Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bahia disputará Campeonato Baiano Feminino 2021, marcado para agosto deste ano
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia foi confirmado, nesta segunda-feira (26), entre os clubes que disputarão o Campeonato Baiano Feminino em 2021. A informação foi divulgada pela Federação Bahiana de Futebol (FBF), em Conselho Técnico para estabelecer a fórmula da competição. 

 

O certame não foi disputado no ano passado, em razão da pandemia de Covid-19. Em 2019, as Meninas de Aço ficaram com a taça, após vencer o Juventude nos dois jogos da final, por 3 a 1 e 5 a 1. 

 

Doce Mel, Fluminense de Feira, Juventude, Lusaca e Vitória serão os outros cinco clubes participantes. 

 

Segundo a FBF, a competição terá fórmula semelhante à da Série B do Baianão masculino. A única diferença será o acréscimo do jogo de volta na semifinal. Assim, os clubes firarão em um mesmo grupo e se enfrentarão em jogos apenas de ida na primeira fase.

 

Os quatro primeiros colocados avançam para a semifinal, e a grande decisão também será disputada em duas partidas. O campeão do estadual terá direito a uma vaga na Série A3 do Brasileirão Feminino 2022. Caso este já esteja inserido no certame nacional em qualquer série, a vaga passa para o próximo clube melhor colocado.

 

O prazo para inscrição no Baianão Feminino se encerrava no dia 29 de junho (lembre aqui). O regulamento e a tabela de jogos devem ser divulgados em breve.

Segunda, 26 de Julho de 2021 - 17:45

Bahia inicia preparação para jogo da Copa do Brasil contra o Atlético-MG

por Ulisses Gama

Bahia inicia preparação para jogo da Copa do Brasil contra o Atlético-MG
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia

Após levar 3 a 0 do Atlético-MG no último domingo (25), o Bahia permaneceu em Belo Horizonte e iniciou a preparação para mais um encontro contra o Galo, dessa vez pelas oitavas de final da Copa do Brasil. A partida será nesta quarta-feira (28), às 21h30, novamente no Mineirão.

 

Os atletas que atuaram mais de 45 minutos permaneceram no hotel e fizeram um treino físico na academia, além do trabalho de recuperação com gelo, piscina aquecida e massagem.

 

Já os demais atletas foram ao CT do América Mineiro e fizeram um treino técnico. Inicialmente, o foco foi a posse de bola, sem a presença dos goleiros. Depois Danilo Fernandes, Mateus Claus e Matheus Teixeira entraram em ação para que os demais pudessem finalizar ao gol.

 

Após cumprir suspensão, o volante Edson se juntou ao grupo tricolor. Existe a expectativa sobre o retorno de Daniel, que segue suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e aguarda por uma conversão de pena solicitada pelo jurídico tricolor. 

 

Por outro lado, o atacante Maycon Douglas, que jogou a Copa do Brasil pelo ABC, retornou para Salvador.

 

A equipe termina a preparação para o duelo na tarde desta terça (27), no CT do Cruzeiro.

Segunda, 26 de Julho de 2021 - 14:12

Elias e Élber acionam o Bahia na justiça; clube encaminha acordo com atletas

por Ulisses Gama

Elias e Élber acionam o Bahia na justiça; clube encaminha acordo com atletas
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia

O Bahia recebeu na semana passada duas notificações judiciais de ações promovidas pelo volante Elias e pelo atacante Élber, ex-jogadores do clube. A cobrança dos atletas é pelo direito de imagem, licença que permite a veiculação da imagem dos jogadores. A informação foi divulgada pelo site Bahiaço e confirmada pelo Bahia Notícias.

 

Em contato com a reportagem do BN, o clube confirmou o processo e indicou que existe um acordo encaminhado com esses atletas. 

 

No ano passado, quando a pandemia do novo coronavírus interrompeu o futebol, o clube chegou a fazer um acordo com todos os jogadores em relação ao pagamento do direito de imagem. Além disso, o salário dos atletas foi reduzido em 25% até a volta das partidas.

 

Hoje no Yokohama Marinos, do Japão, Élber atuou por três anos no Bahia, com 152 partidas e 18 gols. Já Elias teve uma passagem mais apagada, com apenas 16 partidas disputadas em 2020.

Segunda, 26 de Julho de 2021 - 11:30

Bahia cumprirá perda de mando de campo contra o Atlético-MG; jogo deve ser em Feira

por Ulisses Gama / Leandro Aragão

Bahia cumprirá perda de mando de campo contra o Atlético-MG; jogo deve ser em Feira
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por causa de uma briga generalizada com o Ceará na final da Copa do Nordeste, o Bahia cumprirá a perda do mando de campo contra o Atlético-MG, no duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. De acordo com a apuração do Bahia Notícias, o jogo, marcada para 4 de agosto, deve acontecer em Feira de Santana.

 

O Tricolor foi julgado no último dia 15. Na ocasião, o STJD aumentou as penas aplicadas aos jogadores das duas equipes, como o lateral Nino, o zagueiro Juninho e o meia Daniel no lado baiano, enquanto o lateral Gabriel Dias e os atacantes Jael e Mendoza pelo Vozão. Já o clube da Boa Terra perdeu o mando de uma partida.

 

Bahia e Atlético-MG iniciam o confronto das oitavas de final da Copa do Brasil na próxima quarta-feira (28), às 21h30, no Mineirão. Neste domingo (25), o Galo venceu o Tricolor por 3 a 0, também no estádio mineiro, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Segunda, 26 de Julho de 2021 - 07:15

Dependência? Após suspensão de Daniel, Bahia fica em jejum no Brasileirão

por Ulisses Gama

Dependência? Após suspensão de Daniel, Bahia fica em jejum no Brasileirão
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia

A derrota de 3 a 0 do Bahia contra o Atlético-MG no último domingo (25) marcou a terceira derrota seguida do Bahia no Brasileirão. A sequência negativa coincidentemente bate com o período em que o meia Daniel está desfalcando o time, inicialmente por conta dos cartões amarelos e depois pela suspensão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta da briga na final da Copa do Nordeste.

 

No período, o Tricolor perdeu para o São Paulo, foi goleado pelo Flamengo e caiu diante do Galo. Foram nove gols sofridos e nenhum gol marcado. Considerado uma referência técnica, Daniel tem 29 partidas e efetuou cinco assistências para gol nesta temporada.

 

A equipe volta a enfrentar o mesmo Atlético-MG nesta quarta-feira (28), às 21h30, no Mineirão, pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil. O Bahia aguarda por uma conversão da pena do jogador, que já cumpriu quatro das oito partidas de gancho impostar pelo tribunal.

 

Os comandados do técnico Dado Cavalcanti retomam o trabalho na tarde desta segunda-feira (26), às 15h, no centro de treinamento do Cruzeiro, em Belo Horizonte. 

Dado Cavalcanti aponta erros do Bahia, mas diz que placar do revés de 3 a 0 foi 'mentiroso'
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O técnico Dado Cavalcanti disse que o placar de 3 a 0 favorável ao Atlético-MG foi mentiroso, por não mostrar também o que o Bahia fez em campo. O Tricolor foi derrotado pelo Galo na manhã deste domingo (25), no Mineirão, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O comandante apontou erros individuais e coletivos do time baiano que custaram o resultado negativo.

 

"A estratégia de povoar o meio surtiu efeito. Sabíamos que o Atlético é um time que explora muito o meio e num deslize nosso, justamente num momento em que não preenchemos o espaço do funil do como costume chamar, aconteceu o primeiro gol numa fatalidade nossa coletiva. Um erro nosso, mas uma qualidade do adversário. Os outros dois aconteceram infelizmente em erros que fazem parte, porque os jogadores estão em campo para errar e acertar. É tentar corrigir o máximo dos erros individuais, porque o placar de 1 a 0, no jogo de quarta-feira nos deixa vivos na Copa do Brasil. O placar de três não. São completamente diferentes a condições que a gente entende. Vamos juntar os cacos, vou procurar, obviamente, o melhor do Bahia para quarta-feira, mas não vou jogar tudo no lixo. Acho que o placar de 3 a 0 foi um pouco mentiroso em relação ao que as duas equipes apresentaram e principalmente, ao que o Bahia apresentou de forma defensiva hoje", afirmou na entrevista coletiva.

 

Nos últimos três jogos, o Bahia sofreu nove gols nas derrotas para São Paulo, Flamengo e, agora para o Atlético-MG. Apesar do novo revés, Dado viu pontos positivos na estratégia traçada para o compromisso no Mineirão.

 

"A condição técnica dos adversários que enfrentamos deve ser levada em consideração. A dificuldade com a ausência do Daniel no aspecto de jogar, mas existe principalmente a condição de outro momento do jogo que é quando estamos sem a bola. Hoje, diferente do jogo da semana passada contra o Flamengo, nós entramos com uma proposta muito mais bem definida em relação à contenção, à marcação. Não dá para jogar tudo, que a gente fez hoje, no lixo. Tiveram muitas coisas boas que aconteceram com essa formatação de três jogadores mais de contenção no meio. Óbvio que é o eterno cobertor curto do treinador. Às vezes, quando você quer reforçar sua defesa abre mão um pouco da chegada ofensiva. E quando você quer reforçar o lado ofensivo, às vezes desguarnece a defesa. O placar elástico se deu depois por erros individuais que fazem parte da partida, mas o coletivo, em cima da estratégia, não vou jogar tudo lixo", analisou.

 

Para o comandante, o Tricolor passa por momento de instabilidade, mas acredita na evolução do time para os próximos desafios.

 

"A constância é uma condição de campeonato que dificilmente uma equipe consegue ter. As 20 equipes, incluindo o líder Palmeiras, que por exemplo há umas cinco ou seis rodadas vivia um momento de instabilidade muito grande. Hoje é a gente que vive esse momento de instabilidade. Ninguém aqui está fechando os olhos para esse momento de instabilidade. É momento de ter tranquilidade, foram três jogos pesados, três resultados muito ruins, mas nós teremos aí uma condição de evolução com os próximos adversários no Campeonato Brasileiro lá na frente. Talvez com mais opções de jogadores que estão chegando, estão em treinamento tentando melhorar ainda mais suas performances para que possam contribuir futuramente conosco. É momento de ter um pouco mais de serenidade, reflexão, mas vai passar", disse.

 

O Bahia volta a enfrentar o Atlético-MG, na próxima quarta-feira (28), às 21h30, novamente no Mineirão, mas dessa vez o jogo é válido pela abertura do confronto das oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, o Tricolor, que ocupa a oitava posição com 17 pontos, receberá a visita do Sport, no domingo (1º), às 18h15, em Pituaçu, pela 14ª rodada.

'É muito difícil perder jogos tomando bastante gols', diz Galdezani após novo revés do Bahia
Foto: Vitor Tamar / EC Bahia

O meia Matheus Galdezani lamentou os oito gols sofridos pelo Bahia nos últimos dois jogos. Após a goleada para o Flamengo por 5 a 0, o Tricolor perdeu para o Atlético-MG por 3 a 0, na manhã deste domingo (25), pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

"É muito difícil perder jogos tomando bastante gols. A gente não queria não, estamos pecando por poucas coisas. O professor Dado tem dado os trabalhos e a gente tem feito muito bem. É detalhe que estamos errando e sofrendo os gols que não podem. Ainda mais contra times como Atlético-MG, Flamengo, os caras vão chegar e vão matar, não pode. Temos que colocar a cabeça no lugar, pensar no próximo jogo aqui, porque a Copa do Brasil é muito importante para a gente. Vamos ver o que o Dado vai fazer nesses dias de treinamento para a gente chegar bem aqui e tentar reverter essa situação", afirmou em entrevista ao canal Premiere.

 

Com a terceira derrota consecutiva, o Bahia segue estacionado nos 17 pontos, ocupando a oitava colocação na tabela, mas pode perder posições com o desenrolar da rodada. O Tricolor volta a encarar o Atlético-MG na próxima quarta-feira (28), às 21h30, novamente no Mineirão, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, o time baiano receberá a visita do Sport, domingo (1º), às 18h15, pela 14ª jornada.

Domingo, 25 de Julho de 2021 - 12:53

Bahia perde para o Atlético-MG, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro

por Leandro Aragão

Bahia perde para o Atlético-MG, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro
Foto: Viviane Moreira / Futura Press / Folhapress

O Bahia conheceu a sua terceira derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro. Na manhã deste domingo (25), o Tricolor perdeu para o Atlético-MG, por 3 a 0, no Mineirão, pela 13ª rodada. Com gols marcados no segundo tempo, Hulk balançou as redes duas vezes e Nathan fechou o placar.

 

Com o resultado, o time baiano permanece com 17 pontos, mas corre o risco de perder posições na tabela de classificação com o desenrolar da rodada. Já o Galo segue na vice-liderança com 28, três a menos do que o Palmeiras, que é o primeiro.

 

Na próxima rodada do Brasileirão, o Bahia recebe o Sport, em Pituaçu, no domingo (1º), às 18h15. Porém, antes disso, o Tricolor encara novamente o Atlético-MG, na quarta-feira (28), às 21h30, de novo no Mineirão, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

 

O JOGO

Com três volantes protegendo a defesa, o Tricolor começou o jogo esperando o Galo no seu campo para tentar escapar em velocidade no contra-ataque. E foi assim que aconteceu a primeira finalização da partida. Após recuperar a bola na entrada, Rossi foi acionado em velocidade sendo parado com falta. Na cobrança, Rodriguinho levanta a bola na área e Ligger cabeceia para fora. Dono da casa, o Galo tinha mais posse de bola, mas não conseguia furar o sistema defensivo do time baiano e não levou perigo à meta de Matheus Teixeira no início do duelo no Mineirão. Na primeira tentativa, Hulk ficou na barreira ao bater uma falta da intermediária. Mas aos 11, Nacho Fernández bateu bem uma falta buscando o ângulo, mas Matheus Teixeira desviou com a ponta dos dedos e a bola bateu na trave.

 

O Tricolor chegou com perigo aos 15 minutos. Na entrada da área, Gilberto tocou para Rodriguinho, que foi travado pela marcação na hora da finalização. Cinco minutos depois, Nino recebeu na direita e cruzou buscando o camisa 9, mas Mariano cortou mandando para escanteio.

 

Rossi foi acionado em velocidade mais uma vez pela direita aos 23 minutos. O atacante foi derrubado por Júnior Alonso próximo à linha de fundo. A cobrança da falta foi em jogada ensaiada. Rodriguinho rolou para a entrada da área e Lucas Araújo chegou batendo, mas mandou por cima do gol de Everson.

 

Aos 27 minutos, Rossi caiu sozinho com dores no tornozelo. O atacante deixou a partida para receber atendimento médico. Mas para alívio do Tricolor, ele conseguiu retornar ao gramado.

 

O Tricolor teve outra chance aos 34 minutos, novamente Ligger. Na cobrança de falta de Rodriguinho, o zagueiro apareceu na área e cabeceou para o gol, mas Everson, bem posicionado, encaixou sem dificuldades. Quatro minutos depois, o Galo tentou responder. Hulk foi lançado pela direita, mas Matheus Teixeira saiu muito bem e cortou a jogada mineira.

 

Nos minutos finais, os donos da casa tentaram uma blitz na área do Bahia, mas a defesa conseguiu se segurar.

 

Segundo tempo

O Tricolor voltou do vestiário com a mesma formação. Por outro lado, o técnico Cuca mexeu no Galo. Tchê Tchê entrou no lugar de Franco, enquanto Borrero deu lugar para Eduardo Sasha. O jogo recomeçou como no primeiro tempo. Bem postado na defesa, o time baiano manteve a estratégia de sair em velocidade nos contra-ataques. Enquanto os donos da casa, com mais posse da bola, buscavam o ataque, mas sem conseguir criar uma chance clara de gol.

 

Hulk abre o placar para o Galo
O Galo abriu o placar com Hulk aos 12 minutos. Após a tabela, o camisa 7 recebeu a enfiada de bola em velocidade e tocou na saída de Matheus Teixeira. Atlético-MG 1x0 Bahia

 

O técnico Dado Cavalcanti foi obrigado a modificar o Tricolor aos 18 minutos. Lucas Araújo se machucou e pediu para sair. Matheus Galdezani foi o substituto.

 

Aos 24 minutos, o Tricolor levou perigo ao gol mineiro com Rossi em cobrança de falta. No minuto seguinte, foi a vez de Matheus Galdezani bater forte, do meio da rua, obrigando Everson a cair e fazer boa defesa espalmando para fora.

 

De pênalti, Hulk marca o segundo
O Galo chegou ao segundo gol novamente com Hulk, de pênalti, aos 34 minutos. Após o time mineiro recuperar a bola na intermediária baiana, Hulk foi acionado e caiu na dividida com Matheus Teixeira. Antônio Dib de Moraes assinalou a penalidade máxima aos 32. O mesmo camisa 7 foi para a cobrança e estufou as redes. Atlético-MG 2x0 Bahia

 

Matheus Teixeira ainda evitou o terceiro gol mineiros aos 44 minutos. Zaracho recebeu a inversão de bola, já dentro da área, dominou e bateu para a grande defesa do goleiro tricolor.

 

Nathan faz o terceiro para o Galo
Mas o Galo chegou ao terceiro gol aos 45 minutos com Nathan. Cobrança de escanteio pela direita da defesa baiana, no bate e rebate, a bola sobrou para o camisa 23 que estufou as redes. Atlético-MG 3x0 Bahia

 

FICHA TÉCNICA
Atlético-MG 3x0 Bahia
Campeonato Brasileiro - 13ª rodada

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 25/07/2021 (domingo) 
Horário: 11h
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga e Márcio Iglésias Araújo Silva (ambos do PI)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Cartões amarelos: Dodô, Mariano (Atlético-MG) / Rossi (Bahia)

Gols: Hulk, duas vezes, Nathan (Atlético-MG)

 


Atlético-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva, Júnior Alonso e Dodô (Réver); Allan, Franco (Tchê Tchê) e Nacho Fernández (Hyoran); Borrero (Eduardo Sasha), Zaracho e Hulk (Nathan). Técnico: Cuca.

 

Bahia: Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Ligger, Conti e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Jonas (Raniele), Patrick e Lucas Araújo (Matheus Galdezani); Rossi (Oscar Ruiz), Rodriguinho (Maycon Douglas) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Sábado, 24 de Julho de 2021 - 17:05

Sócios do Bahia aprovam venda do Fazendão em Assembleia Geral

por Ulisses Gama

Sócios do Bahia aprovam venda do Fazendão em Assembleia Geral
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

Em Assembleia Geral Extraordinária realizada neste sábado (24), a maioria dos sócios do Bahia disseram "sim" para a venda do Fazendão, antigo centro de treinamento do clube. A votação virtual, que se encerrou às 17h, teve 88,59% de aprovação e 11,41% de rejeição. Antes de passar pelos associados, o parecer da venda já havia sido aprovado pelo Conselho Deliberativo. A eleição teve 3549 votos, participação recorde, sendo 16 abstenções. 

 

O Bahia tem uma proposta da construtora MRV no valor de R$ 22 milhões, com divisão em 30 parcelas, 18 delas por R$ 488.888,89 cada e 12 de 1.100.000,00. Essa oferta não conta com um terreno anexo do Jardim das Margaridas, que pode se tornar uma outra negociação do clube no futuro. De acordo com a diretoria, o Bahia segue aberto para ouvir propostas e o valor será usado para pagar dívidas trabalhistas.

 

 "[Investir em] Aquisição de atletas de forma nenhuma, e em estrutura já investimos bastante no CT Evaristo de Macedo, justamente para vender o Fazendão. O Conselho entendeu que o caminho é que a receita originária seja para pagar dívida. O clube deve demais, principalmente em dívida trabalhista", disse Bellintani, no último dia 6 de julho, em entrevista ao programa BN na Bola, da Rádio Salvador FM 92,3.

 

"Só de juros nós pagamos R$ 200 mil por mês. Aqueles que defendem que a gente deveria preservar o Fazendão têm que pensar em como o clube vai suportar um juros desse tamanho e manter um patrimônio inutilizado", completou.

 

No mesmo dia, o mandatário disse que o Bahia não corre riscos pela venda.

 

"O Bahia não tem risco nenhum. Se quiser receber algum valor antes do momento zero da construção, e o projeto não for aprovado, tem que devolver esse dinheiro. O risco máximo é esse, devolver o dinheiro recebido, se não quiser receber nada antes", explicou.

 

O Bahia deixou o Fazendão no começo de 2020 após 40 anos de uso do CT Osório Villas Boas, inaugurado em 1979. Recentemente, a estrutura vem sendo utilizada por clubes como Jacuipense e Olímpia.

Sábado, 24 de Julho de 2021 - 17:00

Diante do Atlético-MG, Bahia mira reabilitação no Campeonato Brasileiro

por Ulisses Gama

Diante do Atlético-MG, Bahia mira reabilitação no Campeonato Brasileiro
Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia

Após levar 5 a 0 do Flamengo, chegou a hora de virar a página. Na manhã deste domingo (25), a partir das 11h, o Bahia enfrenta o Atlético-MG no Mineirão, em jogo válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, no início de uma fileira de jogos contra o Galo. A equipe de Dado Cavalcanti busca a reabilitação após muitos gols sofridos e a sequência de duas derrotas seguidas.

 

Ainda sem poder contar com os reforços Mugni e Rodallega por conta da janela internacional de contratações, o Esquadrão de Aço precisa se reinventar, já que não tem o zagueiro Juninho e o meia Thaciano, que deixaram o clube, além do meia Daniel, suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). 

 

Na contramão das notícias ruins, Dado terá a volta do volante Jonas, que fica à disposição após cumprir suspensão automática.

 

"A gente sai com a derrota e sabemos que não pode ser da maneira que foi hoje [no último domingo contra o Flamengo]. Temos mais uma semana para trabalhar firme e não repetir os mesmos erros que tivemos aqui", disse o goleiro Matheus Teixeira.

 

ATLÉTICO-MG

 

O Galo chega em alta para essa partida. Não é para menos, já que a equipe do técnico Cuca eliminou o Boca Juniors pela Libertadores e conta com o centroavante Hulk em uma boa fase. O goleador, próximo dos 35 anos, pensa em voltar para a Seleção Brasileira.

 

"O meu foco principal é estar bem no meu clube, dar meu melhor pelo Atlético e buscar me superar a cada dia, melhorar a cada jogo. Se tiver oportunidade na Seleção, com certeza vou ficar muito feliz e tentar aproveitar da melhor maneira possível. Claro que quando você joga em alto rendimento e tem oportunidade de defender teu país, você tem que se orgulhar e defender o teu país. Mas meu foco é estar bem no Atlético, porque se tiver oportunidade é pelos meus jogos aqui. Se tiver oportunidade na Seleção, irei com o maior prazer", indicou.

 

FICHA TÉCNICA
Atlético-MG x Bahia
Campeonato Brasileiro - 13ª rodada

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 25/07/2021 (domingo) 
Horário: 11h
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
 

Assistentes: Rogério de Oliveira Braga e Márcio Iglésias Araújo Silva (ambos do PI)
 

VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

 


Atlético-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva, Alonso e Dodô; Jair, Allan e Nathan; Hyoran, Zaracho e Hulk. Técnico: Cuca.

 

Bahia: Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Ligger, Conti e Matheus Bahia; Jonas, Patrick e Galdezani; Rossi, Rodriguinho e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Histórico de Conteúdo