Coronavírus: Bellintani quer reduzir salários de atletas e dirigentes do Bahia
Foto: Arquivo pessoal

O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, revelou nesta sexta-feira (3), que negocia a redução dos salários de atletas e dirigentes do clube durante a pandemia do novo coronavírus.

 

"Vai atingir o salário de atletas, de diretores e também o meu, presidente do clube. É hora de cada um fazer um pouco de esforço, cortar o seu salário, para que a gente consiga sobreviver num momento tão difícil, tanto no quesito de saúde quanto de economia", disse o cartola, em entrevista à TV Bahia.

 

Bellintani revelou que os atletas têm sinalizado positivamente com a propostas de redução salarial. Ele descartou a possiblidade do elenco de futebol feminino ser atingido pela medida. 

 

"Já conversamos com atletas. Conversa muito franca, muito aberta. Estão dispostos a ajudar. Vai atingir todo o grupo. Estamos deixando o feminino de fora porque já tem valor baixo de salário, não seria justo", emendou Bellintani.

 Roger Machado completa um ano no Bahia e iguala marca de Arturzinho
Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

Roger Machado completou nesta quinta-feira (2) um ano no comando técnico do Bahia. Isso não acontecia desde 2007, quando Arturzinho ficou à frente do Tricolor pelo mesmo período.

 

Em 2007, Arturzinho esteve à frente do Esquadrão em 66 jogos, venceu 37, empatou 20 e perdeu nove. Já Roger Machado comandou o time em 57 oportunidades e acumula 23 vitórias, 17 empates e 17 derrotas.

 

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o futebol está suspenso. Roger tem contrato válido com o Bahia até dezembro deste ano.

Dado Cavalcanti não sabe se continuará no Bahia; contrato com equipe encerra em abril
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Enquanto espera o período de suspensão dos campeonatos, o treinador da equipe de transição do Bahia, Dado Cavalcanti, está recluso com a família no interior de Pernambuco e aguarda qual será o seu futuro com a equipe. Com o contrato próximo de ser expirado, o técnico que está no Tricolor baiano desde o ano passado falou em entrevista ao GloboEsporte.com sobre o trabalho que foi feito com a equipe até agora e a atuação ao lado de Roger Machado, treinador do time principal. 

 

“Enxerguei a possibilidade de realizar um trabalho com começo, meio e fim. Ainda não está completo porque está tudo parado no país. Mas os resultados são bons”, comentou Dado sobre o desenvolvimento do seu trabalho com o time sub-23 do Bahia. “Conseguimos levar o time de aspirantes à semifinal do brasileiro da categoria no ano passado. Com essa equipe, lideramos o campeonato baiano até o momento da parada e conseguimos promover jogadores para a equipe principal do Bahia”, ressaltou o treinador. 

 

Dado ainda contou que ele e Roger muitas vezes estão em contato nos treinamentos das equipes e que isso facilita os trabalhos. “Ele acompanha alguns trabalhos com a gente. E eu também participo de algumas atividades comandadas por ele. Temos algumas ideias parecidas sobre modelo de jogo e isso facilita o entendimento. As diferenças entre as equipes são pequenas, até por conta de características de jogadores”, contou o técnico.

 

Sobre a oportunidade de trabalhar com o Bahia, Dado reconheceu a experiência como significativa para seus quase 15 anos de carreira na função. “Foi um passo atrás para me redescobrir como treinador. Essa chance no Bahia foi importante pra minha carreira”, admitiu o treinador. 

 

O contrato a frente do time sub-23 tem validade até o dia 20 de abril, mas o técnico comentou que ainda não sabe qual será seu futuro. Com as paralisações devido a pandemia, as conversas com o clube ainda não se desenvolveram. "Ainda não sei o que vai acontecer. Cheguei a receber alguns convites nesse período mas preferi cumprir o meu contrato, que está perto de terminar”, confessou. 

 

“Chegamos a iniciar uma conversa com o Bahia mas, com essa pandemia, temos que aguardar. Se for pra continuar, não faltará dedicação”, completou o treinador. “Se surgir outra proposta, estarei ainda mais preparado por tudo o que aconteceu nesses últimos doze meses de trabalho no Bahia", finalizou.

Quarta, 01 de Abril de 2020 - 13:35

Venda do Fazendão: Bahia oficializa cancelamento da AGE por conta do coronavírus

por Glauber Guerra / Ulisses Gama

Venda do Fazendão: Bahia oficializa cancelamento da AGE por conta do coronavírus
Foto: Ulisses Gama/ Bahia Notícias

O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, oficializou nesta quarta-feira (1º) o cancelamento da Assembleia Geral Extraordinária (AGE), que iria definir a venda do Fazendão e de um terreno no bairro Jardim das Margaridas, em Salvador. O motivo é por conta da pandemia do novo coronavírus. A informação já havia sido antecipada pelo BN (relembre aqui). 

 

A reunião estava marcada para acontecer no próximo sábado (4), a partir das 9h, na Arena Fonte Nova. 

 

O Fazendão, situado no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas, foi CT do Bahia por 40 anos. O equipamento tem cerca de 125 mil metros quadrados.

 

CONFIRA O COMUNICADO
O Presidente do Esporte Clube Bahia, no uso de suas atribuições estatutárias, cancela a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) – e por conseguinte desconvoca os associados do Clube – originalmente designada para o dia 04 de abril de 2020, das 9:00h às 17:00h, na Arena Fonte Nova, cuja ordem do dia consistia em:

 

– Aprovar a alienação (venda) de bens imóveis (Centro de Treinamento Osório Vilas Bôas – Fazendão e Terreno do Jardim das Margaridas), após apresentação dos pareceres dos Conselhos Deliberativo e Fiscal.

 

Considerando o cancelamento e a desconvocação acima expostos, restam prejudicados e igualmente cancelados todos os atos inerentes à realização AGE.

 

Salvador, 01 de abril de 2020.
Guilherme Cortizo Bellintani
Presidente do Esporte Clube Bahia.

Terça, 31 de Março de 2020 - 17:30

Bahia encaminha empréstimo de Régis para o Cruzeiro

Bahia encaminha empréstimo de Régis para o Cruzeiro
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação/ Bahia

A possibilidade de Régis ser emprestado para o Cruzeiro já existe há alguns meses, mas, a definição da transferência do jogador do Bahia  está adiantada e pode ser finalizada em breve, de acordo com o GloboEsporte.com.

 

O empréstimo de Régis deve durar até dezembro deste ano, mesmo período em que o vínculo do jogador vence com o Bahia, com a possibilidade de ampliar o tempo no clube Celeste. Segundo o site, as documentações para a transferência do jogador de 27 anos já foram iniciadas.  

 

O meia já é conhecido do atual técnico do Cruzeiro, Enderson Moreira, que esteve treinando o Bahia em 2018. O jogador fez apenas duas partidas pelo Tricolor este ano, tendo sido uma pela Copa do Nordeste e outra pela Copa do Brasil.

Bellintani aprova ajuste ao calendário europeu, mas com 'planejamento de médio prazo'
Foto: Glauber Guerra/ Bahia Notícias

Uma discussão no futebol brasileiro tem sido levantada em meio a pandemia do novo coronavírus. Com as atividades esportivas paralisadas, foi ventilado a possibilidade do Brasil adequar o seu calendário ao europeu ainda nesta temporada. Presidente do Bahia, Guilherme Bellintani aprova esse ajuste, mas não agora. 

 

“Seria bom para o Brasil se a gente conseguisse ter um calendário equivalente ao europeu. Conceitualmente, é muito bom. Qual é o problema? Se isso for feito nas circunstâncias atuais, pode ter certeza que os clubes quebram absolutamente este ano. Isso seria feito sem o mínimo de planejamento de médio prazo. Isso para ser feito tem que ser programado com dois ou três anos de antecedência”, disse em entrevista ao podcast “Dinheiro em Jogo”, do GloboEsporte.com.

 

Para Bellintani, o planejamento feito para essa temporada pelos clubes inviabiliza a possibilidade de adequação do calendário.

 

“Como é que faz isso sem planejamento? É impossível, eu diria, ajustar esse ano, salve se houver uma repactuação econômica que dê aos clubes a capacidade de se planejar e se preparar. Todos os clubes estão imbuídos para manter o formato, pontos corridos, quando der para começar com segurança sanitária”, destacou.

 

Bellintani classificou a possibilidade para a mudança imediata como “um falso modernismo”.

 

“Pensar em mudar calendário agora me parece ação absolutamente desproporcional, e fruto do acaso, não de um planejamento. Seria um falso modernismo. Uma modernidade que se tenta atingir, mas de maneira forçada e sem planejamento. E aí não adianta. Cai por terra e perde a oportunidade que talvez daqui a dois anos possa vir fruto de um planejamento”, pontuou.

'Fiado Invertido': torcida do Bahia lança ação para ajudar ambulantes dos estádios
Foto: Reprodução

A suspensão dos campeonatos ano está afetando somente a vida de atletas e equipes. Os vendedores ambulantes que trabalham nos estádios também estão prejudicados com as paralisações. E, por isso, a Frente Esquadrão Popular, integrada por torcedores do Bahia, tiveram a iniciativa de criar a campanha “Fiado Invertido”, para ajudar esses trabalhadores. 

 

A proposta é um financiamento coletivo através da compra de produtos desses ambulantes neste momento de pandemia e retirada dos itens adquiridos quando as atividades nos estádios forem normalizadas. Para descrever a campanha, o Fiado Invertido carrega o slogan “compro, não nego, pego quando puder". 

 

“Nos últimos dias nós pensamos em algumas propostas para ajudar pessoas que estão sendo afetadas nessa redução da atividade econômica, como os autônomos e os informais, são pessoas que a gente sabe que estão sofrendo diretamente com esse isolamento social”, explicou Leonardo Dantas, um dos representantes da campanha e integrante da Frente Esquadrão Popular. 

 

Ele ainda comenta que conversou e explicou o projeto para dois dos ambulantes que atuam na Fonte Nova há muitos anos, o Evandro, baleiro, e Robgol, sorveteiro, que possuem contato com outros ambulantes que também trabalham nos estádios e dependem dessa arrecadação para viver. 

 

“Explicamos o que era a ideia, o que era essa vaquinha online e eles acharam interessante, levaram para os outros ambulantes e eles decidiram que seria melhor concentrar a arrecadação neles dois e depois eles vão distribuir entre os ambulantes que estão realmente necessitando”, acrescentou Leonardo. 

 

De acordo com ele, essa decisão aproveita o histórico de anos de trabalho desses vendedores nos estádios de Salvador e evita que as arrecadações sejam desequilibradas entre os trabalhadores envolvidos. 

 

“Somos um grupo de ambulantes que vivemos da venda nos estádios e, assim como todas as classes que dependem da multidão e do trabalho de rua, estamos precisando de apoio”, relata Evandro, baleiro nos estádios da Fonte Nova e no Barradão há quase 40 anos. 

 

Ele ressalta que muitos desses trabalhadores não possuem cadastro na prefeitura e não estão recebendo qualquer benefício nesse período. “A gente vai ver o que puder arrecadar. Lembrando que não se trata de uma campanha de doação, e sim de venda. é uma antecipação de receita e lá na frente nós vamos entregar os produtos para as pessoas” explica o vendedor. 

 

“Nao tira a dignidade da gente por que a gente vai entregar a mercadoria la frente”, pontuou Evandro. “Pelas pessoas responsáveis pela campanha terem uma aproximação comigo e com o rapaz, Robgol, eles sinalizaram a gente sobre a campanha e nós vamos tentar chegar ao máximo de pessoas possíveis”, acrescentou. 

 

Os produtos e serviços prestados pelos trabalhadores estão disponíveis em sites de vaquinha online, administrados por Leandro, representante do Frente Esquadrao Popular. Os contribuintes que realizam compra pelos links da campanha estão repassando o valor para a arrecadação dos ambulantes e recebem vouchers e comprovantes para retirada futura dos itens, ou contratação dos profissionais para eventos, de acordo com o que foi adquirido.  

 

“A gente vai ver aqueles que tem a maior necessidade de receber e aqueles que podem arcar com a responsabilidade de fazer as entregas”, apontou Evandro. “A gente tem o privilégio de ser conhecido por essas pessoas e poder ajudar nessa campanha. A gente espera que isso seja alavancado e que alcance mais pessoas para mais pessoas poderem receber esse benefício”, completou o vendedor.

Museu do Futebol vai exibir Bahêa, Minha Vida nas redes sociais neste sábado
Foto: Divulgação

Para ajudar a entreter os amantes do futebol que estão cumprindo a quarentena, como recomenda a Organização Mundial de Saúde (OMS), a página do Museu do Futebol no Facebook vai exibir on-line o filme "Bahêa, Minha Vida". A sessão está marcada para sábado (28), às 21h e no link divulgado pela instituição (clique aqui).

 

Lançado em 2011, "Bahêa, Minha Vida" é um documentário dirigido por Márcio Cavalcante. A película comemora os 80 anos do Esporte Clube Bahia trazendo depoimentos e arquivos dos seus torcedores e personalidades do futebol brasileiro como o narrador da TV Globo, Galvão Bueno, e o jornalista Juca Kfouri. O longa tem duração de 1h40 min.

 

Localizado no estádio do Pacaembu, em São Paulo, inaugurado em setembro de 2008, o Museu do Futebol é uma instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. O espaço mostra o futebol como expressão cultural no Brasil e conta com um rico acervo, além de equipamentos que promovem interação com o visitante. Devido à pandemia do coronavírus no país, o local está temporariamente fechado, incialmente, até o dia 17 de abril.

Sexta, 27 de Março de 2020 - 07:45

Bahia oficializa férias coletivas para jogadores e comissão técnica

por Leandro Aragão

Bahia oficializa férias coletivas para jogadores e comissão técnica
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia oficializou na noite desta quinta-feira (26) a concessão de férias coletivas para os jogadores e membros da comissão técnica entre os dias 1° e 20 de abril. O Bahia Notícias havia antecipado essa informação durante a manhã (leia aqui). A decisão foi tomada após reunião (veja aqui) da Comissão Nacional de Clubes (CNC).

 

Os 10 dias restantes das férias será concedido ao final do ano de 2020 ou início de 2021, a depender de como ficará o calendário do futebol brasileiro quando os campeonatos forem reiniciados.

 

A estreia do Bahia no Brasileirão será fora de casa contra o Botafogo. A partida está prevista para acontecer entre os dias 2 e 4 de maio. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não divulgou a tabela detalhada da competição. Além do nacional, o Tricolor ainda está na disputa da Copa do Nordeste e da Copa Sul-Americana com seu time principal, além do Campeonato Baiano que estava sendo disputado pela equipe de transição. No regional, o Esquadrão de Aço é o segundo colocado do Grupo A com 15 pontos e já estava classificado para as quartas de final, enquanto no torneio continental, os baianos eliminaram o Nacional, do Paraguai, e garantiram vaga na segunda fase.

Conmebol vai adiantar parte do prêmio pela classificação à 2ª fase na Sul-Americana
Foto: Divulgação / Conmebol

A Conmebol definiu nesta quinta-feira (26) a antecipação de 60% do pagamento das premiações pela classificação à segunda fase da Copa Sul-Americana. Com isso, o Bahia e Vasco vão receber 60% dos 375 mil dólares, o equivalente a R$ 1,9 milhão, por ter eliminado o Nacional, do Paraguai, no confronto de estreia do torneio. A medida tem como objetivo ajudar os clubes a enfrentar o impacto econômico causado pela pandemia do coronavírus, que paralisou o futebol na América do Sul.

 

A mesma medida será aplicada para os clubes participantes da Copa Libertadores da América. Eles vão receber a mesma porcentagem da premiação por disputarem a fase de grupos.

 

Com a chegada da epidemia do coronavírus no continente sul-americano, a Conmebol suspendeu a disputa da Copa Sul-Americana e Libertadores. Inicialmente, a entidade espera reiniciar os torneios a partir do dia 5 de maio.

Histórico de Conteúdo