Juíza esclarece liminar e Globo não irá exibir Flamengo e Fluminense na final da Taça Rio
Foto: Divulgação/Fluminense

A final da Taça Rio, com o clássico Flamengo e Fluminense, que irá acontecer próxima quarta-feira (8) não será transmitido pela Globo. Nesta segunda (6) a juíza da 24ª Vara Cível do Rio de Janeiro esclareceu que a liminar favorável a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) para transmissão de jogos do Campeonato Carioca pela emissora não é válida para as partidas do Rubro-negro.

 

Após a Globo rescindir o contrato de transmissão do Campeonato Carioca na última quinta-feira, a Ferj entrou na Justiça contra a decisão da emissora e garantiu a exibição dos jogos com os outros 11 clubes que possuem contrato com a Globo. A juíza Eunice Bitencourt Haddad, responsável pela liminar divulgada na sexta-feira passada (3) esclareceu nesta segunda que a final da Taça Rio não poderá ser transmitida pela rede televisiva envolvida.

 

“A controvérsia instaurada diz respeito tão somente à rescisão contratual, por iniciativa das ora rés, em relação ao contrato firmado com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro - FERJ. Não está em discussão a aplicação da Medida Provisória 984/2020 ao Campeonato Estadual (...). De modo que a liminar não alcança as partidas com participação do Clube de Regatas do Flamengo, já que se limitou a tornar sem efeito a rescisão unilateral de contrato, em que tal clube não figurou como aderente”, explanou a juíza.

 

No último domingo (5) a TV Globo transmitiu a partida entre Fluminense e Botafogo, válida pela semifinal da competição e que faz parte do segundo turno do campeonato estadual. Com o esclarecimento da juíza os clubes que vão disputar a final da Taça Rio estão livres para decidirem como será feita a transmissão da partida nesta quarta. 

 

O próprio Flamengo fez a exibição dos seus dois últimos jogos. O primeiro, contra o Boavista, na última quarta (1), através do seu canal oficial Fla TV, e no último domingo (5) contra o Volta Redonda, através da plataforma MyCujoo cobrando R$ 10 para que quem não fosse sócio torcedor do clube tivesse acesso a transmissão, o que gerou polêmica entre os torcedores e causou problemas na exibição da partida (leia mais).

Histórico de Conteúdo