Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Robson celebra Centro de Boxe e diz que espera 'boa notícia' sobre recurso de luta contra Valdez
A notícia de que o governo da Bahia lançou um edital para contratar a empresa que fará a reforma do espaço em que será instalado Centro de Treinamento de Boxe e Artes Marciais (veja aqui) foi motivo de alegria para Robson Conceição. O pugilista vinha cobrando o equipamento desde 2016, quando o governador Rui Costa (PT) o prometeu (saiba mais aqui).  "Com o Centro de Treinamentos, vamos poder recrutar muitos jovens, formar novos campeões, novos Robsons, Heberts e Beatrizes", afirmou o lutador, em entrevista exclusiva ao Bahia Notícias. 

Leia mais

Quinta, 12 de Agosto de 2021 - 09:35

Pensando no boxe profissional: Hebert não sabe se disputará Paris 2024, diz Mone Silva

por Leandro Aragão / Nuno Krause

Pensando no boxe profissional: Hebert não sabe se disputará Paris 2024, diz Mone Silva
Campeão olímpico do boxe nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, o baiano Hebert Conceição é uma incógnita em relação à disputa da edição do evento em 2024, que vai acontecer em Paris. Convidado da Live do Bahia Notícias, na manhã desta quinta-feira (12), o técnico da seleção brasileira da modalidade, Amonio Silva, o Mone, disse que o atleta pode migrar para o profissional.

Leia mais

'Sou um trem sem freio', declara Bia Ferreira, chance de medalha do boxe em Tóquio
"Vendo caro a minha derrota. Elas que lutem, meu campeão. Até então, ninguém me para. Sou um trem sem freio", disse a boxeadora Beatriz Ferreira, aos risos, em entrevista exclusiva ao Bahia Notícias. Atual campeã mundial do peso leve (até 60 quilos), Bia, como é conhecida, é uma das maiores chances de medalha do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, marcados para começar no dia 23 de julho.  Praticamente imbatível, a soteropolitana de 28 anos subiu ao pódio em 27 das 28 competições que disputou. A exceção foi o Mundial de 2018, quando foi eliminada para a sul-coreana Oh Yeon-Ji na segunda rodada. A única atleta que conseguiu derrotá-la duas vezes foi a finlandesa Mira Potkonen. Bia conseguiu a revanche fevereiro deste ano, ao batê-la na final do Torneio de Strandja, na Bulgária, por decisão unânime dos juízes. De qualquer forma, a baiana garantiu que Mira não é "uma pedra no caminho" dela. "Continuei treinando e sabia que uma hora eu ia dar o troco, e bem dado. E foi o que aconteceu. Não tenho mágoa. Todas do meu peso são adversárias, levo com a mesma seriedade e vontade de ganhar", destacou.  Após a liberação da volta dos torneios, paralisados por causa da pandemia de Covid-19, a boxeadora foi campeã de todas as competições. Além de Strandja, na Bulgária, ela levou o ouro no Torneio de Colônia, na Alemanha, e no Rio Grand Prix, etapa preparatória para os Jogos Olímpicos.  Sobre o isolamento, inclusive, Bia destacou que teve que ser firme para manter a forma física e cuidar da saúde mental. Ao Bahia Notícias, ela também falou sobre as dificuldades de ser mulher e lutar boxe, a falta de apoio e patrocínio da modalidade, sua relação com a Bahia e com Juiz de Fora (MG), cidade onde morou na maior parte da sua vida, e, por fim, sobre a importância do pai, Raimundo Ferreira, o "Sergipe", na evolução dela na modalidade.

Leia mais

Herói do Nordestão, Teixeira comenta virada na carreira e cita busca por mais títulos no Bahia
Fortaleza, 24 de abril de 2021. A capital cearense e esse dia mudaram completamente os rumos do goleiro Matheus Teixeira, de 22 anos. Ali, o jovem arqueiro recebeu a notícia de que seria titular do Bahia na semifinal da Copa do Nordeste contra o Fortaleza, já que o titular Douglas havia contraído a Covid-19. Durante os 90 minutos na Arena Castelão, um empate que levou a decisão para os pênaltis.  Em cima da linha que marca o gol, brilhou a estrela do jovem nascido em José Bonifácio (SP). Foram dois pênaltis defendidos e a classificação do Tricolor para a grande final. Depois daquele momento, foi só progresso. Ele se firmou como titular e ganhou a confiança da torcida. E novamente na Arena Castelão, que parece ter sido reformada para ele, mais um brilho nos pênaltis na decisão contra o Ceará e o nome marcado na história com o tetracampeonato. O jovem camisa 32 se tornou indispensável na meta tricolor. Em entrevista exclusiva ao Bahia Notícias, o mais novo paredão do Esquadrão de Aço reconheceu que não esperava uma mudança tão brusca no seu patamar. 

Leia mais

Ansioso para voltar a jogar, Gabriel Santiago fala sobre recuperação e se diz confiante
Uma das promessas das divisões de base do Vitória, o meia Gabriel Santiago se recupera de uma cirurgia no joelho. Ele rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho no mês passado e deve voltar aos gramados em setembro. Ele confia que voltará “ainda mais forte”. “Creio que tudo na vida tem um propósito. Se essa lesão veio nesse momento é porque Deus tem planos para mim, ninguém sabe quais são, mas eu sempre acredito neles. Foi muito difícil no início e ainda está sendo, principalmente pelo meu início muito bom. Eu tinha ganhado muita confiança, mas a vida é assim. Agora é trabalhar o máximo possível para voltar o quanto antes e mais forte”, afirmou. O jogador também relembrou as dificuldades encontradas nos seus primeiros passos no Vitória. “No começo foi muito bem. Cheguei aos 11 anos nas categorias de base do Vitória e fui logo aprovado. Consegui meu espaço de titular, mas depois de dois anos acabei ficando um pouco para trás por conta do meu tamanho e porte físico. Parte das comissões que estive preferiam estilo de jogo com mais porte físico e força, mas não deixei de trabalhar para alcançar o meu objetivo que era me profissionalizar”, destacou.

Leia mais

Confiante, Carlos Boi não tem pressa em ganhar o cinturão do UFC: 'Vai acontecer naturalmente'
Após estrear com derrota em julho de 2020, o lutador Carlos Boi, de 26 anos, emplacou duas vitórias seguidas no UFC. Sua última luta foi em meados de janeiro deste ano, quando venceu por pontos Justin Tafa pelos pesos-pesados (até 120,2kg). Em entrevista ao Bahia Notícias, o baiano de Feira de Santana falou da emoção de chegar à mais famosa franquia do mundo das lutas de MMA. Na conversa, Carlos Boi não se esquivou de nenhuma pergunta e falou do seu início conturbado no UFC, quando teve seu primeiro contrato rescindido após ter problema no anti-doping e cumprir dois anos de suspensão. Confiante no potencial, disse não ter entrado em desespero e esperou até, finalmente, subir no octógono pela primeira vez. A mesma confiança nos seus pesados socos também o deixa tranquilo em relação à conquista do cinturão, objeto de desejo de todo lutador. "É o ápice de um lutador. Mas eu não tenho pressa", declarou. O baiano ainda revelou o vício em assistir o Big Brother Brasil 21, reality show da TV Globo. E admitiu que já curtiu Micareta e Carnaval na Bahia para trocar socos na "pipoca".

Leia mais

Quarta, 03 de Fevereiro de 2021 - 11:10

Buscando vaga em Tóquio, Hebert Conceição comenta: 'Vou chegar em 2021 mais forte'

por Milena Lopes

Buscando vaga em Tóquio, Hebert Conceição comenta: 'Vou chegar em 2021 mais forte'
As últimas competições de boxe olímpico disputadas por Hebert Conceição foram especiais para o atleta, mas o foco dele agora é chegar em Tóquio. As eliminatórias para os Jogos Olímpicos, marcados para acontecerem no Japão em julho deste ano, ainda não aconteceram, mas o pugilista baiano é um nome de peso para representar o Brasil na modalidade. Após 2019, ano em que conquistou medalha de prata no Pan Americano de Lima e do bronze no Mundial de Boxe, sendo o primeiro brasileiro medalhista na segunda competição, as aspirações de Hebert na carreira aumentaram. O Bahia Notícias conversou com o atleta de 22 anos, que luta na categoria 75kg, para saber sobre como está sendo sua trajetória desde que as esperanças da classificação para Tóquio começaram a surgir, o processo de ver o sonho olímpico adiado pela pandemia e o sentimento de representar a Bahia e o Brasil. 

Leia mais

Terça, 08 de Dezembro de 2020 - 12:41

Bellintani explica decisão por candidatura no Bahia e alerta aos desafios do pós-Covid

por Ulisses Gama / Leandro Aragão

Bellintani explica decisão por candidatura no Bahia e alerta aos desafios do pós-Covid
Atual presidente do Bahia, Guilherme Bellintani foi o entrevistado na manhã desta terça-feira (8) na live do Bahia Notícias. Ele falou dos motivos que o levaram a disputar a reeleição no clube e fez um alerta sobre os desafios que o próximo mandatário terá no próximo triênio devido aos impactos da pandemia do coronavírus. A votação presidencial acontece no próximo sábado (12) e o sócio poderá participar tanto presencialmente na Arena Fonte Nova, quanto online.

Leia mais

Quinta, 19 de Novembro de 2020 - 11:21

Único rival de Bellintani, Lúcio Rios critica contratações do Bahia e quer melhorar a base

por Ulisses Gama / Leandro Aragão

Único rival de Bellintani, Lúcio Rios critica contratações do Bahia e quer melhorar a base
Único candidato à presidência do Bahia que concorre com o atual mandatário Guilherme Bellintani, Lúcio Rios foi entrevistado na manhã desta quinta-feira (19) na live do Bahia Notícias. O postulante ao principal cargo do Tricolor, pela chapa +Bahia que terá como vice Fernando Passos, criticou a política de contratações da diretoria e falou em melhorar o aproveitamento dos atletas das divisões de base tanto na utilização em campo quanto nas negociações. "Financeiramente, o Bahia vem fazendo o dever de casa. Evidentemente tem erros. Mas o principal a ser revisto é a divisão de base. Ela precisa ser tratada de forma que transforme nosso atleta júnior. Um exemplo é a questão de Clayson, que foi pago um valor alto e sequer aparece no banco. Outro exemplo é Wanderson. Tivemos a liberação de Dimitri, que hoje está no Corinthians e poderia ser um ativo nosso, ajudando em campo. O próprio Ramires, que jogou na Suíça, retornou e já foi negociado com o Red Bull. Além de melhorar a retenção dos talentos poderia gerar retorno financeiro. Outra negociação que poderia trazer recursos foi Edigar Junio. Eu até discuto se ele deveria ser negociado. A questão da pandemia nos assusta, o dever de casa tem um lastro, mas deveria mudar a forma das contratações", afirmou ao BN.

Leia mais

Segunda, 26 de Outubro de 2020 - 11:10

PC pede desculpas, reitera 'adeus' ao WhatsApp e promete gana para mudar fase do Vitória

por Ulisses Gama / Leandro Aragão

PC pede desculpas, reitera 'adeus' ao WhatsApp e promete gana para mudar fase do Vitória
Aos 69 anos de idade e em sua segunda passagem pelo Vitória, o presidente Paulo Carneiro, peça importante nas maiores conquistas do Rubro-negro, vive mais um momento conturbado no clube. Dentro da Série B do Brasileirão, o Leão não vence há seis partidas e se aproxima da zona de rebaixamento. Fora do campo, muitos problemas financeiros a se resolver e polêmicas na internet dão o tom.

Leia mais

Histórico de Conteúdo