Terça, 27 de Novembro de 2018 - 22:00

10% honesto no TJ-BA: Desembargador e advogado chegam a acordo após retratação

por Cláudia Cardozo / Guilherme Ferreira

10% honesto no TJ-BA: Desembargador e advogado chegam a acordo após retratação
Fotos: TJ-BA/ Reprodução Rede Globo

O advogado Felisberto Odilon Cordova e o desembargador Júlio Travessa, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), chegaram a um acordo nesta terça-feira (27) e colocaram um fim ao processo judicial entre eles. A ação foi movida em razão de uma entrevista que questionava a honestidade do TJ-BA, sendo encerrada com uma retratação.

 

Em entrevista concedida à rádio CBN, Cordova declarou que no TJ-BA não haveria nem 10% de honestos (veja aqui). Travessa alegou que a afirmação atingiu sua honra e pediu explicações (relembre aqui). O advogado compareceu à audiência nesta terça e disse que o desembargador é uma pessoa séria e íntegra.

 

"Não tendo qualquer elemento ou fato contra o desembargador vítima, Júlio Cezar Lemos Travessa, [Cordova] afirma que o referido magistrado integra aquele conjunto minoritário de juízes sérios e íntegros do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA)", diz trecho do documento de conciliação. Durante a audiência, o advogado também admitiu que não conhecia o desembargador e por isso não fez "qualquer ofensa ou ataque a sua honra".

Histórico de Conteúdo