Suspeita de fraude em SP, empresa de iluminação volta a ser favorita em Salvador
Foto: Max Haack / Secom Salvador

A empresa de iluminação pública FM Rodrigues, envolvida em suspeitas de fraude em licitação da prefeitura de São Paulo, é novamente uma das favoritas no certame aberto neste mês pela Prefeitura de Salvador, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. 

Em 2017, o Bahia Notícias noticiou que essa mesma empresa estava sendo representada em Salvador por Flecha de Lima, parente do prefeito ACM Neto (DEM) e de um dos filho d ex-ministro baiano.A empresa estava prestes a assumir a iluminação pública na capital, mas após a denúncia, o edital foi suspenso e, posteriormente, refeito.

O diretor de Serviços de Iluminação Pública da capital baiana, Junior Magalhães, disse na semana passada, em entrevista ao programa "Isso é Bahia", na rádio A Tarde 103,9 FM, com Fernando Duarte e Jefferson Beltrão, que a Prefeitura de Salvador estuda implantar novamente a PPP da Luz até setembro de 2020 (veja aqui).

O negócio, de R$ 92,1 milhões, é para manutenção e modernização da rede de iluminação da cidade, gerida pelo prefeito ACM Neto (DEM).

A prefeitura havia revogado a PPP da Luz de R$ 1,5 bilhão para 20 anos (relembre aqui). Uma das polêmicas da PPP foi justamente a seleção da empresa FM Rodrigues, que hoje está sob investigação por fraude na concorrência em São Paulo (veja aqui). A escolha da empresa foi feita por meio de um pedido de Denise Abreu, então diretora do Ilume (Departamento de Iluminação Pública de São Paulo), para que a FM Rodrigues, que já fazia a manutenção da iluminação pública, ficasse responsável também pelo canal de reclamações dos cidadãos sobre o serviço que ela mesma prestava (veja aqui).

Em julho, a prefeitura abriu consulta pública para minuta de edital da licitação para a parceria público-privada (veja aqui).



Histórico de Conteúdo