Domingo, 15 de Julho de 2018 - 16:00

Próxima sede da Copa, Qatar vive polêmicas, restrição e crise política

por Igor Gielow | Folhapress

Próxima sede da Copa, Qatar vive polêmicas, restrição e crise política
Foto: Divulgação

Se a Rússia de Vladimir Putin usou a Copa como vitrine política num momento de isolamento internacional, há uma expectativa sobre o que vai acontecer na próxima sede do Mundial, o Qatar.

Além de ter de lidar com acusações de que sua escolha como anfitrião foi comprada e de que usa trabalho desumano para erguer elefantes brancos no deserto, o pequeno emirado no Golfo Pérsico está imerso em uma enorme crise diplomática.

Em junho do ano passado, a Arábia Saudita rompeu laços diplomáticos e decretou boicote comercial com o vizinho, sendo acompanhada por outros 11 países -inclusive no entorno regional, como os Emirados Árabes Unidos.

O motivo alegado foi o apoio qatariano a organizações terroristas, em especial na guerra civil síria. Não só: Doha tem um escritório do Taleban afegão e laços conhecidos com diversos grupos jihadistas.

A questão é que se há um lugar que fomenta ideologia extremista no mundo muçulmano é justamente a Arábia Saudita, berço do ramo wahhabista do sunismo.

E o Qatar sempre mordeu e assoprou na questão, tendo laços sólidos com os EUA, que mantêm no país sua maior base aérea no Oriente Médio.

A ambiguidade que irritou os sauditas é outra: a aproximação do emirado com o Irã, o maior rival geopolítico de Riad na disputa pelo posto de potência regional dominante.

É uma rivalidade também religiosa. A Arábia Saudita sedia as duas cidades mais sagradas do islamismo e se sente uma líder natural do ramo majoritário da crença, o sunismo.

Já Teerã é o centro mundial do xiismo, professado por cerca de 15% dos aderentes da fé muçulmana.

Além de discordâncias doutrinárias e sobre a linha de sucessão do profeta Maomé, o centro da disputa hoje é política.

Há outros focos de tensão. Quando houve a sequência de revoltas que derrubaram autocracias em 2011, a chamada Primavera Árabe, o Qatar deu apoio a grupos que tentaram fazer o mesmo no reino vizinho -sem sucesso.

A rede de TV Al Jazeera é a mais influente do mundo árabe, e tem sede em Doha. É vista como instrumento político do emirado pelos vizinhos.

Alguns países já reataram laços diplomáticos, mas o principal efeito do boicote ainda se faz sentir: o bloqueio aéreo, terrestre e naval dos vizinhos.

Com isso, uma das maiores empresas aéreas da região, a Qatar Airways, patrocinadora da Fifa, teve de redirecionar muitas de suas rotas -que passavam por espaço aéreo da Arábia Saudita, do Egito e dos Emirados Árabes, por exemplo.

O voo São Paulo-Doha chegou a ganhar uma escala, mas agora já é feito diretamente por uma rota tortuosa sobre o Mediterrâneo, Turquia e águas internacionais do Golfo Pérsico.

O jovem emir do Qatar, Tamim bin Hamad al Thani, 38, terá agora quatro anos para ver a crise resolvida ou usar a imensa riqueza baseada em petróleo e gás de seu país e bancar o espetáculo apesar dela.

'Não sei nem onde estou, estou muito feliz', diz Griezmann após título da Copa
Foto: Divulgação/ Fifa

Escolhido o melhor jogador em campo na final da Copa do Mundo de 2018, o atacante francês Antoine Griezmann falou do triunfo sobre a Croácia. A França venceu os croatas por 4 a 2, neste domingo (15), no Estádio Luzhniki, em Moscou, e sagrou-se bicampeã mundial.

 

"Não sei nem onde estou, estou muito feliz. Foi um jogo muito difícil, começamos um pouco tímidos, sabíamos que era uma final de Copa do Mundo. Depois conseguimos fazer a diferença", afirmou após o final do jogo.

 

Griezmann teve participação ativa na vitória francesas. Foi ele quem sofreu e cobrou a falta no lance do gol contra de Mario Mandzukic, que abriu o placar. O camisa 7 também marcou o segundo gol, em cobrança de pênalti, recolocando os Les Bleus na frente. Para completar, ele ainda fez o passe para Pogba marcar o terceiro tento da França na partida.

 

Na Copa de 2018, Griezmann disputou seis partidas, balançou as redes três vezes e deu duas assistências.

Deschamps entra no rol dos campeões da Copa do Mundo como técnico e jogador
Foto: Getty Images/ Fifa

Didier Deschamps entrou no rol dos campeões da Copa do Mundo como técnico e jogador. A França, comandada por ele, venceu a Croácia por 4 a 2, neste domingo (15), no Estádio Luzhniki, em Moscou, e conquistou o bicampeonato mundial. Como atleta, Deschamps havia sido campeão na edição de 1998. Ele se junta ao brasileiro Zagallo, com as conquistas do Brasil em 1958, 1962 e 1970, e o alemão Beckenbauer, campeão em 1974 e 1990.

 

"Sim, os melhores técnicos! Eu não estou pensando em mim, na verdade, mas evidentemente sinto orgulho disso, é preciso ganhar títulos. Me fez tão mal perder o título europeu dois anos atrás, mas serviu para nos dar mais força. Desmistificamos um pouco essa história de jogos da final, o jogo pertence aos jogadores, eles é que ganharam a partida e são campeões do mundo. Somos cerca de 20 pessoas na comissão técnica, é o resultado de muito trabalho", afirmou o treinador francês.

 

Deschamps valorizou o trabalho dos seus comandados na Rússia e falou das dificuldades ao longo da competição até chegar ao título. "É tão bonito, tão maravilhoso. Mesmo que já tenha havido outros campeonatos antes, é preciso lembrar que é um feito hoje. Não jogamos um jogo fantástico, mas enfrentamos uma equipe de qualidade. Estou muito feliz por esse grupo, pois temos uma longa jornada, não foi algo simples. Isso é resultado de muito trabalho, passamos por alguns momentos difíceis, mas agora eles estão no teto do mundo por quatro anos", disse.

 

O contrato de Didier Deschamps com a seleção francesa termina agora após a Copa do Mundo. Ele ainda não sabe se vai seguir no cargo até a Eurocopa de 2020, principalmente por causa da sombra Zinedine Zidane, que deixou o comando do Real Madrid ao final da última temporada europeia. Também campeão em 1998, Zizou ainda não assinou com nenhum outro time e está livre no mercado.

 

Deschamps assumiu a França em 2012 após a Eurocopa, no lugar de Laurent Blanc, outro companheiro seu na conquista da Copa de 1998. Ele disputou 83 jogos à frente da França e venceu 54, perdeu 14 e empatou 15. Ele é o treinador com mais partidas disputadas pela seleção. O segundo é Raymond Domenech, que dirigiu o time por 79 vezes.

Domingo, 15 de Julho de 2018 - 14:51

Modric é eleito o melhor jogador da Copa e Mbappé a revelação; confira os premiados

por Leandro Aragão

Modric é eleito o melhor jogador da Copa e Mbappé a revelação; confira os premiados
Modric (E) e Mbappé | Foto: Getty Images/ Fifa

O meio-campista croata Luka Modric foi eleito o melhor jogador da Copa do Mundo de 2018, neste domingo (15). A Croácia acabou derrotada pela França por 4 a 2, na final do Mundial da Rússia, no Estádio Luzhniki, em Moscou. O camisa 10 levou o prêmio de Bola de Ouro do torneio superando o belga Eden Hazard e o francês Antoine Griezmann que ficaram, respectivamente, na segunda e terceira posição.

 

O jovem atacante Kylian Mbappé, de 19 anos, foi o jogador revelação da Copa de 2018. O prêmio de chuteira de ouro ficou com o centroavante inglês Harry Kane, artilheiro do Mundial, com seis gols. O belga Thibaut Bourtois foi escolhido como melhor goleiro do torneio. E a seleção da Espanha ganhou o troféu Fair Play.

Domingo, 15 de Julho de 2018 - 14:37

Arnaldo Cezar Coelho anuncia aposentadoria durante transmissão da final da Copa

por Leandro Aragão

Arnaldo Cezar Coelho anuncia aposentadoria durante transmissão da final da Copa
Arnaldo Cezar Coelho (D) | Foto: Reprodução

O ex-árbitro de futebol Arnaldo Cezar Coelho também se tornará ex-comentarista de arbitragem da televisão. Durante a transmissão da TV Globo da final da Copa do Mundo de 2018, neste domingo (15), vencida pela França, no Estádio de Luzhniki, em Moscou, ele fez um discurso anunciando a aposentadoria.

 

"A vida da gente é feita de fases. Eu tive a minha como árbitro de futebol, cheguei a apitar uma final (de Copa, a de 1982, entre Alemanha e Itália), que é o grande momento da vida de um árbitro. Eu tive minha fase como comentarista em todas as Copas do Mundo que você (Galvão) esteve comigo. E quero dizer que está chegando ao fim dessa fase. Tenho novos projetos, a Rede Globo está de portas abertas, eu sei disso, mas quero descansar um pouco porque é realmente uma vida fatigante. Quero me dedicar um pouco à família e aos meus negócios também", discursou. "Muito obrigado a todos. Acho que a equipe da Rede Globo, dos pequenos funcionários até os maiores diretores, é uma equipe grandiosa que nos dá segurança e tranquilidade. A Rede Globo me ensinou muita coisa e consegui ensinar muita coisa ao telespectador. Uma nova fase vem aí, tem um momento de renovação que é muito importante. Agradeço a todos que me ajudaram nesta fase", completou.

Domingo, 15 de Julho de 2018 - 14:25

Mbappé se iguala a Pelé é o segundo jogador mais jovem a marcar numa final de Copa

por Leandro Aragão

Mbappé se iguala a Pelé é o segundo jogador mais jovem a marcar numa final de Copa
Foto: Getty Images/ Fifa

O atacante francês Kylian Mbappé se tornou o segundo jogador mais jovem da história a marcar gol numa final de Copa do Mundo, neste domingo (15). Aos 19 anos, ele se igualou a Pelé que balançou as redes na decisão do Mundial de 1958, com 17 anos.

 

Mbappé foi o autor do quarto gol da França na vitória sobre a Croácia por 4 a 2, na final da Copa de 2018, no Estádio Luzhniki, em Moscou. Ele recebeu passe de Hernández, ajeitou e soltou a bomba aos 20 minutos do segundo tempo da decisão. A seleção francesa conquistou o bicampeonato mundial. Nas redes sociais, Pelé parabenizou o jovem atacante francês.

 

"O segundo adolescente a marcar um gol em uma final de Copa do Mundo! Bem-vindo ao clube, Kylian - é ótimo ter a sua companhia!", escreveu o Rei do futebol.

Domingo, 15 de Julho de 2018 - 14:10

Griezmann é eleito o melhor do jogo da final da Copa do Mundo vencida pela França

por Leandro Aragão

Griezmann é eleito o melhor do jogo da final da Copa do Mundo vencida pela França
Foto: Divulgação/ Fifa

O atacante da França Antoine Griezmann foi eleito o melhor jogador da final da Copa do Mundo de 2018, neste domingo (15). Os franceses venceram a Croácia por 4 a 2, no Estádio Luzhniki, em Moscou, e conquistaram o bicampeonato mundial.

 

Griezmanna marcou um gol na partida, em cobrança de pênalti. Além disso, foi ele que levantou a bola área no gol contra marcado pelo croata Mario Mandzukic que abriu o placar da decisão. Griezmann ainda deu o passe para Pogba fazer o terceiro tento da França. Ao todo na Copa do Mundo, o camisa 7 francês disputou seis partida, marcou três gols e fez duas assistências.

Domingo, 15 de Julho de 2018 - 13:53

Com gol contra e uso do VAR, França vence a Croácia e é bicampeã da Copa do Mundo

por Leandro Aragão

Com gol contra e uso do VAR, França vence a Croácia e é bicampeã da Copa do Mundo
Foto: Divulgação/ Fifa

A França impôs sua superioridade dentro de campo e sagrou-se bicampeã da Copa do Mundo. Os franceses venceram a Croácia por 4 a 2, neste domingo (15), no Estádio de Luzhniki, em Moscou, pela final do Mundial da Rússia. O atacante croata Manduzkic marcou contra após bola levantada na área em cobrança de falta do francês Griezmann. O mesmo camisa 7 da França fez o segundo em cobrança de pênalti, após o árbitro recorrer ao VAR para assinalar a penalidade máxima, e Pogba fez o terceiro e Mbappé fechou o placar. Perisic e Mandzukic, desta vez na meta certa, descontaram para os croatas.

 

Com a conquista, a França entrou no grupo dos bicampeões da Copa do Mundo, ao lado do Uruguai, com as conquistas de 1930 e 1950, e da Argentina, que levou o caneco para casa nas edições de 1978 e de 1986. A próxima Copa do Mundo será no Catar em 2022.

 

O JOGO

 

A partida começou dentro do esperado com os croatas dominando mais a bola, enquanto que os franceses se fechavam atrás, esperando roubar a pelota para sair nos contra-ataques, como tem feito ao longo desta Copa do Mundo. Porém, apesar de chegar mais no ataque adversário, os croatas não conseguiam encaixar uma jogada que levasse mais perigo ao gol de Lloris. Já os franceses, não encontravam os espaços para usar a velocidade de Mbappé e tentavam lançamentos longos para Giroud lá na frente.

 

Aos 16 minutos, os papéis se inverteram. A França adiantou sua marcação e começou a pressionar a Croácia. Com um maior domínio da bola, os franceses passaram a jogar no campo do adversário. Dois minutos depois, Griezmann levantou a bola na grande área da Croácia, numa cobrança de falta e o atacante Mandzukic desviou de cabeça contra o patrimônio e balançou as redes. França 1 a 0 Croácia.

 

A Croácia tentou responder aos 20 minutos. Também em bola levantada na área em falta cobrada por Modric, o zagueiro Vida cabeceou, mas ela subiu muito passando por cima da trave de Lloris.

 

Aos 28 minutos, os croatas chegaram ao empate com Perisic. Após bola levantada na área francesa, Vida escorou para o camisa 4. Ele dominou limpou Kanté e soltou a bomba no canto esquerdo de Lloris, que ainda pulou, mas não conseguiu chegar na bola, que estufou as redes e deixando tudo igual no Luzhniki. França 1 a 1 Croácia.

 

A resposta da França veio cinco minutos depois. Na cobrança de escanteio feita por Griezmann, Matuidi desviou de cabeça e a bola bateu no braço de Perisic antes de sair. Após usar o VAR e assistir o lance, o árbitro argentino Nestor Pitana assinalou o pênalti. Na cobrança, Griezmann deslocou o goleiro Subasic batendo no canto direito do gol e recolocou a França à frente no placar aos 38. França 2 a 1 Croácia.

 

Antes do árbitro encerrar o primeiro tempo, a Croácia chegou duas vezes na área francesa levando muito perigo ao goleiro Lloris, em bolas alçadas.

 

Segundo tempo

 

O jogo recomeçou do mesmo jeito da primeira etapa. A Croácia tomando as iniciativas tendo um maior domínio da bola. Logo no segundo minuto, Lloris teve que trabalhar para evitar o empate croata. Rebic tabelou com Perisic que arrancou na entrada da área e bateu firme para o gol. O arqueiro francês desviou com a ponta dos dedos. Já a França, com a vantagem no placar, tentava sair com velocidade nos contra-ataques.

 

Aos nove, o jogo foi paralisado após uma invasão de campo de um torcedor, que foi rapidamente colocado para fora do gramado.

 

A França ampliou o placar com Pogba aos 14 minutos. Mbappé foi acionado pela direita em velocidade, chegou à linha de fundo e cruzou para trás. Griezmann dominou e ajeitou para o camisa 6 francês. Na primeira tentativa dele, a bola ficou na defesa croata. Ela voltou para o meia, que bateu de chapa no canto esquerdo de Subasic. França 3 a 1 Croácia.

 

O quarto gol da França não demorou. Aos 20 minutos, Hernández fez a jogada pela esquerda e tocou para Mbappé na entrada da grande área. O camisa 10 dos Les Bleus dominou e encheu pé acertando o canto direito de Subasic. França 4 a 1 Croácia.

 

A Croácia diminuiu com Mandzukic aos 23. Após bola atrasada para Lloris, o goleiro da França vacilou e o atacante croata pressionou conseguindo tocar para o fundo das redes. França 4 a 2 Croácia.

 

Mesmo cansados e perdendo por dois de diferença, os croatas seguiram buscando o ataque aos 40 minutos de jogo. Enquanto os franceses cozinhavam a partida mantendo a sua estratégia de deixar a bola com o adversário e explorar os contra-ataques em velocidade.

 

FICHA TÉCNICA
França 4 x 2 Croácia
Copa do Mundo – Final

Local: Estádio de Luzhniki, em Moscou
Data: 15/07/2018 (domingo)
Horário: 12h (de Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti (ambos da Argentina)
Cartões amarelos: Kanté, Lucas Hernández (França) / Vrsaljko (Croácia)
Gols: Mandzukic, contra, Griezmann, Pogba, Mbappé (França) / Perisic, Mandzukic (Croácia)
 
França: Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Lucas Hernández; Kanté (Nzonzi), Pogba, Matuidi (Tolisso), Griezmann e Mbappé; Giroud (Fekir). Técnico: Didier Deschamps.

 

Croácia: Subasic; Vrsaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pjaca); Brozovic, Rakitic e Modric; Perisic, Mandzukic e Rebic (Kramaric). Técnico: Zlatko Dalic.  

Jogadores que cabeceiam bola tem maior problema com equilíbrio, indica estudo
Foto: Associated Press

Os jogadores de futebol que cabeceiam a bola com maior frequência podem ter mais problemas com equilíbrio do que outros atletas. Uma pesquisa da Universidade de Delaware, em Newark, indica que os "Cabeceamentos são impactos subconcussivos repetitivos que podem estar associados a problemas nas habilidades de pensar e memorizar". A pesquisa foi apresentada na Conferência de Concussão Esportiva da Academia Americana de Neurologia, em Indianápolis, nos EUA. O autor do estudo, John Jeka, PhD, da Universidade de Delaware, recrutou 20 jogadores de futebol na comunidade de Newark para o estudo. Os jogadores fizeram um teste de equilíbrio em que tinham que caminhar ao longo de uma passarela revestida com espuma, de olhos fechados e sob duas condições: com e sem estimulação vestibular galvânica (GVS). Para a GVS, eletrodos foram colocados atrás de cada orelha para estimular os nervos que enviam mensagens do sistema de equilíbrio do ouvido interno para o cérebro. O estimulador pode fazer com que a pessoa sinta como se estivesse se movendo, quando não está. Nesse caso, os participantes sentiram que estavam caindo de lado. "Os jogadores de futebol devem ter um bom equilíbrio para jogar bem, mas nossa pesquisa sugere que os cabeceamentos podem estar prejudicando o equilíbrio, o que é fundamental para todos os movimentos", explicou o autor do estudo, Fernando V. Santos, da Universidade de Delaware. "É importante que pesquisas adicionais sejam feitas para examinar mais de perto essa possível ligação com o equilíbrio e confirmar nossas descobertas em grupos maiores de pessoas".

Domingo, 15 de Julho de 2018 - 00:00

Sem apoio, jovens do karatê encontram dificuldade para competir fora da Bahia

por Gabriel Rios

Sem apoio, jovens do karatê encontram dificuldade para competir fora da Bahia
Foto: Arquivo Pessoal

Jovens baianos buscam espaço no Karatê e muitos até já começaram a se destacar no esporte. No entanto, a falta de patrocínio e de ajuda dos órgãos do estado dificulta a prática desses atletas. É o que explica o professor Eduardo Antônio da Silva, que é karateka há mais de 38 anos e ensina há 15 na academia Shalon.

 

“Temos vários alunos que foram campeões baianos e brasileiros. Sempre fomos campeões nas competições, mas por questões de transporte, acaba dificultando. Recentemente tivemos o Norte e Nordeste, e infelizmente mais da metade não pode ir. Mesmo assim, ainda ficamos em 4º”, apontou.

 

O professor ainda critica a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), que segundo ele não dá suporte às promessas no esporte: “Nunca [ajudou]. Já tem quase uma semana que solicitamos ajuda para competir no Brasileiro, que acontece em São Paulo, e até hoje nada”, lamentou. “A Federação disse que tentaria um ônibus, mas até agora nada. Para se conseguir as coisas na Bahia é uma dificuldade”, completou.

 

Sem esperar pela resposta da Sudesb e da Federação Bahiana de Karatê, a família de Thiago Rodrigues, de apenas sete anos, começou a se movimentar na internet para conseguir ajuda financeira. Segundo a mãe do atleta, Eliene Rodrigues, alguns amigos já se disponibilizaram a ajudar na estadia, mas ainda faltam as passagens e a inscrição.

Eliene e Thiago no Campeonato Baiano em 2017 Foto: Arquivo Pessoal

“A estadia, eu creio que não vá precisar, pois amigos meus estão se sensibilizando e se movimentando para ajudar. A passagem de avião é que está pegando, e a inscrição também”, explicou.

 

“Eles (Sudesb) estão vendo se vão arranjar um ônibus, mas até agora nada. Depois, quando chegar perto, eles vão dizer que não dá, e a gente vai ficar na mão. Por isso estamos procurando algo, para ele não ficar na mão. Se a gente for de ônibus, serão dois dias de viagem. Ele pode chegar cansado e isso o prejudica. A Federação também não ajuda. Tudo são os pais que têm que investir. Mudança de faixa também somos nós que arcamos com tudo. Eles nunca ajudaram em nada”, reclamou.

 

Thiago foi uma das crianças que não conseguiram viajar para o Norte e Nordeste. Mesmo assim, o atleta mirim tem acumulado títulos em sua recente carreira.

 

“Com apenas cinco anos, ele ganhou o primeiro torneio de Karatê na Bahia e ficou em segundo lugar no Baiano por equipe. Em 2017, ficou em terceiro no Brasileiro que aconteceu aqui na Bahia, e neste ano foi Campeão Baiano por equipe”, destacou Eliene.

Thiago conquistou o Baiano com apenas cinco anos Foto: Arquivo Pessoal

Ela também relembrou como surgiu a vontade de Thiago em ser um karateka: “O dono da academia é meu cunhado e eu tenho um sobrinho que faz. Sempre o levei desde um ano, e a partir dos dois ele já começou a entender e fazer algumas coisas. Como só podia entrar com quatro anos, ele chorava porque não podia fazer. Com cinco anos ele decidiu participar do torneio baiano e acabou ganhando de crianças mais velhas que ele”.

 

Por fim, Eliene afirma que mesmo com todas as dificuldades, seguirá tentando conseguir realizar o sonho de Thiago. “Não temos patrocínio de ninguém, mas estamos correndo atrás, é o sonho dele. Estou desempregada, só o pai dele trabalha, então dificulta”, concluiu.

 

O Campeonato Brasileiro de Karatê acontecerá em São Paulo nos dias 10 e 11 de agosto. Entretanto, o prazo da inscrição, que custa cerca de R$ 170, se encerra no dia 20 de julho.   

Sábado, 14 de Julho de 2018 - 16:30

Conversa com o Monaco esfria, mas venda de Arrascaeta não é descartada

por Thiago Fernandes | Folhapress

Conversa com o Monaco esfria, mas venda de Arrascaeta não é descartada
Foto: Reprodução / Instagram

Giorgian De Arrascaeta segue com a vida indefinida. As conversas de seu estafe com o Monaco não avançaram e, por isso, o jogador voltou ao Cruzeiro após a participação do Uruguai na Copa do Mundo 2018. Ele ainda pode deixar o clube.

O clube do principado mantinha conversas com Daniel Fonseca e Javier Manzo, agentes do meia-atacante, para formalizar uma oferta aos mineiros na sequência. As conversas, entretanto, não avançaram, conforme apurado pela reportagem.

A volta do gringo à capital mineira se deu pelo fato de a negociação com o Monaco esfriar. Os representantes do camisa 10 e do clube europeu não chegaram a um consenso em relação às minutas do futuro contrato, o que estagnou as tratativas.

Apesar do recuo em relação ao negócio, há outros clubes que mantêm interesse no atleta de 24 anos. O Wolverhampton, da Inglaterra, também demonstrou interesse em contar com o apoiador.

O próprio Cruzeiro não descarta uma venda até o fim de agosto. Marcelo Djian, diretor de futebol do clube, concedeu entrevista à ESPN e falou sobre o caso:

"Houve muita sondagem, mas proposta concreta, oficial, não houve de nenhum clube até agora. É lógico que a janela da Europa está começando praticamente agora, e até 31 de agosto tudo pode acontecer. Se houver uma proposta que seja importante para o Cruzeiro e também para o atleta, se ele estiver satisfeito, existe sim a possibilidade. Não tem nenhum jogador que não possa ser negociado, principalmente aqui no Brasil. E no Cruzeiro não é diferente", declarou.

"Acho que a parte financeira de todos os clubes não é boa, então nenhuma transferência pode ser descartada no momento. Mas é lógico, se conseguirmos ficar com o Arrascaeta, para a parte técnica será muito importante", concluiu.

Em Belo Horizonte desde janeiro de 2015, Arrascaeta tinha contrato com o Cruzeiro até dezembro de 2019. Porém, em fevereiro deste ano, a extensão do acordo foi ampliada. Ele tem vínculo na Toca da Raposa II até o fim de 2021. O meia-atacante tem 165 jogos pela equipe e fez 42 gols.

Sábado, 14 de Julho de 2018 - 15:30

Sub-16: Com 10 times confirmados, Salvador Cup acontece em agosto

por Gabriel Rios

Sub-16: Com 10 times confirmados, Salvador Cup acontece em agosto
Foto: Divulgação

Entre os dias 15 e 19 de agosto acontecerá a Salvador Cup. O torneio da categoria de base Sub-16 terá as participações de Jacuipense, Jacuipense B, Bahia, Vitória, Atlético-PR, Palmeiras, Shandong Luneng, da China, Cruzeiro, América-MG e Atlético-MG.

 

Gestor da Base do Jacuipense, Luciano Cortizo destrinchou o Campeonato: “Serão cinco dias de competição. Os jogos serão de um grupo contra o outro. Na quarta e na quinta teremos jogos pela manhã e pela tarde no Pituaçu, no Barradão e no Fazendão. Na sexta será apenas pela manhã. No sábado teremos a semifinal e no domingo a grande final, ambos também pela manhã”, explicou em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Luciano aproveitou para explicar o motivo do Jacuipense disputar o campeonato com dois times.

 

“O nosso foco é formar. Nosso clube não é comercial, mas nosso objetivo é revelar para colocar em grandes clubes do Brasil, pois é o sonho desses jovens. O Jacuipense será a do Sub-16, e o Jacuipense B serão os jogadores da categoria Sub-15, pois nosso intuito é dar oportunidade para que todos possam mostrar o seu futebol, já que observadores técnicos do Brasil e do exterior já confirmaram presença”, afirmou.

Sábado, 14 de Julho de 2018 - 14:30

Com teto fechado, Djokovic bate Rafael Nadal e volta à final de Wimbledon

por Folhapress

Com teto fechado, Djokovic bate Rafael Nadal e volta à final de Wimbledon
Foto: Reprodução / Twitter

Depois de precisar ser interrompida, a segunda semifinal do simples masculino de Wimbledon foi finalizada na manhã deste sábado (14), com o teto da quadra central fechado, repetindo as condições da noite da última sexta-feira. Novak Djokovic, que já havia vencido a “primeira parte”, bateu o número 1 Rafael Nadal por 3 sets a 2, parciais de 6/4, 3/6, 7/6 (9), 3/6 e 10/8, e enfrentará Kevin Anderson na final (8º do ranking).

Com a vitória conquistada em 5h15, o ex-número 1 do mundo retorna à final de Wimbledon depois de três anos, e busca o quarto título na grama sagrada. Em 2015, Djoko bateu Roger Federer e foi bicampeão seguido do torneio - no ano anterior também havia derrotado o suíço. Apenas na 21ª colocação do ranking, o sérvio veio ao Grand Slam britânico sem muita badalação e retomando a forma física.

Novak Djokovic vai, aos poucos, voltando ao seu melhor tênis. Depois de praticamente dois anos abaixo do que pode oferecer, ficar fora do circuito por seis meses e passar por uma cirurgia no cotovelo, ele fará uma final de Grand Slam no próximo domingo.

Vale lembrar que a partida teve o início retardado em cinco horas por causa do longo confronto entre Kevin Anderson e John Isner. Desta forma, Nadal e Djokovic só puderam jogar até às 23h (horário de Londres) na última sexta, já que uma lei local determina que nenhum evento esportivo termine após isso.

Para que o teto fosse aberto, neste sábado, era preciso que os dois tenistas concordassem. O sérvio, porém, preferiu que as condições fossem mantidas. Com ele aberto, luz natural e maior ventilação, o jogo ficaria mais lento, beneficiando o estilo de jogo do espanhol.

Nadal e Djokovic têm uma das maiores rivalidades do tênis, com 52 confrontos finalizados contando este. Agora, o sérvio leva uma ligeira vantagem no retrospecto: 27 a 25. Na grama, eles mediram forças quatro vezes, com empate de duas vitórias para cada lado.

Nadal abafou o sérvio na rede, quebrou o segundo serviço dele no dia e forçou o quinto set. No momento em que isso aconteceu, Djokovic ficou revoltado, sobrando para o próprio corpo. Como os atletas recebem recomendação para não bater com a raquete na grama, para não estragá-la, o tenista não teve saída e bateu com o objetivo em sua perna.

Djokovic começou devolvendo bem, uma de suas principais características, fazendo Nadal se movimentar bastante para confirmar seus saques. Mas foi o atual número 1, explorando todo o seu repertório e indo à rede com inteligência, que fechou o quarto set.

Ambos seguiram respondendo bem aos saques e "vendendo caro" os games, o que só melhorou o espetáculo. Em momentos de pressão, tanto o espanhol quanto o sérvio se salvavam com bolas que faziam o público da quadra central aplaudir, às vezes em pé, o alto nível de tênis apresentado.

Bélgica bate a Inglaterra e garante sua melhor participação em Copas com o 3º lugar
Foto: Reprodução / Twitter

Jogando bonito, a Bélgica venceu a Inglaterra e garantiu sua melhor participação em Copas. Na disputa pelo 3º lugar, neste sábado (14), em São Petersburgo, os belgas triunfaram por 2 a 0 com gols de Meunier e Hazard. A melhor participação da Bélgica havia sido um 4º lugar na Copa de 1986 no México.

 

O JOGO

 

Bélgica abre o placar

Com apenas três minutos, Courtois chutou para frente, Chadli ganhou de cabeça e a bola ficou com Lukaku. Em lindo lançamento, o camisa 9 devolveu para Chadli, que cruzou para Meunier se antecipar a Rose e completar para o fundo da rede.

 

Aos 11, De Bruyne recebeu de Lukaku, chutou rasteiro e a bola desviou e quase enganou Pickford, mas o goleiro inglês conseguiu fazer uma grande defesa.  A Inglaterra respondeu aos 23. Em lançamento de Dier, Sterling ganhou na velocidade, dominou e rolou para Harry Kane, mas o artilheiro pegou mal na bola e chutou para fora.

 

Com o jogo mais relaxado por ser uma disputa de 3º lugar, a Bélgica dominou as ações na primeira etapa. Comandados por Hazard, o camisa 10 ditou o ritmo do jogo. Aos 33, de pé em pé a bola chegou ao craque belga, ele avançou e dentro da área chutou, mas a bola foi desviada para escanteio. Na cobrança, De Bruyne tocou para trás, Tielemans errou o chute, mas a bola acabou sobrando para Alderweireld, mas o zagueiro chutou por cima do gol de Pickford.

 

Segundo tempo

A Inglaterra voltou com duas mudanças mais ofensivas. Lingard entrou no lugar do lateral esquerdo Rose, e Sterling saiu para a entrada de Rashford. Aos 8, Lingard recebeu dentro da área e chutou cruzado, Kane se esticou todo para completar, mas não conseguiu alcançar.

 

Os ingleses tentavam chegar de todo jeito. Pecando nos cruzamentos, a alternativa foi arriscar de fora da área. Aos 23, Dier arriscou de longe, mas Courtois defendeu com facilidade.

 

Lance incrível

Aos 24, Dier novamente tentou. Ele tabelou com Rashford e saiu livre na frente de Courtois, o camisa 4 deu um toque por cima do goleiro, mas antes da bola entrar, Alderweireld tirou de carrinho em cima da linha. Aos 34, uma grande jogada belga. Em contra-ataque rápido entre Hazard, De Bruyne, Mertens, com oito troca de passes, a bola foi lançada para Meunier, o lateral pegou bonito de primeira, mas Pickford fez uma defesa sensacional.

 

Bélgica liquida a partida

A dobradinha De Bruyne e Hazard continuou dando certo. Aos 37, De Bruyne puxou nova jogada e lançou para Hazard, o craque botou na frente do zagueiro e bateu no cantinho para marcar o segundo dos belgas.

 

FICHA TÉCNICA
Bélgica 2 x 0 Inglaterra
Copa do Mundo – 3º Lugar 

Local: Em São Petersburgo
Data: 14/07/2018 (sábado)
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Alireza Faghani (Irã)
Assistentes: Reza Sokhandan e Mohammadreza Mansouri (ambos do Irã)
Cartões amarelos: Stones e Maguire (Inglaterra) / Witsel (Bélgica)
Gol: Meunier e Hazard (Bélgica)
 
Bélgica: Courtois; Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Meunier, Witsel, Tielemans (Dembelé) e Chadli (Vermaelen); De Bruyne, Hazard e Lukaku (Mertens). Técnico: Roberto Martínez. 

 

Inglaterra: Pickford; Jones, Stones, Maguire; Trippier, Dier, Delph, Loftus-Cheek (Dele Alli) e Rose (Lingard); Sterling (Rashford) e Kane. Técnico: Gareth Southgate.  

Sábado, 14 de Julho de 2018 - 12:30

Vinicius Jr. chega a Madri e é recepcionado por torcedores do Real e do Flamengo

por Folhapress

Vinicius Jr. chega a Madri e é recepcionado por torcedores do Real e do Flamengo
Foto: Reprodução / Instagram

Vinicius Júnior desembarcou neste sábado (14) em Madri para se apresentar ao Real Madrid. O jogador de 18 anos foi recepcionado por torcedores do clube espanhol e também por flamenguistas presentes no aeroporto.

De acordo com o jornal "Marca", Vinicius chegou sem conceder entrevistas. O mesmo havia acontecido em sua saída do Rio de Janeiro. O silêncio é uma orientação do próprio clube espanhol.

O atacante iniciará os treinos no Real Madrid nesta segunda-feira (16). A apresentação oficial deverá acontecer na quinta-feira, no Santiago Bernabéu.

Comprado pelo Real Madrid por 45 milhões de euros (R$ 164 milhões), Vinícius Júnior se despede do Brasil tendo marcado 14 gols em 70 jogos com a camisa rubro-negra. Sua estreia foi em 13 de maio de 2017, no empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, no Maracanã. A despedida, por sua vez, foi em 13 de junho de 2018, contra o Palmeiras, no empate também por 1 a 1 no Allianz Parque, em São Paulo.

49% das jogadoras de futebol não recebem salário, aponta estudo
Foto: Divulgação / Rio 2016 / Agência Brasil

Um estudo feito pelo sindicato internacional dos jogadores de futebol (FIFPro), apontou que 49% das mulheres que praticam esse esporte não recebem salários, e que 87% encerrarão a carreira antes dos 25 anos.

 

O documentou contou com a participação de 3,3 mil jogadoras de elite, em 33 países.

 

De acordo com a Agência Brasil, 1% das jogadoras cobram salários iguais ou maiores que R$ 29 mil. Já 9% recebem entre este valor e R$ 7 mil. Já 30% recebe entre sete e dois mil. Os outros 60% têm remuneração que vai de zero a dois mil.

 

O estudo ainda aponta que 66% das jogadoras que atuam por suas seleções estão insatisfeitas com as premiações de competições. Das ouvidas, 42% afirmam que não recebem o suficiente para cobrir despesas.

 

O futebol feminino teve aumento de popularidade nos últimos anos, mesmo com a maioria das jogadoras dispostas a se aposentar para seguir em outra área.

Sábado, 14 de Julho de 2018 - 10:30

Em preparação para a final, Croácia treina sem cinco titulares

por Folhapress

Em preparação para a final, Croácia treina sem cinco titulares
Foto: Reprodução / Instagram

Em preparação para a final da Copa do Mundo, a Croácia realizou treino nesta sexta-feira (13) e teve baixas importantes no elenco. Ao todo, cinco titulares não participaram da atividade.

O goleiro Danijel Subasic, os defensores Sime Vrsaljko, Ivan Strinic e Dejan Lovren, e o meia Ivan Perisic foram ausências no treinamento.

De acordo com o jornal croata Sportske Novosti, a situação mais preocupante é a de Perisic. O meia se queixou de dores musculares na perna direita após a semifinal contra a Inglaterra e se tornou dúvida para a decisão contra a França. A publicação destacou ainda que, segundo a imprensa russa, o jogador foi submetido a exames em um hospital em Moscou, mas não teve lesão detectada.

Strinic, substituído logo no começo da prorrogação contra a Inglaterra por causa de um problema muscular, e Vrsaljko ficaram de fora da atividade por questões físicas. Lovren e Subasic foram poupados.

A Croácia fará neste sábado (14) o último treino antes da decisão. A final está marcada para às 12h (horário de Brasília) de domingo (15), em Moscou.

Esta é a melhor campanha da seleção croata na história das Copas. Antes disso, o melhor resultado havia sido em 1998, quando perderam justamente para a França na semifinal e ficaram com o terceiro lugar.

Programa FazAtleta certifica 75 atletas de 15 municípios baianos
Fotos: Eloi Corrêa/GOVBA

75 atletas de 15 municípios baianos foram certificados pelo Programa Estadual de Incentivo ao Esporte Amador Olímpico e Paralímpico (FazAtleta), nesta sexta-feira (13). O evento, que contemplou atletas de 16 modalidades esportivas, foi realizado na Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

 

A boxeadora Adriana Araújo recebeu o apoio pela primeira vez. “Eu pratico boxe desde 2000, já fui 12 vezes campeã brasileira, campeã sulamericana, oito vezes campeã pan-americana, tenho cinco participações no mundial, com um quarto lugar, medalha de bronze nas Olimpíadas de Londres e participei da Rio 2016. Se sem esse apoio, eu consegui todos esses resultados, agora virão mais glórias para o nosso estado e para o nosso país”, afirmou.

 

 

Atleta mais antigo do programa, Alan do Carmo valorizou o apoio: “São 13 anos de FazAtleta. Este projeto contribuiu muito com minhas conquistas. Consegui evoluir, ter grandes vitórias, junto com as empresas da iniciativa privada. Fui campeão mundial de maratona aquática, fui a duas olimpíadas e dois pan-americanos”.

 

O FazAtleta concede abatimento no ICMS à empresa situada no Estado da Bahia que apoie financeiramente atletas e projetos esportivos, aprovados pela Comissão Gerenciadora do Programa. Ele beneficia atletas e equipes que se enquadram na categoria de Esporte Amador Olímpico e Paralímpico, profissionais e afins, além de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e pessoas com necessidades especiais.

 

 “O programa é de educação tributária. São disponibilizados R$ 3,5 milhões anualmente e, ano a ano, tem crescido o número de atletas apoiados. Assim, nossos atletas podem fazer seu planejamento de um ou dois anos e melhorar seu desempenho. Temos também um número crescente de empresas novas participando desse processo”, destacou o diretor-geral da Superintendência dos Desportos do Estado (Sudesb), Elias Dourado.

 

Os contribuintes podem ter até 5% de abatimento no imposto, que será descontado do total a recolher num período único ou sucessivo, até atingir o limite máximo de 80% do valor total do projeto esportivo. Para fazer jus ao abatimento, o patrocinador deve contribuir com recursos próprios equivalentes a, no mínimo, 20% dos recursos totais do projeto.

Sábado, 14 de Julho de 2018 - 08:30

Sul-africano vai à final de Wimbledon após 6h36min de partida

por Folhapress

Sul-africano vai à final de Wimbledon após 6h36min de partida
Foto: Reprodução / Twitter

O sul-africano Kevin Anderson, 32, demorou dez edições de Wimbledon para chegar à final do Grand Slam britânico. Quando enfim conseguiu, nesta sexta-feira (13), também precisou de muita paciência.

Sua vitória contra o americano John Isner, 33, veio após seis horas e 36 minutos de jogo na quadra central do torneio.

Foi a segunda partida mais longa da história de Wimbledon e a quarta de todo o tênis profissional. Anderson venceu Isner por 3 sets a 2 (7/6, 6/7, 6/7, 6/4 e 26/24). Em Wimbledon, o quinto set se estende até que um dos tenistas abra vantagem de dois games.

A maratona levou os atletas ao limite do esforço físico. Após o ponto que definiu o confronto, o público foi ao delírio, e os dois tenistas se abraçaram. Isner aparentava frustração por não ter chegado à sua primeira final de um Grand Slam. Anderson, que foi à segunda decisão desse nível em menos de um ano, mal tinha forças para vibrar.

O sul-africano, oitavo colocado do ranking mundial, é o atual vice-campeão do Aberto dos EUA. Em setembro de 2017, ele perdeu a decisão em Nova York para Rafael Nadal.

A maratona desta sexta ainda fica muito atrás em duração do jogo mais longo da história do tênis, que curiosamente também teve Isner como um dos participantes.

Em 2010, o americano demorou 11 horas e cinco minutos, dividas em três dias, para superar o francês Nicolas Mahut na primeira rodada do torneio. O quinto set acabou em 70 a 68 e durou oito horas e 11 minutos.

A segunda partida mais longa foi pela Copa Davis, em duelo de duplas. Os tchecos Tomas Berdych e Lukas Rosol bateram os suíços Stan Wawrinka e Marco Chiudinelli após sete horas e dois minutos.

Em simples, o segundo jogo em duração teve como um dos protagonistas o brasileiro João Souza, conhecido como Feijão. Em 2015, durante confronto pela Copa Davis contra a Argentina, ele perdeu para Leonardo Mayer após seis horas e 43 minutos.

Era esperado que a semifinal entre dois exímios sacadores com mais de dois metros de altura (Anderson tem 2,03 m, e Isner, 2,08 m) fosse longa e tivesse poucos serviços quebrados. Dos 96 games, em apenas 6 isso aconteceu. O americano disparou 53 aces, contra 49 do sul-africano.

Essa foi a segunda partida seguida em que Anderson precisou superar longo período em quadra. Na quarta (11), ele venceu Roger Federer após estar em desvantagem de 2 sets a 0. A partida durou quatro horas e 14 minutos. Em três dias, o sul-africano passou 10 horas e 50 minutos em ação.

Por causa da longa duração da primeira semifinal, o segundo e mais esperado jogo do dia, entre Rafael Nadal e Novak Djokovic, foi interrompido às 19h (horário brasileiro) e será retomado às 9h deste sábado (14). Djokovic lidera por 2 sets a 1.

FEMININO

Neste sábado (14), após o fim do jogo entre Novak Djokovic e Rafael Nadal, a americana Serena Williams buscará igualar o recorde de 24 títulos de Slam da australiana Margaret Court na final de Wimbledon.

A tenista de 36 anos deu à luz sua primeira filha há 10 meses e disputa apenas seu segundo Slam desde então.

Sua adversária será a alemã Angelique Kerber, 10ª colocada do ranking mundial, em uma reedição da final de 2016, uma das sete vencidas por Serena em Londres. Kerber tentará seu terceiro Slam.

Sábado, 14 de Julho de 2018 - 00:00

'É um momento alucinante pra eles', diz baiana casada com croata sobre final da Copa

por Leandro Aragão

'É um momento alucinante pra eles', diz baiana casada com croata sobre final da Copa
Foto: Arquivo pessoal

É fato que o brasileiro gosta de fazer piada com tudo. E com a Croácia na final da Copa do Mundo pela primeira vez na história não seria diferente. Para demonstrar o apoio ao país do leste europeu que vai enfrentar a França, um dos maiores carrascos do time Canarinho em Mundiais, os brasileiros passaram a incluir o "ic" no nome, para ficarem parecidos com Strinic, Perisic ou Brozovic, titulares da seleção croata. A baiana Marília Farias, que também "mudou" o nome, vai torcer e muito para o país se tornar campeão mundial de futebol. No entanto, a torcida da moça, de 35 anos, nascida em Vitória da Conquista, não é por causa do momento e sim por ter sido adotada por croatas. Casada com Marko Ljubic, de 36, desde maio de 2015, Marília incluiu o sobrenome do marido, se tornando Farias Ljubic. Ela conta que ele está orgulhoso do reforço dado pela torcida brasileira.

 

"Eles estão felizes com o apoio dos brasileiros. Vemos o tempo inteiro as mensagens de 'sou Croácia desde pequenininho', brincadeiras das pessoas colocando o 'ic' no nome. Para eles, sendo um país tão pequeno, receber tanto apoio é emocionante! Não só de pessoas ligadas a nós, mas de tudo que vemos pela internet, inclusive os memes. Meu marido printa tudo, manda para os amigos e para a família, mostra com muito orgulho", disse em entrevista ao Bahia Notícias. "Eu fui "adotada" como filha pelos croatas. Em qualquer lugar que eu vá no país sou tratada com muito amor e entusiasmo e o mesmo aconteceu com minha família e amigos que já vieram aqui. Por isso que a torcida dos nossos familiares é tão forte. Meu amor pela Croácia e pelos croatas não foi por casamento, foi realmente conquistada!", declarou.

Foto: Arquivo Pessoal

 

Marília e Marko se conheceram na ponte do Brooklyn em Nova Iorque, no ano de 2009, quando passavam férias e se tornaram amigos. O croata mora na Alemanha desde pequeno, quando chegou com a família para construir a vida fugido da guerra da Iugoslávia. Em 2013, Marília foi estudar no país alemão, se apaixonou pelo atual marido e acabou ficando. O casal mora em Karlsruhe. Apesar de viverem em outro país, os laços com a Croácia ainda são muito fortes. A família continua falando o idioma – com exceção de Marília, que admitiu falar apenas algumas palavras –, e mantém contato com outros familiares e amigos que moram no país natal. Inclusive, o casal assistiu a alguns jogos do time liderado por Luka Modric em solo croata.

 

"Na fase de grupos e nas oitavas de final estávamos na Alemanha. Na nossa cidade tem uma grande comunidade croata e a festa foi bem grande em todos os jogos. O jogo contra a Argentina vai ficar na memória da cidade! Nas quartas de final já estávamos na Ilha Pag, na Croácia, e assistimos na rua. A semifinal assistimos na região croata da Bósnia-Herzegovina. Apesar das diferenças de cada lugar, a loucura e a paixão do povo por futebol era a mesma", contou.

 

Marília relata que os croatas estão extasiados com a vaga na final da Copa. "O clima é de loucura total! É a história acontecendo e está todo mundo muito feliz. Não tive contato com ninguém que não esteja assim". Inclusive, foi decretado feriado não oficial na segunda (16), até mesmo se a seleção perder o título. "Eles nunca estiveram em uma final, isso já é um momento alucinante pra eles", afirmou. "Vai ter festa com ou sem caneco!", completou.

 

Apesar da euforia, Marília diz que os croatas mantém os dois pés no chão e sabem das dificuldades para conquistar o título, porém mantêm a esperança. "Eles estão cientes que não são os favoritos, vejo um respeito muito grande ao time da França, mas uma forte crença de que eles são capazes, fortes e lutadores, e que sim, a vitória pode acontecer. Aqui em casa a gente acredita demais!". A Croácia chegou à Rússia desacreditada. A classificação para o Mundial veio apenas na repescagem, quando venceu o confronto contra a Grécia por 4 a 1 no placar agregado. O time trocou de técnico às vésperas do último jogo da fase de grupos das eliminatórias, em que precisava de uma vitória para manter o sonho de ir à Rússia. A vaga na final da Copa surpreendeu todo mundo. "Foi surpresa sim. Sabia-se que os jogadores eram muito bons, tinham a esperança de que em algum momento ocorresse um 'click' e eles virassem um super time, mas chegar à final foi uma grande surpresa pra todo mundo", falou.

 

O casal deve assistir ao jogo junto na capital Zagreb, ao lado dos amigos. Porém, Marko não desistiu da ideia de acompanhar o jogo direto do Estádio de Luzhniki, em Moscou. "Estamos procurando ingresso pro meu marido assistir a final no estádio com uns amigos. Se ele conseguir o ingresso, ele vai pra Rússia!", falou. A "baiana croata" lamenta pela possibilidade de acompanhar a decisão sozinha, mas compreende a situação. "É uma oportunidade na vida dele e eu acho que tem que ir. Mas pra ir os dois ficaria caro demais", ponderou. Segundo Marília, uma amiga contou que um ingresso no mercado negro está custando entre 2.500 a 3.000 dólares.

 

Torcida pela Seleção Brasileira

Foto: Arquivo pessoal

 

Mesmo morando longe, Marília continua torcendo pelo Brasil. Além da Croácia ter ganhado uma torcedora, a Seleção Brasileira também ganhou um reforço na sua torcida. "Acompanhamos juntos todos os jogos do Brasil também, e ele torce quase mais do que eu! Ele acompanha tudo que se passa com o time, busca notícias, se envolve muito. Na nossa cidade a comunidade brasileira não é muito grande, mas demos jeito de fazer festa. Contra a Sérvia e contra o México teve até acarajé!", disse. Quem também ganhou um torcedor europeu foi o Bahia, time do coração de Marília.

Foto: Arquivo pessoal

Em Wimbledon, Tenista finge contusão em provocação a Neymar
Foto: Reprodução / Twitter

As brincadeiras com Neymar seguem crescendo pelo mundo. Desta vez, a zoeira aconteceu na reta final de Wimbledon, torneio que abre espaço para grandes nomes do tênis reviverem momentos e atuarem em jogos de duplas.

 

O sueco Jonas Bjorkman, tricampeão do torneio na chave de duplas, protagonizou a cena e acabou arrancando risada do público.

 

O ex-tenista foi atingido por uma bolada em suas costas e cerca de cinco segundos depois de ter sido acertado, o atleta caiu no chão e começou a se contorcer, rolando pela quadra.

 

Seu adversário Mansour Bahrami entrou na brincadeira também. Ele pulou a rede e foi “ajudar”, como se estivesse prestando os primeiros socorros.

Sexta, 13 de Julho de 2018 - 19:30

Junior Cigano enfrenta estreante do UFC neste sábado

Junior Cigano enfrenta estreante do UFC neste sábado
Foto: Divulgação

O lutador Junior dos Santos, conhecido como Junior Cigano, enfrenta o búlgaro Blagoy Ivanov, neste sábado (14), às 23h (de Brasília), em Boise, nos Estados Unidos.

 

Ivanov é campeão do PFL, evento que substituiu o WSOF, World Series of Fighting, e fará a sua estreia no UFC contra o brasileiro.

 

“Hoje em dia não há luta fácil. Todos os atletas se preparam bem e oferecem aos seus adversários e ao público combates duros e empolgantes. Cabe a mim estar focado e fazer minha estratégia funcionar da forma que eu quero e para isso eu estou pronto”, explica Cigano.

 

Visando adquirir as técnicas mais avançadas no MMA, o brasileiro treina desde 2016 nos Estados Unidos.

 

“O meu foco sempre será no boxe que é a minha principal arte marcial. Mas, é claro, que falamos de MMA e estar em um time de treinamentos com grandes profissionais em todas as áreas garantiu que eu tivesse um bom conhecimento em outras artes também, em especial no Wrestling, Jiu Jitsu e Muay Thai, além de uma preparação física de qualidade. Eu estou pronto, vamos à luta”, concluiu.

Após anúncio, Bruno se apresenta à torcida: ‘Gosto de ir para cima do adversário’
Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

Após ser anunciado oficialmente na tarde desta sexta-feira (13), Bruno concedeu entrevista coletiva. Com contrato válido até o fim do ano, o lateral chega para suprir a saída de João Pedro para o Porto. O jogador que pertence ao São Paulo, aproveitou para se apresentar para o torcedor Tricolor.

 

“Velocidade. Gosto de ir para cima do adversário. Gosto de chegar muito no ataque, mas também sempre resguardando meus companheiros ali atrás. Eu tenho essa qualidade. O pessoal, de repente, pode ter acompanhado o Bruno, apesar de neste ano eu não vir tendo muita oportunidade no São Paulo, eu tenho minha qualidade, sei que, com o tempo... O mais rápido quero mostrar que tenho qualidade e que mereço estar aqui”, afirmou Bruno.

 

Bruno sabe da forte concorrência que terá com Nino Paraíba e salientou que também pode ser utilizado no meio.

 

“Eu estou à disposição do professor, do Bahia, para que a gente possa fazer um grande ano. Lógico que meus companheiros têm muita qualidade, que vou brigar. Uma briga sadia. Só o Bahia tem a ganhar com isso. Importante atenção no próximo jogo. O que eu puder fazer para que a gente possa ir bem, eu vou fazer com toda a garra, toda a vontade, para que a torcida, que já apoia, venha nos abraçar cada vez mais”, disse.

 

No Tricolor do Morumbi, foram 118 partidas, mas não atua desde março deste ano, quando enfrentou o São Caetano pelo Campeonato Paulista. Mesmo assim, Bruno garante ter condições para entrar em campo.

 

“Eu venho treinando. No São Paulo, vinha treinando bem. Me despedi lá. Foram quatro anos que fiquei, quase quatro. Eu sei que tenho as portas abertas lá. Fiz um bom trabalho. Hora de chegar e almejar coisas maiores, desafios, é isso que me move, o desafio do Bahia. Espero poder ajudar e estar pronto para que a gente possa jogar”, concluiu.

 

Bruno já foi regularizado pela CBF, com isso, está apto a estrear pelo Esquadrão no Campeonato Brasileiro.

 

O jogador surgiu no Juventude, mas se destacou no Figueirense. O lateral foi campeão Brasileiro pelo Fluminense em 2012.

Bahia segue se preparando para confronto contra o Vasco
Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia

O Bahia segue se preparando para a partida de volta contra o Vasco na próxima segunda-feira (16), às 20h, no Estádio de São Januário, pelas oitavas da Copa do Brasil.

 

No treino desta sexta-feira (13), o treinador Enderson Moreira fez um trabalho técnico com bola, observando a movimentação dos jogadores.

 

Em seguida, Enderson aplicou um trabalho tático com o possível time titular, onde sempre que possível orientou e corrigiu o posicionamento dos atletas.

 

Recém-contratado, Bruno participou normalmente das atividades. Por conta de uma forte gripe, Zé Rafael participou apenas da primeira parte do trabalho. Já o goleiro Douglas e o atacante Kayke seguem se recuperando de lesão, e ficaram apenas na academia do Fazendão.

 

O elenco volta a treinar neste sábado (14).

Emocionado, Rakitic relembra escolha pela Croácia e diz que trocaria carreira por título
Foto: Reprodução / Instagram

Essa geração croata com certeza já marcou época no seu país e também no futebol mundial ao chegar pela primeira vez a uma final de Copa do Mundo. Entretanto, Rakitic traz um sentimento ainda mais marcante. Destaque do time ao lado de Modric e Mandzukic, o meia do Barcelona nasceu na Suíça, mas acabou optando por defender a nação dos seus progenitores.

 

“Acho que não há sentimento melhor do que ser croata. Quando eu decidi jogar pela Croácia, eu tinha sonhos. Eu queria jogar uma final de um grande campeonato a cada dois anos. E chegar aqui é a realização de um sonho”, disse Rakitic.

 

Questionado se toparia encerrar a carreira na segunda-feira, em troca do título, o atleta não titubeou.

 

“Se fosse esse o preço, eu deixaria minhas chuteiras em casa na segunda-feira. Pagaria qualquer preço para ser campeão do mundo no domingo”, disse, segundo o GloboEsporte.com. 

 

A final acontece no domingo (15), às 12h (de Brasília), no Estádio de Lujniki, em Moscou.

Sexta, 13 de Julho de 2018 - 17:30

Neymar deseja sorte a Mbappé e Rakitic e lamenta não estar na final

por Folhapress

Neymar deseja sorte a Mbappé e Rakitic e lamenta não estar na final
Foto: Reprodução / Instagram

O atacante brasileiro Neymar disse estar feliz por Mbappé, da França, e Rakitic, da Croácia, que irão disputar a final da Copa da Rússia neste domingo (15), às 12h (de Brasília).

"Espero que vocês se divirtam muito no domingo, sem esquecer que é uma competição e que independente do resultado vocês já são campeões", afirmou Neymar em publicação no Instagram.

Mbappé é companheiro do camisa 10 no Paris Saint-Germain e Rakitic esteve ao seu lado quando jogava pelo Barcelona. "Não nego, gostaria de estar com um de vocês dentro de campo, mas nesta Copa não deu. Ficou para o Catar...", complementou.

 

 

Meus amigos @k.mbappe29 e @ivanrakitic ... Nós sabemos como foi duro para vocês chegarem até aqui, agora desfrutem e se divirtam, pois valeu a pena. Estou muito feliz por vocês dois e me emociono vendo a reação dos torcedores dos seus países, França e Croácia, comemorando muito este feito. Não nego, gostaria de estar com um de vocês dentro de campo, mas nesta Copa não deu. Ficou para o Catar... Fico aqui na torcida pelo meu "Golden Boy" e pelo meu parceiro de Barcelona. Espero que vocês se divirtam muito no Domingo, sem esquecer que é uma competição e que independente do resultado vocês já são campeões. Que vocês dois levem aos seus companheiros de elenco meu desejo de uma excelente partida de futebol. Tenho muito orgulho de ter vocês como amigos e o mundo do futebol deve se orgulhar dessa grande final. Boa sorte !!

Uma publicação compartilhada por Nj ???????? ???? neymarjr (@neymarjr) em

Sexta, 13 de Julho de 2018 - 16:55

Bahia oficializa a contratação do lateral-direito Bruno

por Ulisses Gama

Bahia oficializa a contratação do lateral-direito Bruno
Foto: Divulgação / EC Bahia

O lateral-direito Bruno Vieira é o mais novo jogador do Bahia. Na tarde desta terça-feira (10), o clube anunciou a contratação por empréstimo do atleta, que tem contrato com o São Paulo. O vínculo de Bruno com o Esquadrão de Aço vai até o final da temporada. Com 32 anos de idade, o jogador teve passagens de destaque no Figueirense e no Fluminense. 

 

No São Paulo, porém, as boas atuações não se repetiram e o jogador ficou fora dos planos do time. Sua última atuação foi no dia 17 de março de 2018, quando o tricolor paulista enfrentou o São Caetano pelo Campeonato Paulista. Bruno chega para suprir a lacuna deixada por João Pedro, vendido pelo Palmeiras ao Porto. Ele vai disputar a titularidade com Nino Paraíba no time comandado pelo técnico Enderson Moreira.
 

Em nota oficial, Real valoriza relação com PSG e diz que não fará proposta por Neymar
Foto: Reprodução / YouTube

O Real Madrid comunicou em nota oficial na tarde desta sexta-feira (13) que não fará nenhuma proposta por Neymar. O time espanhol valorizou sua boa relação com o Paris Saint-Germain e disse que, se fizesse algo, procuraria o clube francês e não o atleta.

 

O nome do craque começou a ganhar força na imprensa após a saída de Cristiano Ronaldo dos "Merengues". As outras opções são o francês Mbappé, e o belga Eden Hazard. 

Sexta, 13 de Julho de 2018 - 15:30

Fifa convida garotos tailandeses para entrega do prêmio de melhor do mundo

por Rodrigo Mattos | Folhapress

Fifa convida garotos tailandeses para entrega do prêmio de melhor do mundo
Foto: Getty Images/ Divulgação/ Fifa

A Fifa anunciou nesta sexta-feira (13) que convidou os garotos tailandeses e o treinador que ficaram presos em uma caverna na província de Chiang Rai, na Tailândia, para acompanharem a entrega do prêmio de melhor do mundo.

A cerimônia ocorrerá em Londres, no Reino Unido, no dia 24 de setembro. Anteriormente a entidade havia feito convite para que assistissem à final da Copa do Mundo, no próximo domingo (15), em Moscou, mas a viagem à Rússia foi vetada por orientação médica.

“Nós estávamos rezando quando os jogadores estavam lá, e depois quando saíram. Tocou bastante porque era um time de futebol. Vocês devem lembrar quando jogavam quando eram crianças. Nós os convidamos para vir à final, mas não puderam vir por questões de saúde. Vamos convidá-los para o [prêmio de] melhor do mundo, e estamos pensando em outras atividades”, disse o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Os meninos, com idades entre 11 e 16 anos, e o técnico de 25 anos acabaram presos na caverna no dia 23 de junho após forte chuva inundar o local. Eles foram encontrados com vida por mergulhadores e, em operação que durou três dias, todos foram resgatados até a última terça-feira (10).

Na sexta-feira da última semana (6), a Fifa enviou uma carta à FAT (Associação Tailandesa de Futebol, na sigla em tailandês) comemorando que o grupo foi encontrado com vida e apresentando o convite para eles irem à Rússia, com a ressalva de que a saúde deles permitisse a viagem.

Porém, ao final do resgate, o representante do Ministério de Saúde Pública do país, Thongchai Lertwilairattanapong, descartou a possibilidade. "Eles estão na fase de quarentena, o que obviamente leva tempo. Vamos tentar fazer com que vejam pela televisão", declarou.

'É minha última Copa do Mundo', diz meio-campista da França
Foto: Franck Fife/ AP/ Federação Francesa de Futebol

A final contra a Croácia será no domingo (15), mas o meio-campista da França, Blaise Matuidi, já vive um clima nostálgico com o final da Copa do Mundo de 2018. Aos 31 anos, o camisa 14, que disputa o seu segundo Mundial, admite que poderá ser o seu último.

 

"Quando vejo este grupo, me dá vontade de ficar mais uns anos, porque estamos bem juntos. Mas o corpo e o coração vão dizer para parar. Eu havia dito, há algumas semanas, que é minha última Copa do Mundo. Não sei como será o amanhã, mas é preciso ser realista. Vou tentar continuar o máximo de tempo possível. Há jovens em crescimento. Chegará o momento de parar, pelo alto nível. Vou viver este momento fabuloso, e depois terei tempo de refletir. Vou tentar continuar o máximo de tempo possível, mas a próxima Copa do Mundo está distante para mim", afirmou.

 

Matuidi pode se despedir da Copa do Mundo sendo campeão mundial. O duelo contra a Croácia está marcado para o meio dia no horário de Brasília, no Estádio Luzhniki, em Moscou. "Esta final é um sonho de infância que realizamos. Está próxima esta taça, e temos vontade de tocá-la. Tem 90, quem sabe 120 minutos. É a partida de nossa vida. Faremos de tudo para realizar este sonho que será erguer esta copa do mundo", disse. "Tenho orgulho de usar essa camisa. É uma grande honra, e continuarei a dar tudo por meu país. É magnífico, e vou aproveitar ao máximo até o fim", completou.

Histórico de Conteúdo