé, Allan Miranda, Ivan Mesquita e Raoni Oliveira dividiram o palco com grandes mestres como Carol Silveira (Redação), Mário Roullet (Física), Sério Magnavita (Química), Paulo Serrão (História), Zelão Teixeira (Sociologia), Adroaldo Lima (Matemática), Carlena Azevedo (Biologia), Gilton Carmo (Geografia), Alex Valadares (Língua Portuguesa).

 

“O nosso objetivo sempre foi oferecer o conhecimento de uma forma rica e profunda, a partir de um grande repertório cultural. Temos certeza que alcançamos a meta. A Mega Revisão contou com participações importantes que contribuíram para tornar o aprendizado leve, interessante e proveitoso”, afirma Carvalho.

 

SIMULADO MEGA REVISÃO ENEM UNIFTC
Quando: 06 de dezembro
Horário: 9h às 10h30 (esquenta com professores)
Simulado: 10h às 13h
Onde: Canal do Youtube Rede UniFTC
Inscrições gratuitas: https://bit.ly/SimuladoMegaRevisaoEnemUniFTC2020

Saneamento urbano é a maior questão ambiental do Brasil, diz Salles
Foto: Reprodução/Agência Brasil

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou nesta quinta-feira (3) que problemas de saneamento em áreas urbanas, como a gestão de resíduos sólidos e o tratamento de esgoto, são a maior questão ambiental do Brasil. O ministro participou nesta manhã de uma live promovida pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sobre os desafios trazidos pelo Marco Legal do Saneamento, aprovado neste ano, para a gestão dos resíduos sólidos.

 

"A agenda ambiental urbana, saneamento e resíduos, constitui o maior problema ambiental brasileiro pra esses 80% da sociedade, em média no território nacional, que vive nas regiões urbanas mediante uma má gestão tanto do resíduo quanto ausência ou ineficiência dos sistemas de tratamento de esgoto e saneamento", disse o ministro, que considerou a situação urgente e um "vergonhoso atraso".

 

"Essa é a principal questão ambiental brasileira. As pessoas, principalmente as mais pobres, estão vivendo em regiões nas cidades, mesmo em cidades pequenas, em meio a lixões", pontuou de acordo com a Agência Brasil. 

 

As soluções para esses problemas, na visão do ministro, precisam ser flexíveis para se adequarem às diferenças que se apresentam nas regiões brasileiras, com municípios de diferentes tamanhos populacionais e territoriais.

 

"Temos que ter, para esses projetos, uma flexibilidade muito grande, quer seja na estruturação jurídica dessa visão de consórcio que é muito boa, mas, em alguns casos, não aplicável. E ter a consciência que em alguns lugares a tecnologia de larga escala é possível, e aí o projeto contempla isso. E, em outros, temos que ter soluções que contemplem essas micro demandas".

 

Salles explicou que mesmo a formação de consórcios para a licitação dos serviços de saneamento pode não ser viável quando as cidades em questão são distantes ou formadas por pequenas vilas separadas entre si, como no caso de municípios da Amazônia.

 

"Ali, a solução consorciada é inviável completamente, seja por serem locais muito pequenos ou porque estão muito distantes e sem conexão. Muitos deles só se comunicam por meio dos rios", disse ele, que defendeu que  financiamentos com condições privilegiadas para esses casos, por meio dos R$ 570 milhões repassados do Fundo Nacional de Mudanças do Clima (FNMC) ao BNDES.

 

"Entendo que esse recurso do fundo, transferido por nós ao BNDES, tem que entrar nessas lacunas onde o mercado, por essas razões todas, não terá interesse ou não terá condições de entrar. A gente entra com os recursos no BNDES arrumando essas dificuldades, seja em saneamento e seja em resíduos sólidos".

 

A live com a participação do ministro contou com comentários do presidente da Associação Brasileira de Empresas Tratamento de Resíduos e Efluentes, Luiz Gonzaga. Ao tratar dos desafios, Gonzaga defendeu a cobrança do serviço de coleta de resíduos, prevista no Marco Legal do Saneamento.

 

"Não estamos falando de criação de impostos, estamos falando na remuneração de um serviço que é feito, seja pela iniciativa pública ou privada r que precisa ser reembolsado", disse o ministro. Ele adiantou que a associação pretende lançar um guia para ajudar prefeitos na transição para as novas regras previstas pelo marco legal. 

Covid-19: Bahia tem infrações ao protocolo convertidas em multas pelo STJD
Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) converteu em multa as infrações dos clubes brasileiros ao protocolo de prevenção à Covid-19. Com mais irregularidades denunciadas entre as agremiações, o Bahia pagou quatro vezes o valor de R$ 2,5 mil, totalizando R$ 10 mil. 

 

O Esquadrão de Aço foi denunciado nos jogos contra Flamengo, Athletico Paranaense, Grêmio e Corinthians no primeiro turno do Brasileirão. A maioria delas ocorreu por trocas de camisas. 

 

De acordo com o site Ge.Globo, o STJD recebeu 118 notícias de infração encaminhadas pela CBF, e a maior parte diz respeito a trocas de camisa após as partidas e não utilização da máscara. Dessas, 77 viraram denúncias e 44 já tiveram conclusão.

 

Além das multas, o tribunal pediu aos clubes o incentivo à campanhas de combate à Covid-19.

BN na Tela: Operação no Nordeste de Amaralina e avanço da Covid-19 na Bahia

E começamos o programa de hoje falando sobre a repercussão à ocupação na região do Complexo do Nordeste, iniciada nessa quarta. Só no Nordeste de Amaralina, na manhã de ontem, quatro suspeitos foram mortos em confronto com a PM. As forças de segurança já ocupam a região pelo segundo dia e o governador Rui Costa afirmou que outra ação planejada é a realização de obras de infraestrutura que possam facilitar o acesso dos agentes às comunidades. Falando agora sobre a pandemia, o secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, revelou que a situação é pior do que há cinco ou seis meses atrás. Mas o alento pode ser a vacina da Covid. E falando nisso: o governador Rui Costa (PT) garantiu que a Bahia tem infraestrutura e condições de vacinar a população. Outro destaque desda quinta feira vai para o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que rasgou críticas e lamentou a falta de articulação do Ministério da Educação em relação ao retorno das aulas presenciais nas escolas do país. Neto, considerou "errada e equivocada a portaria do MEC" que determinou o retorno de aulas nas universidades. Além do anuncio da jornalista e apresentadora Fátima Bernardes que anunciou que está com um câncer no útero. Assista:
 

Quinta, 03 de Dezembro de 2020 - 17:40

Vacinação contra a Covid-19 em SP deve iniciar em janeiro, diz Doria

por Ana Bottallo | Folhapress

Vacinação contra a Covid-19 em SP deve iniciar em janeiro, diz Doria
Foto: Sérgio Andrade/Governo do Estado de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta quinta-feira (3) em entrevista à imprensa que a imunização da população de SP contra a Covid-19 iniciará em janeiro e deve ser completada até fevereiro.

O estado de São Paulo, em parceria com o Instituto Butantan, possui acordo para importação e produção no país da vacina Coronavac, produzida pela empresa chinesa Sinovac.

A chegada de matéria-prima suficiente para a produção de 1 milhão de doses na manhã desta quinta-feira (3) se soma às 120 mil doses que já embarcaram no país. "Com mais este lote de vacinas já temos no Instituto Butantan 1,12 milhão de doses. Até a primeira quinzena de janeiro, teremos 46 milhões de doses disponíveis para a população de brasileiros do estado de SP", afirmou o governador.

Doria disse ainda estar "indignado" com o plano de vacinação divulgado pelo governo federal na última terça, com início somente em março. "Se o governo federal tiver juízo, competência e entender que mais de 600 brasileiros morrem por dia pelo coronavírus, com essas doses da Coronavac poderá também oferecer para toda a população para imunizar a população brasileira de SP e de outros estados do país."

"Eu indago se os membros do governo federal que vivem na capital do país não enxergam, não leem e não sabem que existem mais de 600 brasileiros que morrem todos os dias. É surpreendente essa indiferença, essa falta de compaixão com os brasileiros. Por que iniciar uma imunização em março se podermos fazer já em janeiro? Vamos perder mais 60 mil vidas? Vamos deixar que mais 60 mil brasileiros morram para daí iniciar a imunização?"

O governador completou dizendo que vem "cumprindo a missão de disponibilizar a vacina para salvar vidas no menor tempo possível".

Dimas Covas Tadeu, diretor do Instituto Butantan, afirmou que o instituto deve apresentar até o dia 15 os resultados da fase 3 do imunizante, testado em mais de 16 centros no país, e que não deve-se aguardar para iniciar a imunização já com a vacina disponível.

"É preciso ter um programa de vacinação que disponibilize essas vacinas muito rapidamente, sejam elas 46 milhões, sejam 110 milhões [da Oxford]. Temos que usar essas vacinas em dois, três meses, o mais rapidamente possível. Não podemos nos guiar pelos procedimentos habituais de produção de uma vacina."

O pesquisador afirmou, no entanto, que os procedimentos rigorosos de eficácia e segurança estão sendo acompanhados e que a vacina será disponibilizada rapidamente cumprindo esses critérios.

Quinta, 03 de Dezembro de 2020 - 17:30

Casos ativos da Covid-19 registram pequena redução nas últimas 24 horas na Bahia

por Lula Bonfim

Casos ativos da Covid-19 registram pequena redução nas últimas 24 horas na Bahia
Foto: Bahia Notícias

Os casos ativos da Covid-19 registraram uma pequena redução nas últimas 24 horas na Bahia, segundo dados publicados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) no fim da tarde desta quinta-feira (3). O número oscilou de 11.771 para 11.734 entre um boletim e outro.

 

Com 3.268 novos casos e 21 mortes em decorrência da Covid-19, a Bahia acumula agora 412.685 casos confirmados e 8.336 óbitos desde o primeiro registro da doença no estado, no dia 6 de março.

 

Os 10 municípios baianos com mais casos ativos são Salvador (1.896), Feira de Santana (481), Vitória da Conquista (262), Itabuna (182), Guanambi (181), Lauro de Freitas (171), Santo Antônio de Jesus (168), Jacobina (165), Irecê (139) e Ilhéus (134).

 

A taxa de ocupação dos leitos de terapia intensiva reservados para o tratamento da Covid-19 também oscilou negativamente, de 71% na quarta para 70% nesta quinta, em todo o estado.

 

As regiões centro-norte (90%), com leitos em Alagoinhas, extremo-sul (89%), onde ficam Porto Seguro, Eunápolis e Teixeira de Freitas, e centro-leste (83%), com unidades concentradas em Feira de Santana, são as com maior percentual de vagas ocupadas.

Rui Costa entrega 60 novas viaturas para atender 39 municípios baianos
Foto: Fernando Vivas/GOV-BA

O governo da Bahia realizou um novo incremento na frota de viaturas da Polícia Civil. Na manhã desta quinta-feira (3), no pátio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o governador Rui Costa entregou 60 veículos que serão utilizados pelos policiais civis distribuídos entre 39 municípios baianos. Esta é a primeira entrega de um lote de 284 viaturas adquiridas pela gestão estadual e que representa um investimento de R$ 14,5 milhões.

 

Com nova padronização na cor preta, seguindo norma nacional, as novas viaturas foram entregues na data que marca as celebrações pelo dia do delegado, comemorado em 3 de dezembro.

 

"Primeiramente, quero agradecer aos policiais pelo empenho e dedicação ao trabalho realizado na Bahia. Eu gostaria de estar governando em um momento de crescimento econômico mas, mesmo com todos os desafios, estamos superando as dificuldades e garantindo um investimento significativo na área da Segurança Pública, equipando e reestruturando as unidades físicas das Polícias, entregando novas viaturas e oferecendo mais qualidade ao trabalho dos policiais. Tudo isso reflete no reforço do combate ao crime organizado e ao tráfico de drogas no estado", destacou o governador.

 

Rui também ressaltou o apoio da Secretaria da Administração do Estado (Saeb) para garantir mais agilidade na recuperação das estruturas físicas das delegacias baianas. "Com o apoio da Saeb, o nosso objetivo é agilizar os processos de licitação para a melhoria da infraestrutura nas delegacias. Daremos melhores condições de trabalho aos delegados e agentes", explicou.

 

Inicialmente, foram beneficiadas com as novas viaturas as unidades operacionais e especializadas. A previsão é de que até o final deste mês de dezembro seja concluída a entrega dos outras 229 equipamentos. Os veículos entregues nesta quinta-feira foram 40 modelos Nissan, 11 Spin e 11 Gol. 

 

Presente na solenidade, o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, garantiu que as ações para equipar as unidades terão continuidade. "A intenção é cuidar e cada vez melhor das nossas Polícias, que têm o dever de prover a segurança pública e têm se dedicado muito para diminuir os índices de criminalidade no nosso estado", afirmou.

 

As viaturas foram distribuídas da seguinte forma: 19 para Salvador, três para Feira de Santana, duas para Jequié e uma para cada municípios a seguir: Abaré, Alagoinhas, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brejolândia, Brumado, Canavieiras, Curaçá, Eunápolis, Glória, Guanambi, Iguaí, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Jacobina, Juazeiro, Lauro de Freitas, Macururé, Morpará, Paulo Afonso, Rafael Jambeiro, Remanso, Santa Maria da Vitória, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Teixeira de Freitas, Valença, Vitória da Conquista e Xique-Xique.

Quinta, 03 de Dezembro de 2020 - 17:15

Nos acréscimos, Bahia vence o Flamengo pelo Brasileirão sub-20

por Ulisses Gama

Nos acréscimos, Bahia vence o Flamengo pelo Brasileirão sub-20
Foto: Divulgação / EC Bahia

O time sub-20 do Bahia bateu o Flamengo por 1 a 0 na tarde desta quinta-feira (3), em jogo válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileira sub-20. A única bola na rede da partida foi anotada por Ronaldo, aos 46 minutos do segundo tempo. 

 

A equipe treinada por Eduardo Guadagnucci atuou com a seguinte escalação: Fabrício; Douglas Borel, Barcellos, Gabriel e Thalis (Allan); Luiz Felipe, Hiago (Abraão) e Gregory (Pará); Daniel (Ronaldo), Thiago e Marcelo (Christian).

 

Com o resultado, a equipe chegou aos 19 pontos e agora está a cinco da zona de classificação para a próxima fase da competição.

 

Os tricolores voltam a entrar em campo no próximo domingo (6), às 15h, para enfrentar o Goiás, novamente no CT de Praia do Forte.

EUA superam 100 mil hospitalizados e batem recorde de mortes diárias por Covid-19
Foto: Mateus Pereira /GOV-BA

Os Estados Unidos chegaram, nesta quarta-feira (2), ao número mais alto de hospitalizados por Covid-19 já registrado desde o início da pandemia.  Além desse, reforça a intensidade da segunda onda da doença naquele país o recorde de mortes diárias.   

 

Os hospitalizados por causa da doença passaram dos 100 mil pela primeira vez, conforme anúncio do Covid Tracking Project. Já o monitoramento da Universidade Johns Hopkins, relevou que os mortos chegaram a 2.804 no mesmo dia, uma marca também sem precedentes.

 

De acordo com o G1, as autoridades dos Estados Unidos temem que a situação piore, já que mais de 150 mil pessoas testam positivo diariamente para o vírus no país.

 

Os Estados Unidos são hoje o país com o maior número de infectados e mortos pela Covid-19. Foram 273, 8 mil mortes desde o início da pandemia até a manhã desta quinta-feira, segundo dados coletados pela Johns Hopkins. O total de casos registrados é de quase 14 milhões. O Brasil ocupa a segunda posição com mais de 174 mil mortes. 

PIB cresce 7,7% do segundo para o terceiro trimestre, diz IBGE
Foto: Reprodução/Canal Rural

O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma dos bens e serviços finais produzidos no país, cresceu 7,7% no terceiro trimestre, em relação ao período anterior. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou, hoje (3), os números das Contas Trimestrais, essa é a maior variação desde o início da série em 1996, mas ainda insuficiente para recuperar as perdas provocadas pela pandemia. O resultado indicou ainda que a economia do país se encontra no mesmo patamar de 2017, com uma perda acumulada de 5% de janeiro a setembro, em relação ao mesmo período de 2019.

 

De acordo com a Agência Brasil, na comparação com o mesmo trimestre de 2019, o PIB, apresentou recuo de 3,9% e, em valores correntes, chegou a R$ 1,891 trilhão. Desse valor, R$ 1,627 trilhão em Valor Adicionado a Preços Básicos e R$ 264,1 bilhões em Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios.

 

Para a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis, o crescimento ocorreu sobre uma base muito baixa, quando o país estava no auge da pandemia no segundo trimestre. “Houve uma recuperação no terceiro, contra o segundo trimestre, mas se olharmos a taxa interanual, a queda é de 3,9% e no acumulado do ano ainda estamos caindo, tanto a Indústria quanto os Serviços. A Agropecuária é a única que está crescendo no ano, muito puxada pela soja, que é a nossa maior lavoura”, disse.

 

No terceiro trimestre a Indústria cresceu 14,8% e os Serviços subiram 6,3%. Já a Agropecuária registrou queda de 0,5%. De acordo com o IBGE, a expansão do PIB no período foi causada, principalmente, pelo desempenho da Indústria, com destaque para o crescimento de 23,7% no setor de Transformação. Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos também cresceram (8,5%), como a Construção (5,6%) e as Indústrias extrativas (2,5%).

 

“Olhando pela ótica produtiva, o destaque foi a Indústria de Transformação, até pelo fato de ter caído bastante no segundo trimestre (-19,1%), com as restrições de funcionamento. A Indústria cresceu como um todo 14,8%, e a de Transformação 23,7%, mas voltamos ao patamar do primeiro trimestre”, observou Rebeca.

 

O setor de Serviços, que foi destaque no resultado e têm o maior peso na economia, registrou alta em todos os segmentos: Comércio (15,9%), Transporte, armazenagem e correio (12,5%), Outras atividades de serviços (7,8%), Informação e comunicação (3,1%), Administração, defesa, saúde e educação públicas e seguridade social (2,5%), Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (1,5%) e Atividades imobiliárias (1,1%).

 

A coordenadora lembrou que o setor caiu 9,4% no segundo trimestre e agora avançou 6,3%, mas ainda não recuperou o patamar do primeiro trimestre. A explicação é que houve uma queda tanto na oferta quanto na demanda. “Mesmo tendo sido retiradas as restrições de funcionamento, as pessoas ainda ficam receosas para consumir, principalmente os serviços prestados às famílias, como alojamento, alimentação, cinemas, academias e salões de beleza. O desempenho melhorou em relação ao segundo trimestre, mas ainda não voltou aos patamares antes da pandemia”, apontou.

 

A variação negativa de 0,5% na Agricultura foi consequência de um ajuste de safra. “O destaque é o crescimento de 2,4% no acumulado do ano, ante uma queda de 5,1% da Indústria e 5,3% dos Serviços”, informou.

 

Rebeca observou ainda que o consumo das famílias (65%) - o que mais pesa pela ótica da despesa -, teve expansão de 7,6%, resultado que é muito parecido com o do PIB. O indicador havia caído 11,3% no segundo trimestre, mas no terceiro, o consumo de bens subiu bastante, especialmente, bens duráveis e bens alimentícios da cadeia agroalimentar. “O consumo de serviços teve crescimento, mas foi bem menor do que a queda anterior, pois as famílias não voltaram a consumir no patamar anterior à pandemia”, indicou.

 

Os investimentos (Formação Bruta de Capital Fixo) subiram 11%, mas neste caso também, o desempenho está relacionado à base de comparação com o segundo trimestre em que havia caído 16,5%. “No acumulado do ano, a queda é de 5,5%. E o país ainda tem investimento em equipamentos importados e como o dólar está alto, influencia para baixo”, afirmou a coordenadora.

Quinta, 03 de Dezembro de 2020 - 16:20

Portal do Sertão: Mamografias gratuitas voltam a ser ofertadas nesta quinta

por Vitor Castro

Portal do Sertão: Mamografias gratuitas voltam a ser ofertadas nesta quinta
Foto: Carol Garcia / GOVBA

Mulheres com idade entre 40 e 69 anos que vivem na região de  Feira de Santana e em outras cidades do Portal do Sertão, poderão fazer exames de mamografia gratuitamente a partir desta quinta-feira (3). A ação visa o diagnóstico precoce do câncer de mama. Na Bahia, a estimativa é de que surjam 3.460 novos casos da doença apenas este ano.

 

O  programa estadual Saúde sem Fronteiras Rastreamento do Câncer de Mama,  que teve suas atividades no interior do estado pausadas em março deste por conta da pandemia do novo coronavírus, espera alcançar 34.620 mulheres que, para serem atendidas precisam levar aos postos de atendimento um documento de identidade com foto, o Cartão do SUS e um comprovante de residência do município.  Até o próximo dia 19, as moradoras de Feira de Santana.  

 

À frente da Diretoria de Projetos Estratégicos da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Dipro-Sesab), Cecília Fiaz explica que num primeiro momento é feita uma  mamografia de rastreio para que se possa identificar alguma imagem que necessite de exames mais aprofundados. A partir daí, caso se perceba a necessidade, a equipe retorna à paciente para realizar outros exames. “Percebemos que uma média de  dez a 15% das pacientes que fazem a mamografia apresentam alguma imagem que necessita ser acompanhada”, disse. 

 

Ressaltando um aumento no número de casos para a Bahia, que tem uma projeção de 3.460 novos casos apenas para este ano, a diretora pontuou a necessidade do diagnóstico precoce mesmo durante a pandemia do novo coronavírus. “Apesar da Covid-19, temos que enfrentar o desafio de manter os cuidados com as outras doenças e principalmente as oncológicas. Sabemos que existem pacientes mais distraídos e também aqueles preocupados  com a pandemia mas não podemos esquecer do cuidado com o câncer e saber que, seguindo as medidas de prevenção, não há por que deixar de buscar o médico”, concluiu.


Em Ipirá os atendimentos acontecem até o próximo dia 12 na Praça Roberto Cintra, atrás da Igreja Matriz. 
A partir desta sexta-feira (4) e até o próximo dia 21, mulheres da cidade de Riachão de Jacuípe poderão utilizar o serviço que será disponibilizado na Praça Álvaro Cova, no centro da cidade.  

 

Já no município de Santo Estevão o atendimento será na Praça 7 de Setembro, s/n, no centro da cidade. O serviço é ofertado sempre das 7:00h às 18:00h. De acordo com  a Sesab, caso o diagnóstico para a doença seja positivo, o tratamento cirúrgico, quimioterápico ou radioterápico será realizado em unidades de alta complexidade em oncologia.

Ministério da Saúde libera R$ 48 mi para implantação do Prontuário Eletrônico na BA
Foto: Divulgação

Um recurso na ordem de R$ 48 milhões foi liberado pelo Ministério da Saúde para que municípios da Bahia implantem o Prontuário Eletrônico nos postos de saúde. 

 

O recurso federal tem o objetivo de incentivar gestores locais a adotarem a digitalização dos dados de pacientes que buscam atendimento nos serviços da Atenção Primária à Saúde (APS). 

 

Em todo o país os recursos para esse fim somam R$ 400 milhões para informatização de 14.552 equipes de saúde em todo o país.

 

De acordo com a Ministério, na Bahia 1.768 equipes de Saúde da Família (eSF) ou equipes de Atenção Primária (eAP) não informatizadas e custeadas estão aptas a receber o incentivo financeiro. 

 

O valor recebido por cada uma das unidades pode ser de R$ 27,1 mil. Os recursos serão transferidos em parcela única após a solicitação dos gestores e homologação dos pedidos. As regras de adesão foram definidas pela Portaria nº 63, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (2).

 

“O registro de dados em fichas de papel tem baixa possibilidade de recuperação e há risco de perder informações dos pacientes nas etapas de transporte e digitação por outros profissionais. A informatização dos serviços é essencial para a garantia da continuidade e compartilhamento de dados entre diferentes serviços e em diferentes níveis de atenção no âmbito do SUS”, explica o secretário de Atenção Primária à Saúde, Raphael Parente.

 

Os recursos podem ser utilizados para a aquisição de equipamentos e tecnologia que viabilizem a informatização das unidades de saúde. A digitalização dos dados substitui as anotações em fichas de papel e, com isso, as informações clínicas dos pacientes ficam concentradas em uma base única de dados, podendo ser acessadas por outros profissionais de saúde. Os registros digitais dos pacientes também serão essenciais para o acompanhamento da vacinação contra a Covid-19.

Histórico de Conteúdo