Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Na ordem do alfabeto japonês, Brasil é a 151ª delegação a desfilar na abertura dos Jogos
Foto: Reprodução

De sandálias Havaianas completando visual de praia do uniforme, o Brasil foi a 151ª delegação a desfilar na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, realizada nesta sexta-feira (23) de noite no Japão e manhã no Brasil (leia mais aqui). A bandeira brasileira foi carregada pela judoca Ketleyn Quadros e pelo jogador de vôlei Bruninho, que ainda sambaram durante a apresentação, e a delegação teve apenas mais dois integrantes. Com poucas pessoas no palco, o quarteto verde e amarelo apareceu rápido na transmissão oficial do evento.

 

A ordem dos desfiles dos países seguiu o alfabeto japonês, onde as vogais, A, I, U, E, O, vêm antes das consoantes. A Islândia foi a primeira. Os atletas do Quirguistão foram os únicos a entrarem sem máscara. Já a delegação de refugiados foi composta por 29 membros. Com o banimento da Rússia por dois anos em decorrência dos repetidos casos de doping, os atletas do país entraram com o nome e a bandeira do Comitê Olímpico Russo. E o Japão encerrou a entrada dos países. Para fechar a sessão, o planeta Terra foi formado no ar por inúmeros drones e o coral de crianças japonesas no placo cantou a música Imagine, do ex-Beattle John Lennon e Yoko Ono, representando a união das nações.

Atletas refugiados no desfile | Fotos: Divulgação / Tokyo2020

Delegação do Quirguistão | Foto: Reprodução / TV Globo

Delegação do Japão | Foto: Divulgação / Tokyo2020

Histórico de Conteúdo