Segunda, 14 de Setembro de 2020 - 11:10

Joel Feldman

por Ailma Teixeira

Joel Feldman
Entre os assuntos que dominaram o noticiário nacional na última semana está a alta do arroz. Consumidores que antes compravam um quilo do produto por algo em torno de R$ 2,75, de repente se depararam com o mesmo pacote por até R$ 5. A Associação Baiana de Supermercados repete o que já foi dito por outros membros do setor: eles não são os vilões. Esse aumento é decorrente de outros três fatores que impactaram a cadeia produtiva do arroz: desvalorização do real frente ao dólar, redução da área de plantio durante a pandemia e aumento do poder de compra das famílias, explica o presidente da Abase, o administrador Joel Feldman. Em entrevista ao Bahia Notícias, ele alerta que o arroz está longe de ser o único produto em situação preocupante. "Estamos num momento crítico do óleo de soja, tendo em vista a grande exportação deste commoditie para o mercado externo, de modo que as duas indústrias que dominam este setor no Brasil não possuem disponibilidade para atender a demanda. Este item seguramente faltará nas prateleiras nos próximos dias", avisa Feldman, que é também sócio da Cesta do Povo. Em Salvador, alguns supermercados já chegaram a impor limite de compra para esses produtos. Para o administrador, é hora do poder público perceber a necessidade de reduzir a carga tributária dos itens da cesta básica, além de adotar a isenção de impostos na importação, como forma de regular o mercado.

Leia mais

Segunda, 07 de Setembro de 2020 - 11:10

Leo Prates

por Mauricio Leiro

Leo Prates
Envolvido na polêmica do recastramento do SUS, o secretário de saúde de Salvador chegou a entrar em um embate com a apresentadora da TV Bahia Jessica Senra. Com o aumento dos números de recadastramento, Leo revelou que de fato a divulgação para o recadastramento do SUS em Salvador foi precário."A comunicação ficou comprometida e pelo momento que vivemos [de pandemia], mas acertamos no retorno", pontuou. Um dos nomes fortes dentro do PDT baiano, Leo revelou que não tem vontade de assumir o partido no estado. Presidente da legenda em Salvador, Prates entende que sua vocação é de estar no "chão de fábrica", e que o Félix Mendonça, é o melhor presidente da história do PDT na Bahia.

Leia mais

Segunda, 24 de Agosto de 2020 - 11:10

Marcos Guedes Vaz Sampaio

por Mari Leal

Marcos Guedes Vaz Sampaio
A proposta de política econômica do Brasil atual está imersa em um patamar de “dogmatismo” liberal que, por vezes, não permite enxergar a realidade como ela é, no entanto, a pandemia do novo coronavírus trouxe a lição de que “a vida é dinâmica e não cabe nas caixinhas teóricas, ideológicas”. A análise é do doutor em História Econômica e professor da Universidade Federal da Bahia, Marcos Guedes Vaz Sampaio. Em conversa com o Bahia Notícias, o estudioso analisou os principais pontos da política adotada pelo Brasil diante da emergência sanitária, assim como a discussão sobre a recuperação da economia e os reflexos da postura presidencial brasileira no mercado internacional. Para Guedes, o cenário prévio que apontava retrações econômicas mais “dramáticas” não se concretizou, no entanto, isso não significa que as condições são boas, a despeito da construção discursiva mais amena, feita pelos atores pró-governo ou mais dramática, feita pelos atores contrários ao governo federal.  “A estimativa é que para recuperar os níveis pré-pandemia, e ressalto que já não eram bons, pode se levar entre um e dois anos. Ou seja, pode ser que ocorra já no ano que vem ou só em 2022. Não é que o PIB do ano que vem vai crescer menos de 1,1% [crescimento de 2019], ele vai crescer mais, porém compensando a perda desse ano”. Sobre a postura do Brasil no contexto internacional, Guedes avalia que o “negacionismo” diante da Covid-19 não gera grandes mudanças na imagem já construída, apenas reforça uma imagem já “deteriorada” e que a “diplomacia do Brasil no governo Bolsonaro já havia transmitido ao mundo”. Alerta ainda sobre o desafio que será necessário ao governo Bolsonaro, a fim de evitar um “isolamento” político, caso se concretize a eleição do Joe Biden nos Estados Unidos. 

Leia mais

Segunda, 17 de Agosto de 2020 - 11:10

José Carlos Araújo

por Lucas Arraz

José Carlos Araújo
Mesmo sendo um político com longa estrada, em poucas oportunidades o ex-deputado federal José Carlos Araújo (PL), atual presidente estadual do PL, pareceu tão franco sobre como se sente. Em entrevista ao Bahia Notícias publicada nesta segunda-feira (17), Araújo revelou pela primeira vez que deve seguir o PDT em qualquer decisão que o partido tomar no estado. A legenda de Ciro Gomes (PDT) é a favorita para indicar a vice de Bruno Reis (DEM) na capital. “Caititu fora do bando é comida de onça”, definiu Araújo sobre o movimento. Com negociações em andamento para integrar a base de ACM Neto na capital, o presidente do PL também abriu o que pensa sobre a articulação política mais distante que o governador Rui Costa (PT) adotou no segundo mandato. “O PL continua na base, embora o tratamento recebido não é o que esperávamos. O governador deve ter suas razões e entendemos. O que estamos fazendo é tocando a vida. O governador é um grande gestor, mas deixou a política à margem do processo”, disse.  Sobre as eleições de 2020, o presidente comparou Rui a um técnico que tenta ganhar o jogo aos 45 do segundo tempo e disse que não pretende lançar um candidato a prefeitura de Salvador.

Leia mais

Segunda, 10 de Agosto de 2020 - 11:10

Dayane Pimentel

por Ailma Teixeira / Matheus Caldas

Dayane Pimentel
Presidente do PSL na Bahia, a deputada federal Dayane Pimentel (PSL) indicou que o partido obteve um crescimento de 6% no estado após a saída do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), numa crise que eclodiu no ano passado e fez com que o chefe de Estado almejasse a criação da sua própria legenda, a Aliança Pelo Brasil, que ainda não saiu do papel. “Desde a saída do presidente, o PSL foi um dos partidos que mais cresceu no Brasil. Aqui na Bahia tivemos um aumento de 6% e vemos que as pessoas se sentem representadas por nossa sigla sem aquele peso de extremismo. Nós estamos aqui na Bahia, onde a política corpo-a- corpo é feita com muito auxílio ao próximo, então o pessoal que quer continuar trabalhando essas questões sociais e essas políticas públicas e sociais, mas são pautadas pelo conservadorismo moral e pautadas pelo liberalismo econômico, tem nos ajudado a crescer o partido”, analisou, em entrevista ao Bahia Notícias. A parlamentar também sinalizou que o partido deve ter cerca de 20 candidaturas próprias a prefeituras em toda a Bahia, incluindo Feira de Santana, onde ela é pré-candidata.  Dentre diversos assuntos abordados na entrevista, Dayane fez avaliações do prefeito Colbert Martins (MDB) em Feira, falou sobre o apoio a Bruno Reis (DEM) na eleição em Salvador e fez avaliações do seu mandato na Câmara. Leia a entrevista completa.

Leia mais

Segunda, 03 de Agosto de 2020 - 11:10

Marcus Passos

por Ailma Teixeira

Marcus Passos
Enquanto as restrições decorrentes da pandemia do novo coronavírus impedem a realização de grandes eventos, muitos soteropolitanos decidiram levar as festas para dentro de casa. E isso teve um preço. A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) registrou recorde histórico de denúncias de poluição sonora na última semana, com 2.064 ocorrências. "A gente sabe, as pessoas estão em casa, querendo se divertir, assistir uma live, mas a gente quer que a população compreenda que pode curtir sua live em casa sem incomodar o vizinho", pontuou o secretário Marcus Passos ao destacar a dificuldade para interceder nesses casos, já que não é permitido entrar em propriedade privada. Em entrevista ao Bahia Notícias, ele afirmou que houve um aumento expressivo nas demandas da pasta, que é responsável também pela administração dos cemitérios públicos e ordena o trabalho dos ambulantes. Nesse último quesito, por exemplo, a Semop coordena a assistência dada aos trabalhadores informais durante a suspensão das atividades nos bairros com medidas mais restritivas.

Leia mais

Segunda, 27 de Julho de 2020 - 11:10

Bacelar

por Mauricio Leiro

Bacelar
Como presidente da Comissão Especial do PEC do novo Fundeb, o deputado federal Bacelar (Podemos) ressaltou a importância da aprovação do projeto tornando permanente o financiamento para a educação. "Conseguimos construir um consenso nunca antes conseguido no Brasil. Foi um apoio vindo do movimento popular, estudantil e da sociedade. Conseguimos colocar o debate da educação no centro do Brasil", pontuou o deputado. Ao Bahia Notícias, Bacelar analisou as propostas do governo federal para a educação e revelou sua preocupação com a educação em meio a pandemia do novo coronvírus e os reflexos que a paralisação das escolas podem gerar no futuro dos estudantes. "Pós pandemia nós vamos ter um choque educacional terrível. Nós estamos colocando o sistema de educação brasileira em risco, pode haver um colapso. A educação foi a primeira área a sofrer os efeitos da pandemia, foi suspensa primeiro e será a última voltar. Era para ninguém estar dormindo, estamos colocando em risco o futuro de uma geração", analisou. Possível candidato a prefeitura de Salvador, o deputado acredita que além da necessidade de uma atenção à base do governo, os componentes do grupo necessitam dialogar. Bacelar alerta ainda que essa analise definirá sua candidatura. "Precisamos discutir estratégia. Meu nome é melhor como prefeito, como vice, e até não ser candidato. Até isso. Não sou daqueles que acham que é tudo ou nada não é política é estratégia militar. Político conversa, discute", disse. Veja a entrevista completa.

Leia mais

Quinta, 25 de Junho de 2020 - 19:31

Em situação 'preocupante', hotéis podem fechar na BA devido à crise, diz associação

por Fernando Duarte / Matheus Caldas

Em situação 'preocupante', hotéis podem fechar na BA devido à crise, diz associação
Por conta da crise gerada em decorrência da pandemia do novo coronavírus, alguns hotéis no estado pensam em fechar as portas, segundo o presidente Associação Brasileira da Indústria de Hotéis na Bahia Bahia (ABIH-BA), Luciano Lopes, em entrevista via live no Instagram do Bahia Notícias, nesta quinta-feira (25).

Leia mais

Live BN: Delegado especialista em cybercrimes ensina como evitar golpes na internet
Não é difícil encontrar uma pessoa que foi vítima de um golpe da internet, ou que ao menos conheça alguém que foi. Grupos criminosos aplicam golpes há anos, e com a tecnologia eles vêm se aperfeiçoando. O delegado da polícia Civil e especialista em cybercrimes e cybersegurança, Jorge Figueiredo, foi o convidado da Live do BN nesta quarta-feira (17), e fez alertas sobre o tema para os leitores do site.

Leia mais

Segunda, 25 de Maio de 2020 - 12:19

Live do BN: Wagner critica reunião ministerial de Bolsonaro: 'Passa longe da liturgia'

por Fernando Duarte / Ulisses Gama

Live do BN: Wagner critica reunião ministerial de Bolsonaro: 'Passa longe da liturgia'
Entrevistado na Live do BN desta segunda-feira (25), o senador Jaques Wagner (PT) fez críticas ao conteúdo do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, divulgada pelo ministro do Superior Tribunal Federal, Celso de Mello. De acordo com o ex-governador da Bahia, os comportamentos apresentados não configuram uma reunião e o fato da pandemia do novo coronavírus não ser pauta principal causou choque.

Leia mais

Histórico de Conteúdo