Juíza baiana ignora recomendação do CNJ e publica foto de apoio a candidato
Foto: Reprodução / Instagram

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) emitiu na última sexta-feira (5) uma recomendação para que os juízes não façam manifestações políticas no processo eleitoral deste ano, nem nas redes sociais, nem na imprensa (veja aqui). Porém, parece que ao menos uma magistrada baiana decidiu não seguir a indicação do órgão.

 

A juíza Márcia Simões Costa, atualmente na Vara do Júri da Comarca de Feira de Santana, publicou neste domingo uma foto com uma camisa que traz a imagem do candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), junto ao texto "O soldado que vai à guerra e tem medo de morrer é um covarde". Na legenda da imagem, a juíza ainda comentou "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos!", em referência a uma frase constantemente repetida pelo candidato.

A intenção do CNJ com a recomendação emitida na sexta é "afastar mácula à imagem de independência do Poder Judiciário brasileiro" e evitar influência "o livre exercício do voto consciente por parte dos cidadãos". A proibição do envolvimento de magistrados com atividades políticas já está prevista na Lei Orgânica da Magistratura (Loman).

Histórico de Conteúdo