Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

CIB define quais serão próximos grupos a tomar vacina contra Covid; veja lista de prioridades
Foto: Bruno Concha/ Secom PMS

Atualmente na fase 3 do Plano Nacional Imunização (PNI), em que pessoas com comorbidades devem ser vacinadas, a Prefeitura de Salvador já iniciou a imunização de cidadãos em tratamento de hemodiálise, com síndrome de down e transplantados. Pela resolução nº 65/2021, aprovada na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), os próximos grupos a entrar na fila serão pessoas com transtornos intelectuais e imunossuprimidos.

 

Essa última categoria é composta por “pessoas com HIV; doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; e neoplasias hematológicas”, diz a resolução publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (27). De acordo com a CIB, esse é um grupo com alto risco de exposição à Covid-19 por conta do "comprometimento renal comum aos casos que exigem hospitalização".

 

A resolução lista ainda os próximos grupos de pessoas com comorbidades a serem vacinadas. Em ordem, são eles: pessoas com outras doenças renais crônicas; pneumopatias crônicas graves; insuficiência cardíaca (IC); cor-pulmonale e hipertensão pulmonar; cardiopatia hipertensiva; síndromes coronarianas; valvopatias; miocardiopatias e pericardiopatias; doenças da aorta, dos grandes vasos e fístula arteriovenosas; arritmias cardíacas; cardiopatias congênita no adulto; prótese valvares e dispositivos cardíacos implantados; hipertensão arterial (HAR); hipertensão arterial estágio 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ ou comorbidade; obesidade mórbida; doença cerebrovascular; doenças hepáticas crônicas/ cirrose hepática; diabetes mellitus; e anemia falciforme.

 

Procurada pelo Bahia Notícias, a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) confirmou que essa deverá ser a ordem seguida após a imunização dos imunossuprimidos e das pessoas com transtornos intelectuais permanentes, sejam eles moderados ou graves, com comprovação por meio de relatório médico. Antes, a vacinação nas cidades baianas também deve abranger os trabalhadores da educação ativa, com idade a partir dos 40 anos, e incluir os trabalhadores da limpeza urbana. A capital já avançou em relação a esses dois últimos grupos.

 

PRIORIDADES E RITMO DE VACINAÇÃO

Com representantes da Sesab e das secretarias municipais dos 417 municípios baianos, a CIB é responsável por selecionar os grupos prioritários dentro das prioridades já definidas no PNI. Aos poucos, a comissão tem antecipado a imunização de algumas categorias profissionais no estado, como trabalhadores da segurança, educação e limpeza, antes previstas para a quarta fase do plano (saiba mais aqui).

 

O cronograma de aplicação, no entanto, varia de um município para outro, de acordo com a disponibilidade de doses. Em Salvador, por exemplo, os trabalhadores da limpeza urbana a partir dos 50 anos começaram a ser vacinados nesta quarta (28), além dos rodoviários com idade a partir dos 50 anos e dos trabalhadores da educação com idade mínima de 40 anos que continuam a ser imunizados (veja aqui).

Histórico de Conteúdo