Caso Miguel: MP investiga prefeito de Tamandaré por cargo público de doméstica
Foto: Reprodução / TV Globo

O salário da empregada doméstica que trabalha há quatro anos na residência do prefeito de Tamandaré (PE), Sérgio Hacker, e sua esposa, Sari Côrte Real, é, em tese, pago pela prefeitura da cidade que fica no litoral sul de Pernambuco desde 2017. O nome de Mirtes Renata de Souza, mãe de Miguel Otávio Santana da Silva, de cinco anos, que morreu ao cair do 9º andar de um prédio no centro de Recife, nesta terça-feira (2), consta no quadro de servidores municipais. 

 

Em entrevista ao UOL nesta sexta-feira, Mirtes informou, no entanto, que recebia o salário das mãos dos patrões e não sabia que seu nome constava na folha de pagamento da prefeitura. "Estou surpresa com essa informação. Eu trabalhava na casa deles. A minha mãe também ia quando a família ia para Tamandaré. A gente se revezava em cuidar da casa e das crianças", declarou.

 

A Promotoria de Justiça de Tamandaré já instaurou um inquérito civil com a finalidade de apurar possível prática de improbidade administrativa do prefeito Sérgio Hacker.

 

Segundo a Folha de S. Paulo, o Ministério Público constatou, por meio de busca no portal da transparência municipal, que Mirtes figura na folha de pagamento do município desde fevereiro de 2017. Ela recebe um salário mínimo e está lotada no setor de manutenção de atividades de administração.

 

A Promotoria de Justiça de Tamandaré expediu ofício requisitando à chefia de gabinete da prefeitura para que informe, no prazo de três dias úteis, dados funcionais sobre a servidora, como cargo, função, método de controle de ponto, local de lotação, dentre outros.

 

À Folha a prefeitura de Tamandaré declarou que só vai falar sobre o assunto na próxima semana. Em nota, afirmou que o prefeito Sérgio Hacker se encontra profundamente abalado e que, no momento próprio e de forma oficial, prestará informações aos órgãos competentes.

 

Na terça-feira, em consequência da suspensão das atividades escolares por conta da pandemia, Miguel acompanhou a mãe em mais um dia de trabalho. 

 

Enquanto Mirtes desceu para atender a necessidade diária de passeio dos cachorros dos patrões, deixou o filho aos cuidados da patroa. Imagens do sistema interno de segurança do prédio mostra Sari Côrte Real no elevador com a criança. Ela aperta um dos botões e a criança permanece sozinha no equipamento. O apartamento da família fica no 5º andar do edifício. Miguel morreu ao cair do 9º andar, onde desceu a procura da mãe. 

 

A Polícia Civil de Pernambuco prendeu Sari em flagrante por homicídio culposo após ela deixar o filho de Mirtes sozinho no elevador, de onde ele se deslocou até um andar mais alto, escalou um buraco de ar condicionado, caiu e morreu.


Sara foi liberada no mesmo dia depois pagar fiança no valor de R$ 20 mil.

Presidente da Palmares será investigado após declarações de cunho racista
Foto: Reprodução/ O Globo

O Ministério Público Federal (MPF) pediu nesta, sexta-feira (5), a abertura de um inquérito na Polícia Federal para apurar se o presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, cometeu crime de racismo.


A base para as investigações será um áudio em que o presidente da instituição chama o movimento negro de "escória maldita", afirma que não dará verba para "macumbeiro" e ofende uma mãe de santo que trabalhou na Palmares antes de ele assumir o cargo.


Na mesma gravação, Camargo ainda disse que Zumbi era "filho da puta que escravizava pretos", criticou o Dia da Consciência Negra e falou em demitir "esquerdista".

Na denúncia, o MP argumenta que as falas ditas em uma reunião com assessores representam crime de racismo contra todos os praticantes de religião de matriz africana.


A Polícia Federal tem 30 dias para instaurar o inquérito e deve concluir a apuração em até 90 dias, prorrogáveis por igual período.

PGR denuncia ao Supremo deputado Arthur Lira, um dos líderes do 'Centrão'
Foto: Reprodução / Redes Sociais

A Procuradoria-Geral da República denunciou nesta sexta-feira (5) ao Supremo Tribunal Federal (STF) o deputado federal Arthur Lira (PP-AL), um dos principais líderes do chamado "Centrão", bloco parlamentar informal na Câmara do qual o governo vem se aproximando.

 

A denúncia do MP é uma acusação formal feita ao Supremo. Caberá ao tribunal analisar se vai receber a denúncia. Se decidir receber, será aberta uma ação penal, e o deputado passa à condição de réu, de acordo com o G1.


Lira é acusado de corrupção passiva em investigação no âmbito da Operação Lava Jato. Segundo os investigadores, o parlamentar teria recebido R$ 1,6 milhão em propina da empreiteira Queiroz Galvão. De acordo com a denúncia, o dinheiro pagamento pelo apoio do PP à manutenção de Paulo Roberto Costa na diretoria da Petrobras. Costa foi preso em março de 2014, quando a Lava Jato foi deflagrada.

 

Segundo as investigações, os recursos da empreiteira teriam sido pagos a um assessor do deputado em dinheiro vivo. A investigação não encontrou indícios de que o dinheiro que teria sido repassado ao parlamentar foi distribuído para outros integrantes do PP investigados no mesmo caso. Assim, o MPF pediu que os fatos sejam arquivados em relação ao senador Ciro Nogueira (PP-PI) e o deputado Dudu da Fonte (PP-PE).

 

A acusação da PGR também envolve doleiros e executivo da Queiroz Galvão envolvidos no caso, acusados de lavagem de dinheiro.

 

Arthur Lira é hoje um dos principais nomes do chamado "Centrão" e um dos políticos mais próximo do presidente Jair Bolsonaro, que vem concedendo postos na administração federal a indicados pelo grupo.

 

Lira é líder do PP, uma das bancadas do Centrão. No fim de abril, o deputado esteve com o presidente Jair Bolsonaro, com quem apareceu em fotos. É também um dos cotados para a sucessão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A eleição para o comando da Câmara está prevista para o começo do ano que vem.

 

Lira já é réu em outro processo no STF. Em outubro do ano passado, a Primeira Turma do STF recebeu a denúncia contra o deputado por corrupção passiva em uma ação que era desdobramento da Operação Lava Jato.

 

À época, a PGR acusou o deputado de aceitar propina de R$ 106 mil do então presidente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Francisco Colombo, em troca de mantê-lo no cargo. Arthur Lira teria recebido o dinheiro por meio de um assessor parlamentar, em 2012.

Sexta, 05 de Junho de 2020 - 19:45

Número de casos da Covid-19 em Feira de Santana cresceu 440% em três semanas

por Lula Bonfim / Bruno Leite

Número de casos da Covid-19 em Feira de Santana cresceu 440% em três semanas
Foto: Reprodução / Carlos Augusto / Jornal Grande Bahia

O número de casos confirmados da Covid-19 em Feira de Santana disparou nas últimas três semanas. No dia 15 de maio, o maior município do interior baiano registrava 170 contaminados. Nesta sexta-feira (5), o número chegou a 919, o que representa um crescimento de 440% em três semanas.

 

Entre esses casos, 26 foram registrados apenas nesta data. São 648 ativos, 227 recuperados e 15 óbitos. Outros 243 moradores da cidade são considerados casos suspeitos e aguardam resultado de exame.

 

Feira de Santana foi uma das cidades do interior baiano que decidiu reabrir o comércio em plena pandemia. A medida foi criticada há três semanas pelo secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, que afirmou que o município era um exemplo do que não fazer (veja aqui).

 

No mesmo dia, o prefeito feirense Colbert Martins (MDB) chegou a rebater as declarações do secretário, dizendo que o crescimento da contaminação pelo novo coronavírus em Feira estava abaixo da média do estado (veja aqui).

 

Em 18 de maio, a prefeitura de Feira decidiu fechar novamente o comércio, devido à curva crescente da contaminação na cidade, com a chegada a 213 casos confirmados da Covid-19 (veja aqui).

 

Os números foram crescendo e, em 26 de maio, o governador Rui Costa (PT) demonstrou preocupação com a curva de crescimento da doença em Feira de Santana, acendendo um “sinal vermelho” quando a cidade alcançou a marca de 403 casos (veja aqui).

 

Nesta sexta (5), após Colbert anunciar um fechamento mais rígido em três bairros da cidade (veja aqui), a Secretaria Municipal de Saúde publicou um novo boletim, que apontava a chegada de Feira à marca de 919 casos confirmados do novo coronavírus, tornando-se um dos principais focos da pandemia no interior baiano.

Feira: Colbert determina medidas mais duras em bairros com mais casos de coronavírus
Foto: Reprodução / Facebook

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), determinou nesta sexta-feira (5) medidas mais duras para os bairros do Tomba, SIM e Mangabeira, que registram maiores índices de contaminação pelo novo coronavírus no município.

 

A operação, denominada "Viva a Vida", irá fechar todo comércio das localidades, com exceção de estabelecimentos do ramo alimentício e farmácias. A medida vale já a partir desta sexta e vai durar todo o final de semana.

 

"Com funcionamento apenas de estabelecimentos alimentícios e farmácias, os moradores devem circular com documentos de identidade, pois teremos barreiras de monitoramento contra circulação de pedestres e veículos. Nosso objetivo principal nesse momento é proteger toda população", disse o prefeito. 

 

Nesta quinta-feira (4), a prefeitura tomou outra medida para o combate ao coronavírus, com a abertura do hospital de campanha do município, que já conta com 31 leitos, sendo cinco de UTI e 26 clínicos. Nos próximos dias, a unidade chegará a 60 leitos, sendo 10 de UTI e 50 clínicos.

Sexta, 05 de Junho de 2020 - 19:30

Polícia Federal avalia investigar compra de respiradores pelo Consórcio do Nordeste

por Cláudia Cardozo / Breno Cunha

Polícia Federal avalia investigar compra de respiradores pelo Consórcio do Nordeste
Foto: Breno Cunha / Bahia Notícias

Responsável pela queda do secretário da Casa Civil, Bruno Dauster (leia aqui), a investigação sobre a compra dos 300 respiradores por R$ 49 milhões, pelo Consórcio do Nordeste, deve ser federalizada, segundo apurou o Bahia Notícias nesta sexta-feira (05). O motivo é que os governadores do Nordeste possuem foro privilegiado.

 

Consultado pela reportagem, o Ministério da Justiça confirmou que encaminhou as informações sobre a compra malsucedida dos respiradores para a Polícia Federal avaliar a abertura de investigação.

 

Na última segunda-feira, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) coordenou a Operação Ragnarok, que apura a negociação pelos respiradores. Três pessoas foram presas e mandados de busca e apreensão foram cumpridos. O caso já rendeu aos cofres públicos baianos um prejuízo de R$ 9 milhões.

 

Nesta semana, os senadores Styvenson Valentim (Podemos), Eduardo Girão (Podemos) e Rodrigo Cunha (PSDB) encaminharam um ofício ao Ministério da Justiça cobrando fiscalização do caso (veja aqui).

 

A exoneração de Bruno Dauster, publicada nesta sexta-feira pelo governador Rui Costa (PT), a pedido do secretário, aconteceu dias após a dona da empresa Hempcare, Cristiana Prestes, um dos alvos da operação, citá-lo como principal responsável pelas negociações envolvendo os respiradores. Segundo ela, Dauster foi quem a procurou e ele conduziu “99,9%” das tratativas.

Brasil pode ter prioridade no uso da vacina de Oxford contra Covid-19
Foto: Reprodução / Sesab

O Brasil poderá ter prioridade no uso da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford contra a Covid-19. A informação é da reitora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Soraya Smaili. A instituição irá participar, a partir das próximas semanas, da terceira fase de pesquisas da vacina inglesa, realizando testes em cerca de mil pessoas que vivem em São Paulo e atuam em atividades com exposição ao vírus.

 

O laboratório da universidade do Reino Unido é o que está mais adiantado na construção de uma vacina contra o novo coronavírus, que deverá estar pronta em até 12 meses. De acordo com Smaili, a participação do Brasil – o primeiro país fora do Reino Unido a fazer parte das pesquisas da vacina – coloca o país como “grande candidato” a usá-la, com prioridade, assim que a sua eficácia for comprovada, de acordo com a Agência Brasil.

 

“Existem algumas conversas nesse sentido [para o país poder ter prioridade no uso da vacina]. Nós estamos trabalhando para que sim. O fato de estarmos integrando e sermos o primeiro país fora do Reino Unido e também o primeiro laboratório no Brasil a realizar esses estudos - semelhantes a esses não há nenhum outro no Brasil - torna o país um grande candidato”, disse, em entrevista ao portal.

 

Segundo a reitora da Unifesp, com acesso à “receita” da vacina, o Brasil terá capacidade de reproduzi-la em grande escala, a partir de laboratórios nacionais. “Tendo acesso à vacina, nós temos capacidade de produção em larga escala, por meio dos nossos laboratórios nacionais de fato, como o Instituto Butantan, e os laboratórios da Fiocruz, entre outros”. 

Ex-funcionários acusam Joice Hasselmann de produzir fake news, deputada nega
Foto: Reprodução/EBC

Pessoas que trabalharam com a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) acusam a parlamentar de produzir fake news. A informação foi divulgada pela CNN, que teve acesso a gravações em que os antigos funcionários de Joice relatam que eram orientados a criar contas falsas em redes sociais.

 

Nos depoimentos, os ex-funcionários explicam como eram dadas as orientações. "Serviços que eram prestados para Joice eram sempre montagem de vídeos, criação de narrativas, notícia falsa sem saber se, era de fato, verdadeira", afirmou um funcionário.

 

Outro relato explica que havia cobrança, por parte da deputada, para que os trabalhos fossem realizados. "Teve uma época que ela pediu para a equipe toda fazer pelo menos cinco perfis em cada rede social", explicou.

 

Após veiculação da matéria pela CNN, a deputada Joice Hasselman negou o conteúdo exposto na reportagem. Através de publicação no Twitter, ela chamou de “denúncias de patéticas e mentirosas”. 

 

"Acabo de assistir a denúncia patética e mentirosa da @CNNBrasil (a mando do governo) que usou montagens para simular conversas com “assessores” meus. Na super denúncia aparecem dois “assessores” mascarados, no escuro falando uma sequência de mentiras ensaiadas", afirmou.

Bolsonaro pede para TSE não usar provas do inquérito das fake news em ação eleitoral
Foto: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro pediu ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que rejeite o compartilhamento de provas entre o inquérito das fake news e as ações que podem levar à sua cassação por crimes eleitorais.

A solicitação para a corte eleitoral aproveitar elementos colhidos na investigação em curso no STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a disseminação de notícias falsas e ameaças a integrantes do Supremo foi apresentada pelo PT.

O partido acredita que os fatos investigados pelo inquérito do STF podem ter relação com um esquema de disparo em massa de informações fraudulentas em favor de Bolsonaro no pleito de 2018.

A solicitação ocorreu depois de o ministro Alexandre de Moraes, do STF, ter determinado, no último dia 27, uma operação policial contra apoiadores e parlamentares ligados ao governo.

O magistrado determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do empresário Luciano Hang, um dos alvos da ação eleitoral, a partir de junho de 2018, o que deu força à tese de que o inquérito das fake news pode trazer provas relativas às últimas eleições presidenciais.

A advogada Karina Kufa, que representa o chefe do Executivo no TSE, porém, afirma que os casos não têm conexão e que o compartilhamento seria uma "clara afronta ao princípio da independência das instâncias cível, penal e eleitoral".

A defesa do presidente afirma, ainda, que a ação do PT não se sustenta e diz que o partido "confunde o TSE com local para manifestar seu inconformismo pela derrota no pleito de 2018".

O ministro Og Fernandes, do TSE, é o relator da ação e ainda não decidiu se acolherá ou não o pedido para o compartilhamento dos dados do STF.

Na próxima semana, o TSE irá julgar duas ações contra a chapa encabeçada por Bolsonaro e que elegeu Hamilton Mourão para vice.

As duas representações apuram se Bolsonaro apoiou a iniciativa de criminosos para invadir um grupo virtual intitulado "Mulheres Unidas contra Bolsonaro", que tinha mais de 2,7 milhões de pessoas.

Os invasores mudaram o nome para "Mulheres COM Bolsonaro #17" e o então candidato publicou nas redes sociais a mensagem um agradecimento "pela consideração das mulheres de todo o Brasil" acompanhada de foto da página do grupo modificada.

As ações foram apresentadas por Marina Silva (REDE) e Guilherme Boulos (PSOL), adversários de Bolsonaro em 2018, que alegam que a publicação feita nas redes sociais sinaliza "forte elemento" da provável participação de Bolsonaro no episódio ou, no mínimo, de sua ciência.

O julgamento já começou. O relator, Og Fernandes, votou para rejeitar a ação, mas o ministro Edson Fachin pediu vista e a análise do caso foi encerrada.

O relator disse que não há dúvidas de que a página foi alvo de ataques cibernéticos, e citou que o próprio Facebook, site que abrigava o grupo, admitiu que houve a invasão entre os dias 15 e 16 de setembro de 2018.

Apesar disso, Og Fernandes defendeu que investigações não foram conclusivas quanto à autoria da invasão.

Ponderou, ainda, que o episódio durou menos de 24 horas e não teve gravidade suficiente para causar ofensa à normalidade e à legitimidade das eleições.

Especialistas ouvidos pelo presidente do TSE recomendam adiamento das eleições
Foto: Carlos Moura / STF

O novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, tem se reunido com infectologistas, sanitaristas, epidemiologistas e médicos de outras especialidades para discutir o adiamento ou não das eleições. Até então, o pleito está marcado para outubro, mas como o Brasil ainda deve enfrentar a pandemia do novo coronavírus nos próximos meses, o processo eleitoral pode ficar comprometido e também colocar as pessoas em risco com aglomerações.

 

Segundo a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, o magistrado busca reunir informações para debater o assunto com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). No entanto, a decisão final é inteiramente do Congresso.

 

Barroso não divulgou o que ouviu dos especialistas, mas, de acordo com a publicação, há praticamente um consenso entre eles de que é melhor adiar as eleições por algumas semanas. Entre as pessoas consultadas pelo ministro, estão os infectologistas David Uip e Esper Kallás, o sanitarista Gonzalo Vecina Neto, os epidemiologistas Paulo Lotufo e Ana Ribeiro, o biólogo Átila Iamarino e o físico Roberto Kraenkel.

Enem 2021 pode ser suspenso por falta de recursos, alerta MEC
Foto: Priscila Melo/Bahia Notícias

Um ofício enviado pelo Ministério da Educação ao Ministério da Economia alertou para a possibilidade de não haver a edição 2021 do Exame Nacional do Ensino Médio por falta de recursos. A suspensão seria a consequência de um corte de R$ 4,2 bilhões no Orçamento da pasta. 

 

Para evitar o desfecho, O MEC solicitou uma complementação orçamentária de R$ 6,9 bilhões ao limite previsto para 2021. O pedido, de acordo com o Estadão, ainda vai ser analisado pela área econômica, que trabalha na elaboração da proposta orçamentária do ano que vem. O projeto precisa ser enviado ao Congresso Nacional até 31 de agosto de 2020.

 

A estimativa inicial é que o Ministério da Educação tenha R$ 18,78 bilhões para despesas discricionárias (as que não são obrigatórias), que incluem o custeio de políticas educacionais, uma queda de 18,2% em relação aos R$ 22,97 bilhões programados para este ano.

 

“Ressalta-se que, dentre os programas que correm risco de não serem continuados, encontra-se o consagrado Exame Nacional do Ensino Médio – Enem, e soma-se a esse prejuízo o fechamento de cursos, campi e possivelmente instituições inteiras, comprometendo a educação superior e a educação profissional e tecnológica”, diz o ofício assinado por Weintraub em 4 de junho.

Dólar fecha abaixo de R$ 5 pela primeira vez desde março; bolsa tem forte alta
Foto: Reprodução / G1

Em mais um dia de alívio nos mercados internacionais, o dólar fechou abaixo de R$ 5 pela primeira vez desde março. A bolsa de valores ultrapassou os 94 mil pontos e encerrou no nível mais alto em três meses.

 

O dólar comercial encerrou esta sexta-feira (5) vendido a R$ 4,988, com recuo de R$ 0,144 (-2,8%). A cotação operou em queda durante toda a sessão e fechou no menor nível desde 13 de março (R$ 4,813). Na mínima do dia, por volta das 12h30, chegou a atingir R$ 4,94.

 

A moeda fechou a semana com queda de 6,6%. Essa foi a maior queda semanal para o dólar desde outubro de 2008. Em 2020, a divisa acumula alta de 24,29%, de acordo com a Agência Brasil. 

 

No mercado de ações, o dia foi marcado pelo otimismo com o exterior. O Ibovespa, índice da B3 (bolsa de valores brasileira), fechou o dia aos 94.637 pontos, com ganho de 0,86%. O índice está no maior nível desde 6 de março, quando tinha fechado próximo aos 98 mil pontos. A Bolsa subiu 8,28% na semana.

 

O Ibovespa seguiu o mercado norte-americano. O índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, fechou a sexta-feira com forte alta de 3,15%. 

Estados do Nordeste acionam STF após cortes no Bolsa Família
Foto: Agência Brasil

Bahia, Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) para que o governo Jair Bolsonaro (sem partido) suspenda o corte de R$ 83,9 milhões do programa Bolsa Família. As informações são da Folha de S. Paulo. O pedido foi assinado pelos procuradores-gerais dos oito estados.

 

Os estados pedem que o governo brasileiro explique a concentração de cortes no programa na região Nordeste. Além disso os estados  recomponha o valor retirado para ser usado pela publicidade do governo.

Sexta, 05 de Junho de 2020 - 18:33

Após padronizar dados, Bahia registra 2.956 novos casos de coronavírus

por Matheus Caldas

Após padronizar dados, Bahia registra 2.956 novos casos de coronavírus
Foto: Jade Coelho / Bahia Notícias

A Bahia registrou 2.956 novos casos de coronavírus. Agora, no total, o estado possui 26.419 diagnósticos positivos para a doença, de acordo com o boletim da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) desta sexta-feira (5).

 

De acordo com a pasta, a acentuação das notificações deve-se ao fato de que, agora, as secretarias de Saúde municipais padronizaram o preenchimento dos dados nos sistemas ministeriais, ao finalizarem casos que estavam em investigação desde o início da pandemia.

 

O boletim desta sexta também traz mais 29 mortes. Desta forma, o estado totaliza 819 óbitos. No entanto, a Sesab indica que estes se referem a um período de 14 dias. Estas notificações tardias estão sendo apuradas pela Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e pela Corregedoria.

 

As mortes foram registradas em Itapetinga (1), Camacã (1), Jequié (1), Aratuípe (1), Santo Antônio de Jesus (2) e Salvador (23).

Economia Pagamento de 13º para Bolsa Família deve custar até R$ 2,6 bilhões
Foto: Reprodução / Agência Brasil

O pagamento do 13º para o Bolsa Família, prometido na última quinta-feira (4), pelo presidente Jair Bolsonaro, custará entre R$ 2,4 bilhões e R$ 2,6 bilhões. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (5) pelo secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues. Ele disse que a equipe econômica verificará se existe espaço no orçamento para a medida.

 

“Alocaremos recursos para pagamento do Bolsa Família conforme seja a decisão política”, declarou Rodrigues. Ele acrescentou que o atendimento à população mais vulnerável é uma das prioridades do governo, principalmente com a pandemia provocada pelo novo coronavírus e disse que o atual governo ampliou o alcance do Bolsa Família, de acordo a Agência Brasil.

 

O secretário especial de Fazenda, o secretário executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, e o secretário de Orçamento Federal, George Soares, convocaram entrevista coletiva nesta tarde. Eles reiteraram que a transferência de R$ 83,9 milhões do programa para a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) não prejudicou nenhum beneficiário do Bolsa Família, porque 95% dos beneficiários migraram para o auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), pago a famílias afetadas pela pandemia.

 

A pasta tinha emitido nota oficial ontem à noite sobre o remanejamento das verbas de beneficiários do Bolsa Família na Região Nordeste para a publicidade institucional. A equipe econômica, porém, convocou a entrevista para tirar dúvidas da imprensa.

 

Segundo Guaranys, o governo atendeu à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e zerou a fila do Bolsa Família. Segundo ele, os cerca de 500 mil beneficiários que aguardavam para entrar no programa antes da pandemia passaram a receber o auxílio emergencial. Assim que o benefício emergencial chegar ao fim, eles serão automaticamente incorporados ao Bolsa Família, informou o secretário executivo.

 

Com a criação do auxílio emergencial, 95% dos beneficiários do Bolsa Família foram migrados para o novo programa de distribuição de renda. Guaranys explicou que o processo foi automático. O próprio sistema do Ministério da Cidadania comparou o valor dos dois benefícios, caso a caso, e transferiu o cidadão para o programa que paga mais. Não houve a necessidade de que os membros do Bolsa Família se cadastrassem no auxílio emergencial, como ocorreu com os trabalhadores informais e parte dos inscritos no Cadastro Único.

Sexta, 05 de Junho de 2020 - 18:20

Chapada: Governo contrata 40 leitos exclusivos para a Covid-19 em hospital de Itaberaba

por Matheus Caldas / Lula Bonfim

Chapada: Governo contrata 40 leitos exclusivos para a Covid-19 em hospital de Itaberaba
Foto: Reprodução / Hospital da Chapada

O governo do estado contratou 20 leitos clínicos e 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Chapada, uma unidade privada localizada no município de Itaberaba, exclusivos para o tratamento da Covid-19.

 

A contratação dos 40 novos leitos, por 180 dias, terá um custo estimado de R$ 1.385.142,00 mensais para os cofres públicos estaduais, totalizando R$ 8.310.852,00 ao final do contrato.

 

Segundo dados do governo estadual, o território de identidade da Chapada Diamantina já possui outros 36 leitos, sendo 33 clínicos e 3 de UTI, no Hospital Regional da Chapada, em Seabra. A Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) atua de forma regionalizada no combate à Covid-19 no estado.

 

Itaberaba possui 69 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, sendo que 47 casos estão ativos, 20 foram curados e duas pessoas faleceram. Há ainda outros nove moradores do município com suspeita da doença, aguardando diagnóstico, conforme boletim divulgado pela prefeitura nesta sexta-feira (5).

BN Na Tela: Brasil é novo epicentro da Covid-19 no mundo; país atrasa divulgação de boletim

O BN Na Tela começa com um assunto que passa tangencialmente pelo novo coronavírus. A licitação fracassada para aquisição de respiradores da Bahia teria sido a razão para a exoneração do chefe da Casa Civil do estado, Bruno Dauster. Ele foi citado no depoimento de uma das empresárias presas na Operação Ragnarok. Voltando ao tema do noticiário da Covid-19, Centro Europeu para o Controle e Prevenção de Doenças apontou que o Brasil é o novo epicentro mundial da doença após se tornar o líder em número de casos nos últimos 14 dias. Esses números, inclusive, renderam polêmica. Teria partido do presidente Jair Bolsonaro a determinação para que os boletins do Ministério da Saúde fossem divulgados após o fim dos telejornais noturnos. O programa fala ainda sobre a baixa adesão dos pacientes contaminados pelo novo coronavírus ao monitoramento do governo. Em Salvador, o bairro de Pernambués teve as medidas de restrição prorrogadas. Veja:

 

 

Feira: Hospital Clériston Andrade II será entregue dia 29, afirma Vilas-Boas
Foto: Reprodução / Sesab

A ampliação do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA 2) deve entrar em funcionamento no próximo dia 29. De acordo com o secretário da Saúde Fábio Vilas-Boas, a unidade vai dispor de 40 leitos de UTI exclusivos para pacientes acometidos com o novo coronavírus (Covid-19).

 

“Serão 60 leitos exclusivos para Covid, sendo 40 de UTI. Terá ainda tomografia, ressonancia e toda a infraestrutura necessária”, disse o secretário em suas redes sociais. 

 

O montante investido na construção da ampliação pelo governo do estado é de mais de R$ 50 milhões. O HGCA 2 também vai contar com um setor de bioimagem, um Centro de Hemorragia Digestiva e um centro cirúrgico com 12 salas.

Estudo detecta centenas de novos coronavírus em morcegos da China
Foto: Pixabay

Um vírus hipotéticamente irmão ao SARS-CoV-2, responsável pela pandemia, pode estar escondido na natureza. Segundo o joral El País, uma análise genética de centenas de novos coronavírus encontrados em morcegos da China aponta que alguns vírus tem alto potencial de contágio entre espécies. A descoberta também leva a uma "origem provável" do causador da Covid-19 em uma espécie regional de morcegos-de-ferradura.

 

A conclusão foi feita pela Eco Health Alliance, uma organização internacional dedicada a investigar doenças emergentes que surgem da fauna selvagem e ameaçam a humanidade. Em conjunto com o Instituto de Virologia de Wuhan, foram analisadas mais de 1.200 sequências genéticas de coronavírus achados em morcegos, sendo 630 delas novas. “Há uma enorme diversidade natural destes coronavírus”, afirma o ecólogo boliviano Carlos Zambrana, que faz parte da Eco Health Alliance.

 

O estudo constatou que o sudoeste chinês seria um "centro de diversificação" desses vírus. Isso aconteceria por causa da grande quantidade de espécies de morcegos (cada um com seu vírus específico); alta densidade populacional humana e o constante contato entre pessoas e animais pelo hábito de caçar e comer morcegos. “É muito provável que vejamos novas pandemias no futuro”, diz o ecólogo. O novo estudo leva a assinatura da virologista chinesa Shi Zhengli. 

 

Os cientistas colheram amostras de milhares de morcegos de 15 províncias chinesas entre 2010 e 2015. “Quando apanhamos um morcego, quase sempre ele dá negativo para coronavírus. Para encontrar um positivo temos que examinar centenas”, explica o ecólogo. Os pesquisadores não analisaram o genoma completo de cada vírus. Ou seja, as 630 novas sequências genéticas publicadas agora não correspondem necessariamente a 630 novas espécies de coronavírus, embora o ecólogo boliviano acredite que possivelmente se trate de “centenas” de agentes patogênicos desconhecidos.

 

Os vírus causadores da SARS, da MERS e da covid-19 pertencem a um grupo de coronavírus chamado betacoronavírus. A nova análise sugere que outro grupo, o dos alfacoronavírus, tem maior facilidade para saltar entre espécies. Os autores pedem a implantação urgente de programas de vigilância que procurem novos coronavírus nas populações de morcegos do sul da China, mas também em países vizinhos, como Myanmar, Laos e Vietnã.

 

A nova análise genética, um rascunho pendente de sua publicação na revista especializada Nature Communications, aponta os morcegos-de-ferradura como principal reservatório de vírus similares ao SARS, outro coronavírus irmão do atual que surgiu em 2002 na China e matou 800 pessoas. Os coronavírus de morcegos também são suspeitos de serem os antecessores do vírus da síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS, na sigla em inglês), um agente patogênico letal identificado pela primeira vez na Arábia Saudita em 2012, que infecta os humanos através dos dromedários.

 

O coronavírus conhecido mais similar ao causador da covid-19 é o RaTG13, identificado em morcegos-de-ferradura da província chinesa de Yunnan. Os dois vírus compartilham 96% do genoma e se calcula que divergiram de um ancestral comum há mais de 50 anos, segundo o geneticista Rasmus Nielsen, da Universidade da Califórnia em Berkeley (EUA). A semelhança entre os dois agentes patogênicos é “mais ou menos a de uma pessoa com um porco”, nas palavras do geneticista.

 

O virologista Juan Emilio Echevarría, da Associação Espanhola para a Conservação e o Estudo dos Morcegos (SECEMU), também participou da busca por coronavírus na Espanha e concorda com seu colega. “Está havendo uma confusão entre a origem evolutiva do vírus, que segundo a principal hipótese provavelmente está nos morcegos-de-ferradura, com a origem epidemiológica da pandemia, com a fonte de infecção do primeiro caso humano de covid-19, que se desconhece”, opina Echevarría.

 

“O animal que transmitiu o SARS aos humanos foi a civeta, um pequeno mamífero do Sudeste Asiático, em um mercado da província de Cantão. Ainda se desconhece o reservatório do vírus. "Não se documentou nenhuma transmissão de um coronavírus de morcego para pessoas”, salienta o virologista. Alguns especialistas, como o virologista alemão Christian Drosten, apontam a possível origem da covid-19 nas fazendas chinesas onde há criação de animais para uso de peles, com milhares de espécimes amontoados que facilitam a evolução dos vírus.

Ceasa altera horário de funcionamento por causa da Covid-19
Foto: Divulgação

O Centro de Abastecimento do Estado (Ceasa) terá novos horários de funcionamento a partir de segunda-feira (8). A unidade fechará mais cedo, para reduzir o risco de contaminação por Covid-19.

 

Nas feiras de maior movimento, que ocorrem nas segundas, quartas e sextas, a abertura dos portões continua às 3h para funcionários e permissionários e 4h para os clientes. O fechamento será antecipado às 15h. 

 

Nos outros dias, (terças, quintas e sábados) a abertura dos portões segue sendo às 5h, para todos, e o fechamento muda para às 13h.

 

Outra medida tomada é a proibição da comercialização de bebidas alcoólicas no varejo.

Líder da oposição integra comissão que vai acompanhar ações do Consórcio do Nordeste
Foto: Divulgação

Deputados estaduais nordestinos criaram uma comissão parlamentar interestadual para acompanhar as ações do Consórcio do Nordeste, criado no ano passado pelos nove governadores da região. Na comissão, a Bahia contará com a representação do líder da oposição na Assembleia Legislativa (AL-BA), Sandro Régis. 

 

A iniciativa partiu do deputados estaduais alagoanos Davi Maia (Democratas) e Cabo Bebeto (PSL) após o caso dos respiradores comprados pelo consórcio, mas não entregues pela empresa Hempcare, o que resultou em prejuízo em torno de R$ 49 milhões. Em meio a este caso, o ex-secretário da Casa Civil da Bahia, Bruno Dauster, deixou o cargo, tendo sido citado pela dona da empresa, Cristiana Prestes, como responsável pela negociação dos 300 respiradores (veja aqui)

 

Após as ocorrências os deputados estaduais de Sergipe Georgeo Passos (Cidadania) e Zezinho Guimarães (MDB) apresentarem um projeto de lei pedindo a saída do estado do consórcio.

 

Régis explica que o objetivo da comissão será acompanhar mais de perto as ações do consórcio e fornecer à população mais transparência sobre as atividades. "O consórcio não tem um site, não disponibiliza informações sobre quantidade de funcionários e aplicação de recursos. O consórcio ainda não prestou contas de suas ações, e não sabemos a quem vai prestar. É ao Tribunal de Contas da União (TCU)? Isso tudo precisa ser esclarecido", diz o deputado baiano.

Valença: Após recomendação do MP, prefeitura suspende comércio não essencial por 7 dias
Foto: Reprodução / Jornal Valença Agora

Após a recomendação do Ministério Público da Bahia (MP-BA) pelo fechamento do comércio em Valença (veja aqui), a prefeitura do município publicou um decreto nesta sexta-feira (5), restabelecendo a suspensão, durante sete dias, do funcionamento de estabelecimentos comerciais caracterizados como não essenciais.

 

Entre os próximos dias 8 e 14 de junho, apenas farmácias, drogarias, funerária e postos de combustíveis poderão abrir todos os dias, limitadas ao período entre 8h e 22h. Outros estabelecimentos, como supermercados, açougues, padarias, distribuidoras de água e de gás, estarão liberados para funcionar apenas segunda, terça, quarta e sexta, entre 8h e 18h, além de sábado, entre 8h e 14h.

 

O comércio de ambulantes também estará proibido até 14 de junho, independentemente da mercadoria. Por outro lado, o decreto municipal estabelece que o serviço de entrega a domicílio, mais conhecido como “delivery”, será incentivado no período, desde que sejam utilizados equipamentos de proteção e máscara. Agências bancárias, casas lotéricas e Correios poderão funcionar normalmente.

 

Ademais, a prefeitura estabelece que, nos estabelecimentos que poderão abrir, será obrigatória a disponibilização de álcool gel 70%, além distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas.

 

OUTRAS MEDIDAS

O decreto ainda determina outras medidas, como a suspensão do transporte rodoviário e hidroviário, a manutenção do toque de recolher entre 20h e 5h, a prorrogação da paralisação das aulas em escolas e faculdades e a proibição de quaisquer eventos que reúnam três ou mais pessoas.

 

NOVO BOLETIM

Valença possui 129 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, sendo que 30 foram registrados apenas nesta sexta-feira (5). Entre os contaminados, 104 encontram-se em isolamento domiciliar, três estão hospitalizados, 19 já se recuperaram e outros três não resistiram aos sintomas e faleceram. Outros 49 moradores do município são considerados casos suspeitos e aguardam resultados de exames.

Covid-19: Mais de 2,5 milhões teriam morrido se EUA seguissem exemplo do Brasil, diz Trump
Foto: Alan Santos/PR

Aliado do presidente Jair Bolsonaro e uma das referências políticas do chefe de Estado brasileiro, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira (5), em Whashington, que o país poderia ter tido mais de 2,5 milhões de mortos por coronavírus se seguisse o exemplo brasileiro de combate à disseminação da doença. 

 

"Se você olha para o Brasil, eles estão num momento bem difícil. E, falando nisso, continuam falando da Suécia. Voltou a assombrar a Suécia. A Suécia também está passando por dificuldades terríveis. Se tivéssemos agido assim, teríamos perdido um milhão, 1,5 milhão, talvez 2,5 milhões ou até mais", afirmou.

 

 

Com 1.886.555 de casos da Covid-19, os EUA possuem, até o momento, 108.813 mortes pela doença, de acordo com a Universidade Johns Hopkins, que mapeia os dados do novo coronavírus ao redor do mundo. 

 

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil possui 614.941 casos confirmados da Covid-19, com 34.021 óbitos. Desta forma, o país é a segunda nação no mundo com o maior número de pessoas infectadas, atrás apenas dos norte-americanos, e a terceira em número de mortos – EUA e Reino Unido estão à frente.

 

Inicialmente, Trump havia minimizado os impactos do vírus no país. Nesta sexta, o mandatário dos Estados Unidos disse que as autoridades devem se concentrar em proteger os idosos, com maior probabilidade de morrerem, e permitir que os jovens voltem ao trabalho e à escola.

 

No Brasil, Bolsonaro possui posicionamento semelhante. O presidente brasileiro chegou a afirmar que a Covid-19 é uma “gripezinha” (leia mais aqui). Em momentos de pico de mortos, ele chegou a passear de jet ski (leia mais aqui) e fazer piada entre a tubaína e a cloroquina (leia mais aqui), remédio insistido por ele como forte aliado no combate à pandemia.

Com mais de 300 mil novos casos em 14 dias, Brasil é o novo epicentro mundial da Covid-19
Foto: Divulgação / GOV-BA

O Brasil é o novo epicentro do coronavírus no mundo. A constatação é de um levantamento publicado nesta sexta-feira (5), feio pelo Centro Europeu para o Controle e Prevenção de Doenças. De acordo com a avaliação, o Brasil é líder no número de novos casos nos últimos 14 dias. 


Os dados do período indicam a curva da pandemia no mundo e compreende o que se considera prazo de incubação do vírus. Pela primeira vez o Brasil superou os Estados Unidos em relação ao aparecimento de novos casos. 


No período considerado pelo levantamento o Brasil registrou 304,8 mil novos casos. O número total de infectados pela Covid-19 no país já ultrapassa a marca de 614 mil, com 34 mil mortos. No mesmo período o EUA registraram 295 mil novos casos, contra 123 mil na Rússia.

 

O Brasil é hoje o segundo país no mundo em número absoluto de casos, ficando atrás somente dos EUA, e o terceiro no ranking geral de número de óbitos por agravamento da doença. 

Presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Jr. tem agenda do celular clonada
Foto: Jamile Amine / Bahia Notícias

Presidente da Câmara Municipal de Salvador, o vereador Geraldo Jr. (MDB) teve a agenda de contatos do seu celular particular clonada. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (5), pela assessoria de imprensa do parlamentar.

 

“Os golpistas estão passando mensagens do telefone (71) 9999-2891, que não é meu, identificado com minha foto, solicitando, em meu nome, dinheiro e transferências bancárias. Se alguns dos meus contatos receberem algum pedido dessa natureza, por favor, apague e não façam quaisquer transferências ou empréstimos”, alertou.

 

“Infelizmente temos visto um grande número de pessoas serem vítimas desses golpes que já não deveriam mais existir, num país com mais de 200 milhões de celulares. As empresas de telefonia que dispõem de recursos de alta tecnologia não conseguiram, ainda, coibir esse tipo de investida de golpistas. As contas chegam, mas à proteção ao sigilo de nossos dados deixa muito a desejar”, reclamou.

Estudo aponta que hidroxicloroquina não funciona de forma preventiva contra Covid-19
Foto: Agência Pará / Divulgação

A hidroxicloroquina não funciona bem quando usada de forma preventiva. É o que aponta um estudo publicado na última quarta-feira (3) no periódico científico New England Journal of Medicine. As informações são do portal Viva Bem, do Uol.

 

O uso do composto vem sendo defendido por membros do governo, como Carlos Wizard, novo secretário do Ministério da Saúde, que disse que o governo vai "apostar 100%" na droga. Ela é usada normalmente para tratamento de doenças como lúpus e artrite reumatoide.

 

O estudo foi conduzido de forma randomizada, ou seja, as pessoas que receberam o medicamento ou o placebo não sabiam qual dos dois estavam ingerindo. Além disso, é prospectivo, ao contrário de pesquisas anteriores, pois é conduzido da causa para o efeito, acompanhando o processo de forma gradativa. Esses padrões são considerados essenciais pela comunidade científica.

 

Ao todo, 800 pessoas, nos Estados Unidos e no Canadá, foram designadas pelos pesquisadores para tomar hidroxicloroquina ou um remédio placebo por 5 dias. As pessoas tiveram contato com portadores da Covid-19.

 

Os resultados apontaram que 12% daqueles que ingeriram a hidroxicloroquina desenvolveram a Covid-19. Ao mesmo tempo, 14% dos que tomaram o placebo tiveram a doença. A conclusão mostra que a hidroxicloroquina não é significativamente mais efetiva para proteger o corpo contra o vírus do que uma pílula de açúcar, por exemplo.

 

O estudo também aponta que 40% dos pacientes que ingeriram o composto defendido pelo presidente Jair Bolsonaro tiveram efeitos colaterais como náusea, dor de estômago ou diarreia - todos leves.

 

Segundo David Boulware, principal responsável pela pesquisa e médico de doenças infecciosas da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, "nosso objetivo era responder a questão de saber se a hidroxicloroquina funcionava para prevenir doenças ou não. Embora estejamos desapontados por não ter impedido a covid-19, estamos satisfeitos por termos conseguido fornecer uma resposta conclusiva".

Organizada do Vitória, Imbatíveis destaca importância de ato, mas não participará
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Principal torcida organizada do Vitória, Os Imbatíveis não vai participar oficialmente do ato pró-democracia marcado para este domingo (7). No entanto, em nota enviada à reportagem do Bahia Notícias, o grupo destacou a importância da manifestação e se colocou ao "lado daqueles que defendem causas humanitárias e a democracia".

 

"A Torcida quanto instituição, não organizará nenhum tipo de movimento. Porém, sempre estaremos do lado daqueles que defendem causas humanitárias e a democracia. Entendemos que a pauta em questão transcende a política. O que está se pleiteando é a defesa da vida e da dignidade humana. É a defesa da democracia contra aqueles que clamam pelo fechamento do Congresso, prisão de ministros do STF, censura à imprensa, afrouxamento das normas de distanciamento social, como reabertura do comércio, no momento que está morrendo 1.300 brasileiros por dia! Defender democracia e a vida, não é defender lado político partidário. Não é esquerda x direita, comunismo x capitalismo.... É dever de todo e qualquer cidadão. Então nós, somos em prol da vida e da democracia e acreditamos que todo cidadão, que não seja fascista, independente de posição política, já que não é questão política, deve apoiar os atos", diz o comunicado.

 

De acordo com o presidente dos Imbatíveis, Gabriel Oliveira, apesar do grupo não ir oficialmente à manifestação, alguns membros estarão presentes no ato.

 

"Muitos componentes irão sim. São cidadãos antes de serem de organizadas e estarão lutando por ele, pelas famílias deles e pelo Brasil e tem nosso apoio", afirmou.

 

Torcedores dos clubes de São Paulo se reuniram na Avenida Paulista, na capital do estado, onde fizeram um ato pró-democracia e contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas últimas semanas. Para o próximo domingo, presidentes das principais organizadas de Corinthians e Palmeiras, a Gaviões da Fiel e a Mancha Verde afirmaram, também de forma oficial, que não convocaram seus membros para irem às ruas (veja aqui). Mas eles destacaram que os seus integrantes não serão censurados pelos pensamentos diferentes.

Sexta, 05 de Junho de 2020 - 15:27

Brumado confirma seu primeiro óbito em decorrência da Covid-19

por Lula Bonfim

Brumado confirma seu primeiro óbito em decorrência da Covid-19
Foto: Divulgação / Sesab

O município de Brumado, localizado no território de identidade do Sertão Produtivo, confirmou, na tarde desta sexta-feira (5), sua primeira morte em decorrência da Covid-19. Tratava-se de uma mulher de 50 anos, com quadro de obesidade e outras doenças associadas, como diabetes, hipertensão e cardiopatia.

 

Segundo o secretário de Saúde de Brumado, Cláudio Feres, a paciente chegou à Central de Atendimento Covid-19 do município no domingo (31), dizendo apresentar sintomas há quatro dias. Com evolução rápida do seu quadro respiratório, acabou falecendo na última segunda-feira (1). A confirmação de contaminação, porém, veio apenas nesta sexta.

 

“Lamentamos por mais uma morte no país em decorrência do novo coronavírus. Respeite o isolamento e o distanciamento social, mantenha sempre o hábito de lavagem das mãos e use máscara. Eu protejo você e você me protege”, disse o secretário, com exclusividade ao Bahia Notícias.

 

Até o momento, Brumado possui 45 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus. além de outros 88 casos suspeitos, aguardando resultado de exame. Três estão hospitalizados.

Site de leilões usa marca do governo da Bahia ilegalmente e clientes acusam golpes
Foto: Reprodução

Um site de leilões pode estar aplicando golpes na Bahia utilizando ilegalmente a marca do governo do estado e de outras empresas. O governo estadual diz ter tomado ciência da utilização sem autorização do logo no mês de maio, e conforme apurado pelo Bahia Notícias o fato foi denunciado pela Secretaria da Administração (Saeb) à Polícia Civil, que já abriu inquérito para investigar o caso.

 

Logo que se acessa o site “leilaoextrajudicialdoestadobahia.org” é possível ver a mensagem de “leilão oficial” e a marca do governo do estado que foi usada entre os anos 2015 e 2018. A imagem que associa o site à gestão estadual aparece também nas imagens dos lotes, que incluem carros, motocicletas, lanchas e motos aquáticas. A informação que consta em uma das páginas do site é de que o último leilão foi finalizado nesta quarta-feira (4). Nesta sexta-feira (5) novos lotes foram disponibilizados. 

Clique para ampliar

 

O site ainda utiliza imagens de grandes construtoras e empresas, como Petrobras, Votorantim e Ambev, sem explicar exatamente qual seria a relação das marcas com os leilões. O Bahia Notícias procurou a assessoria da Ambev, que explicou que a companhia não tem nenhuma relação com o site de leilões e que vai tomar as medidas jurídicas cabíveis.

 

INDÍCIOS DE IRREGULARIDADES

Há outros indícios de irregularidades no site “Leilão Oficial do Estado da Bahia”. Na aba "Quem Somos", a empresa diz que "a confiança depositada por juízes, procuradores, administradores judiciais, advogados e arrematantes da Leilão do Estado da Bahia Oficial foi construída a partir de um sólido corpo jurídico formado por especialistas". "São profissionais que exercem suas atividades com eficiência, transparência e, principalmente, respeito às leis", completa, garantindo que a ferramenta foi "credenciada/homologada pelo TRIBUNAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA (Provimento CSM nº 1625/2009), estando devidamente habilitada a realizar alienações judiciais e extrajudicial através de Leilões Oficiais Online". Porém, o provimento citado se refere a um ato do Tribunal de Justiça de São Paulo que disciplina os leilões eletrônicos. O BN procurou o TJ-BA, que respondeu que "a Setim não dispõe de solução própria, terceirizada ou ainda homologada para cadastro ou realização de leilões".

 

A página também utiliza selos de empresas e entidades que garantem segurança e confiabilidade, a exemplo do “Site Blindado”. Apesar da utilização da marca do site de segurança, ao conferir o link do suposto leilão no endereço oficial da plataforma, aparece a mensagem de que "o site não é blindado". O Site Blindado é um certificado de segurança em transações pela internet e que tem clientes como Americanas, Submarino, Shoptime, Ricardo Eletro, Centauro, Claro, GVT, entre outros.

Clique para ampliar

 

Outro selo que aparece no site de leilões é o de “leilão seguro”, uma iniciativa da Associação da Leiloaria Oficial do Brasil (Aleibras), entidade que reúne as maiores operadoras de leilões de veículos do Brasil. Porém, no site da associação também não consta nenhuma referência do site “Leilão Oficial do Estado da Bahia”.

 

CONTATO

O site leilaoextrajudicialdoestadobahia.org disponibiliza um canal de comunicação com os clientes através de um número de WhatsApp. A reportagem do Bahia Notícias inicialmente tentou contato ligando para o número, mas a ligação não chegou a ser completada. No aplicativo de mensagem a imagem que aparece também é a do governo da Bahia acrescida da mensagem “leilão oficial”.

 

Sem se identificar, a reportagem questionou sobre a possibilidade de ver pessoalmente os lotes, a relação com o governo da Bahia, a respeito do início dos próximos leilões e a origem dos lotes leiloados. A resposta foi de que os lotes não poderiam ser visitados pessoalmente em decorrência da pandemia do novo coronavírus, mas que a qualidade era assegurada e que as imagens eram fiéis. O responsável, que não se identificou, também garantiu que o “Leilão Oficial” era parceiro do governo da Bahia, fato negado pela gestão estadual. Quanto à origem dos lotes, a informação foi de que eram de empresas financeiras.

A suposta página de leilões foi criada em 19 de março de 2020 e está vinculada ao site de registros GoDaddy.com.

 

RELATO DAS VÍTIMAS

O Bahia Notícias ouviu relatos de golpes aplicados pelo portal de leilões. Uma pessoa, que prefere não ter o nome revelado, afirma ter sido vítima após uma compra feita no portal de leilões. Acostumada a participar de leilões online, a suposta vítima ficou sabendo da página em questão através de amigos. Ela afirma que o conjunto de fatos a fizeram acreditar que se tratava de uma operação legal, mas que no fim foi surpreendida negativamente.

 

“O selo do governo do Estado, os preços dos lotes que não eram tão baratos, o atendimento excelente, as informações divulgadas... tudo criava a falsa impressão de que era confiável”, relatou. Ela contou ao BN que, junto com um sócio, arrematou dois carros, uma motocicleta e uma moto aquática, por uma soma total de R$ 200 mil. Após o arremate, ela chegou a receber os termos de arrematação, com assinatura, firma reconhecida e com nome do suposto leiloeiro, de prenome Mauricio.

 

Só depois de depositar metade do valor (R$ 100 mil), as supostas vítimas acharam estranho que a conta para a qual haviam transferido a quantia tinha origem de pessoa física, e não jurídica, como é de costume em transações de leilões. Foi então que elas entraram em contato com amigos ligados ao setor jurídico e depois com o banco e conseguiram bloquear a transferência do valor.

 

A vítima também conta que após a transação procurou mais informações e notou que no site não consta nome de leiloeiro, e nem de junta comercial.

 

O Bahia Notícias voltou a entrar em contato com o número de WhatsApp da empresa, e questionou o uso irregular da marca do governo do Estado e do “Site Blindado”, assim como as denúncias de golpes. A mensagem foi visualizada, mas não houve resposta.

Vale-alimentação estudantil: pagamento da 2ª parcela começa na segunda-feira
Foto: Elói Corrêa / GOVBA

Começa a ser paga na segunda-feira (8) a 2ª parcela do vale-alimentação estudantil. O benefício é R$ 55 por estudante e atende cerca de 800 mil alunos da rede estadual de ensino na Bahia, nos 417 municípios. 

 

“Com esta segunda parcela, somamos 88 milhões de reais do Governo do Estado investidos na segurança alimentar dos estudantes e de suas famílias. A rede Alelo tem mais de 18 mil estabelecimentos que recebem o cartão, em todos os municípios baianos e em diversos distritos e povoados. No primeiro lote, fizemos o acordo com as redes Assaí e Cesta do Povo para que os estudantes pudessem ter acesso logo aos alimentos, já que os cartões iriam demorar para chegar. Agora que todos os cartões já chegaram, o estudante, com tranquilidade, vai poder fazer as compras perto de casa, e isto também vai movimentar a economia em todo o Estado”, disse Jerônimo Rodrigues, secretário de Educação do Estado.

 

O vale-estudantil é destinado, exclusivamente, para a compra de gêneros alimentícios, como feijão, arroz, macarrão, carne, frango, frutas, verduras, café e leite.

 

O benefício pago pelo governo do Estado tem validade até enquanto durar o período de suspensão das aulas.

Histórico de Conteúdo