Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Acusado de gestão temerária no Vitória, Paulo Carneiro recebe prazo para apresentar defesa
Foto: Max Haack/ Ag. Haack/ Bahia Notícias

A comissão processante do Conselho Deliberativo do Vitória concedeu prazo de cinco dias úteis para o presidente Paulo Carneiro apresentar defesa na acusação de gestão temerária. O cartola foi afastado temporariamente do cargo no mês passado (relembre aqui).

 

“Evidenciou que a notificação é a oportunidade de apresentação de defesa prévia, visto que ele [Paulo Carneiro] figura no presente processo na condição de investigado”, diz trecho da notificação.

 

Paulo Carneiro é acusado de cometer inúmeras irregularidades em sua gestão, como adiantamento de suas remunerações durante a pandemia, ausência de um contrato entre o clube e empresa Magnun, que recebeu R$ 3,5 milhões do Vitória, além de outras coisas.

 

Atualmente, o Vitória é dirigido pelo vice-presidente Luiz Henrique.

Histórico de Conteúdo