Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 22:22

Andrigo entra no radar do Vitória, revela empresário

por Glauber Guerra

Andrigo entra no radar do Vitória, revela empresário
Foto: Ricardo Duarte/ Internacional

O meia Andrigo, do Internacional, está no radar do Vitóri para a temporada 2019. A informação foi publicada inicialmente pelo UOL Esportes e confirmada pelo Bahia Notícias. Empresário do jogador, Jorge Macedo revelou uma consulta feita pela diretoria do Leão. 

 

“Houve um contato, mas por enquanto nada oficial. Ainda preciso saber do Internacional sobre o futuro de Andrigo. Amanhã [quarta-feira] terei uma reunião para tratar disso”, disse Jorge Machado, empresário do jogador, em contato com o Bahia Notícias.

 

Cria do Internacional, Andrigo tem 23 anos e estava emprestado ao Sport. Ele ainda acumula passagens pelo Atlético-GO e Ceará.

Anatel registra queda de 7,5% nas reclamações de serviços de telecomunicação em outubro
Foto: Reprodução / EBC

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou o balando de reclamações de usuários de serviços no mês de outubro. De acordo com o órgão, foram registrada 254,8 mil  queixas. O número representa uma redução de 7,5% em relação ao mesmo mês de 2017, com menos 20,6 mil reclamações. Segundo a Anatel, as queixas mais frequentes dizem respeito ao serviço de cobrança, seguido de qualidade e promoções.

 

A Agência constatou ainda que nos últimos 12 meses quase todos os serviços de telecomunicação apresentaram redução no número de queixas, a exceção foi o serviço de banda larga fixa que apresentou aumento de 1,4% na comparação entre outubro deste ano e o mesmo período do ano passado. Em relação ao serviço de telefonia móvel, houve queda de 9,1%; na telefonia fixa a redução no período foi de 8,4%; e a TV por assinatura apresentou queda de 10,9% no número de reclamações.

Procurador baiano vira alvo de processo após escrever artigo crítico a Bolsonaro
Foto: Divulgação

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) tomou a decisão de abrir um processo para apurar a conduta de um procurador da Bahia que escreveu um artigo com críticas ao presidente eleito Jair Bolsonaro.

 

O procurador Rômulo Andrade Moreira dizia no texto que Bolsonaro é um "sujeito fascista, preconceituoso, desqualificado, homofóbico, racista, misógino, retrógrado, arauto da tortura, adorador de torturadores, amante das ditaduras, subserviente aos militares – especialmente 'os de pijama'". A decisão de abrir o processo foi divulgada nesta terça-feira (11).

 

O texto de Moreira diz ainda que, na opinião dele, integrantes do Poder Judiciário e do Ministério Público estão "sempre confortavelmente instalados nas antessalas do Poder". Na avaliação do corregedor nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel, a conduta de Moreira é incompatível com o cargo e é "reprovável". 

 

Um dos argumentos utilizados pela defesa do procurador durante a sessão do CNMP, foi de que no momento em que Moreira escreveu o texto, em 28 de outubro, Bolsonaro ainda não havia sido diplomado. 

Baiano, Luiz Viana compõe provável chapa única para Conselho Federal da OAB
Foto: Divulgação

O baiano Luiz Viana vai compor a única chapa a concorrer a direção do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A chapa "OAB Forte e Unida" foi registrada nesta terça-feira (11). Concorrerão Felipe Santa Cruz ao cargo de presidente,  Luiz Viana como vice-presidente, para secretário geral Beto Simonetti, para secretário-geral adjunto Ary Raghiant e José Augusto Noronha concorre a tesoureiro. A chapa é candidata a sucessão de Cláudio Lamachia.

 

A eleição acontece no dia 1º de fevereiro de 2019. Ao todo serão 81 eleitores, os conselheiros federais eleitos na eleição da OAB pelo país. 

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 21:00

Nova investida da PF eleva pressão para expulsão de Aécio do PSDB

por Thais Arbex e Thais Bilenky | Folhapress

Nova investida da PF eleva pressão para expulsão de Aécio do PSDB
Foto: Reprodução / G1

A nova investida da Polícia Federal contra o senador mineiro Aécio Neves o submeteu a patamares elevados de pressão para que saia do PSDB. Ex-presidente do partido, o senador Tasso Jereissati (CE) se disse surpreso com as revelações da Operação Ross sobre uma suposta mesada de R$ 50 mil ao tucano paga pela JBS."É estranho. Se for verdade, é muito sério", disse Tasso. "Aécio já prejudicou muito o partido". 

Na Câmara, deputados tucanos defendem reservadamente a abertura de um processo de expulsão do mineiro, que na eleição de outubro se elegeu para uma vaga na Casa.O Conselho de Ética do PSDB está instalado há cerca de dez dias com o deputado Samuel Moreira (SP) na presidência para analisar outros pedidos de expulsão como a do ex-governador paulista Alberto Goldman e do prefeito de São Paulo, Bruno Covas.

Caso chegue um pedido relativo a Aécio, o andamento seria célere, segundo tucanos que acompanham o conselho. A decisão final, de toda forma, seria da Executiva nacional.

"Com fortes indícios, como tem, de envolvimento [com corrupção, Aécio] tem que sair. Se não sair, tem que ser expulso", afirmou o deputado João Gualberto (PSDB-BA). 

"Se o partido quiser sobreviver e estar antenado com a sociedade, tem que ter essa coragem. Eu não tiro a importância de ninguém com o seu passado, mas o presente não é mais isso. Aécio passou do tempo de sair. Ele prejudicou muito o partido na eleição".

Segundo Gualberto, sua opinião é compartilhada pela totalidade da bancada do PSDB na Câmara, à exceção dos deputados mineiros. "As pessoas não têm é coragem", criticou.

No Senado, Aécio disse que a ação da PF, que cumpriu mandados de busca e apreensão em imóveis ligados ao tucano, foi desnecessária porque ele é o maior interessado em esclarecer os fatos apurados.

"A verdade é que não podemos mais aceitar que delações de criminosos confessos e suas versões se sobreponham aos fatos. O fato concreto é um só. Do que estamos tratando neste inquérito? De doações a campanha eleitoral, doações feitas em 2014 de forma legal, registradas na Justiça Eleitoral, aprovadas por esta mesma Justiça Eleitoral sem qualquer contrapartida", defendeu-se.

O senador, eleito deputado federal nas últimas eleições, disse que o empresário Joesley Batista tenta manter sua "incrível imunidade penal".

Demandas de Salvador são debatidas em encontro entre Geraldo Jr. e Rui Costa
Foto: Divulgação

Em encontro entre o presidente eleito da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Jr., e o governador do estado, Rui Costa. O futuro chefe do Legislativo da capital baiana o convidou o petista para a cerimônia de assunção do cargo que vai acontecer no próximo dia 2 de janeiro.

 

“Foi uma visita de cortesia. Disse ao governador que o Legislativo está atento para colaborar com os projetos que gerem desenvolvimento e qualidade de vida em Salvador”, relatou Geraldo Jr.

 

O governador da Bahia agradeceu a visita e durante a conversa relembrou os anos em que ocupou uma cadeira na Câmara. Rui aproveitou a oportunidade para esclarecer questões sobre obras do governo do estado que serão realizadas em Salvador, e que segundo o governador "devem beneficiar a cidade", a exemplo do VLT do Subúrbio e o metrô até Águas Claras/Cajazeiras.

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 20:20

Briga animal: Ana Rita e Marcelle divergem sobre diretoria de proteção dos bichos

por Guilherme Ferreira / Ian Meneses

Briga animal: Ana Rita e Marcelle divergem sobre diretoria de proteção dos bichos
Foto: Montagem / Guilherme Ferreira / Reprodução

A vereadora Ana Rita Tavares (PMB) criticou na sessão da Câmara de Salvador, nesta terça-feira (11), o projeto de lei que cria a diretoria de proteção animal na prefeitura. Defensora das causas animais, ela afirmou que diversas ONGs do setor não foram ouvidas. “Esse projeto padece da falta de participação das ONGs de proteção animal de Salvador que estão cheios de animais e com falta de apoio do poder público municipal para a sua manutenção. São ONGs que fazem um trabalho sério nesta cidade, nenhuma delas foi ouvida”, declarou.

 

Vereadora da base e a favor do projeto, Marcelle Moraes (sem partido), rebateu as declarações de Tavares e afirmou que as ONGs citadas pela colega no documento são “entre aspas fictícias, porque são todas presididas por assessores dela, então são ONGs dela”. Também defensora das causas animais, a governista disse que “mais uma vez ela [Ana Rita] mostra o quanto não tem ética nem caráter nenhum em fazer esse tipo de posicionamento”.

 

Moraes, que foi uma das autoras do pedido levado a prefeitura para a criação da diretoria, também acredita que a mudança de lado político são os reais motivos para a reprovação do texto por Ana Rita. “Isso é uma questão pessoal, porque ela saiu da base do prefeito ACM Neto. Ela está muito mais preocupada na questão pessoal, do que de fato na execução do projeto e no bem estar do animais que é o nosso foco”, disse. 

 

Por outro lado, Tavares nega que a saída da base governista esteja influenciando o seu posicionamento em relação às discussões do projeto e justificou seu argumento ao lembrar de decisões tomadas no início do ano. Ela aproveitou para fazer críticas ao texto enviado pelo prefeito. “De forma alguma [a mudança de bancada influenciou nas críticas]. Em fevereiro, eu sugeri o projeto de indicação para que a gente pudesse ter esta política pública. Mas não nesses moldes que o prefeito manda. É um projeto autoritário que não atende nem reflete o movimento pró-animal de Salvador”, criticou. 

Após ocupação de plenário, AL-BA marca sessão para auditório em horário fora do habitual
Foto: Lucas Arraz / Bahia Notícias

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), convocou sessão extraordinária para ser iniciada a partir das 9h45 desta quarta-feira (12). Por meio de despacho publicado no Diário Oficial, o presidente marcou uma sessão fora do horário habitual para votar os projetos do pacote econômico de Rui Costa (PT) enviado à Casa. 
 
As medidas, que promovem reforma administrativa com extinção de órgãos e reajusta a contribuição previdenciária do servidor público, motivaram protesto do funcionalismo público nesta terça-feira. Servidores do estado invadiram o plenário da AL-BA e causaram a suspensão da sessão (lembre aqui).
 
O local da sessão marcada pode ser alternativamente no Auditório Jornalista Jorge Calmon, caso o plenário não esteja desocupado pelos manifestantes. Em nota publicada no site da AL-BA, o presidente ressaltou que é preciso preservar o direito ao protesto, assim como não se pode ignorar os direitos dos legisladores de realizarem os seus trabalhos.
 
A ordem do dia que estava estabelecida para esta terça-feira foi mantida pelo presidente. Assim, os quatro projetos de lei do Governo do Estado serão apreciados, em regime de urgência. Entre eles, o PL 22.975/2018, que promove reforma administrativa com extinção de órgãos, a exemplo da Conder, Sudic e Centro Industrial de Subaé (CIS), e de cargos comissionados na administração direta, e o PL 22.971/2018. que altera e cria taxas no setor de transporte e modifica a contribuição previdenciária do servidor público.
 
No entanto, o primeiro projeto na pauta da sessão será o PL 22.944/2018, que trata da convalidação dos incentivos fiscais que já são oferecidos ao parque industrial baiano. Já o segundo a ser analisado é o PL 22.964/2018, que dispõe sobre a Política Estadual de Recursos Hídricos e o Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos.

Itamaraty contrata serviço de proteção contra espionagem por R$ 5,7 milhões
Foto: Divulgação / Ana de Oliveira / AIG-MRE

O Itamaraty, casa do Ministério das Relações Exteriores, contratou o serviço de proteção de suas comunicações por R$ 5,7 milhões. De acordo com a Coluna Expresso, o Ministério diz haver possibilidade de risco de “comprometimento da segurança nacional”.

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 19:40

Coronel evita falar de reforço de policiamento na AL-BA após protesto de servidores

por Lucas Arraz

Coronel evita falar de reforço de policiamento na AL-BA após protesto de servidores
Foto: Lucas Arraz / Bahia Notícias

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), evitou falar sobre o reforço de policiamento na Casa após a sessão desta terça-feira (11) ser interrompida pela invasão de servidores públicos do estado (veja aqui) no plenário.

 

“Só quero que se evitem incidentes. Tentei preservar a integridade das pessoas. Quando quebram portas de vidro e cadeiras, a manifestação deixa de ser pacífica e vira baderna”, comentou o presidente questionado sobre a possibilidade de aumento da força policial na Casa nesta quarta (12), quando deve ser feita uma nova sessão.

 

Os servidores públicos decidiram “acampar” na AL-BA como forma de garantir que a ocupação que evitou a votação nesta tarde não seja impedida pelo reforço (lembre aqui).

 

Os funcionários protestam contra um pacote de medidas econômicas enviado por Rui Costa (PT) que, entre outras medidas, reajustar a alíquota da previdência estadual de 12% para 14% (saiba mais aqui). Cerca de 100 servidores ocupam a AL-BA atualmente.

PDT indica Alexandre Brust para presidir diretório de Salvador
Foto: Reprodução / Youtube

O ex-presidente do PDT na Bahia, Alexandre Brust, vai assumir o comando da Comissão Provisória da Executiva Municipal da legenda de Salvador, após indicação do dirigente estadual da sigla, deputado federal Félix Mendonça Jr. A informação foi confirmada pelo próprio Brust, em nota encaminhada à imprensa.

 

De acordo com Brust, a expectativa é “reestruturar” o partido em Salvador “com vistas às eleições de 2020”. A sigla chegou a ter cinco vereadores na capital baiana e atualmente possui apenas a cadeira ocupada por Odiosvaldo Vigas. A proposta do dirigente, que toma posse nesta quarta-feira (12), é “recuperar o espaço do PDT na Câmara com o lançamento de candidato a prefeito”.

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 19:08

Câmara aprova programa que deve colocar crianças de baixa renda em escolas particulares

por Guilherme Ferreira

Câmara aprova programa que deve colocar crianças de baixa renda em escolas particulares
Foto: Guilherme Ferreira / Bahia Notícias

A Câmara de Vereadores aprovou em sessão realizada nesta terça-feira (11) o projeto de lei que cria o programa "Pé na Escola". O projeto apresentado pela prefeitura de Salvador busca contratar vagas em creches e pré-escolas privadas, além de instituições não-governamentais, e destinar elas a crianças de baixa renda.

 

Com o programa, a gestão municipal tem como meta zerar já no próximo ano a fila por demanda de vagas em idade de pré-escola - 4 e 5 anos – na rede municipal da capital baiana (veja aqui). O projeto de lei foi alvo de críticas da bancada de oposição da Câmara (veja aqui).

 

O programa vai funcionar da seguinte forma: a prefeitura contratará vagas em creches, pré-escolas privadas ou em instituições não governamentais, para suprir a demanda de um determinado bairro onde não houver disponibilidade na rede pública ou conveniada. As instituições privadas de ensino que participarão da iniciativa serão previamente selecionadas e credenciadas junto à Secretaria Municipal de Educação. 

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 19:00

Em Salvador, grupo de artistas faz mural de grafite homenageando personalidades baianas

por Lara Teixeira

Em Salvador, grupo de artistas faz mural de grafite homenageando personalidades baianas
Foto: Reprodução / Instagram / George dos Santos

O grafiteiro Francisco Kleison, que mora no Guarujá, em São Paulo, desembarcou em Salvador na sexta-feira (7), ao lado de quatro paulistas, companheiros de profissão, para atender a um convite do baiano Anderson Art e realizar um projeto.

 

O grupo se juntou e está trabalhando em um mural de grafite, que deve ser finalizado nesta quarta-feira (12), com imagens de personalidades baianas como Lázaro Ramos, Pitty, Saulo Fernandes, Claudia Leitte, Leo Santana, Bell Marques, entre outros.

 

"Foi um convite de um grafiteiro baiano chamado Anderson Art. Ele nos convidou pra fazer um mural na Bahia homenageando ícones da Bahia no Farol da Barra. O grupo se chama 'tour grafite' e conta com seis artistas, entre eles, eu, Miranda, Alemão, Mastros, Anderson Grafite e o Anderson Art, pintando um só mural", contou Kleison ao Bahia Notícias.

 

Alguns artistas como Leo Santana e Bell Marquem já viram o mural e publicaram em suas redes sociais um agradecimento aos artistas. "Foi uma surpresa incrível, pois rapidamente estavam falando de nós na Bahia inteira. Além do mais, são artistas que eu sempre admirei", revelou o grafiteiro. 

 


Foto: Reprodução / Instagram
 

Este está sendo o primeiro trabalho que Francisco realiza em Salvador. O artista disse ao BN que o grupo já está planejando começar outros projetos de grafite em Salvador.

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 18:40

Receita Federal cobra R$ 69 milhões de Neymar; defesa tenta reverter

por Diego Garcia | Folhapress

Receita Federal cobra R$ 69 milhões de Neymar; defesa tenta reverter
Jogador se transferiu para o Barça em 2013 | Foto: David Ramos / Getty Images

A Receita Federal cobra R$ 69 milhões em impostos e multas de Neymar, em processo que acusa o jogador de sonegar impostos no Brasil quando se transferiu do Santos para o Barcelona, em 2013.

Em 2015, as autoridades autuaram o atacante em R$ 188 milhões sob a alegação de que o jogador deixou de declarar R$ 63,6 milhões entre 2011 e 2013, omitindo esse montante através das empresas NR Sports, N&N Consultoria Esportiva e Empresarial e N&N Administração de Bens. Sobre esse valor, incidem multa de 150% e juros, em impostos que a Receita considera que o atacante deveria ter pago no período.

"O processo ainda não terminou. Está sujeito a recurso, mas a parte que ele ganhou, ganhou inclusive a compensação de tributos. É a mesma discussão, sobrou uma parcela e entendemos que já está paga", disse o advogado Marcos Neder, que defende o atleta.

Os R$ 69 milhões é o valor remanescente do processo, mais multa de 150%, o que é contestado pelo atleta. A informação foi publicada primeiro pelo Globoesporte.com, e confirmada pela reportagem.

Em agosto do ano passado, Neymar havia comemorado vitória no processo. Na ocasião, segundo a defesa do jogador, ele conseguiu reduzir em cerca de 95% o total da cobrança do fisco. Em 2015, as autoridades autuaram o atacante em R$ 188 milhões, em valores atuais mais de R$ 200 milhões.

"O Neymar tinha pago os tributos na época, uma parte a Receita compensou, mas sobrou tributos. O Neymar pedindo para compensar da parte que sobrou, querendo esclarecer que a decisão que ele ganhou incluía a compensação de todos os tributos, não de parte deles", afirmou o representante jurídico do atleta. 

No Carf, os conselheiros entendem que houve irregularidade na venda do jogador para o Barcelona. O clube catalão pagou cerca de 40 milhões de euros à empresa do pai de Neymar em parcelas nos anos de 2011, 2013 e 2014. 

As autoridades apontam que esse valor pago deveria ser feito ao jogador. O imposto à pessoa física é de 27,5%, maior do que foi pago na época, 17%, na pessoa jurídica.

A defesa de Neymar entende que o valor deveria compensar os R$ 28 milhões pagos pelo atleta na Espanha por conta da transferência, e que a multa de 150% é indevida. Assim, acreditam que devem pagar R$ 11,5 milhões, por dívida em direitos de imagem e multas aplicadas.

Servidores decidem 'acampar' na AL-BA para evitar votação de pacote econômico de Rui
Sindicatos decidem ocupar a AL-BA | Foto: Lucas Arraz / Bahia Notícias

Os servidores públicos que ocupam a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) nesta terça-feira (11) (veja aqui) decidiram que vão continuar no local até esta quarta (12), quando uma nova sessão com votação deve ser realizada. 

 

Após reunião entre lideranças das forças sindicais no plenário, os servidores foram informados pelos representantes que a estratégia tomada para impedir a votação do pacote econômico enviado por Rui Costa (PT) será de impedir o uso das dependências da Casa Legislativa.

 

“A avaliação mais consensual é de que precisamos criar um fato político. Se todo mundo sair daqui [AL-BA] hoje, amanhã não entra ninguém”, declarou Rui Oliveira, da APLB, aos servidores, ao lado das lideranças. Os servidores temem que os deputados aprovem na calada da noite os projetos enviados pelo Executivo ou que a segurança do local seja reforçada nesta quarta. 

 

Para manter o plenário ocupado, cada sindicato ficou responsável por trazer de 10 a 15 servidores para a AL-BA. A estratégia foi tomada após a reunião entre as lideranças sindicais das mais diversas categorias. “Cada entidade deve convocar, por WhatsApp ou vídeo, uma grande contingência de pessoas para ficar aqui ou lá fora, mesmo cheio de polícia”, concluiu Rui Oliveira. 

 

Os funcionários do estado protestam contra a reforma administrativa de Rui Costa (PT) enviada ao Legislativo. Entre outras medidas, os projetos preveem a extinção de cargos e o reajuste da alíquota da previdência estadual de 12% para 14% (saiba mais aqui)

BN Na Tela: Atirador de Campinas, Lula denunciado, invasão na AL-BA e Operação Ross

Dia marcado por um atirador que matou quatro pessoas numa catedral em Campinas, no interior de São Paulo. O homem de 49 anos, identificado como Euler Fernando Grandolpho, não possuía antecedentes criminais e atirou contra si após ser atingido por policiais militares. Não há informações sobre as motivações que levaram a atirador a invadir a Catedral Metropolitana de Campinas. Outro destaque desta terça-feira (11) é o detalhamento da denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do Sítio de Atibaia. O Ministério Público Federal argumentou ter “farta prova documental” que o petista era usufrutuário do imóvel, em nome de Fernando Bittar. O ex-presidente foi denunciado por corrupção passiva, junto com outras 12 pessoas – os crimes variam entre corrupção ativa e lavagem de dinheiro. O MPF requereu a devolução de R$ 155 milhões aos cofres da Petrobras, equivalente aos valores desviados da petrolífera no esquema investigado pela Operação Lava Jato nesse caso específico. O dia começou com mais um desdobramento da Lava Jato, dessa vez a Operação Ross, que teve como alvos os senadores Aécio Neves, Antonio Anastasia e Agripino Maia, além dos deputados federais Benito Gama e Cristiane Brasil. A PF investiga compra de apoio eleitoral em 2014 por meio do Grupo J&F, que teria feito doações registradas para lavar dinheiro. O último destaque vai para uma confusão na Assembleia Legislativa da Bahia. Servidores invadiram o plenário e impediram a votação das medidas econômicas previstas pelo governador Rui Costa. O presidente da Assembleia, Angelo Coronel (PSD), chegou a ensaiar transferir o plenário de local, porém recuou após a oposição questionar a legalidade da medida. Ao final, a sessão acabou encerrada e a votação adiada para esta quarta (12). Veja:

 

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 17:55

Câmara aprova criação de diretoria de defesa dos animais na prefeitura de Salvador

por Guilherme Ferreira

Câmara aprova criação de diretoria de defesa dos animais na prefeitura de Salvador
Foto: Guilherme Ferreira/ Bahia Notícias

A Câmara de Vereadores aprovou na tarde desta terça-feira (11) um projeto de lei encaminhado pela prefeitura que cria uma diretoria de defesa dos animais na gestão municipal. O novo órgão vai fazer parte da estrutura da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semob) (veja mais). Em um primeiro momento, o conselho estaria atrelado à Secretaria de Cidade Sustentável e Inovação (Secis).

 

A proposta dividiu as vereadoras que mais promovem a bandeira da causa animal no Legislativo de Salvador. A vereadora Ana Rita Tavares (PMB) criticou e votou contra alguns artigos do projeto de lei, enquanto Marcelle Moraes (sem partido), uma das responsáveis pela criação da matéria (veja mais), se posicionou a favor.

 

O projeto de lei aprovado nesta tarde também cria o Conselho Municipal de Resiliência (Core) e o Conselho Municipal de Bem Estar, Proteção e Defesa dos Animais. Além disso, a Secis passa a se chamar Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovacão e Resiliência, mantendo a mesma sigla. O Core vai estar diretamente vinculada à pasta.

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 17:40

Inflação na Venezuela ultrapassa 1.000.000% em 12 meses pela primeira vez

por Folhapress

Inflação na Venezuela ultrapassa 1.000.000% em 12 meses pela primeira vez
Foto: Carlos Rodríguez/Andes

A inflação acumulada em 12 meses na Venezuela ultrapassou 1.000.000%, segundo cálculos divulgados nesta segunda (10) pela Assembleia Nacional, de maioria opositora. É a primeira vez que a marca é rompida desde o início da crise no país. 

Entre novembro de 2017 e de 2018 o índice foi de 1.299.724%, disse o deputado Rafael Guzmán, que integra a comissão de Finanças da Casa. 

No acumulado de 2018 apenas, o valor ficou em 702.521%, com um índice de 144,2% em novembro. De acordo com o último relatório Focus do Banco Central, a previsão de inflação para o Brasil em 2018 é de 3,71% --próximo, assim, da inflação diária na Venezuela, de 3%. 

No balanço anterior, relativo a setembro, a inflação diária na Venezuela era de 4% e, a mensal, de 233%.  Parlamentares da Assembleia Nacional, que teve seus poderes anulados pela Assembleia Constituinte chavista, se tornaram a única fonte confiável de indicadores econômicos depois que o regime do ditador Nicolás Maduro deixou de publicar dados há cerca de três anos, quando a economia do país começou a entrar em colapso. 

Ao jornal local El Universal,  Guzmán criticou o governo por não divulgar oficialmente o índice de preços e disse que a culpa da crise é da "opacidade e obscurantismo do Banco Central da Venezuela, que não apenas segue emitindo dinheiro sem valor, mas também esconde as cifras dos venezuelanos e do mundo".

"Nunca em um país da América Latina chegou a este número, nunca uma hiperinflação atingiu 1.300.000%. Estes são os registros de Nicolás Maduro: tragédia e miséria", disse o deputado. 

Os números divulgados coincidem com a estimativa do FMI (Fundo Monetário Internacional), de que a inflação em 2018 no país iria ultrapassar 1.000.000% --a previsão mais recente é que feche o ano em  1.370.000%.

Para 2019, a entidade prevê que a crise vai continuar no país e que o índice pode chegar a 10.000.000%. O ano de 2013, em que morreu o presidente Hugo Chávez e o primeiro de Nicolás Maduro no comando do país, foi a última vez que o país registrou crescimento e o FMi prevê uma queda de 18% do PIB em 2018. 

A queda do preço do petróleo e uma série de decisões do governo, como a impressão de dinheiro,  aprofundaram a crise. Em agosto de 2018, Maduro anunciou um pacote econômico para tentar conter o problema. A medida incluiu o corte de cinco zeros do bolívar e levou à desvalorização de 96% de seu valor em relação ao dólar, aproximando sua cotação da praticada no mercado paralelo.

O câmbio e outros preços fixos, como os salários e as taxas do governo, passaram a ser indexados ao petro, moeda virtual criada pelo regime com base no petróleo e que teve suas compras limitadas devido às sanções dos EUA.

Também mudou a política de preços da gasolina, a mais barata do mundo, flexibilizou o câmbio, controlado desde 2003, e chegou a fazer inspeções e prender gerentes de supermercado acusados de aumentar os preços. Economistas, porém, criticaram a medida e disseram que ela não seria suficiente para conter a hiperinflação que atinge o país.  

A alta dos preços é um dos motivos que levaram a um desabastecimento em diversas regiões da Venezuela, com falta de energia, alimento e medicamentos. A crise fez milhões de pessoas deixarem o país em direção a vizinhos, dentre eles a Colômbia e o Brasil. 

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 17:20

Aberta a diálogo com governos, Fieb visa construção de política industrial

por Ailma Teixeira

Aberta a diálogo com governos, Fieb visa construção de política industrial
Foto: Valter Pontes/ Coperphoto/ Sistema FIEB

Diante de suas perspectivas para o ano de 2019, a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) afirma que vai manter conversas produtivas com o governador Rui Costa (PT) e com prefeitos das cidades baianas. A instituição estima que a produção industrial deve crescer 3,1% tanto no estado quanto no país.

"Vamos buscar a famigerada política industrial sem nenhum envolvimento político-partidário", frisa Renato Alban, presidente da Fieb. Ele realizou uma coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (11) para apresentar os cenários esperados para o setor a partir do próximo ano.

 

De acordo com dados da federação, um crescimento econômico entre 2% e 3% é esperado no quadro nacional, com redução lenta do desemprego. Já a Bahia, que é a sexta economia do país e a maior do Nordeste, deve ter um crescimento em torno de 1,8%, abaixo da projeção nacional. Em conversa com o Bahia Notícias, Alban explica essa diferença. "Nos dois últimos anos foi a participação relativa, significativa da refinaria Landulfo Alves. Isso em números. No resto é que a gente tem aumentado a matriz industrial, mas não de uma forma tão agressiva", pontua, lembrando ainda a redução de um turno da Ford no ano passado.

 

Por isso, o presidente defende a necessidade da Bahia, mas também do Brasil como um todo, traçar uma estratégia de política industrial. "Fazer com a cumplicidade, com o ônus das partes, mas quem tem essa capacidade de coordenação é o setor público. Se eles não puxarem pra si essa coordenação pra fazermos algo realmente coerente e sustentável, as entidades não podem fazer isso sozinhas", defende.

 

RELAÇÃO COM O GOVERNO DA BAHIA

Quanto à relação com o governo estadual, o presidente da Fieb ressalta que a instituição mantém o diálogo aberto, mas no momento aguarda a indicação do nome que vai assumir a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). De acordo com Alban, a pessoa escolhida será a interlocutora nº 1 do setor.

 

"Nós precisamos desse interlocutor e nós gostaríamos que fosse uma pessoa condizente com o que é a própria secretária, ou seja, alguém que pensa em desenvolvimento econômico", afirmou o presidente. Ele destaca esse papel, ressaltando o fato de que a partir de 2019 o governo baiano será oposição ao governo federal. Então, de acordo com Alban, isso aumenta a necessidade de estar alerta aos repasses e investimentos voltados para a Bahia.

 

Questionado pelo Bahia Notícias se a Fieb faz alguma indicação ou sugestão de nome para assumir a SDE, ele negou. "Nós não queremos, não teremos, nem pretendemos ter nenhum envolvimento político-partidário e essa construção é eminentemente político-partidária", frisa. Sem entrar em detalhes sobre a pauta, ele anunciou que deve se reunir com o governador Rui Costa (PT) nos próximos dias.

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 17:14

Pressão da oposição faz Coronel voltar atrás e encerrar sessão na AL-BA

por Lucas Arraz / Jade Coelho

Pressão da oposição faz Coronel voltar atrás e encerrar sessão na AL-BA
Foto: Lucas Arraz / Bahia Notícias

Após conversa com representantes da oposição o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel, decidiu encerrar a sessão desta terça-feira (11) na Casa. "Conversando com os outros parlamentares decidimos, por bem, suspender [a sessão] porque os ânimos estão acirrados e amanhã haverá sessão", disse Coronel, ao garantir que a pauta será retomada na sessão desta quarta-feira (12).

 

A sessão na Casa foi suspensa desde que manifestantes invadiram o plenário em protesto contra as medidas econômicas do Executivo estadual, que entraria em pauta na AL-BA nesta terça (lembre aqui).

 

O líder da oposição na Casa, deputado estaudal Luciano Ribeiro, afirmou que argumentou com Angelo Coronel que a ossibilidade de discussão seria prejudicada e o presidente, com "bom senso", teria acatado. "Nós entendemos que não podíamos ser atropelados da forma como foi, a oposição precisa falar, precisa discutir os projetos, e não aceitaríamos dessa forma. O presidente, pelo bom senso, encerrou a sessão pra ter sessão amanhã", disse. (Atualizada às 17h27)

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 17:07

Com plenário ocupado, Coronel mantém pauta e decide retomar sessão em outro local

por Lucas Arraz / Jade Coelho

Com plenário ocupado, Coronel mantém pauta e decide retomar sessão em outro local
Foto: Lucas Arraz / Bahia Notícias

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), decidiu pela retomada da pauta e da sessão na Casa, nesta terça-feira (11), mesmo em meio a invasão do plenário por servidores públicos estaduais e representantes de sindicatos. Coronel afirmou que a sessão será retomada em outro local, e a declaração foi recebida com gritos de "Golpe" e "Covarde". Integrantes da bancada da oposição argumentaram que regimento da Casa não permitiria transferência de sessão para outro lugar.

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 17:00

Hélio Ferreira critica Fundo de Mobilidade após apresentar projeto semelhante

por Guilherme Ferreira / Ian Meneses

Hélio Ferreira critica Fundo de Mobilidade após apresentar projeto semelhante
Foto: Guilherme Ferreira/ Bahia Notícias

Durante sessão na Câmara de Salvador, nesta terça-feira (11), o vereador e presidente do Sindicato dos Rodoviários, Hélio Ferreira (PCdoB), criticou as modificações realizadas no projeto para criação do Fundo Municipal de Mobilidade Urbana (FMMU). 

 

Mesmo votando a favor do projeto, Ferreira discordou das alterações feitas pelo Executivo, já que ele apresentou inicialmente a proposta com o objetivo de “corrigir os problemas sociais na mobilidade e da inserção das pessoas que estão excluídas na mobilidade de Salvador, que são os desempregados, os estudantes de escolas públicas”, além da questão da gratuidade do idoso que deveria ser a partir dos 60 anos. 

 

Era previsto com os recursos arrecadados para o fundo, segundo Ferreira, alguns benefícios para a categoria dos trabalhadores de transporte rodoviário, como um centro de atendimento a saúde e melhoria da gratificação com as festas populares. Durante a sessão desta terça, o edil apresentou algumas emendas, que para ele, estão dentro da realidade do projeto semelhante apresentado. 

 

Por fim, o vereador afirmou que “o projeto é necessário, mas ele deveria abarcar não só as linhas de créditos para as compras de novos ônibus”. Na proposta inicial, “era previsto que os recursos seriam arrecadados através dos leilões de automóveis e de parte das multas dos veículos”, existiria o subsídio para linhas menos rentáveis para a não retirada dos ônibus dos bairros e a garantia da inserção da população não integrada através da passagem social. 

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 16:44

Governo não tinha como enviar pacote econômico durante eleição, avalia Zé Neto

por Lucas Arraz / Jade Coelho

Governo não tinha como enviar pacote econômico durante eleição, avalia Zé Neto
Foto: Lucas Arraz / Bahia Notícias

O líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Zé Neto (PT), afirmou que foi necessário que o pacote econômico enviado pelo governador Rui Costa (PT) à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) chegasse a Casa após as eleições. De acordo com o petista, a discussão das medidas e votação se tornariam mais difíceis durante o período eleitoral.

 

"Não é que não foi feito no tempo correto, é o tempo que resta. Não dá pra fazer um processo como esse dentro da eleição, não tinha data, não tinha quórum, não tinha condição de fazer isso dentro do processo eleitoral", argumentou. 

 

Ainda conforme Zé Neto, o período após as eleições é o único que permite fazer análises e prospecções para os próximos quatro anos. "Você termina as eleições e tem dois meses para fazer as coisas se ajustarem para o próximo período, começa a receber os dados do fechamento do ano", disse. 

 

O deputado estadual ainda defendeu que fossem feitos esclarecimentos para a população. "Uma parte do que a gente tem que fazer com paciência é esclarecer as coisas para as pessoas", afirmou.

 

"Esse momento, essas decisões que estão sendo tomadas, como nós tomamos e fizemos no final do governo [Jaques] Wagner, foi isso que possibilitou que Rui Costa tivesse 75% da aprovação do estado. Por que? Porque ele arrumou a casa. Naquela ocasião fizemos reforma fiscal também, aumentamos impostos", lembrou Zé Neto. 

Artista plástico Juarez Paraíso é eleito para Academia de Letras da Bahia
Foto: Divulgação

O artista plástico e professor Juarez Paraíso foi eleito, nesta segunda-feira (10), para a cadeira número 39 da Academia de Letras da Bahia, que teve como último titular o escritor e professor Edivaldo Boaventura, falecido em agosto.

 

Essa é a primeira vez que a centenária Academia de Letras da Bahia recebe entre seus acadêmicos um artista plástico. 

 

Juarez Paraíso começou sua carreira artística na década de 1950, e ganhou duas premiações no 2º Salão Universitário Baiano de Belas Artes, realizado em 1952, em Salvador. Depois, o artista se destacou como membro da segunda geração modernista da Bahia, tendo realizado sua primeira exposição individual em 1960, na Biblioteca Pública do Estado da Bahia. 

 

O novo acadêmico tomará posse em solenidade cuja data será anunciada pela presidente da ALB, Evelina Hoisel. 

Veja vídeo de atirador de Campinas que matou 4 pessoas e se suicidou
Foto: Reprodução / Youtube

A Polícia Civil identificou o homem que matou quatro pessoas a tiros na Catedral Metropolitana de Campinas, no começo da tarde desta terça-feira (11) (veja aqui). Euler Fernando Grandolpho é morador de Valinhos (SP) e tem 49 anos. O atirador foi atingido pela Polícia Militar, antes de tirar a própria vida.

 

Não há informações sobre a motivação do incidente e o homem não possui antecedentes criminais. Imagens da câmera de segurança da catedral mostram o momento em que Gandolfo começa a atirar contra pessoas que assistiam a missa no templo religioso dedicado à Nossa Senhora da Conceição.

 

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 16:26

Com sessão suspensa, Zé Neto diz que pacote econômico terá que ser votado: 'Não tem saída'

por Lucas Arraz / Jade Coelho

Com sessão suspensa, Zé Neto diz que pacote econômico terá que ser votado: 'Não tem saída'
Foto: Lucas Arraz / Bahia Notícias

A sessão desta terça-feira (11) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) está suspensa desde que servidores públicos estaduais invadiram o plenário da Casa em protesto contra as medidas econômicas do governo do estado que entrariam em pauta nesta sessão (lembre aqui).

 

De acordo com o líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Zé Neto (PT), a Casa está tentando manter diálogo com os manifestantes para que a sessão seja retomada. O deputado estadual disse que, ainda que os textos não sejam votado nesta terça, eles serão votados de algum modo até o final deste ano.

 

"Vamos conversar aqui pra ver se conseguimos retomar a sessão, mas vamos votar esse projeto hoje ou amanhã, não tem saída, vai ser votado até o fim do ano", afirmou Zé Neto.

 

O parlamentar defendeu ainda o debate e o diálogo com a população a fim de esclarecer a necessidade de aprovação do texto. "Há certa indignação porque alguns não compreenderam a dimensão do que estamos passado. Temos que dizer as pessoas que todo o risco e todas as medidas amargas que estão sendo tomadas agora são para evitar algo pior", ponderou o petista.

 

"Não é uma decisão de opções diversas, é a única que nós temos, de fazer o enxugamento, de diminuir cargos de confiança, extinguir empresas, reduzir custos da máquina operacional do estado sem perder eficiência", argumentou Zé Neto.

MPF denuncia Lula por corrupção passiva no caso do Sítio de Atibaia
Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula

A força-tarefa da Operação Lava Jato formalizou nesta terça-feira (11) a denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso envolvendo o Sítio de Atibaia. O ex-presidente, preso desde o último dia 7 de outubro no caso do tríplex do Guarujá, teria sido beneficiário de reformas bancadas pelas empreiteiras Odebrecht e OAS. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), o petista e a esposa, Marisa Letícia, se “portavam como proprietários de fato e possuidores do Sítio de Atibaia”.

 

Além do ex-presidente, denunciado por corrupção passiva, aparecem como denunciados Marcelo Odebrecht, Léo Pinheiro e Agenor Magalhães, por corrupção ativa, e José Carlos Bumlai, Rogério Pimentel, Emílio Odebrecht, Alexandrino Alencar, Carlos Paschoal, Emyr Diniz, Roberto Teixeira, Fernando Bittar e Paulo Roberto Gordilho, por lavagem de dinheiro.

 

“Foi assim, nesse contexto de utilização ampla e livre do local, em decorrência da relação de intimidade entre as famílias Bittar e Lula, que foram efetuadas obras subreptícias no Sítio de Atibaia em benefício do ex-Presidente da República por parte de José Carlos Bumlai, Odebrecht e OAS”, afirma a denúncia do MPF.

 

O parquet pede o bloqueio de bens no valor de R$ 155 milhões, correspondente ao valor total da porcentagem da propina paga e lavada pela Odebrecht, OAS e Schahin em razão das contratações de que trata esta ação penal pela Petrobras. O MPF requer ainda que o valor seja devolvida a cifra à petrolífera.

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 16:12

Câmara aprova projeto que cria Fundo Municipal de Mobilidade Urbana

por Guilherme Ferreira

Câmara aprova projeto que cria Fundo Municipal de Mobilidade Urbana
Foto: Guilherme Ferreira/ Bahia Notícias

A Câmara de Vereadores aprovou em sessão realizada nesta terça-feira (11) o projeto de lei que cria o Fundo Municipal de Mobilidade Urbana (FMMU). A proposta, encaminhada pela prefeitura no fim de novembro (veja mais), pode viabilizar a compra de novos ônibus para a rede de transporte da cidade, segundo o secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota.

 

Segundo o texto, a proposta busca “promover o suporte técnico e financeiro necessários às políticas de melhoria" do setor de transporte (veja mais). O vereador e presidente do Sindicato dos Rodoviários, Hélio Ferreira, votou a favor do projeto, mas ressaltou que o FMMU deve ser usado para subsidiar tarifas sociais.


 
O FMMU deve receber recursos de doações, da outorga onerosa prevista nos contratos de concessão do transporte público, das multas aplicadas às concessionárias do serviço, de rendimentos de aplicações financeiras realizadas pelo Fundo, de dotações orçamentárias, e de operações de crédito internos ou externos, entre outras receitas.

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 16:00

Comissão encerra trabalhos, e Escola sem Partido fica para ano que vem

por Paulo Saldaña | Folhapress

Comissão encerra trabalhos, e Escola sem Partido fica para ano que vem
Foto: Divulgação

O projeto Escola sem Partido não será mais votado neste ano na Câmara. O presidente da comissão, Marcos Rogério (DEM), disse que não irá mais convocar reuniões. Dessa forma, o tema só será debatido na próxima legislatura. A avaliação do presidente da comissão e do relator, deputado Flavinho (PSC), é de que não haveria mais tempo para votar neste ano.

O apoio ao Escola sem Partido como lei tem diminuído. Nomes como o presidente do DEM, ACM Neto, e Olavo de Carvalho, já declararam ser contra uma lei.

Marcos Rogério se queixou durante reunião da comissão nesta terça-feira (11) da ausência de parlamentares que apoiam a proposta nas reuniões. A oposição classificou como vitória a obstrução da matéria na comissão.

O projeto busca restringir o que o professor pode falar na sala de aula como forma de combate a uma suposta doutrinação política por parte dos docentes. Veta ainda abordagens de gênero educação e também prevê a afixação de um cartaz na sala com deveres dos professores.

O projeto está em discussão em comissão especial na Câmara desde julho. Após a eleição, os debates se intensificaram. Nesta terça-feira (11) mais uma vez houve bate-boca entre apoiadores e críticos ao projeto. A sessão foi interrompida quando se iniciou a ordem do dia no Plenário. Ao fim, o presidente da comissão informou que não iria mais convocar reuniões.

Terça, 11 de Dezembro de 2018 - 15:56

Prisco diz que policiais querem diálogo com governo; hipótese de greve não está descartada

por Lucas Arraz / Jade Coelho

Prisco diz que policiais querem diálogo com governo; hipótese de greve não está descartada
Foto: Lucas Arraz / Bahia Notícias

O deputado estadual Soldado Prisco (PSC) afirmou, durante a manifestação de servidores públicos na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) (veja aqui), que os policiais militares do estado estão dispostos a dialogar com o governo do estado, mas que a hipótese de greve não está descartada.

 

"Fizemos uma assembleia e convocamos os policiais para comparecerem a Casa Legislativa pra cobrar do governo e abrir discussão. As associações esperam esse diálogo, porque isso ainda não foi feito. A categoria está sem reajuste e ainda querem tirar dos servidores, isso é arbitrário", argumentou Prisco.

 

Associações ligadas ao efetivo da Polícia Militar (PM) se reuniram na última quinta-feira (6) com o deputado Zé Neto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), para protestarem contra o pacote econômico que o governador Rui Costa (PT) enviou ao Legislativo. As entidades entregaram uma carta ao deputado com reivindicações (lembre aqui).

Histórico de Conteúdo