Quinta, 16 de Agosto de 2018 - 22:07

'A gente merecia muito a classificação', diz Enderson após derrota

por Ulisses Gama

'A gente merecia muito a classificação', diz Enderson após derrota
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Na opinião do técnico Enderson Moreira, o Bahia merecia avançar na disputa da Copa do Brasil. A equipe tricolor acabou derrotada na noite desta quinta-feira (16) pelo Palmeiras por 1 a 0 em São Paulo e deixou a competição nacional nas quartas de final.

 

"A gente lamenta muito porque a gente merecia muito essa classificação, jogamos para isso os dois jogos. Tivemos na maioria do tempo uma imposição, criamos boas oportunidades. É claro que se trata de uma equipe qualificada, jogadores capazes. O primeiro tempo eles criaram chances, bateram falta rápido, mas foi mais que termos de organização. A gente queria dar essa classificação para o nosso torcedor que tanto merece", declarou.

 

O comandante tricolor destacou o gol sofrido e reclamou de uma falta sofrida por Nino no momento em que Dudu marcou o gol do alviverde.

 

"Uma jogada deles pelo lado. Também falar agora que o Dudu puxa o Nino fica como se fosse reclamação, mas é mérito deles, uma jogada de um dois, o Mayke teve força para bater a bola, sem chance para o Anderson e o Dudu foi esperto e talvez tenha faltado malandragem para que ele não finalizasse a bola", explicou.

 

Questionado sobre a atuação da equipe, Enderson valorizou o grupo e apontou a pressão vivida no Fazendão por bons resultados. 

 

"Muito mérito dos atletas que tem tentado executar aquilo que a gente tem passado. Com as partidas eles estão assimilando, vendo o que a gente precisa fazer. Temos que exaltar o comprometimento deles. Estamos jogando com uma pressão enorme para vencer, com a corda no pescoço. O Palmeiras consegue em alguns momentos usar equipe alternativa e isso contribui para não fazer o segundo tempo como o primeiro", finalizou.

Quinta, 16 de Agosto de 2018 - 21:51

Anderson aponta falha no gol do Palmeiras, mas parabeniza grupo do Bahia

por Ulisses Gama

Anderson aponta falha no gol do Palmeiras, mas parabeniza grupo do Bahia
Foto: Ale Frata/Codigo19

O Bahia criou chances, esteve perto do gol, mas perdeu por 1 a 0 para o Palmeiras no Pacaembu e deu adeus à Copa do Brasil na noite desta quinta-feira (16). Após a partida, o goleiro Anderson destacou uma falha da equipe no gol marcado por Dudu, mas lembrou da boa atuação contra o adversário e parabenizou o grupo.

 

"Era o que o professor sempre pedia, o Mayke cruzou e o Dudu nem pulou. A gente conseguiu encurralar o Palmeiras e mas o grupo está de parabéns. É rodar a chave e pensar no Cruzeiro", disse, em entrevista à Rádio Metrópole.

 

No próximo domingo (19), o Esquadrão de Aço volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro conta o Cruzeiro, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte.
 

Quinta, 16 de Agosto de 2018 - 21:31

Copa Sul-Americana: Bahia enfrenta o Botafogo nas oitavas de final

por Ulisses Gama

Copa Sul-Americana: Bahia enfrenta o Botafogo nas oitavas de final
Foto: Divulgação

Minutos após ser eliminado da Copa do Brasil, o Bahia descobriu o seu adversário nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na noite desta quinta-feira (16), no Rio de Janeiro, o Botafogo reverteu a desvantagem e bateu o Nacional do Paraguai por 2 a 0. A primeira partida foi vencida pelos paraguaios por 2 a 1. Agora, as duas equipes aguardam pela definição das datas vinda da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).
 

Quinta, 16 de Agosto de 2018 - 21:27

Tiago lamenta eliminação, mas valoriza atuação do Bahia contra o Palmeiras

por Ulisses Gama

Tiago lamenta eliminação, mas valoriza atuação do Bahia contra o Palmeiras
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Com gol de Dudu, o Palmeiras venceu por 1 a 0 e eliminou o Bahia da Copa do Brasil na noite desta quinta-feira (16), no estádio do Pacaembu, em São Paulo. A atuação tricolor foi valorizada pelo zagueiro Tiago, que lamentou a queda nas quartas de final da competição nacional.

 

"A gente fez um grande primeiro tempo, perdemos algumas oportunidades. A equipe voltou um pouquinho abaixo no segundo tempo, foi onde o Palmeiras conseguiu ter posse. Jogo decisivo é assim, jogo de detalhe. Infelizmente, a gente dá adeus à competição, mas acho que fizemos um bom jogo", disse, em entrevista ao SporTV.

 

Fora da taça, o Esquadrão de Aço volta a focar no Campeonato Brasileiro. No próximo domingo (19), o desafio será contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela 19ª rodada da competição nacional.

Edigar Junio exalta equipe do Bahia após revés: 'Vamos sair de cabeça erguida'
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O Bahia perdeu para o Palmeiras por 1 a 0, no Pacaembu, pela segunda partida das quartas de final da Copa do Brasil. Após a partida, o atacante Edigar Junio destacou o empenho da equipe tricolor e afirmou que os jogadores devem deixar São Paulo "de cabeça erguida".

 

"A equipe foi guerreira, a gente lutou bastante, são coisas do futebol. Não conseguimos o objetivo, mas vamos sair de cabeça erguida", disse, em entrevista à Rádio Metrópole.

 

Eliminado da competição, o Bahia agora pensa no Campeonato Brasileiro. Na 19ª rodada do certame, a equipe tricolor mira as suas atenções para o jogo contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte.
 

Quinta, 16 de Agosto de 2018 - 21:12

Bahia luta, mas perde para o Palmeiras e está fora da Copa do Brasil

por Ulisses Gama

Bahia luta, mas perde para o Palmeiras e está fora da Copa do Brasil
Foto: Luis Moura / WPP / Folhapress

O Bahia se esforçou, teve boas chances, mas está eliminado da Copa do Brasil. Na noite desta quinta-feira (16), a equipe fez frente ao Palmeiras, mas perdeu por 1 a 0. O único gol do jogo foi marcado pelo atacante Dudu, de cabeça.

 

Fora da competição nacional, o Tricolor mira as atenções para o jogo contra o Cruzeiro, no próximo domingo (19), em Belo Horizonte, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

O JOGO

 

A partida começou com o Bahia atacando o Palmeiras, mas foi o alviverde que teve uma grande chance para abrir o placar. Após uma bola rebatida na grande área, a bola sobrou com Borja. De frente para Anderson, o colombiano bateu rasteiro, mas a bola passou ao lado da meta.

 

Edigar acerta a trave

 

O Esquadrão quase chegou ao primeiro gol aos 14 minutos. Após passe para Léo no lado esquerdo do ataque, o lateral cruzou rasteiro para a grande área, e Edigar acertou a trave. Na sequência, Gilberto completou, mas a bola acertou o próprio Edigar.

 

Depois, foi o Palmeiras que ficou muito perto da abertura do placar. Após uma falha do Bahia, Willian recebeu na grande área, driblou a defesa tricolor e tocou rasteiro para intervenção de Anderson. Na sequência, o goleiro deu um tapa na bola e afastou.

 

 

Aos 35 minutos, o Palmeiras cobrou uma falta rápida e deixou Moisés de cara para o gol. O meio-campista tocou e Anderson fez grande defesa. Três minutos depois, após boa troca de passes, Vinícius bateu da entrada da área e o goleiro Weverton defendeu.

 

Quando o relógio marcava 39 minutos, Borja brigou na grande área, chutou rasteiro com desvio em Bruno e a bola acertou a trave do goleiro Anderson. Aos 46, após sobra do escanteio, Bruno Henrique chutou forte de fora da área e Anderson ficou com a bola.

 

Segundo tempo

Logo nos primeiros segundos, após um chute para a frente, Borja ganhou a disputa com Tiago, ficou de frente para Anderson, tocou por cima, mas o arqueiro do Tricolor conseguiu amortecer. Aos seis minutos, Willian aproveitou sobra do escanteio, bateu de trivela e a bola passou muito perto.

 

Dudu marca para o Palmeiras

 

Aos 26 minutos, a jogada pela lateral complicou o Bahia. Pela direita, Mayke tabelou com Moisés, cruzou na área e o
baixinho Dudu cabeceou para o fundo do gol. Oito minutos depois, o Palmeiras aproveitou o contragolpe e avançou com força. De fora da área, Willian bateu colocado e a bola passou ao lado da meta.

 

Perto do fim, o Bahia teve uma boa chance com Zé Rafael, que bateu falta colocada, que passou muito perto da meta do goleiro Weverton.
 

 

FICHA TÉCNICA
Palmeiras 1 x 0 Bahia
Copa do Brasil - Quartas de final (2º jogo)

Local: Pacaembu, em São Paulo
Data: 16/08/2018
Horário: 19h15
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Bruno Raphael Pires (GO)
Árbitro de vídeo: Braulio da Silva Machado (SC)

Cartões amarelos: Felipe Melo e Borja (Palmeiras) / Bruno, Nino Paraíba (Bahia)

Gol: Dudu (Palmeiras) 


Palmeiras: Weverton, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés; Dudu, Willian (Hyoran) e Borja (Thiago Santos). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

 

Bahia: Anderson; Bruno (Nino Paraíba), Lucas Fonseca, Tiago e Léo; Elton e Gregore; Zé Rafael, Vinícius (Élber) e Edigar Junio (Régis); Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

'Focado na decisão', Cerri afirma que conversas sobre Zé Rafael estão congeladas
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Nos últimos dias, o nome de Zé Rafael tem sido constantemente ligado ao Palmeiras, adversário do Bahia na noite desta quinta-feira (16), pelas quartas de final da Copa do Brasil. No entanto, a diretoria tricolor quer munir o jogador e o elenco dos rumores.

 

De acordo com o diretor do futebol do Bahia, Diego Cerri, o foco no momento é a partida que pode levar o Tricolor às semifinais da competição pela primeira vez na história e que as conversas com o Palmeiras pelo atleta estão congeladas.

 

"O Palmeiras, desde janeiro, tem uma preferência de compra do Zé Rafael. Ele tem recebido inúmeras sondagens, algumas propostas e  agente sabe que o Palmeiras tem a preferências. As conversas tem evoluído, mas não tem nada definido, embora eles tenham manifestado interesse em cobrir uma eventual proposta. O fato é que estamos focados na decisão e a partir da outra semana vamos continuar nossa vida e tratar do Zé Rafael e outros casos", disse, em entrevista à ESPN Brasil.

 

"Houve várias conversas no sentido de procurar chegar a um acordo financeiro, mas teve propostas de outras equipes e tem a preferência. O Bahia recebeu propostas, o Palmeiras mostrou interesse, congelamos o assunto porque estamos focados na decisão. O que tem de concreto é que o Palmeiras tem interesse e a preferência", completou.

 

O dirigente destacou o processo de reconstrução do clube e elogiou a postura organizada e de "pé no chão" que as últimas gestões vem apresentando.

 

"O Bahia está em um processo de continuidade, claro que com algumas diferentes de uma gestão para outra, mas realmente são pessoas novas, com pique para trabalhar, com formação boa e acho que o Bahia está no rumo certo, reconstruindo um clube que é um gigante, passou por dificuldades algum tempo, como várias equipes, mas vem se reconstruindo de maneira organizada e com pé no chão", pontuou.
 

Quinta, 16 de Agosto de 2018 - 10:45

Técnico do Bahia planeja retorno de Douglas a partir da próxima semana

por Ulisses Gama

Técnico do Bahia planeja retorno de Douglas a partir da próxima semana
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Apesar de já estar treinando normalmente, o goleiro Douglas ficou fora da lista de relacionados para o jogo contra o Palmeiras, nesta quinta-feira (16), pela segunda partida das quartas de final da Copa do Brasil.

 

Durante entrevista coletiva na última quarta-feira (15), o técnico Enderson Moreira comentou a situação do arqueiro e projetou que ele deve voltar para as convocações a partir da próxima semana.

 

"Ainda vou conversar com os treinadores de goleiros. Acho que ainda é um pouco prematuro para essa partida. Acho que, a partir da semana que vem, ele se encaixaria normalmente no processo dos jogos", declarou.

 

Douglas teve uma luxação no cotovelo no dia 13 de junho, quando o Bahia venceu o Corinthians por 1 a 0 na Arena Fonte Nova, pelo Campeonato Brasileiro. Desde então, Anderson tem sido o dono da meta tricolor.

Quinta, 16 de Agosto de 2018 - 09:15

Ceará x Bahia: CBF confirma jogo no estádio Presidente Vargas

por Ulisses Gama

Ceará x Bahia: CBF confirma jogo no estádio Presidente Vargas
Foto: Divulgação

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou uma alteração no local da partida entre Ceará e Bahia, no próximo dia 29 de agosto, válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

 

O jogo, que estava marcado para acontecer na Arena Castelão, será no estádio Presidente Vargas, por opção do clube mandante.

 

No momento, o Bahia é o 12º colocado da competição nacional, com 21 pontos. Já o Ceará é o 18º, com 16 pontos.

Quinta, 16 de Agosto de 2018 - 06:00

Em busca das semifinais da Copa do Brasil, Bahia enfrenta o Palmeiras no Pacaembu

por Ulisses Gama

Em busca das semifinais da Copa do Brasil, Bahia enfrenta o Palmeiras no Pacaembu
Foto: Divulgação

A noite desta quinta-feira (16) pode ser histórica para o Esporte Clube Bahia. O Tricolor, que sempre parou nas quartas de finais da Copa do Brasil, pode ir além se conseguir superar o Palmeiras, a partir das 19h15, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. 

 

Em Salvador, no último dia 2 de agosto, as duas equipes empataram em 0 a 0 em um jogo onde tricolores e alviverdes tiveram grandes chances para marcar e o árbitro de vídeo foi utilizado. Para o jogo decisivo, o meia Vinícius espera conseguir a façanha para ter o seu nome guardado na história do clube.

 

"Ansiedade bate. Claro que a gente sabe que será um jogo difícil. Sou um cara que as vezes se torna até repetitivo, quando falo em fazer história no clube. Quinta-feira temos grande possibilidade de fazer história. Ir pela primeira vez para uma semifinal de Copa do Brasil. Assim como na Sul-Americana, nunca tinha passado da segunda fase, hoje estamos nas oitavas. Esse grupo está mostrando competência. A gente sabe que será um jogo difícil, que a torcida deles vai comparecer em peso. Mas sabemos também da grandeza do Bahia, do nosso atual time, temos jogadores competentes que podem chegar lá, fazer o melhor e classificar. É isso, procurar fazer história. Tenho certeza que tem grandes chances de acontecer isso. Temos que mentalizar isso, para que a gente possa chegar lá na quinta-feira e se Deus quiser dar tudo certo, e a gente passar de fase", declarou o jogador.

 

Caso haja um novo empate, independente da quantidade de gols, a vaga será decidida nos pênaltis. A igualdade, no entanto, não passa na cabeça do técnico Enderson Moreira, que espera um time ofensivo em busca do triunfo.

 

"Somos humildes sempre, sabendo que tem um adversário vcapaz de tirar proveito de qualquer situação. Tem relação com a proposta. Particularmente vou sempre buscar bons resultados, os triunfos e a gente não pode conquistar isso apenas defendendo. Nossa equipe joga buscando o resultado, agora está com posse de bola, controlando o jogo, não foi diferente do jogos que tivemos. Pode acontecer do adversário nos encurralar, mas não é a nossa ideia. A ideia é ser uma equipe ofensiva. O empate não nos garante nada, então a gente precisa jogar para vencer a partida. Acho que a gente se aproxima muito da classificação se a gente mantiver a postura que estamos tendo fora de casa",projetou.

 

Para a partida, o Bahia terá a volta do lateral-esquerdo Léo, que não jogou a primeira partida por suspensão. Assim como ele, Gregore reaparece no time após ter ficado suspenso contra o América-MG, pelo Brasileirão.

 

Por outro lado, a equipe ainda não terá o goleiro Douglas, que segue em processo de recuperação física após ter sofrido uma lesão no cotovelo. Com isso, Anderson segue como titular na meta.

 

Palmeiras

 

Dono da casa e com a promessa de um Pacaembu cheio a seu favor, o Palmeiras terá o técnico Luiz Felipe Scolari no banco de reservas, diferente do que aconteceu em Salvador, quando o comandante era o auxiliar Paulo Turra. Apesar de fatores positivos a favor do Verdão, o lateral Mayke descarta o favoritismo.

 

"O Palmeiras não é favorito, fizemos um bom jogo lá e conseguimos ficar com o 0 a 0. O time do Bahia é muito forte, sabemos que vai ser difícil. Jogar no Pacaembu não vai ser difícil porque estamos acostumados a jogar lá, é a casa do Palmeiras também. Lógico que gostaríamos de jogar no Allianz, claro. Vamos fazer de tudo para fazer um bom jogo e ir atrás da classificação", declarou.

 

FICHA TÉCNICA
Palmeiras x Bahia
Copa do Brasil - Quartas de final (2º jogo)

Local: Pacaembu, em São Paulo
Data: 16/08/2018
Horário: 19h15
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Bruno Raphael Pires (GO)
Árbitro de vídeo: Braulio da Silva Machado (SC)


Palmeiras: Jailson, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés; Dudu, Willian e Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

 

Bahia: Anderson; Bruno, Lucas Fonseca, Tiago e Léo; Elton e Gregore; Zé Rafael, Vinícius e Edigar Junio; Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

Histórico de Conteúdo