Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cruzeiro: Marcelo Moreno critica arbitragem e desabafa: 'Nossa família está em risco'
Foto: Bruno Haddad / Cruzeiro

Disputando a Série B pelo segundo ano consecutivo, o Cruzeiro tenta reagir para brigar pelo acesso. Na noite desta quinta-feira (16), a Raposa ficou no empate em 1 a 1 com o Operário-PR, na Arena do Jacaré, Minas Gerais, pela 24ª rodada. No último minuto, o árbitro Rodrigo Dalonso anulou o gol de Marcelo Moreno, que seria o da vitória mineira, após consultar o VAR. O atacante criticou a arbitragem e fez um desabafo ao citar o episódio ocorrido com Diego Tardelli em que foi ameaçado por torcedores do Santos (lembre aqui).

 

"É uma alegria que dura pouco. A gente não pode sofrer isso aqui, dentro da nossa casa. Mandar qualquer juiz desse para apitar o jogo, Cruzeiro querendo subir. Todo mundo se doando, e ele fazer uma coisa dessa. Isso não existe. A CBF tem que olhar isso", afirmou. "A gente dá a alma, depois sai e é cobrado. Aconteceu com o Tardelli em São Paulo. Não pode sair na rua, nossa família está em risco por causa dele. Ele sai escoltado por que? A gente é bandido? A gente fez um grande jogo, mas assim é impossível ganhar assim. Deu um pênalti contra, anula um gol que ia nos ajudar na classificação. Como a gente faz agora?", desabafou.

 

Marcelo Moreno balançou as redes aos 52 minutos do segundo tempo ao receber passe de Marco Antônio. O jogo ficou paralisado por mais de 10 minutos com muita confusão e o técnico Vanderlei Luxemburgo acabou sendo expulso. O árbitro anulou o gol alegando que o volante dominou a bola com a mão antes de passar para o camisa 9. A equipe de arbitragem precisou ser escoltada pela Polícia Militar para deixar o gramado do estádio.

 

Apesar de mirar o acesso, o Cruzeiro está mais próximo da zona de rebaixamento do que do G-4. A Raposa ocupa a 12ª colocação na tabela com 30 pontos, sete a mais do que o Vitória, que é o 17º abrindo a degola, e 11 pontos a menos do que o CRB, que é o quarto fechando o grupo que subirá para a elite. No próximo domingo (19), o time mineiro encara o Vasco, que também já foi campeão da Série A, em São Januário, pela 25ª rodada da segundona.

Histórico de Conteúdo