Domingo, 07 de Julho de 2019 - 05:00

Diante de um Peru revigorado, Brasil busca título da Copa América no Maracanã

por Ulisses Gama

Diante de um Peru revigorado, Brasil busca título da Copa América no Maracanã
Foto: Paulo Fischer/WPP/Folhapress

O Maracanã, grande palco do futebol brasileiro, recebe na tarde deste domingo (7), às 17h, a grande final da Copa América. Sem conquistar a taça desde 2007, o time canarinho liderado por Daniel Alves enfrenta o Peru, que se recuperou da goleada sofrida pelo mesmo Brasil na primeira fase e derrubou Uruguai e Chile para voltar a uma decisão depois de 34 anos.

 

Nas semifinais, o time treinado por Tite fez bonito e bateu a Argentina de Lionel Messi com gols de Gabriel Jesus e Roberto Firmino. Diante da possibilidade de um novo título, o volante Casemiro destacou a necessidade de vencer.

 

"Já joguei outras finais. Creio que com o Brasil é a primeira. Final não se joga, final se ganha. E estamos trabalhando para ganhar, mas com muito respeito ao rival. Tem que ter a consciência de querer vencer, não importa como seja. Não importa que seja goleada ou 1 a 0. Sempre com muita cabeça, tranquilidade não precisa querer dar espetáculo, não fazer outras coisas. Tem que saber jogar e querer vencer. É o jogo mais importante da competição. Tem que ir concentrado, focado, se for 1 a 0 já me vale", declarou.

 

Já o zagueiro Marquinhos pregou cautela diante do adversário e indicou que dessa vez a história é outra. Para ele, o placar de 5 a 0 (clique aqui e relembre) na primeira fase é coisa do passado.

 

Brasil aplicou goleada na primeira fase | Foto: Marcelo Machado de Melo /Fotoarena/Folhapress

 

"No futebol a gente sabe que as coisas são muito rápidas. A gente enfrentou a seleção peruana numa situação e hoje reencontra eles numa situação completamente diferente. A gente tem que saber que tem um grande trabalho para fazer pela frente, que final é sempre um jogo particular, diferente de todos os outros da competição, tem que saber jogar com todos fatores que possam estar ao nosso favor como um incentivo, algo que nos leve para frente. A gente sabe que vai ser um jogo muito difícil, aquele outro passou, já foi. Tivemos um começo de jogo complicado com o Peru, eles tiveram algumas chances para atacar, conseguiram pressionar bem nossa saída de bola, com alguns erros de passe da nossa parte. E quando saíram os gols foi que o jogo clareou um pouco. Só que agora é outro contexto", indicou.

 

Com Filipe Luís em dúvida, Tite deve manter Alex Sandro na lateral esquerda. Será a primeira vez que o time se repetirá de um jogo para o outro desde a Copa de 2018. O desfalque certo é Willian, fora da Copa América por uma lesão muscular.

 

PERU DERRUBOU GIGANTES E QUER A TAÇA

 

Massacrado depois de um 5 a 0, o Peru poderia ser uma presa fácil nas fases decisivas, mas não foi o que aconteceu. Em Salvador, segurou um 0 a 0 com o Uruguai e contou com a competência de seus cobradores e a estrela do goleiro Gallese para avançar nos pênaltis. Na sequência, um surpreendente 3 a 0 sobre o Chile, atual campeão. 

 

Peruanos bateram o Uruguai em Salvador | Foto: Tiago Caldas / Bahia Notícias

 

Líder da equipe, o atacante Paolo Guerrero minimizou o favoritismo dos donos da casa e destacou a dedicação que a equipe vai impor para tirar a taça das mãos dos brasileiros.

 

"Acho que está faltando respeito. Ontem (terça-feira), vi Brasil x Argentina e novamente falaram que o Chile era favorito. Respeito muito o Brasil, e também tem de respeitar muito o meu país. No futebol não existe favorito. Ganhamos muito bem hoje quando outras pessoas estavam falando que o Chile era muito favorito. Estou muito feliz no Brasil, e feliz de ter uma final com o Brasil. Temos muito respeito, mas vamos fazer de tudo para sair com a Copa. Sabemos como joga Brasil. Vai ser difícil, mas é uma final", desabafou.

 

Técnico da equipe, o argentino Ricardo Gareca ressaltou a força mental do time para conseguir chegar ao jogo decisivo.

 

"Falamos sobre a força que (os jogadores) tiveram para se levantar diante dessa situação e levar a seleção à final. A força em todos os aspectos que a equipe tem para superar adversidades e para ir se superando. A diferença não é o que se reflete no marcador. Isso fala de uma recuperação importante dos jogadores. Tudo tem a ver com a força deles", explicou.

 

FICHA TÉCNICA
Brasil x Peru
Copa América - Final

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Data: 07/07/2019 (domingo)
Horário: 17h00
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Assistentes: Christian Schiemann e Cláudio Rios (ambos do Chile)
VAR: Julio Bascuñan (CHI)


 

Brasil: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro (Filipe Luís); Casemiro, Arthur e Coutinho; Everton, Gabriel Jesus e Firmino. Técnico: Tite

 

 
Peru: Gallese, Advincula, Zambrano, Abram e Trauco; Tapia, Yotún, Carrillo, Cueva e Flores; Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca

Histórico de Conteúdo