Feira volta a fechar comércio após explosão de casos da Covid-19 e esgotamento de leitos
Foto: Reprodução / Acorda Cidade

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, anunciou neste domingo (5) novamente o fechamento do comércio e do setor de serviços do município a partir desta terça-feira (7) para tentar conter o aumento no número de casos de coronavírus. A medida foi tomada após reunião com os secretários do Governo. O decreto será publicado nesta segunda (6), no Diário Oficial do Município, com as normativas a serem adotadas.  

  

Dessa forma, somente serviços essenciais vão seguir funcionando normalmente, como mercados, farmácias, padarias, postos de combustível e locais de venda de produtos para animais.A cidade tem 68 óbitos e 4276 casos confirmados da doença. Entre o total de casos diagnosticados, 1966 pessoas estão recuperadas. 

  

O Hospital de Campanha, que só atende pacientes infectados pelo COVID-19, está com 100% de ocupação dos leitos de UTI e 56% dos leitos de enfermaria. No total, o hospital conta com 10 leitos de UTI e 50 leitos de enfermaria. “Cabe, agora, em razão da sua segurança, da segurança da sua saúde, da sua família, de todos vocês tomar uma atitude de restringir ainda mais as atividades para evitar o aumento da transmissão e da contaminação por coronavírus e atender aqueles que precisarem de internação e leitos de UTI. Peço a sua colaboração”, disse Colbert. Confira: 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Diante do cena?rio que infelizmente estamos enfrentando em nossa cidade por conta do coronavi?rus, priorizando a vida e a sau?de de todos, decidi restringir novamente o funcionamento das atividades comerciais em nossa cidade. A partir de terc?a feira 07/07, so? ira?o funcionar as atividades essenciais. Essa medida dura, tem como objetivo ampliar as taxas de isolamento social, principal medida no enfrentamento da covid-19. A nossa terra sempre foi reconhecida pela forc?a do come?rcio e da nossa gente. Quero assim, nesse momento delicado, me dirigir a todos que vivem do comércio em Feira de Santana, dizer que entendo as dificuldades enfrentadas e enfatizar a todos, que atualmente enfrentamos apenas um inimigo, o coronavi?rus. Vamos seguir com a forc?a e altivez que sempre tivemos em toda nossa histo?ria. #ColbertMartins

Uma publicação compartilhada por Colbert Martins (@colbertprefeito) em

  

O comércio de Feira estava seguindo uma escala de funcionamento desde o dia 16 de junho. Todos os estabelecimentos, de até 200m² (duzentos metros quadrados), tinha os dias específicos para funcionar, das 9h às 16h. Os shoppings, as galerias e o Feiraguay, também, estavam funcionando, com horário reduzido e seguindo as regras de higiene. As medidas estabelecidas pelo novo decreto vão até o dia 14 de julho. 

STF solta blogueiro Oswaldo Eustáquio, mas impõe restrições
Foto: Reprodução/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes soltou o blogueiro Oswaldo Eustáquio, mas impôs restrições à circulação dele. O pedido de prisão temporária, renovado na semana passada, venceu neste domingo (5).

 

O blogueiro está proibido de deixar o Distrito Federal e deverá manter distância de pelo menos um quilômetro da Praça dos Três Poderes e das residências dos ministros do Supremo. Eustáquio também não poderá usar redes sociais nem manter contatos com pessoas investigadas, segundo a Agência Brasil. 

 

Na própria decisão que tinha prorrogado a prisão temporária por cinco dias, o ministro entendeu que a prisão do blogueiro não seria renovada e que ele deveria ser solto após o fim do prazo, que venceu hoje (5). Segundo Alexandre de Moraes, a manutenção temporária da custódia foi necessária para não prejudicar as investigações.

 

Investigado no inquérito do STF que apura o financiamento e a articulação de atos antidemocráticos, Eustáquio havia sido preso no último dia 26, em Campo Grande. Segundo a Polícia Federal, dias antes da prisão, ele tinha chegado a ir a Ponta Porã (MS) e se preparava para deixar o país.

 

De acordo com as investigações, Eustáquio é suspeito de “impulsionar o extremismo do discurso de polarização contra o STF e o Congresso Nacional”, por meio das redes sociais.

 

A defesa do jornalista sustenta que ele tem laços familiares na fronteira, sempre frequentou a região e não tinha intenção de fugir do Brasil pelo Paraguai. Para os advogados, “levar jornalistas ao calabouço, pelo uso da palavra escrita ou falada, mesmo por militância política, abre um perigoso precedente”.

Baiana e primeira Miss Brasil, Martha Rocha morre no Rio de Janeiro aos 87 anos 
Foto: Reprodução / Facebook

Primeira Miss Brasil, eleita em 1954, a baiana Maria Martha Hacker Rocha faleceu, no sábado (4), em Niterói, aos 87 anos de idade. Segundo informações apuradas pelo G1, obtidas por um dos três filhos, ela sofreu uma insuficiência respiratória, seguida de infarto. O corpo foi sepultado no Cemitério do Santíssimo Sacramento, neste domingo (5). 

 

Natural de Salvador, Martha Rocha foi a primeira Miss Brasil eleita para o concurso Miss Universo, realizado no ano de 1954 em Long Beach, na Califórnia. Na competição internacional que contou com 33 participantes, a baiana acabou na segunda colocação, perdendo para a americana Miriam Stevenson.  

 

Como justificativa sobre a derrota, surgiu na época uma lenda de que ela teria perdido por conta de duas polegadas, informação desmentida por Martha anos depois. Com o título quase conquistado, Rocha inspirou tantas outras misses ao longo dos anos e viu a gaúcha Ieda Vargas, em 1963 e a baiana Martha Vasconcellos, em 1968 serem coroadas como Miss Universo.  

 

Os últimos meses de vida de Martha Rocha foi em um abrigo de idosos, por conta das dificuldades financeiras. Em seu perfil no Facebook, ela chegou a publicar um desabafo sobre a mudança: "Meus amigos, comunico que estou morando numa pousada para idosos por questões financeiras. Não me sinto diminuída, humilhada por isso. Pelo contrário, pois minha dignidade segue sem mácula. Beijos, meus amores, onde Deus os tenha os colocado".

 

"A vida dela foi muito sofrida nos últimos anos, ela estava acamada há muito tempo e não conseguia andar. Morreu sem muito sofrimento. Ela já estava cansada. Rodeado de pessoas que cuidavam dela. Esses últimos meses a gente só se falava através de contatos telefônicos. Sinto falta da minha mãe, mas ela descansou", disse Álvaro Piano, um dos três filhos.  

Bahia registra 1.563 casos novos de Covid-19 nas últimas 24 horas; mortes chegam a 2.107
Foto: Bahia Notícias

A Bahia chegou neste domingo (5), a 87.048 casos confirmados do novo coronavírus, segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do estado. Os óbitos alcançaram a marca de 2.107 em razão da Covid-19.

 

Até o momento, são 58.649 pessoas recuperadas, e 392 municípios da Bahia possuem casos confirmados da Covid-19. A maior proporção dos casos ainda é em Salvador (44,59%).

 

Na Bahia, dos 2.283 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.467 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 64%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 913 leitos exclusivos para o coronavírus, 725 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.

Domingo, 05 de Julho de 2020 - 17:00

Espanha volta a confinar 70 mil pessoas na região da Galícia

por Folhapress

Espanha volta a confinar 70 mil pessoas na região da Galícia
Foto: Reprodução/Ilha

O governo da Espanha anunciou neste domingo (5) que vai retomar o confinamento para os moradores da região de Galícia, no noroeste da Espanha, por causa do aumento de novos casos do novo coronavírus.

Ao menos, 70 mil pessoas ficaram em quarentena na cidade de La Marina até sexta-feira (10). De acordo com as autoridades locais, a exceção é só para os trabalhadores de cidades vizinhas, mas terão que comprovar o motivo da saída.

O aumento de novos casos, segundo autoridades de saúde, aconteceu por causa dos bares reabertos na região, que levou ao acumulo de pessoas nos locais.

A Galícia foi a primeira região da Espanha a sair do confinamento no início de junho. No sábado, a região da Catalunha a também anunciou o confinamento de 200 mil pessoas.

No total, a Espanha registrou, até o momento, 205 mil casos confirmados do novo coronavírus, com 28 mil mortes.

Falso ambulante flagrado com maconha dentro de isopor em ônibus na Pinto de Aguiar
Foto: Divulgação / SSP-BA

Um traficante que se passava por vendedor de amendoim foi abordado por Equipes do Esquadrão de Motociclistas Águia da PM prenderam, na tarde de sábado (4). Com ele foi achado porções de maconha dentro de um isopor, usado para o disfarce.

 

Os militares faziam abordagens na Avenida Pinto de Aguiar, no bairro de Patamares, quando perceberam atitude suspeita em um coletivo. O veículo foi seguido e interceptado.

 

Durante revistas, os PMs encontraram seis porções de maconha, dentro de um isopor, carregado por um homem que dizia ser vendedor de amendoim. O criminoso foi apresentado na Central de Flagrantes.

 

Na unidade da Polícia Civil, após consulta, descobriu-se que o detido responde em liberdade por tráfico de drogas.

'Confusão política foi inventada pelo presidente e seus fanáticos', diz FHC em artigo
Foto: Reprodução/Agência Brasil

O ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso (PSDB), mandou um recado para o atual governante, Jair Bolsonaro (sem partido). Em artigo publicado neste domingo (5), ele falou sobre a situação caótica em que o país se encontra e declarou que Bolsonaro deveria pensar melhor nas declarações que faz. 

 

"O líder maior é sempre o presidente, pelo menos enquanto continuar lá. Por isso é tão importante: se não souber falar, se tiver dúvidas, que o presidente se cale. Como nesta última semana. Melhor, contudo, é que se emende e fale coisas sensatas, que cheguem ao coração e façam sentido na cabeça das pessoas razoáveis”, escreveu FHC. 

 

O artigo do tucano, intitulado “Tempos confusos”, inicia falando que o governo não arranjou nenhuma confusão nova nesta semana, até o dia em que o texto foi escrito. Ele reconhece que a situação de pandemia não era esperada e que os problemas econômicos decorrentes dela não estão no controle dos políticos, mas que, em meio a esse cenário há um meu gerenciamento das crises. “Governo federal não teve sorte, mas confusão política foi inventada pelo presidente e seus fanáticos”, declarou. 


Ele finalizou o texto, dizendo o que melhor que o líder do país poderia fazer era dizer coisas sensatas. “(...) se não souber falar, se tiver dúvidas, que o presidente se cale. Como nesta semana”, pontuou.

CBF confirma datas da Copa do Brasil, Brasileirão e Feminino A1
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias

A Copa do Brasil e o futebol feminino A1 também já possuem data para serem retomados. Além de anunciar o retorno da Série C em agosto (leia mais), Rogério Caboclo, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), declarou que 26 de agosto será a data de retorno dos jogos. 

 

Em entrevista para o jornal O Globo, o dirigente da entidade máxima do futebol nacional falou sobre a organização do calendário para o retorno dos jogos e definição da volta da Copa do Brasil e da elite do Brasileirão feminino para o fim do próximo mês.

 

Segundo Rogério Caboclo, definir a volta da Série A2, além da Série D, exige “um operacional mais complexo”. “As equipes precisam de maior reestruturação para voltar e também uma logística maior”, declarou o presidente da CBF. 

 

Ele ainda reforçou que a segurança sanitária para os integrantes dos clubes foi pensada com um projeto robusto e que o futebol vai trabalhar favorecer que o retorno das atividades no país.

 

VOLTA DO FUTEBOL NO PAÍS

 

Na entrevista, Rogério Caboclo ainda confirmou as datas previstas para as Séries A e B do Brasileirão, comentou sobre os estaduais e opinou ainda sobre a Medida Provisória que deu aos clubes mandantes o direito de transmissão e negociação de exibição dos seus jogos. 

 

Sobre a volta da elite do futebol nacional do dia 9 de agosto, o presidente da CBF falou que a data está cravada. “Posso afirmar, a partir da confirmação dos clubes, que sim. Se estão dispostos a jogar onde o futebol estiver autorizado, quero crer que nessa data teremos cidades suficientes para acomodar os jogos”, reforçou, ressaltando ainda que isso só acontecerá porque os estádios não terão a presença de público. As séries B e C estão definidas para serem iniciadas um dia antes.

  

Apesar de ter se declarado um entusiasta dos estaduais, Caboclo declarou que não tem maiores esclarecimentos sobre as competições locais. “Não temos resposta em relação aos estaduais. Eles estão comportados pelos limites da fronteira do seu estado. Dependem das autoridades Sanitárias, assim como as competições da CBF”, explicou. 

 

Acerca dos contratos relacionados aos direitos de transmissão dos jogos, o presidente da CBF declarou que no caso da Copa do Brasil e da Série B, os acordos continuam. “Em relação aos demais, a princípio, eu vejo que os contratos vigentes não devem ser afetados pela MP”, pontuou.

Bruna Marquezine nega affair com Arthur Aguiar, e diz que ficou, sim, com Tiago Iorc
Foto: Reprodução

Bruna Marquezine, 24, usou as redes sociais neste domingo (5) para esclarecer alguns fatos envolvendo sua vida pessoal e amorosa. Um deles se refere ao ator Arthur Aguiar, que está em briga pública com a ex-mulher Mayra Cardi, e o segundo ao cantor Tiago Iorc.

"Não ficamos. Nunca. E eu não vou ficar tentando 'convencer' ninguém porque estou cansada de saber que no fim das contas cada um acredita no que quer", disse a atriz, em seu perfil no Twitter, em resposta a uma publicação do jornalista Leo Dias sobre Arthur Aguiar.

Leo Dias afirmou que Marquezine teve um affair com Aguiar durante as gravações da novela "Em Família" (Globo, 2014). "Marquezine e Arthur ficaram sim! Bastidores das gravações de 'Em Família', novela das oito. Por isso a Lancellotti terminou com ele. Eu noticiei na época", publicou o jornalista no microblog.

A atriz também criticou o jornalista: "Porque ele é puuuuura credibilidade, né?! Tem nem um mês que 'noticiou' que eu tava namorando, passou vergonha porque se emocionou e teve que voltar atrás." Uma internauta comentou a postura de Leo Dias: "Nossa, e é engraçado que ele fala com tanta certeza, não sei como ele consegue fazer isso HAHAHAHAHAHA depois de já ter postado tanta mentira."

E Marquezine completou: "Meu anjo, ele já teimou com a minha assessoria uma vez que eu estava não sei onde com sei lá quem e eu estava no hospital. E quando nós negávamos ele respondia 'mas a minha fonte é muito boa/confiável'. Ué, então tá, né?! Se você diz, vai ver eu que me confundi."

Antes disso, Marquezine já havia ironizado o fato de associarem o nome dela a um possível affair com Aguiar. "Pois é, menina! Como assim? Ou é meme ou é fanfic."

TIAGO IORC

Em 2016, Bruna Marquezine participou do clipe "Eu Amei Te Ver", de Tiago Iroc, no qual estavam seminus, e depois disso os dois posaram juntos em fotos que circularam nas redes sociais após um show do cantor em São Paulo.

Na época, os dois não assumiram nenhum relacionamento. Marquezine estava solteira após terminar com o jogador Neymar, e Iorc, por sua vez, também integrava o time dos solteiros desde o término de seu namoro de dois anos com a atriz Isabelle Drummond. Contudo, alguns sites de celebridades chegaram a afirmar que os dois haviam tido um affair enquanto o cantor namorava Drummond.

"Ficou da mesma forma que ficou com o Tiago Iorc, quando ele estava com a Isabelle Drummond. Pode separar um parágrafo só pra isso no tcc.", disse uma internauta após a ver o nome de Marquezine vinculado ao de Arthur Aguiar.

A atriz disse que realmente ficou com Iorc, mas meses depois do término do cantor com a atriz Isabelle Drummond. "Fiquei com o Tiago sim, mas meses depois dele e Isabelle terminarem. Não ficamos na época do clipe. Inclusive, no dia da gravação, Felipe que ainda trabalhava com Tiago na época comentou comigo no carro que os dois não gostavam de misturar vida pessoal e trabalho e por isso a iniciativa de chamar uma atriz para fazer o clipe e eu adorava o álbum do Tiago e aceitei como admiradora do trabalho dele. Tenho email do Gabriel Simas me dizendo que Tiago e a Isabelle chegaram juntos no meu nome", explicou.

Questionada se era amiga de Drummond, Marquezine disse que não. "Não. Fomos amigas quando crianças, depois nos distanciamos naturalmente."

Domingo, 05 de Julho de 2020 - 15:21

Após ataques e pressão, Feder diz que recusa convite para o MEC

por Mauricio Leiro

Após ataques e pressão, Feder diz que recusa convite para o MEC
Foto: Reprodução / G1

Cotado para assumir o Ministério da Educação, Renato Feder disse neste domingo (5) que recusou o convite para assumir o Ministério da Educação. O Secretário de Educação no Paraná sofreu ataques nas redes sociais por parte de apoiadores ideológicos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nos últimos dias.

 

"Recebi na noite da última quinta-feira uma ligação do presidente Jair Bolsonaro me convidando para ser ministro da Educação. Fiquei muito honrado com o convite, que coroa o bom trabalho feito por 90 mil profissionais da Educação do Paraná. Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro, por quem tenho grande apreço, mas declino do convite recebido. Sigo com o projeto no Paraná, desejo sorte ao presidente e uma boa gestão no Ministério da Educação", escreveu Feder em publicação no Twitter.

 

A desistência de Bolsonaro para o nome de Feder já tinha sido divulgada (reveja aqui). Na manhã deste domingo, o secretário do Paraná publicou em suas redes sociais uma longa publicação em que rebate ataques que recebeu.

 

"Tenho convicção de que a minha missão de vida é ajudar na educação do nosso país, sinto-me feliz fazendo esse trabalho e podendo devolver ao Brasil um pouco das bênçãos que recebi na vida", diz trecho. 

Cientistas descobrem nova espécie de perereca-de-bromélia na Bahia
Foto: Divulgação/Fundação Boticário

Foi ouvindo o som que saía de bromélias localizadas a 20 metros de altura, em árvores remanescentes da Mata Atlântica baiana, que o professor Mirco Solé, do Departamento de Ciências Biológicas da Universidade Estadual de Santa Cruz (BA), teve seu primeiro contato com aquilo que, 13 anos depois, seria mais uma de suas seis descobertas científicas: a Phyllodytes magnus, uma nova espécie das chamadas pererequinhas-de-bromélia.

 

Com isso, já estão contabilizadas 14 espécies diferentes desse pequeno anfíbio que nasce, cresce, reproduz e morre em meio às bromélias, segundo a Agência Brasil.

 

Pesquisas já comprovaram que pelo menos uma dessas espécies tem como uma de suas fontes de alimento larvas de mosquitos que transmitem doenças como dengue, zika ou chikungunya. “De fato as pererequinhas-de-bromélia desempenham função ecológica que beneficia o ser humano”, disse o professor.

 

“Dentre elas [as 14 espécies já descobertas] têm uma que já foi estudada, e da qual sabemos que os girinos conseguem se alimentar de larvas de mosquitos. Ela atua como controlador biológico de larvas de mosquitos que transmitem dengue, zika ou chikungunya, que se desenvolvem nas axilas de bromélias”, disse.

 

Uma das primeiras dificuldades que os pesquisadores tiveram para avançar os estudos foi o acesso à copa das árvores, localizadas 20 metros acima do solo, onde ficam as bromélias que servem de habitat para essa espécie, que chega a medir 4 cm.

 

“Isso foi por volta de 2007, em Uruçica [município a cerca de 40km de Ilhéus], quando fazíamos o inventário dos anfíbios a pedido da dona de uma RPPN [Reserva Particular do Patrimônio Natural, um tipo de unidade de conservação particular]. Foi ali que, pela primeira vez, ouvimos o canto diferenciado dessa perereca que tem sua vida intimamente ligada às bromélias”, lembrou o pesquisador.

 

O canto citado por Solé é emitido pelos machos da espécie como estratégia de atração de fêmeas à sua bromélia.

 

Posteriormente, foram encontrados outros indivíduos da espécie na Estação Ecológica Estadual de Wenceslau Guimarães e no Parque Estadual da Serra do Conduru, ambos na Bahia. “Começamos então um estudo de taxonomia integrativa no qual analisamos a morfologia externa, genética, o canto e até a morfologia interna dos animais. Chegamos à conclusão de que se tratava de uma espécie nova para a ciência. Batizamos de Phyllodytes magnus”, disse o professor Solé, referindo-se aos termos que significam quem entra nas folhas e grande, respectivamente.

 

“Parece um nome muito pretensioso para uma pererequinha de apenas quatro centímetros. Porém, se levarmos em conta que a maioria das 14 espécies do grupo não alcança três centímetros, o magnus é um verdadeiro gigante no reino dos anões”, destacou o professor do Programa de Pós-Graduação em Zoologia da UESC, Iuri Ribeiro Dias.

 

As pererequinhas-de-bromélia são animais que se encontram unicamente no Brasil. Com exceção de uma espécie que chega até o Rio do Janeiro, todas as demais são essencialmente nordestinas.

 

O estudo identificou um distanciamento genético superior a 6% em relação a outras pererequinhas-de-bromélia. Além do tamanho, a Phyllodytes magnus se distingue por possuir tom amarelo pálido, um canto diferente, pele granulosa na região dorsal e pela ausência de uma listra escura na lateral do corpo, comum a outras espécies do grupo.

 

“Descrever espécies novas é o que chamamos de ciência básica. É só a partir da descrição científica que podemos investir em outros tipos de pesquisas mais aplicadas. As pererequinhas-de-bromélia se alimentam, sobretudo, de formigas. Formigas dispõem de um verdadeiro arsenal químico de defesa, como, por exemplo, o ácido fórmico. As pererecas podem ou eliminar essas substâncias ou bioacumular elas, a ponto de, inclusive, usá-las para sua própria defesa”, informou Solé.

 

"Essas substâncias podem ser pesquisadas e, quem sabe, serem futuramente utilizadas para desenvolver remédios”, disse o professor de nacionalidades alemã e espanhola, que chegou ao Brasil em 1998.

 

Com a descoberta, novas perguntas surgem sobre a espécie e, com isso, a expectativa é de que novos estudos sejam implementados. “Primeiramente queremos entender se o que temos descoberto para uma das espécies de pererecas-de-bromélias – o fato de elas conseguirem se alimentar de larvas de mosquito – é uma peculiaridade dessa única espécie ou se é um padrão para todas as espécies do gênero”, afirmou o pesquisador.

 

Segundo ele, caso se confirme que todas as espécies atuam como biocontroladores de mosquitos “ficará mais fácil explicar a importância de preservá-las para a sociedade." Para isso serão feitos experimentos no Laboratório de Herpetologia Tropical da UESC, informou.

 

“Acreditamos que a nova espécie possa ocorrer em outros locais de Mata Atlântica da Bahia. Porém, como os últimos fragmentos dessa floresta estão sendo destruídos a um ritmo acelerado, a sobrevivência da espécie pode estar comprometida”, complementou.

Com protesto contra o racismo, F1 tem primeiro GP do ano e Bottas como campeão
Foto: Reprodução/Getty Images

A Fórmula 1 retornou neste domingo (5) com protestos contra o racismo e Valtteri Bottas vencendo o GP da Áustria. Na primeira corrida do ano, Lewis Hamilton foi punido, ficando em quarta colocação, e seis pilotos se negaram a ajoelhar durante o hino.

 

Antes do início da corrida, Hamilton, hexacampeão da categoria, puxou o protesto contra o racismo e homenagem a George Floyd, negro que foi assassinado nos Estados Unidos por um policial branco. Dos 20 pilotos que disputaram o GP deste domingo, seis não aderiram ao gesto.

 

Max Verstappen, Antonio Giovinazzi, Carlos Sainz, Charles Leclerc, Kimi Raikkonen e Daniil Kvyat não se ajoelharam durante a execução do hino. Neste momento pré-disputa, todos os corredores vestiram camisas com a frase “Fim ao racismo”.

 

Verstappen, da RBR, e Leclerc, da Ferrari, explicaram o motivo de não terem aderido ao gesto. "Estou muito comprometido com a igualdade e a luta contra o racismo. Mas acredito que todos têm o direito de se expressar de cada vez e da maneira que lhes convém. Hoje não vou me ajoelhar, mas respeitar e apoiar as escolhas pessoais que todo piloto faz", declarou Verstappen.

 

"Acredito que o que importa são fatos e comportamentos em nossa vida cotidiana, em vez de gestos formais que poderiam ser vistos como controversos em alguns países. Não vou ficar de joelhos, mas isso não significa que estou menos comprometido do que outros na luta contra o racismo", posicionou Leclerc.

 

Ao longo da corrida, nove pilotos abandonaram a disputa, e o piloto da Mercedes, Bottas foi o campeão do primeiro GP do ano. O companheiro de equipe Lewis Hamilton, foi punido em cinco segundos por um toque com Alexander Albon, e, apesar de ter terminado a corrida em segundo lugar, o piloto acabou na quarta colocação.

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões
Foto: Reprodução / Agência Brasil

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2276 da Mega-Sena no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo. Os números sorteados foram 05 - 15 - 18 - 27 - 49 - 57, no último sábado.

 

A quina teve 75 apostas vencedoras e cada uma receberá R$ 36.939,97. Na quadra ganharam 5.403 apostas e cada uma vai receber R$ 732,52.

 

A estimativa de prêmio do próximo concurso, a ser realizado na quarta-feira (8), é de R$ 33 milhões para quem acertar as seis dezenas.

 

As apostas na Mega-Sena podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em lotéricas ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal, segundo a Caixa Econômica. 

 

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

Domingo, 05 de Julho de 2020 - 14:20

Setor privado quer acordo Brasil-EUA até eleição

por Marina Dias | Folhapress

Setor privado quer acordo Brasil-EUA até eleição
Foto: Alan Santos/PR

Preocupados com o impacto que uma possível derrota de Donald Trump pode causar nas relações entre Brasil e EUA, integrantes do setor privado querem a conclusão da primeira etapa de um acordo comercial entre os dois países antes das eleições americanas, em novembro.

O período é considerado uma janela urgente para a retomada de promessas que pouco avançaram desde a visita do presidente Jair Bolsonaro a Washington, em março do ano passado, como o acordo comercial e a entrada do Brasil na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

Documento organizado pela Amcham Brasil (Câmara Americana de Comércio), entidade que reúne cerca de 5.000 empresas brasileiras e americanas, lista dez medidas consideradas prioritárias para este ano, apesar das dificuldades impostas pela crise econômica e de saúde pública causada pela pandemia.

A Folha de S.Paulo teve acesso ao texto que será enviado para autoridades de ambos os países empenhadas nas relações bilaterais, como embaixadores, ministros, secretários e congressistas.

O objetivo é que haja envolvimento para mais resultados a curto prazo.

Os empresários reconhecem que um acordo de livre-comércio, que considere tarifas, está longe de ser realizado, mas cobram ações como facilitação de comércio, boas práticas regulatórias, comércio digital e combate à corrupção em torno do que chamam de primeira fase do trato.

"Espera-se que a iniciativa seja concluída antes das eleições presidenciais nos EUA, o que representaria um passo relevante em direção a um futuro acordo comercial mais abrangente", diz o documento da Amcham.

O texto destaca ainda a necessidade de efetivar duas medidas que foram consideradas os grandes trunfos da diplomacia brasileira na visita de Bolsonaro à Casa Branca: a designação do Brasil como grande aliado extra-Otan e o apoio dos americanos ao país na OCDE.

"Em que pese o bem-vindo apoio manifestado pelos EUA à entrada prioritária do Brasil na OCDE, o início do processo de acessão ainda precisa ser aprovado pela totalidade dos membros da entidade."

O principal temor de empresários brasileiros e americanos com interesse no Brasil é que, caso Trump seja derrotado pelo democrata Joe Biden -que lidera as pesquisas nacionais e nos estados decisivos-, o Brasil perca o acesso à espécie de guichê de boa vontade que existe hoje na Casa Branca em relação a Bolsonaro.

Apesar de passar por cima de qualquer aliado quando seus interesses estão em jogo, Trump costuma dizer que vê no presidente brasileiro um amigo, enquanto democratas pressionam para que os EUA não ampliem relações comerciais com um governo que ataca importantes pilares da democracia.

No mês passado, o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, disse que o governo americano não tem planos de fechar um acordo de livre-comércio com o Brasil neste momento.

Deputados de oposição a Trump haviam enviado uma carta a Lighthizer dizendo-se contrários a um acordo comercial entre Brasil e EUA.

Desde março, quando Bolsonaro se encontrou com Trump, os esforços dos técnicos de ambos os países são no sentido de criar facilitação de negócios como um primeiro passo para um acordo mais amplo.

Alguns integrantes do governo e o próprio Bolsonaro, porém, seguiam falando em livre-comércio.

De acordo com o documento da Amcham, ao não envolver tarifas, as negociações podem ser realizadas em nível bilateral, sem a necessidade de participação do Mercosul ou de alteração de suas regras, "bem como prescindem de aprovação por parte do Congresso dos EUA".

Somente após a conclusão dessa primeira etapa, segue o texto, os países fariam as consultas necessárias para "preparar o terreno para o início formal de negociações de um acordo abrangente de comércio, que incluiria tarifas e temas não cobertos no pacote inicial".

No governo americano, porém, não há grande apetite de flexibilizar tarifas em relação a produtos brasileiros.

O documento reconhece que, com a crise econômica causada pela pandemia, os investimentos despencaram e é preciso cooperação entre os dois países para a retomada das atividades.

Na lista aparece ainda como prioritário o restabelecimento do fluxo de viajantes entre o Brasil e EUA -as fronteiras estão fechadas em razão da pandemia-, o início das negociações para um acordo que evite a bitributação -demanda antiga do setor-, assim como a participação plena do Brasil no Global Entry (o país fez um teste com apenas 20 nomes de integrantes do Fórum de CEOs Brasil-EUA) e o fortalecimento da diplomacia parlamentar bilateral.

Domingo, 05 de Julho de 2020 - 14:00

Araci: Prefeitura decreta fechamento do comércio a partir desta quarta

por Milena Lopes

Araci: Prefeitura decreta fechamento do comércio a partir desta quarta
Foto: Reprodução / Pombal FM

A prefeitura de Araci anunciou no último sábado (4) que a cidade entrará em lockdown esta semana. Devido o aumento do número de casos de coronavírus no município, todo o comércio estará suspenso entre a próxima quarta-feira (8) e o próximo domingo (12). 

 

“Antes do fechamento, durante dois dias, 06 (segunda) e 07 (terça), os estabelecimentos comerciais atacadistas e varejistas irão funcionar em novo horário, para que todos possam ter as demandas atendidas: das 08h às 12h, com retorno a partir das 15h até as 18h. Esse período terá o atendimento preferencialmente direcionado, pela manhã, para a população proveniente da zona rural; pela tarde, para os moradores da sede”, explicou a prefeitura em comunicado. 

 

A decisão para lockdown foi feita após reunião com representantes civis, comerciantes e membros do comitê de gestão de crise da cidade. Na zona rural, as feiras livres ainda estarão permitidas para exclusiva comercialização de alimentos durante o período, acontecendo nos dias que já são previstos. 


Atualmente, Araci já possui registro de 281 casos confirmados da doença, com 103 deles ativos. Nos últimos cinco dias, o município teve um aumento de cerca de 4% no número de contaminações, segundo o último boletim divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Kanye West publica em rede social que vai se candidatar à presidência dos EUA
Foto: Reprodução/Instagram

O cantor Kanye West voltou a dizer que vai concorrer à presidência dos Estados Unidos. Em publicação na sua conta do Twitter no último sábado (4), o rapper declarou que vai se candidatar ao cargo. 

 

"Devemos agora realizar a promessa da América [EUA] confiando em Deus, unindo nossa visão e construindo nosso futuro. Vou concorrer para presidente dos Estados Unidos", publicou. Pouco depois, o CEO da Tesla e da Space X, Elon Musk, comentou a publicação do cantor dizendo que dá total apoio para West.

 

Essa não é a primeira vez que o cantor comenta que pretender ocupar o cargo. No fim do ano passado ele chegou a dizer que iria concorrer nas eleições de 2024. Entretanto, na publicação desta semana, o rapper usou a hashtag “2020VISION”.

 

As eleições para líder da Casa Branca estão programadas para novembro deste ano e já estão na disputa o atual presidente, Donald Trump, do partido Republicano, e Joe Biden, ex-vice de Barack Obama, pelos Democratas. 

 

Confira a publicação de Kanye West:

Bolsonaro desiste de Feder e procura outro nome para o Ministério da Educação
Foto: Divulgação/Secretaria da Educação e do Esporte do Paraná

O presidente Jair Bolsonaro procura outro nome para comandar o Ministério da Educação, depois de ouvir críticas de seus grupos de apoio e resistências dentro do governo ao nome de Renato Feder, secretário da área no Paraná.

 

Segundo o relato de assessores próximos do presidente, ele faz consultas acerca de outros nomes, mas insiste que o próximo ministro da Educação precisa estabelecer uma gestão técnica e ter uma relação harmoniosa com outros poderes, como o Congresso, onde as regras do novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) precisam ser definidas até dezembro, apontou o G1.

 

Bolsonaro havia ligado para Renato Feder na noite de quinta-feira (2) e chegou a convidá-lo para ir a Brasília nesta segunda (6), numa sinalização de que ele seria nomeado ministro. A ideia não foi adiante.

 

Essa é a segunda vez que Feder foi descartado para o comando do MEC. Ele chegou a encontrar o presidente no Planalto há cerca de 10 dias, antes de Bolsonaro escolher Carlos Alberto Decotelli, que por inconsistências no currículo não chegou a ser efetivado.

 

O nome de Feder, empresário da área de tecnologia, teve muita resistência entre os grupos ideológicos com influência no governo e que até a saída de Abraham Weintraub tinham controle do MEC. Mas lideranças evangélicas, inclusive no Congresso, também manifestaram receio de que Feder não estaria alinhado com ideias conservadoras do grupo.

Domingo, 05 de Julho de 2020 - 13:00

Evangélicos e aliados de Olavo de Carvalho pressionam contra escolha de Feder no MEC

por Julia Chaib, Paulo Saldaña e Gustavo Uribe|Folhapress

Evangélicos e aliados de Olavo de Carvalho pressionam contra escolha de Feder no MEC
Foto: Reprodução

A ala considerada ideológica do governo, ligada ao escritor Olavo de Carvalho, e políticos evangélicos pressionam o governo Jair Bolsonaro (sem partido) nesta sexta (3) para reverter a escolha do secretário do Paraná, Renato Feder, para comandar o Ministério da Educação.

Pessoas próximas a Feder temem que a ofensiva dê certo e que o presidente volte atrás na decisão.

O MEC é alvo de disputas entre diferentes alas de influência do governo desde o ano passado, e cada grupo insiste em emplacar um indicado que atenda sua agenda. O governo tenta um nome considerado técnico, após os desgastes acumulados com o MEC, mas sem desagradar a militância ideológica mais fiel ao governo.

A informação de que Bolsonaro convidou Feder foi confirmada à reportagem por auxiliares diretos de Bolsonaro no Palácio do Planalto.

Após o presidente ter confirmado a escolha a aliados, setores da base de Bolsonaro entraram em campo para tentar revertê-la.

De acordo com pessoas ligadas a militares do Planalto, líderes de grandes igrejas evangélicas ligaram para o presidente questionando o presidente sobre a decisão. Pessoas envolvidas no processo, incluindo cotados para o cargo, colocam a nomeação sob desconfiança, uma vez que o próprio presidente não fez o anúncio.

Foi Bolsonaro quem fez os anúncios dos outros ministros da Educação. Isso ocorreu com Ricardo Vélez Rodrigues, Abraham Weintraub e Carlos Alberto Decottelli. Todos os nomes causaram surpresa ao serem divulgados.

Feder também não é um nome alinhado aos militares do governo. Parte desse grupo vinha defendendo o nome do atual reitor do ITA (Instituto Tecnológico da Aeronáutica), Anderson Correia, que também é bem visto por evangélicos.

Deputados bolsonaristas, como Bia Kicis (PSL-DF), escreveram em redes sociais que o presidente escolheu o secretário do Paraná e receberam diversos comentários críticos ao nome de Feder.

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub também publicou uma mensagem desejando sorte a Feder, e da mesma forma reclamações quanto à escolha em respostas ao post.

Um dos alunos mais próximos de Olavo de Carvalho, Silvio Grimaldo publicou mensagem dura a respeito do secretário do Paraná.

"Renato Feder entregou a Secretaria de Educação do Paraná para a Vetor Brasil, uma das ONGs de gestão educacional da Lemann. Se o @jairbolsonaro entregar o MEC para isso aí, pode apagar aquele discurso bonito na ONU", escreveu Grimaldo.

Antes de fazer o anúncio final, o governo observa a repercussão com relação à escolha de Feder e escalou deputados aliados, entre eles Carla Zambelli, para tentar arrefecer as críticas.

"Renato Feder defende a escola e o ensino sem ideologia política, qualquer q seja ela. Sabemos q ele irá trabalhar p/ formar adolescentes c/ excelência em português, matemática, ciência e afins. É exatamente o q queremos. Alunos livres e competitivos p/ o mercado. Bem vindo! Bandeira do Brasil", escreveu a deputada bolsonarista.

Como munição contra Feder, olavistas têm ressaltado sua proximidade com o PSDB e o financiamento dele para a candidatura de João Doria para a Prefeitura de São Paulo. Denúncia de crime fiscal relacionada à empresa Multilaser, da qual ele é sócio, também tem sido explorada.

Ação desarticula feira clandestina de carros na Paralela; 300 pessoas estavam aglomeradas
Foto: Ascom / Sedur

Uma feira de carros clandestina foi fechada na manhã deste domingo (5) na Paralela. O comércio funcionava perto do Parque de Exposições. Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), mais de 200 veículos se concentravam de forma irregular, reunindo cerca de 300 pessoas. Com a chegada das equipes e o suporte da Transalvador, os motoristas e visitantes começaram a dispersar.

 

 “Não podemos permitir aglomerações na cidade e nem atividades que ferem a legislação. Agimos de forma rápida e eficiente e vamos manter o monitorando na região”, disse o titular da Sedur, Sérgio Guanabara. A ação foi feita com apoio da Polícia Militar.

Domingo, 05 de Julho de 2020 - 12:20

Em busca de liberdade e autoconhecimento, mulheres raspam o cabelo na quarentena

por Karina Matias | Folhapress

Em busca de liberdade e autoconhecimento, mulheres raspam o cabelo na quarentena
Foto: Reprodução / Instagram

Já pensou em raspar o cabelo? Muitas mulheres estão aproveitando o período de quarentena para testar mudanças no visual. Algumas delas, inclusive várias celebridades, resolveram assumir os cabelos grisalhos. Outras decidiram por algo mais radical: passar a máquina nos fios. Os motivos são diversos, como praticidade e o fim da dependência dos salões de beleza -que foram obrigados a fechar em diversas cidades por causa do isolamento social.

Em comum, elas contam que há também uma busca por autoconhecimento e uma vontade de não se sentir refém de padrões de beleza. Um desses exemplos vem da técnica de iluminação cênica Nathalia Dezoti, 34, que resolveu raspar todo o cabelo.

"Já tinha essa vontade para ver se era libertador mesmo, e todas essas coisas que as mulheres que já tinham raspado dizem sentir", conta. E foi tudo isso mesmo? Em um primeiro momento, ela afirma que se assustou com a imagem que viu no espelho. "Foi bem difícil."

Com o passar dos dias, porém, Nathalia Dezoti diz que passou a adorar o resultado. "Estou bem feliz, tenho essa sensação de que não preciso do cabelo para me sentir bonita, para me sentir mulher", revela ela, que pretende deixar o visual por um bom tempo.

A praticidade de não ter que se preocupar em ter cuidados constantes com os fios foi outro ponto que colaborou com a sua percepção e até a ajudou a tomar a decisão de raspar o cabelo. Isso porque, durante a quarentena, ela tinha pintado o cabelo naturalmente preto de loiro. Tentou também deixá-lo rosa. O resultado não agradou. E pior: os fios ficaram muito ressecados. Tudo isso foi um empurrão a mais para ela passar a máquina. "Agora, eu já acordo pronta", comenta.

Para a empreendedora Maria Fernanda Teixeira, 27, raspar os fios durante o período de isolamento social foi um exercício de autoconhecimento e de amor-próprio. "Com esse processo tanto do cabelo quanto a quarentena, de ficar mais em casa mesmo e me olhar mais no espelho, eu estou fazendo as pazes com a minha olheira. Eu pensei: Caraca, ela nem é tão horrorosa, tudo bem, ela ficar aí."

Essa não foi a primeira mudança radical dela. Em 2018, Maria Fernanda cortou 40 centímetros de fios (que foram doados) e ficou com o cabelo bem curtinho. "Na época, achava que só podia usar roupas hiper femininas, maquiagem, brinco, para estar feminina", diz. Isso mudou agora. "Eu amo me arrumar, usar maquiagem, só que hoje eu consigo me sentir linda mesmo sem essas coisas."

Na visão dela, há uma cobrança na sociedade de como a mulher deve ser e se comportar. "E não basta ser feminina, a gente tem que se provar feminina o tempo todo. Cortar todo o cabelo é uma quebra disso. É dizer: 'Eu não vou ser feminina do jeito que vocês dizem que eu tenho que ser, eu vou ser feminina do jeito que eu sou", afirma. Teixeira conta ter se inspirado em algumas mulheres que já usavam os cabelos raspados antes do período de isolamento social, como a modelo Cris Paladino.

DESAPEGO

Para a personal trainer e professora de ioga Glaucia Raffoul, 33, o cabelo longo e sempre muito bem arrumado, sem um fio fora do lugar, era uma das suas principais vaidades. Desde 2015, ao começar a se aprofundar nos estudos da filosofia de ioga, ela conta que entrou em um processo de autoconhecimento e de desapego.

Se antes até para ir à farmácia, ela se obrigava a passar maquiagem, aos poucos, Raffoul afirma que foi entendendo que vivia em uma espécie de prisão. "Estou me libertando e me sinto a cada dia mais feliz."

O cabelo, porém, era algo "inegociável". Glaucia Raffoul diz que já não se preocupava mais tanto se todos os fios estavam completamente chapados e alinhados, mas cortar era outra história. Até que veio a quarentena. "E aí fui obrigada a olhar para dentro um pouco mais."

Nesse processo, ela decidiu raspar um lado do cabelo, um corte que ela achava bonito e estiloso, mas que não tinha coragem de adotar. "Foi um exercício de desapego", relata. Mesmo com algumas opiniões contrárias de amigos e conhecidos, Raffoul diz que adorou o resultado e não se importou com o que os outros acharam. Mais tarde, depois que as fotos para esta reportagem foram feitas, ela decidiu cortar os fios na altura dos ombros, um desejo antigo seu. "Hoje, eu me sinto muito mais segura", conclui.

Porto de Cotegipe tem fila de navios para escoar safra de soja da Bahia
Foto: Reprodução / TV Bahia

Até o mês de maio, a Bahia registrou uma safra de soja com mais de 5.8 milhões de 5,8 milhões de toneladas, de acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entretanto, o escoamento dos grãos está provocando fila no Porto de Cotegipe em Salvador. 

 

Com cada navio graneleiro precisando aguardar cerca de três semanas para ser totalmente carregado, os transportes estão formam fila na Base Naval de Aratu. Segundo o portal G1 Bahia, há previsão de atracação de navios para o transporte de soja até dezembro. 

 

Jorge Pessoa, diretor do Porto de Cotegipe, declarou que as chuvas na capital baiana vem atrapalhando o ritmo de saída do grão nos últimos três meses. “O portão do navio é aberto. Todo nosso sistema é fechado, mas como o portão é aberto, se chove ou ameaça chover, para o carregamento, e isso diminui o fluxo. Por conta da chuva, o carregamento é interrompido”, explicou em publicação feita pelo G1. 

 

Responsável por 95% do escoamento da soja baiana, o carregamento do produto no Porto, que geralmente dura até o mês de outubro, deve ser estendido até o início do ano que vem. 

 

“Os navios vão chegando e se enfileirando, vão se espalhando. Eles vão atrasando o carregamento e aguardando na Baía de Todos os Santos. Normalmente, carregamos um navio com 70 mil toneladas em dois dias e meio”, completou Jorge Pessoa.

 

Os países asiáticos são o principal destino do grão e sua cotação teve um aumento de 20% em relação a 2019, custando cerca de R$ 84 no momento. 

 

De acordo com o assessor de agronegócio da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Luke Stalke, a área de cultivo da soja deve aumentar em 2021. “O reflexo da área plantada de soja para nós virá por conta da redução da área de algodão, que perdeu um pouco de preço. O consumo de roupas diminuiu. Então, o preço, como caiu, ampliaremos a área de soja”, declarou.

Paraguaçu: Quinta vítima de naufrágio é localizada e buscas são encerradas
Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros

O quinto corpo do naufrágio em Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo, foi também localizado neste domingo (5). Mais cedo, a Marinha tinha informado da localização da quarta vítima (ver aqui). O último corpo foi encontrado por volta das 10h, também nas proximidades da Fazenda Haras. Segundo a Capitania dos Portos da Bahia (CPBA), um inquérito instaurado pela Marinha vai apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades pelo ocorrido.

 

No sábado, Marinha, bombeiros, familiares e pescadores locais trabalharam nas buscas e três corpos foram localizados. O acidente que vitimou cinco pessoas ocorreu na última quarta-feira (1°) (ver aqaui). Apenas uma pessoa, pai de uma das vítimas, sobreviveu.

Domingo, 05 de Julho de 2020 - 11:20

Conquista: Cinco bairros concentram quase um terço de casos de Covid-19

por Francis Juliano

Conquista: Cinco bairros concentram quase um terço de casos de Covid-19
Foto: Reprodução / Blog do Anderson

Os bairros com maior número de casos de Covid-19 em Vitória da Conquista, no sudoeste, são Candeias [92], Boa Vista [55], Alto Maron [54], Brasil [44], e Patagônia [40]. Os dados foram divulgados pela secretaria municipal de saúde neste sábado (4). Considerando os 884 casos divulgados pela prefeitura neste sábado (4), as cinco localidades concentram 32,2% dos casos de novo coronavírus.

 

Na última atualização, no mesmo sábado, a prefeitura registrou mais 18 casos, o que elevou o número para 902. O primeiro caso de coronavírus no município foi registrado em 31 de março. Em Conquista, 19 pessoas já morreram pela doença. Neste sábado, a prefeitura informou que 31 pessoas que testaram positivo para a Covid-19 se recuperaram, em um total de 595 curados. Ainda há 288 pacientes com o vírus ativo (17 internados e 271 em tratamento domiciliar). 

Cabaceiras do Paraguaçu: Quarto corpo de acidente com barco é encontrado
Foto: Divulgação

Um quarto corpo do naufrágio de um barco em Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo, foi encontrado na madrugada deste domingo (5). Segundo a Marinha, que trabalha no resgate, o corpo estava às margens do Rio Paraguaçu, perto da Fazenda Haras do Belo Vale. Ainda não se sabe se a pessoa encontrada é o garoto de 11 anos, ou o homem, de 50.

 

Três corpos foram localizados neste sábado (4). Foram os de Anatália Pereira do Nascimento, de 14 anos, Adriele Soares, de 9 anos, e Luis Felipe Pereira de Sá, de 5 anos (ver aqui). O barco onde eles estavam virou na última quarta-feira (1°). Além da Marinha trabalham nas buscas equipes do 13º Grupamento Marítimo de Bombeiros Militar (GMAR), além de familiares e pescadores locais voluntários.

Série C começa no dia 8 de agosto, revela presidente da CBF
Foto: Glauber Guerra/ Bahia Notícias

O Presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, confirmou a data de retorno da Série C do Campeonato Brasileiro. Assim como a Série B, a Terceira Divisão do futebol nacional vai ser iniciada no dia 8 de agosto. 

 

Em entrevista para o jornal O Globo, o dirigente da entidade máxima do futebol anunciou que algumas datas para a volta do futebol nacional e declarou que a Série C vai ser iniciada um dia antes do retorno da elite do futebol. “Definimos com a Série C que ela recomeçará na mesma data da Série B” afirmou Rogério Caboclo. 

 

Apesar da CBF ter estudado que a Terceira e Quarta Divisão retornassem apenas em setembro, os clubes da Série C enviaram um documento para a entidade na semana passada dizendo estarem aptos a retornar os jogos em agosto (relembre aqui). No mesmo documento, as equipes solicitaram auxílio financeiro para cobrir os impactos da pandemia e realizarem os pagamentos da equipe referente aos meses de junho e julho. 

 

Representando a Bahia, o Jacuipense vai disputar a Série C do Brasileirão. A equipe realizou testes de Covid-19 na semana passada e se prepara para voltar aos treinos nesta segunda-feira (8), visando, primeiramente, o retorno do Campeonato Baiano, previsto para a segunda quinzena de julho. 

PM distribui máscaras de proteção neste fim de semana em Sussuarana
Foto: Divulgação / SSP-BA

Uma ação distribui até este domingo (5) máscaras de proteção para moradores do bairro de Sussuarana, em Salvador. Cerca de 400 equipamentos são entregues nas localidades de Parque Jocélia e no final de linha do bairro. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), a distribuição do material é feita por guarnições da 48ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Sussuarana) durante intensificação do patrulhamento ostensivo no bairro.

 

Foto: Divulgação / SSP-BA

 

A ação começou neste sábado (4). “Recomendamos também que aqueles com disponibilidade ficassem em casa. Estamos unidos à população", disse o comandante do Policiamento na Região Integrada de Segurança Pública (Risp) Central, coronel Paulo Coutinho.

Deputado Antônio Henrique Jr. sugere que Planserv realize testes para Covid-19
Foto: Divulgação

Com a situação sobre o coronavírus da Bahia e objetivando dar assistência aos funcionários públicos, o deputado estadual Antônio Henrique Júnior (PP) sugeriu que o Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais (Planserv) realize testes para Covid-19. A indicação dele foi protocolada na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e tem como destinatário o governador do estado, Rui Costa (PT). 

 

Segundo o portal Se Liga Barreiras, o deputado se posicionou que, diante do cenário baiano sobre o coronavírus, o governo local deve se preocupar em dar assistência também aos seus funcionários. “Para isso é imperativo que o plano se saúde que assiste a esses servidores esteja, neste momento de calamidade pública, amparando e trazendo mais tranquilidade e segurança para os funcionários públicos estaduais”, declarou Antônio Henrique.

 

Mais de 500 mil servidores e dependentes são beneficiários do Planserv e representam cerca de 65% de todo funcionalismo público da Bahia. 

 

Até o último boletim emitido pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), 85.485 casos de Covid-19 foram registrados no estado, sendo 26.275 casos ativos. 

Domingo, 05 de Julho de 2020 - 09:40

Feira: Prefeitura confirma 142 novos casos de Covid-19 em 24h; n° total é de 4.276

por Francis Juliano

Feira: Prefeitura confirma 142 novos casos de Covid-19 em 24h; n° total é de 4.276
Foto: Divulgação

A prefeitura de Feira de Santana registrou mais 142 casos de novo coronavírus neste sábado (4). No mesmo dia, uma pessoa veio a óbito em decorrência da enfermidade. As informações são do último boletim divulgado pela Secretaria de Sáude municipal na noite deste sábado. Ainda segundo levantamento do dia, 31 pessoas se recuperaram e 11 testes para a Covid-19 deram negativo. Na cidade há ainda 2.242 casos ativos de coronavírus e 395 pessoas aguardam por resultado de exames.

 

Com os números deste sábado, Feira de Santana acumula 4.276 casos de novo coronavírus com 68 óbitos causados. A secretaria informou também que 1.966 se recuperaram do coronavírus. O município foi o primeiro do estado e do Nordeste há registrar caso de Covid-19. Uma mulher foi declarada infectada pela Covid-19 no dia 6 de março. Ela tinha chegado de uma viagem à Itália no dia 25 de fevereiro (lembre aqui). 

OMS registra novo recorde de casos de Covid-19 em um único dia
Foto: Reprodução/UOL

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou em novo relatório um novo recorde de casos do coronavírus. Na última sexta-feira (3), mais de 212 mil casos confirmados foram registrados em um único dia, maior número desde o início da pandemia. O último recorde havia saído no relatório do dia 28 de junho, com 189.077 casos da doença. 

 

Com os novos números, mais de 10,9 milhões de pessoas somam o número de casos de contaminação no planeta, segundo a OMS. Mais de 523 mil óbitos já foram registrados decorrentes da doença, com uma taxa global de mortalidade pela Covid-19 de 4,7%. 

 

Na soma recorde de novas contaminações, os Estados Unidos, com 53.213, Brasil, com 48.105, e a Índia (22.771) foram os países que apresentaram maior quantidade de contaminados. Os dois países da América e o México foram os que tiveram maior taxa de óbitos no dia. 

Domingo, 05 de Julho de 2020 - 09:00

Sem máscara, Bolsonaro comemora independência dos EUA com embaixador

por Daniel Carvalho | Folhapress

Sem máscara, Bolsonaro comemora independência dos EUA com embaixador
Foto: Reprodução / Facebook

No dia em que o Brasil registrou 63.409 mortes por coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e auxiliares participaram, neste sábado (4) de um almoço na casa do embaixador americano no Brasil, Todd Chapman, para comemorar a independência dos EUA.


Bolsonaro postou, no fim da tarde, em suas redes sociais uma mensagem parabenizando o povo dos Estados Unidos pelo 244º aniversário de independência e disse que, como líderes das duas maiores democracias ocidentais, trabalham para "avançar os ideais de liberdade, democracia e dignidade humana que esta data representa.
 

O presidente brasileiro também chamou Trump de "amigo" e elogiou o discurso do norte-americano realizado na sexta-feira (3).
 

"Palavras de um grande estadista. Que o legado e os valores dos fundadores dessa grande nação permaneçam sólidos e jamais sejam apagados por radicais".
 

Em um evento carregado de simbolismo, o presidente norte-americano havia feito um dos discursos mais contundentes de sua campanha à reeleição, carregado de ataques à esquerda e a grupos antirracistas. Entre outras coisas, afirmou que a "revolução cultural de esquerda foi projetada para derrubar a revolução americana".
 

Os dois posts do presidente com esse conteúdo também foram publicados em inglês.
 

Bolsonaro também divulgou um pouco antes em sua rede social fotos em que ele, Chapman e outras seis pessoas aparecem todas sem máscaras no evento na casa do embaixador: Lorenzo Harris, adido de Defesa dos EUA; general Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo; general Fernando Azevedo (Defesa); Ernesto Araújo (Relações Exteriores); general Walter Braga Netto (Casa Civil) e o almirante Flávio Rocha, secretário especial de Assuntos Estratégicos do governo brasileiro.
 

Em outra foto publicada pelo brasileiro, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, também aparece sem máscara.
 

Do lado de fora da residência do embaixador, no Lago Sul, área nobre de Brasília, havia uma estrutura que contava com três viaturas da Polícia Militar, uma da Secretaria de Segurança do DF, além de uma ambulância e um caminhão do Corpo de Bombeiros.
 

Nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump deu início à celebração da data já na sexta-feira (3) em um anfiteatro lotado em em Monte Rushmore, onde fez o discurso elogiado por Bolsonaro.
 

De acordo com a imprensa local, Trump mal mencionou o ressurgimento da pandemia, mesmo quando o país superou 53.000 novos casos na sexta-feira e as autoridades de saúde de todo o país instaram os americanos a reduzir suas comemorações de 4 de julho.
 

Neste sábado, Trump e a primeira-dama americana, Melania, planejam realizar a “Saudação à América”, diante da Casa Branca, o que deve causar aglomerações.
 

Antes de comparecer ao almoço, Bolsonaro foi a Santa Catarina sobrevoar áreas atingidas pelo ciclone-bomba nesta semana.
 

Após o almoço, o presidente retornou ao Palácio do Alvorada.
 

Em um vídeo da embaixada dos Estados Unidos, publicado nas redes sociais para celebrar a data, o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, disse que a relação atual entre os dois países é "sem precedentes" e se apresenta como uma "verdadeira aliança".
 

"Essa aliança, essa relação tão especial que estamos construindo, graças à orientação do presidente Bolsonaro e do presidente Trump, é uma relação muito frutífera, que tem dado resultados em função dos nossos interesses, dos dois países, na economia, na tecnologia, na segurança, na promoção da democracia", disse o chanceler brasileiro, que também louvou o modelo de sociedade construída pelos Estados Unidos a partir da independência, em 1776.
 

No mesmo vídeo, o embaixador Todd Chapman também exaltou o relacionamento entre Washington e Brasília, mencionou a luta contra o coronavírus e relembrou o assassinato de George Floyd, morto por um policial branco, que deu início a uma série de violentos protestos e impulsionou o movimento "Black Lives Matter" (vidas negras importam).
 

"Nos Estados Unidos, nós também estamos profundamente perturbados pela morte injusta e brutal de George Floyd e a triste lembrança de nossa contínua necessidade de enfrentar a injustiça racial e todo tipo de desigualdade social."

Histórico de Conteúdo