Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Com delegação enxuta na abertura, atletas brasileiros fazem desfile na Vila Olímpia
Foto: Christian Dawes / COB

A delegação brasileira foi formada por apenas quatro pessoas na abertura oficial dos Jogos Olímpicos de Tóquio, cuja bandeira foi carregada pelo jogador de vôlei Bruninho e pela judoca Ketleyn Quadros (confira aqui). Porém, para não ficar fora da festa de inauguração do evento esportivo, os atletas brasileiros fizeram um desfile simbólico pela Vila Olímpica. Liderados pelos porta-bandeiras oficiais, eles vestiram o mesmo uniforme usado na cerimônia de abertura e, munidos com bandeirinhas do Brasil e do Japão, fizeram a festa no local.

 

"Foi muito massa estar com outros atletas que a gente admira muito. Mesmo tomando cuidado com o protocolo de segurança, foi essencial pra gente ver que começou. Agora a brincadeira ficou séria!", afirmou a boxeadora baiana Beatriz Ferreira. "Foi meu primeiro desfile em Jogos Olímpicos. Achei especial, um algo a mais para animar a gente para fazer boas competições", completou.

 

A festa brasileira começou no prédio do país na Vila Olímpica. Os atletas andaram por cerca de 500 metros da Harumi Gatway, avenida onde estão perfiladas todas as bandeiras dos 206 países participantes dos Jogos, até chegar no Aros Olímpicos.

 

"Foi um desfile simbólico com a galera. Importante para que todos possam sentir um pouco do que é a emoção de um desfile de abertura", comentou Bruninho. "Talvez essa seja a emoção mais incrível que eu possa viver na minha carreira como atleta e na minha vida. Vai ser um grande privilégio poder representar à altura todos os atletas brasileiros. Que se iniciem os Jogos, e a gente possa trazer uma medalha para o Brasil", finalizou.

 

Nas edições anteriores dos Jogos Olímpicos, as delegações desfilavam com um grande número de atletas. Porém, com a pandemia do novo coronavírus e o risco de contágio do vírus e a possível exclusão do competidor, a quantidade de participantes foi bem reduzida.

Fotos: Christian Dawes / COB

Histórico de Conteúdo