Destaque em Esportes: Técnico da Dinamarca diz que VAR tira ‘charme do futebol’

A Dinamarca empatou em 1 a 1 com a Austrália, nesta quinta-feira (21), em Samara, na Rússia, válido pela segunda rodada do Grupo C. Aos 35 minutos, do primeiro, quando a partida estava 1 a 0 para  os dinamarqueses, a bola bateu na mão de Yurary Poulsen. O árbitro checou por meio do vídeo para desvendar o lance e assinalou pênalti. Jedinak cobrou e deu números finais ao jogo. Para o treinador Age Hareide, da Dinamarca, se diz contra o uso da tecnologia. Ele considera que isso tira o “charme” do futebol. Leia essa e outras notícias na coluna Esportes!

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 22:00

Câmara rejeita pedido para retirada da CPI da Lava Jato

Câmara rejeita pedido para retirada da CPI da Lava Jato
Foto: Divulgação / EBC

A Mesa da Câmara rejeitou o pedido assinado por 78 deputados que solicitaram a retirada do requerimento de criação da chamada Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lava Jato (veja aqui). Proposta pelo líder do PT na Casa, deputado Paulo Pimenta, a CPI foi alvo de insinuações na imprensa de que o objetivo da comissão seria enfraquecer a operação da PF. Conforme o Regimento Interno da Câmara, para desistir um requerimento, metade mais um dos signatários precisa assinar outro requerimento pedindo a retirada. O requerimento de criação da CPI tem 190 assinaturas, sendo necessárias 96 para a sua retirada. O pedido dos deputados não atingiu o número mínimo de signatários, que seria 96. Apenas 78 parlamentares assinaram o documento de retirada.

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 21:40

STF derruba trecho de lei que barra sátira em campanha eleitoral

por Amanda Pupo e Rafael Moraes Moura | Estadão Conteúdo

STF derruba trecho de lei que barra sátira em campanha eleitoral
Foto: Nelson Jr. / SCO / STF

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou, por unanimidade, trechos da reforma eleitoral de 2009 que impediam as emissoras de rádio e televisão de fazer trucagem, montagem ou sátiras com candidatos durante o período eleitoral. Esses dispositivos estavam suspensos liminarmente pelo plenário da Corte desde setembro de 2010. O julgamento de mérito da questão foi iniciado nessa quarta-feira (20), quando cinco ministros se manifestaram pela inconstitucionalidade dos dispositivos questionados pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert). Votaram hoje os ministros Luiz Fux, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Celso de Mello e Cármen Lúcia. O consenso entre os integrantes da Corte é de que a lei, que restringe a atividade humorística nos três meses que antecedem as eleições, fere a liberdade de expressão e o direito à informação. Presidente da Suprema Corte, Cármen Lúcia formou o 11º e último voto para derrubar os dispositivos. Para a ministra, o que se pretendeu na lei foi impedir, a possibilidade de questionamentos ou contestações por meio do humor. "Aprendi que liberdade é expressão, o que não se pode expressar é carente de liberdade. Censura é a mordaça da liberdade, quem gosta de censura é ditador", disse a ministra. "A crítica ácida mantém-nos alertas para as possibilidades de aperfeiçoamento", continuou Cármen. O decano da Corte, que votou na sessão de hoje, fez um voto contundente em defesa da liberdade de expressão e do humor. "Não há pessoas nem sociedades livres sem liberdade de expressão, comunicação, informações e criação artística, mostrando-se inaceitável qualquer deliberação estatal cuja implantação, execução, importe no controle do pensamento crítico", disse Celso. Para o ministro, o humor e o riso assumem relevante importância na democracia, porque constituem "papel de poderoso instrumento de reação popular". "O humor como causa e o riso como consequência, notadamente como corrosivo, são instrumentos de desconstrução de ordem autoritária impregnada de corrupção", afirmou o decano. Na sessão de ontem, o ministro Alexandre de Moraes, relator da ação, afirmou que a lei traz o "traço marcante da censura prévia, com seu caráter preventivo e abstrato". "A lei pretende interditar o conteúdo que se pretende futuramente expressar. Aqui não é só exercício de futurologia, como também, mais grave, o excesso de paternalismo, de querer o poder público escolher o que o indivíduo e, no caso, o cidadão pode ouvir, pode ver, o que ele pode ou não ter acesso", disse Moraes. No entendimento do ministro, quem não quer ser criticado ou satirizado deve ficar em casa. "Não seja candidato, não se ofereça ao público, não se ofereça para exercer cargos políticos, essa é uma regra que existe desde que o mundo é mundo", frisou. Ao votar nesta quarta, o ministro Lewandowski destacou que a prática da democracia é "indissolúvel" à liberdade de expressão e necessariamente associada ao pluralismo de ideias e de visão de mundo. Gilmar Mendes, que também votou por derrubar as proibições, aproveitou o momento para criticar as fake news. "Nós temos casos de notícias fraudulentas que prejudicaram candidatura. Tudo isso pode ocorrer no processo eleitoral e exige de nós um escrutínio muito severo", disse. "Muitas reprodutoras de televisão nos Estados estão em mãos de famílias de políticos. Cada político tem um direcionamento, e pode ocorrer algum abuso. Nada exclui essa possibilidade, ou que uma orientação editorial leve a fazer um noticiário massivamente contra um determinado candidato. E aqui há o relevante direito de resposta. É preciso ter muito cuidado com essa temática, nem proibir e nem dizer que aqui é o campo em que tudo é permitido, porque de fato isto pode ser decisivo para o processo eleitoral", ponderou Gilmar. O presidente do Superior Tribunal Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, afirmou hoje que as disputas eleitorais exigem maior apreço da liberdade de expressão e pensamento, "cenário que recomenda uma intervenção minimalista do poder judiciário nas manifestações próprias do debate eleitoral". Próxima presidente do TSE, a ministra Rosa Weber destacou ontem que "processo eleitoral não é Estado de sítio". "Se podem as emissoras de rádio, fora do período eleitoral, produzir e veicular charges, sátiras e programas humorísticos que envolvam partidos políticos, pré-candidatos e autoridades em geral, também podem fazê-lo no processo eleitoral", concluiu a ministra, que assume o comando do TSE em meados de agosto. Em seu voto, o ministro Luís Roberto Barroso afirmou que a liberdade de expressão deve ter posição preferencial, porque o Brasil tem em seu passado "uma história de desrespeito à liberdade de expressão" e porque a livre circulação de ideias, informações e opiniões é "pressuposto para o exercício de muitos outros direitos fundamentais". "A liberdade de expressão é um pressuposto da democracia, não é garantia de verdade, não é garantia de justiça. E também concordo com ministro Alexandre de Moraes: quem se dispõe a vir para espaço público tem que aceitar com uma certa resignação a crítica construtiva, destrutiva, bem informada, desinformada de democracia, de quem tem interesses bem afetados", observou Barroso, que será vice-presidente do TSE durante as eleições.

'Brizola deve estar se revirando no túmulo', diz líder petista sobre aproximação DEM-PDT
Foto: Agência Câmara

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), afirmou, nesta quinta-feira (21), que o pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, e seu irmão, o ex-governador Cid Gomes querem reeditar a Arena, sustentáculo de governos militares. “Brizola deve estar se revirando no túmulo. Os trabalhistas tão orgulhosos da CLT e da Previdência do Getúlio devem estar perplexos. Ciro beija a mão do mercado e pede bênção", afirmou Pimenta ao comentar recentes declarações do presidenciável em favor da reforma da Previdência e de uma administração de centro no Brasil. Brizola é fundado histórico do PDT. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Pimenta reagiu ainda à entrevista de Ciro à Americas Quartely. Na entrevista, Ciro se definiu como de centro-esquerda e disse que o país não suportaria um governo de esquerda. O pedetista fez duras críticas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, chamando de trágico o governo petista. "Bater no Lula quando ele não pode se defender revela um problema de caráter", disse Pimenta. 

PF prende ex-presidente da Dersa em operação contra desvios de recursos públicos
Foto: Irandy Ribas

Ex-presidente da Dersa, Laurence Casagrande Lourenço foi preso na Operação Pedra no Caminho, nesta quinta-feira (21). Eles estão entre os 14 suspeitos que foram detidos temporariamente por suspeita de envolvimento em desvios de recursos públicos nas obras do trecho norte do Rodoanel, em São Paulo. A Dersa é a empresa do governo paulista que atua na construção de rodovias. Hoje, ele preside a Companhia Energética do Estado (Cesp). Segundo informações da Agência Brasil, os desvios foram estimados em mais de R$ 600 milhões. De acordo com a PF, os suspeitos vão responder por fraude à licitação, estelionato contra o poder público, falsidade ideológica e associação criminosa, conforme suas participações nos crimes. "Podemos perceber que existe uma sucessão de atos criminosos dentro da Dersa. Desde desvio de dinheiro, reassentamento a, agora, superfaturamento. Tudo relacionado ao mesmo convênio com a União, que destinou R$ 6,4 bilhões", declarou Anamara Silva, procuradora da República com atuação no combate ao crime de corrupção. A investigação teve início em 2016, com a denúncia de um ex-gerente da empreiteira, que não concordava com os desvios de dinheiro e foi exonerado do cargo.

Deputado propõe que mulheres vençam eleições em empate com candidatos homens
Foto: Luis Tibé, autor da proposição/ Foto: Agência Câmara

O deputado federal Luís Tibé (Avante-MG) enviou à Câmara um projeto de lei propondo que o gênero seja critério de desempate nas eleições. Pela proposta, caso uma mulher e um homem tenham a mesma quantidade de votos, a candidata fica com a vaga. Segundo a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, caso o empate seja entre mulheres, a mais velha assume. Em sua justificativa, o parlamentar diz: “Fica evidente que o déficit da participação política das mulheres é uma deficiência do sistema político, independentemente de qualquer outra consideração – e deve ser combatido pura e simplesmente por isso.”

Fux diz que eleições podem ser anuladas se houver influência de ‘fake news’
Foto: Reprodução / Isto É

Luiz Fux, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou que a legislação brasileira prevê a possibilidade de anulação das eleições, caso o resultado for influenciado pela difusão de notícias falsas. Na declaração dada nesta semana sobre as “fake news”, o ministro defendeu que o Código Eleitoral traz, em um dos dispositivos da lei, a anulação da eleição que for "viciada de falsidade". "O artigo 222 do Código Eleitoral prevê que, se o resultado de uma eleição qualquer for fruto de uma fake news difundida de forma massiva e influente no resultado, prevê inclusive a anulação", disse Fux durante um seminário que debateu o tema. A possibilidade de nulidade só poderá ser efetivada após análise de um acervo de provas e depende de um conhecimento profundo do efeito provocado no pleito pela informação falsa. Segundo a Revista Valor, os candidatos que se sentirem penalizados terão que acionar o Poder Judiciário.

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 20:40

Trabalhador só pagará custos de processo se perder em ação iniciada pós-reforma

por Fernando Nakagawa | Estadão Conteúdo

Trabalhador só pagará custos de processo se perder em ação iniciada pós-reforma
Foto: Divulgação / TSE

O plenário do Tribunal Superior do Trabalho (TST) aprovou o parecer produzido por uma comissão de ministros que prevê que a Justiça só vai considerar as regras para o andamento dos processos previstas pela reforma trabalhista, que entrou em vigor no dia 11 de novembro de 2017, para ações iniciadas depois dessa data. A proposta aprovada cita que a maioria das alterações previstas pela reforma de como os juízes devem proceder e como o processo deve tramitar não se aplica aos processos iniciados antes de 11 de novembro do ano passado. Entre as mudanças mencionadas, estão aquelas que preveem responsabilidade por dano processual e reveem multa por litigância de má-fé e por falso testemunho. O mesmo entendimento é usado para a condenação ao pagamento de honorários advocatícios de sucumbência (valor que o perdedor da causa paga ao advogado). Essa regra só passa a valer para as ações propostas após 11 de novembro de 2017. Isso significa que empregados derrotados na Justiça do Trabalho só terão de pagar as custas do processo judicial se as ações começaram a tramitar depois de novembro/2017. Com a decisão tomada, passa a valer a instrução normativa proposta pelos ministros. O documento é usado como referência pelas outras instâncias da Justiça do Trabalho, mas não tem poder vinculante - ou seja, outras instâncias não precisam seguir à risca esse entendimento. Sobre o direito material - regras da relação trabalhista entre empregado e patrão -, a instrução do TST não faz qualquer menção e os ministros sugerem que seja criada jurisprudência na Justiça a partir de casos concretos analisados sob a nova lei.

 

Ciro Gomes é condenado a pagar R$ 7 mil a presidente do Senado
Foto: Divulgação / PDT

A Justiça do Ceará condenou o pré-candidato ao Palácio do Planalto Ciro Gomes (PDT) a pagar R$ 7 mil ao presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB). A decisão desta quarta-feira (20) se refere ao um caso de 2014, em que Ciro ofendeu o emedebista em uma rede social. Entre outras declarações, o pré-candidato afirmou que a campanha de Eunício ao governo do Ceará usaria “o dinheiro fácil da corrupção”. Ciro foi condenado a título de indenização por danos morais.

Comissão do Senado aprova projeto de lei que criminaliza importunação sexual
Foto: Agência Senado

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou na quarta-feira (20), um projeto que torna crime casos de importunação sexual e a divulgação de cena de estupro. Além disso, aumenta a pena de crimes de estupro coletivo. Segundo o site Huff Post Brasil, o texto promove mudanças no Código Penal, mas ainda precisa ser analisado pelo plenário do Senado antes de seguir para a sanção presidencial. De acordo com a proposta, a pena para os crimes de divulgação de cena de estupro e de importunação sexual podem variar de um a cinco anos de prisão. O relator do projeto, Humberto Costa (PT-PE) citou episódios ocorridos no transporte público brasileiro em que homens ejacularam em mulheres e o comportamento de outros criminosos que se aproveitam da aglomeração de pessoas no interior de ônibus e metrôs para abusarem das vítimas. O projeto também prevê a mesma pena para quem oferecer, trocar transmitir, distribuir, publicar ou divulgar, por algum meio, cenas de estupro. Outra novidade é a inclusão do estupro realizado por 2 ou mais pessoas, no Código Penal, além do estupro corretivo, que seria com o objetivo de controlar o comportamento social ou sexual da vítima. O projeto de lei ainda presume outros dois agravantes para os crimes contra a dignidade sexual. A pena pode ser aumentada de metade até dois terços, se do crime resultar gravidez e se o autor da infração trasmitir à vítima alguma doença sexualmente transmissível.

Salvador atinge meta de vacinação contra gripe, garante Secretaria de Saúde
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

Desde o início da campanha nacional contra a gripe, em 23 de abril, mais de 541 mil pessoas foram vacinadas em Salvador. Com esse número, a capital baiana cumpre a meta de imunizar pelo menos 90% do público alvo. "O resultado é satisfatório, pois dessa forma inibimos consideravelmente a circulação do vírus na cidade, fazendo com que a doença não se propague com intensidade. Já estamos na estação mais fria do ano e às vésperas dos tradicionais festejos juninos quando muitas pessoas irão participar de eventos com grandes aglomerações e é necessário que os indivíduos com maior vulnerabilidade à patologia estejam devidamente protegidos para evitar complicações mais graves da influenza", afirmou Doiane Lemos, subcoordenadora de Doenças Imunopreveníveis. Como Salvador ainda possui mais de 130 mil ampolas do imunobiológico, a partir da próxima segunda-feira (25), adultos entre 50 e 59 anos e crianças com idades entre 5 e 9 anos, além dos grupos prioritários, vão poder se vacinar gratuitamente. "As doses que sobraram serão destinadas a esses dois grupos que a influenza pode evoluir para complicações, como pneumonia ou uma internação hospitalar. Essa acaba sendo mais uma oportunidade para se proteger, já que neste ano de 2018, 88 casos de H1N1 já foram confirmados, com 12 óbitos, sendo o último de uma criança de apenas 2 anos", pontua Doiane. A decisão de expandir o público alvo foi tomada pelo Ministério da Saúde, a fim de aproveitar as doses restantes. Assim, agora crianças de seis meses a nove anos; adultos a partir de 50; trabalhadores da saúde; gestantes; puérperas; professores das redes pública e privada; indígenas; pessoas privadas de liberdade (incluindo adolescentes cumprindo medidas socioeducativas); e profissionais do sistema prisional podem ser imunizados. Para se vacinar, basta se dirigir a uma unidade básica de saúde do município, sempre das 8h às 17h, com um documento de identificação e, se possível, a carteira de vacinação e o cartão SUS.

Feira: Criança de um ano e três meses morre atropelada por caminhão em posto
Foto: Reprodução / Acorda Cidade

Uma criança morreu atropelada por um caminhão por volta das 10h da manhã desta quinta-feira (21). O acidente aconteceu em um posto de combustíveis na BR-324, em Feira de Santana. A menina atropelada se chamava Laura Santos Miranda, era filha única e tinha um ano e três meses. A mãe da criança, Munique Silva Santos, de 21 anos, estava no restaurante da sogra, localizado no posto, e contou que uma amiga pegou a menina para brincar. Durante um momento de distração, a criança foi parar no pátio do posto e o acidente aconteceu. “Ela estava num cercado na cozinha, onde ela não conseguia sair sem a ajuda de um adulto. A moça de uma loja do lado pegou ela pra brincar, isso sempre acontecia. Elas estavam na frente do restaurante e a moça da loja disse que o telefone dela tocou, ela atendeu e quando virou não viu mais meu bebê. Quando o rapaz entrou pra dar a notícia que eu fui ver minha filha, ela estava com o rosto desfigurado. Eu chamei e ela não levantou. Cantei um louvor que ela gosta, mas ela não levantou”, contou a mãe. De acordo com o site Acorda Cidade, apesar do desespero, Munique reconheceu que o motorista do caminhão não teve culpa. “O motorista não percebeu que ela estava atrás do caminhão, ela é bem pequena. Quando ele viu o que tinha acontecido, desceu do caminhão, se ajoelhou, pediu perdão a Deus e a mim também. Eu o perdoei, pois sei que ele não teve culpa”, afirmou.

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 19:00

Cármen vai arquivar investigação sobre áudio de Joesley que cita ministros do STF

por Amanda Pupo e Rafael Moraes Moura | Estadão Conteúdo

Cármen vai arquivar investigação sobre áudio de Joesley que cita ministros do STF
Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, abriu a sessão desta quinta-feira (21), informando que a investigação aberta para apurar menções feitas pelo empresário Joesley Batista e o executivo Ricardo Saud a integrantes da Suprema Corte não encontrou indício de participação de ministros em "qualquer ato ilícito". A investigação será arquivada, segundo Cármen, após o diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, apresentar o relatório conclusivo do inquérito. "Não foram encontradas gravações que indicassem qualquer participação de ministros deste Supremo Tribunal Federal envolvidos ou citados em qualquer ato ilícito", afirmou a ministra. Segundo a presidente da Corte, não pode pender sobre o STF "a mais leve dúvida" sobre a conduta dos que compõem o tribunal. "Esta Corte, que tem o compromisso da guarda da Constituição, Constituição que tem como seu princípio a moralidade pública", disse. Em dezembro do ano passado, o jornal O Estado de S. Paulo revelou que um relatório preliminar da Polícia Federal descartou a ocorrência de crimes envolvendo as citações a ministros do STF feitas por Joesley e Saud, no áudio gravado por eles e entregue ao Ministério Público Federal (MPF). Nas mais de quatro horas de conversas gravadas, os interlocutores falam sobre "dissolver o Supremo" da mesma forma que, nas palavras de Joesley Batista, a Odebrecht "moeu" o Legislativo. No áudio, eles citam o nome de três ministros - Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Cármen Lúcia, mas não havia menção ou atribuição a algum tipo de crime. Em setembro, Cármen exigiu que a Polícia Federal e a Procuradoria-Geral da República (PGR) fizessem uma "investigação imediata". A determinação ocorreu após o então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que deixou o cargo em 18 de setembro, determinar a abertura de investigação para apurar o caso. Àépoca, Janot citou as suspeitas sobre ministros do STF. A presidente do Supremo chegou a gravar um pronunciamento em vídeo no qual disse que a "dignidade institucional" do STF e a "honorabilidade de seus integrantes" foram agredidas "de maneira inédita na história do País". "Impõe-se, pois, com transparência absoluta, urgência, prioridade e presteza a apuração clara, profunda e definitiva das alegações, em respeito ao direito dos cidadãos brasileiros a um Judiciário honrado", afirmou Cármen à época.

 

Resultado de pesquisa enfraquece candidatura de Josué Alencar pelo PR
Foto: Divulgação

A pesquisa encomendada pelo PR para avaliar a força do pré-candidato do partido, Josué Alencar, não animou integrantes da sigla. De acordo com a Coluna Expresso, o resultado do estudo mostrou que o empresário é pouco conhecido da população brasileira, o que reduz substancialmente suas chances de se candidatar. O resultado da pesquisa, porém, não afasta a possibilidade de Alencar se torne candidato a vice em alguma chapa. O deputado baiano José Rocha (PR) já levantou a possibilidade do filho de José Alencar se tornar o novo vice na chapa petista, encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) (veja aqui).

Universidades e IFs baianos recebem R$ 37 mi do MEC para despesas de custeio
Foto: Reprodução / Acesso Político

O Ministério da Educação liberou R$ 37.167.412 nesta quarta-feira (20) para quatro universidades federais e dois institutos federais baianos. Os recursos estão previstos no Orçamento 2018, e devem ser utilizados em despesas de custeio, relacionadas ao funcionamento regular das instituições, tais como água, luz, contratos, entre outros. As instituições beneficiadas foram a Universidade Federal da Bahia (UFBA), a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), a Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), a Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba), e os Institutos Federais Baiano e da Bahia. Para todo o país, o MEC liberou um total de R$ 750,9 milhões em limite de empenho para as universidades, institutos e hospitais da rede federal. Do total liberado, R$ 523,8 milhões serão destinados às universidades federais, R$ 221,8 milhões às instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, e R$ 5,2 milhões aos hospitais universitários federais. “A liberação de custeio para as instituições é muito importante para as universidades e para o próprio MEC. Os 70% do valor total do ano, ainda em junho, dá condições para que elas e os institutos federais consigam fazer tudo aquilo que é necessário para um bom funcionamento. Este é o melhor que nós temos, em anos, em relação à liberação de custeio”, reforçou o ministro da Educação, Rossieli Soares. O anúncio foi feito durante uma reunião entre o ministro da Educação, Rossieli Soares, e representantes da Associação Nacional dos Dirigentes das Universidades Federais de Ensino Superior (Andifes) e da Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif).

BN Na Tela: Passeio da Croácia, PR fecha apoio a Coronel e Eliana Calmon nega ir para urnas

Em clima de São João e Copa do Mundo, as notícias políticas ficam desaceleradas. No meio das negociações, apenas duas novidades. O PR anunciou apoio ao presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), na corrida pelo Senado, e a ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça Eliana Calmon negou que tenha interesse em participar do pleito de 2018 como candidata – no máximo como apoiadora da candidatura de Marina Silva à Presidência da República. Quando o assunto é Copa, inclusive, o mundo assistiu a mais um apagão do craque Lionel Messi e a Argentina pode deixar a competição ainda na primeira fase, depois de perder por 3 a 0 para a Croácia. Acompanhe os destaques do BN Na Tela desta quinta-feira (21):

 

Lesão de Danilo é confirmada e Fagner será titular contra Costa Rica
Foto: Reprodução / Instagram

O Brasil teve uma baixa importante na véspera do duelo contra a Costa Rica, pela segunda rodada da fase de grupos. Danilo sentiu dores durante o treino desta quinta-feira (21) em São Peterburgo e não vai para o jogo. A comissão técnica confirmou Fagner como o substituto.  Vale lembrar que Tite já havia perdido Daniel Alves para a posição e acabou sendo cortado antes da Copa do Mundo. A lesão de Danilo é muscular na região do quadril direito. O jogador do Manchester City iniciará tratamento com fisioterapia e seguirá em observação pelo departamento médico. Segundo o GloboEsporte.com, Fagner fará sua estreia em Copas.

Rui reúne conselho político na próxima segunda para oficializar chapa majoritária
Foto: Mateus Pereira/ GOVBA

O governador Rui Costa marcou para a próxima segunda-feira (25) a reunião do conselho político. No encontro com presidentes de partidos que compõem a base governista, o petista deve finalmente anunciar, oficialmente, qual será a composição da chapa majoritária que vai marchar com ele na candidatura à reeleição. O Bahia Notícias apurou que Rui deve aparar as últimas arestas com siglas da base em relação à suplência dos dois candidatos ao Senado, Jaques Wagner (PT) e Angelo Coronel (PSD) – este último confirmado informalmente – para pode amarrar a decisão sobre a composição. Por aparar as arestas, entenda-se definir se PSB e PCdoB ficarão realmente com as suplências de Wagner e Coronel, respectivamente. Nos bastidores, especula-se que o dono do posto dos socialistas será o deputado federal Bebeto Galvão, enquanto, no lado dos comunistas, o indicado será o presidente estadual da legenda, Davidson Magalhães.

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 17:21

Croácia passeia, faz 3 a 0 e complica Argentina na Copa do Mundo

por Gabriel Rios

Croácia passeia, faz 3 a 0 e complica Argentina na Copa do Mundo
Foto: Reprodução / Twitter

Em mais uma tarde pouco inspirada de Messi, a Croácia passeou para cima dos argentinos e venceu por 3 a 0, nesta quinta-feira (21), em Nizhny Novgorod, pela 2ª rodada do grupo D da Copa do Mundo. Rebic, Modric e Rakitic marcaram os gols. Com o triunfo, os croatas se classificaram para as oitavas de final da competição. A Argentina precisa ganhar da Nigéria na última rodada e torcer para a própria Croácia derrotar a Islândia para garantir a classificação à próxima fase. Os comandados de Jorge Sampaoli foram a campo com: Caballero; Mercado, Otamendi, Tagliafico; Salvio (Pavón), Mascherano, Enzo Pérez (Dybala), Acuña, Meza; Messi, Agüero (Higuaín). Já o time do técnico Zlatko Dalic foi formado por: Subasic; Vrsaljko, Lovren, Vida, Strinic; Rakitic, Brozovic, Rebic (Kramaric), Modric, Perisic (Kovacic); Mandzukic (Corluka). Nigéria e Islândia ainda se enfrentam nesta sexta-feira (22), às 12h, em Volgogrado. Na rodada decisiva do grupo, os croatas já classificados encaram os islandeses na próxima terça-feira (26), em Rostov. Já os argentinos jogam a vida contra os nigerianos, em São Petersburgo, também na terça. Ambos os confrontos serão às 15h.

AGU quer recorrer de decisão de Moro que proibiu acesso a dados sobre delatores
Foto: Lula Marques / AGPT

Membros da cúpula da Advocacia-Geral da União (AGU) pretendem recorrer da decisão do juiz Sergio Moro, que impediu o compartilhamento de dados sobre delatores e empresas que firmaram acordos de leniência na Operação Lava Jato com órgãos de controle do governo. Segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo, vigora o entendimento de que o despacho de Moro prejudicou os trabalhos do Tribunal de Contas da União (TCU), da Receita Federal e também do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). No entanto, questões como a estratégia jurídica a ser utilizada para derrubar a sentença e a qual instância o processo seria submetido foram mantidas em sigilo. De acordo com a publicação, integrantes da AGU ficaram surpresos por Moro atender ao pedido do Ministério Público Federal (MPF) sem ouvir diretamente a União (saiba mais aqui).

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 17:00

Caixa usa signo do cliente para evitar fraudes

Caixa usa signo do cliente para evitar fraudes
Foto: Divulgação

A Caixa Econômica Federal utiliza do signo do cliente como uma das informações para evitar fraudes na transação. O banco reconheceu a prática após reportagem do jornal O Globo ter mostrado que um cliente descobriu que seu signo constava no formulário que recebeu de uma atendente. A Caixa afirmou que a informação do signo é cadastrada automaticamente pelo sistema do banco e que o uso é somente interno. 

‘Em um governo de Ciro, jamais haverá uma Lava Jato’, afirma irmão do pré-candidato
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Irmão do pré-candidato à Presidência Ciro Gomes, Cid Gomes afirmou que, caso o pedetista seja eleito, não haverá uma operação com a Lava Jato no governo dele. “Pode ter certeza de que, em um governo de Ciro, jamais haverá uma Lava Jato”, assegurou Cid em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. Ainda à publicação, ele falou sobre o jeito “pavio curto” do irmão e disse que os brasileiros buscam, justamente, um presidente disposto a falar o que pensa. “O perfil médio brasileiro hoje está desejando franqueza, sinceridade, expressão do que pensa e antecipação do que irá fazer. E, muitas vezes, [assumir a] tarefa que, no passado, era meio que estigmatizada de denunciar a falsidade”, declarou. Ciro tem feito jus à fama de língua solta. Só esta semana, chamou o vereador de São Paulo, Fernando Holliday (DEM), de “capitãozinho do mato”. Cid disse também que o irmão está se “lixando para o mercado financeiro” e que o pedetista não fará uma nova “Carta aos Brasileiros”. “Não é se lixando, é mais do que isso, está denunciando o mercado financeiro. Chega. Não é possível. Eles mesmo, se puserem a mão na consciência, vão ver que quando você explora demais o seu mercado consumidor, está matando a galinha dos ovos de ouro”, destacou. 

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 16:30

Charge do Borega - Bahia Notícias

Romário nega que transferências sejam oriundas de lavagem de dinheiro
Foto: Divulgação/Senado

O senador e pré-candidato ao governo do Rio, Romário (Podemos), negou que tenha lavado dinheiro através da conta de sua irmã, Zoraidi de Souza Faria. De acordo com o senador, as movimentações "têm registro de origem, dentro da legalidade, e estão declaradas no imposto de renda". Segundo informações do O Globo, Romário ainda afirmou que todos os seus recursos financeiros são fruto de "trabalho de muitos anos e de muito suor como atleta mundialmente destacado".

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 16:00

Eliana Calmon descarta vice de José Ronaldo: 'Estou com outros objetivos'

por Lucas Arraz

Eliana Calmon descarta vice de José Ronaldo: 'Estou com outros objetivos'
Foto: Divulgação / EBC

Após o nome de Eliana Calmon (Rede) ser sondado por membros da oposição para ocupar a vice de José Ronaldo (DEM), a ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) descartou a ideia e reafirmou seus compromissos jurídicos para 2018. “Estou com outros objetivos. Assumir compromissos com um escritório de advocacia e pretendo cumpri-los”, destacou Calmon. A ex-ministra, que está filiada a Rede Sustentabilidade, também descartou a disputa de um cargo eletivo nas eleições deste ano. “Se a Rede precisar de mim para fazer uma palaestra, eu posso apresentar quem é Marina Silva (Rede), por exemplo. Do contrário, eu não tenho condição”, completou Calmon. Em contato com o Bahia Notícias, a presidente estadual da Rede, Iaraci Dias (Rede), contou que o partido não foi oficialmente procurado pelo bloco de oposição. A legenda na Bahia aposta na candidatura ao governo de Célia Sacramento (Rede).

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 15:40

CNJ vai inspecionar TJ-BA em julho; Gesivaldo afirma que correição será 'criteriosa'

por Cláudia Cardozo

CNJ vai inspecionar TJ-BA em julho; Gesivaldo afirma que correição será 'criteriosa'
Foto: Angelino de Jesus

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vai inspecionar o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) de 16 a 20 de julho. De acordo com o presidente do TJ, desembargador Gesivaldo Britto, a inspeção, será conduzida pelo ministro Otávio Noronha, corregedor nacional de Justiça, vai ser “bastante criteriosa”. O presidente do tribunal pediu aos colegas de Corte que tiverem algum problema, ou que estiverem atrasados, com processos nos gabinetes, que deem uma “agilizada para evitar qualquer problema”. Gesivaldo acredita que não haverá problemas por parte dos desembargadores. A informação foi dada em sessão plenária realizada nesta quarta-feira (20). O CNJ já inspecionou outros tribunais de justiça do país e restava apenas o TJ-BA e uma segunda Corte estadual. Gesivaldo afirmou que a correição é uma coisa "normal", e que o corregedor nacional “pode e deve fazer correições”. “Agora, nós cuidamos de manter a casa arrumada”, declarou.

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 15:20

DEM está mais perto de Geraldo Alckmin, diz Maia; Neto desconversa

por Julia Vigné / João Brandão

DEM está mais perto de Geraldo Alckmin, diz Maia; Neto desconversa
Foto: Divulgação / DEM

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou que o seu partido, o DEM, está mais próximo de declarar apoio ao pré-candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin. Maia admitiu ao jornal O Globo que o caminho “mais natural” do partido no momento é costurar uma aliança com o PSDB. O movimento de aproximação de Maia com os tucanos aconteceu no mesmo dia em que o presidente nacional da sigla, o prefeito de Salvador, ACM Neto, se reuniu com Alckmin em Brasília. Em entrevista ao Bahia Notícias, durante um evento nesta quinta (21), Neto classificou as conversas como “naturais”. “Nesse momento não tem definição. Ao longo do mês de julho temos que tomar uma decisão a respeito do futuro do país. Tenho obrigação de conversar com todos que possam ter afinidade, identidade com nossos projeto”, disse.

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 15:00

PT de Minas cogita Dilma como 'plano B' a Pimentel

por Pedro Venceslau, Ricardo Galhardo e Jonathas Cotrim | Estadão Conteúdo

PT de Minas cogita Dilma como 'plano B' a Pimentel
Foto: Divulgação

Lideranças do PT mineiro admitem a possibilidade de substituir o governador Fernando Pimentel, pré-candidato à reeleição, pela presidente cassada Dilma Rousseff na disputa pelo governo do Estado. A proposta é tratada nos bastidores do partido, que já fez sondagens com membros de legendas aliadas, mas sofre resistência da ex-presidente. Por ora, Dilma rejeita a ideia de assumir a candidatura a governadora. Ela é pré-candidata a senadora. No dia 28, Dilma terá uma reunião com as bancadas estadual e federal do PT-MG. Será a primeira grande reunião dela com o partido para falar sobre as eleições. A expectativa de lideranças importantes do PT-MG é que o tema entre na pauta. "Nosso candidato ao governo é o (Fernando) Pimentel, com Dilma sendo nossa pré-candidata ao Senado, por enquanto. Vamos debatendo. O processo eleitoral é dinâmico", disse o deputado petista Reginaldo Lopes (MG) à reportagem. Segundo o parlamentar, esse debate interno "ainda" não começou, mas a decisão final será de Pimentel. A ex-presidente mudou seu domicílio eleitoral do Rio Grande do Sul para Minas Gerais no limite do prazo legal a pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Dilma soube das articulações por meio da imprensa. Em suas redes sociais, ela rechaçou qualquer possibilidade de assumir o lugar de Pimentel, seu amigo pessoal desde a adolescência, na disputa estadual. Sem saber que a possibilidade é cogitada por seus próprios companheiros de partido, Dilma classificou a articulação como "fake news" e atribuiu os boatos aos adversários. "Não há hipótese de eu ser candidata ao governo de Minas. É a própria fake news dos interessados em evitar uma nova derrota nas urnas, como em 2014", escreveu a presidente cassada. Em caráter reservado, integrantes da direção do PT mineiro disseram temer que o desgaste de Pimentel leve a sigla ao isolamento em Minas Gerais. A avaliação é que Dilma seria uma "tábua se salvação" para o partido, já que ela estaria bem colocada nas pesquisas feitas para consumo interno. Pimentel enfrenta forte desgaste tanto pelas acusações que responde na Justiça quanto pelo desempenho do governo. Ele é réu em ação no Superior Tribunal de Justiça (STJ) por suposto caixa dois na campanha eleitoral de 2014. Além disso, nos últimos meses, o governador virou alvo de setores importantes do funcionalismo, como os professores, devido a atrasos no pagamento de salários. Pimentel também enfrenta atritos com prefeitos mineiros, inclusive de partidos de sua base na Assembleia Legislativa, por falta de repasses aos municípios. O governador não compareceu ao 35.º Congresso da Associação Mineira de Municípios realizado nesta quarta-feira (20) em Belo Horizonte. O nome do governador foi vaiado pelo público do evento formado por prefeitos, vice-prefeitos e vereadores quando o mestre de cerimônias anunciou sua ausência. Ele foi o único pré-candidato a faltar. Um dia antes, Pimentel estava em São Paulo, onde almoçou com o ex-prefeito Fernando Haddad e com o ex-ministro Walfrido Mares Guia em um bistrô francês no sofisticado bairro dos Jardins. Segundo interlocutores, o assunto do almoço foi a eleição presidencial. Auxiliares de Pimentel rejeitam a ideia de substituição e dizem que a possibilidade de o governador não ser candidato à reeleição é menor do que a de Dilma ser barrada na disputa ao Senado. Dirigentes petistas, no entanto, confirmam a articulação e citam o nome do empresário Josué Gomes da Silva (PR), filho do ex-vice-presidente José Alencar, como alternativa. Apesar de comandar a máquina estadual, Fernando Pimentel ainda não conseguiu atrair partidos grandes e médios para sua coligação. O senador Antonio Anastasia, pré-candidato do PSDB ao governo, já articulou o apoio do PPS, PSD e PSC. No próximo dia 26, o PTB deve anunciar oficialmente o apoio ao pré-candidato tucano ao governo de Minas. Já Fernando Pimentel está próximo apenas do PSDC e PMN. Procurada pela reportagem, a presidente do PT-MG, Maria Aparecida de Jesus, disse que Dilma vai disputar o Senado.

 

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 14:40

Preço de gasolina recua em 1,1% nas refinarias

Preço de gasolina recua em 1,1% nas refinarias
Foto: Bahia Notícias

O preço da gasolina recuou novamente nesta quinta-feira (21) em 1,1%. A redução foi divulgada pela Petrobras. A partir desta sexta (22), o litro será vendido por R$ 1,8634 nas refinarias. O último aumento anunciado pela Petrobras no combustível foi dia 9 de junho. No mês, a gasolina acumula queda de 5,27%, ou seja, de 10 centavos.
 

Quinta, 21 de Junho de 2018 - 14:20

Candeias: TJ nega liminar em que prefeitura cobrava repasses por exploração do petróleo

por Cláudia Cardozo / Francis Juliano

Candeias: TJ nega liminar em que prefeitura cobrava repasses por exploração do petróleo
Foto: Reprodução / Candeias Net

O município de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador, teve negado na Justiça um pedido de liminar que cobrava 25% do Estado da Bahia sobre os valores que recebe dos royalties [direitos de exploração] do petróleo. A sentença, postada nesta quinta-feira (21) no Diário da Justiça Eletrônico, foi determinada pelo desembargador João Augusto Alves de Oliveira, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Na negação do pedido de liminar, o magistrado declarou que a questão “exige estudo aprofundado pela complexidade da matéria”. Além disso, diz a sentença, “não se verifica o prejuízo na demora dos repasses”, sendo que o município de Candeias “sempre subsistiu sem essa verba”. 

Histórico de Conteúdo