Zagueiro do Vitória, Maurício Ramos comenta sua rotina de treinos no período de isolamento
Foto: Arquivo pessoal

O futebol está suspenso no Brasil por conta da pandemia do novo coronavírus. O isolamento social é uma forma de prevenção para evitar o contágio. Com uma programação definida, os jogadores tentam manter a forma dentro de casa enquanto a bola não volta a rolar nos gramados. O zagueiro Maurício Ramos, do Vitória, comentou como tem sido sua rotina de treinos durante a quarentena. Ele está recuperado de uma lesão no ligamento colateral do joelho direito, sofrida no dia 8 de março, no empate em 1 a 1 com o ABC pela Copa do Nordeste (veja aqui).

 

“Nesse período intensifiquei meu processo de recuperação após aquele jogo contra o ABC. Foram dias importantes de trabalho mesmo em casa, com todas as recomendações da comissão técnica. O tratamento terminou no domingo. Segui todas as orientações desde o início e estou bem.  Agora, é cuidar apenas da parte de fortalecimento mesmo para em breve ficar 100%”, disse em entrevista ao Bahia Notícias.

 

A monotonia é um dos “efeitos colaterais” do isolamento social. Para driblar isso, Maurício tem se apegado a fé. 

 

“Tenho lido a palavra de Deus, feito orações para que Deus proteja a todos nós nesse momento. Como atleta, geralmente temos muitas viagens, concentração, mas agora foco na minha família e nos cuidados que devemos tomar para combater o coronavírus”, afirmou.

 

Por fim, Maurício Ramos garantiu que tem tomado todos os cuidados contra o coronavírus.

 

“É um momento diferente que o mundo está passando, né? Mas estou ficando com a minha esposa e minha filha e estamos nos cuidando, seguindo tudo o que tem sido recomendado pelo Vitória e também pelas autoridades de saúde. Esperamos que tudo isso passe o mais rápido possível”.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Zagueiro Maurício Ramos, do Vitória, mantém a forma em casa no período de isolamento social

Uma publicação compartilhada por Bahia Notícias Esportes (@bnesportes) em

Histórico de Conteúdo