Paulo Carneiro ataca consórcio da Arena Fonte Nova: 'Construtoras mais corruptas do país'
Foto: Paulo Victor Nadal/ Bahia Notícias

O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, soltou o verbo contra o consórcio composto pelas empreiteiras Odebrecht e o OAS e classificou as empresas como a “mais corruptas do país”. O motivo é o impasse na concretização de um acordo para o clube rubro-negro mandar jogos na Arena Nova.

 

“Peçam a um advogado para interpretar, mas vejam detalhes do grande golpe perpetrado pelo consórcio formado pelas construtoras mais corruptas do país e em recuperação judicial. Continuamos confiando na rápida intervenção do governo que amarga grande prejuízo financiando a operação. Querem entregar um equipamento histórico construído pelo povo baiano e inaugurado por Octávio Mangabeira a um clube de futebol [Esporte Clube Bahia]. Um golpe montado em 2013 e que em 2019 chega ao seu final com a criação de um aditivo espúrio”, disse por meio das redes sociais.

 

O cartola rubro-negro publicou nas suas redes sociais o ofício enviado para o consórcio que administra a Arena Fonte Nova. No documento, o clube cogitar ingressar com uma ação judicial caso a praça esportiva não aceite a proposta do Vitória. A negociação esbarra em um aditivo no contrato com o arquirrival Bahia que foi incluído no dia 2 de janeiro e passou a exigir uma quantidade mínima de 12 mil sócios adimplentes e assim “gerar uma segurança comercial”. Porém, esse suplemento só foi firmado nove meses depois da assinatura do vínculo. E o Leão exige ter essa “janela” pelo mesmo período do arquirrival, o que foi recusado pela Arena (saiba mais aqui).

 

A Arena Fonte Nova foi concedida pelo Governo Estadual para OAS e Odebrecht até 2045, em uma parceria pública-privada (PPP). Cada construtora tem 50% da empresa constituída para administrar o estádio, mas as duas estão “quebradas financeiramente” pelo envolvimento na Operação Lava Jato.

 


Clique aqui e confira na íntegra o ofício do Vitória enviado para a Arena Fonte Nova.


Imagem: Reprodução/ Facebook

Histórico de Conteúdo