Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Marca Bahia Notícias Justiça
Você está em:
/
/
Justiça

Notícia

Em parceria, Defensoria e Sepromi lançam a Caravana de Educação em Direitos Para os Povos de Terreiro

Por Redação

Em parceria, Defensoria e Sepromi lançam a Caravana de Educação em Direitos Para os Povos de Terreiro
Foto: DP-BA

A Defensoria Pública da Bahia (DP-BA) lança a Caravana de Educação em Direitos Para os Povos de Terreiro nesta quarta-feira (20), no Cineteatro Cachoeirano, às 8h, em Cachoeira, no Recôncavo. 

 

Em parceria com a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Estado (Sepromi), o evento tem uma programação toda voltada para os direitos das comunidades de terreiro e o Núcleo de Equidade Racial irá representar a Defensoria.

 

A Caravana irá percorrer todos os Territórios de Identidade da Bahia com o objetivo de proporcionar formação, qualificação e levar informações sobre os direitos dos povos de terreiros, combatendo o racismo religioso e a toda forma de discriminação, violência e intolerância. A instituição vai atuar falando sobre os direitos específicos desses povos que têm sido muito ameaçados nos últimos tempos. 

 

A defensora Vanessa Nunes ressalta a importância de informar quais são os serviços destinados a essa comunidade como forma de gerar um vínculo maior dos povos de terreiro com as unidades da Defensoria. “Vamos falar sobre regularização fundiária, imunidade tributária, direitos específicos da saúde, da educação, sobre aposentadoria, entre outros”, diz a defensora. 

 

Essa primeira Caravana é direcionada aos povos de terreiros do Recôncavo baiano, com o apoio da prefeitura de Cachoeira. O município foi escolhido para lançar a Caravana no Recôncavo por ser símbolo de luta da Independência da Bahia, onde a cultura de matriz africana e a religiosidade são pontos marcantes, além de preservar manifestações culturais que têm atravessado tempos e resistido à modernidade, mantendo suas características originais.

 

A previsão de realização das caravanas é mensal e a ideia é que o evento chegue a todos os territórios e cidades da Bahia. “Nós vamos fazer essa primeira edição em Cachoeira, mas teremos muitas outras cidades para visitarmos como Brumado, Jequié e Vitória da Conquista. O nosso núcleo promove as formações, traz os serviços e convida as defensoras e defensores que fazem parte daquela sede para que estejam presentes e dialoguem com as pessoas. Com isso, além de apresentar e consolidar o nome da Defensoria,  vamos reforçar a cultura de defesa dos direitos dos povos de terreiro”, completa a defensora.