Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

STF dá 24 horas para Telegram cumprir determinações e evitar bloqueio
Foto: Emily Bomfim / Bahia Notícias

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, determinou, no último sábado (19), que o Telegram cumpra em até 24 horas as decisões judiciais que continuam pendentes. O aplicativo corre risco de ser suspenso no Brasil caso não resolva as pendências no prazo estipulado.

 

A decisão de bloquear o aplicativo no Brasil foi proferida na sexta-feira (17), pelo STF, após Alexandre de Moraes acatar o pedido da Polícia Federal, que alega falta de cooperação do aplicativo em investigações (relembre aqui). No mesmo dia, o CEO do Telegram, Pavel Durov, pediu desculpas à Corte, alegando que um erro de comunicação entre os e-mails tinha resultado na falta de respostas por parte do aplicativo.

 

A lista de pendências indicadas por Alexandre de Moraes na decisão inclui:

- indicação da representação oficial do Telegram no Brasil;
- informação, imediata e obrigatoriamente, de todas as providências adotadas para o combate à desinformação e à divulgação de notícias fraudulentas, incluindo os termos de uso e as punições previstas para os usuários que incorrerem nas mencionadas condutas;
- imediata exclusão ou retirada das publicações divulgadas em um grupo, preservando o seu conteúdo, com disponibilização ao STF (as informações são referentes a inquérito sigiloso e não concluído pela Polícia Federal)
- bloqueio do canal Claudio Lessa com o fornecimento de seus dados cadastrais ao STF e a integral preservação de seu conteúdo.

Histórico de Conteúdo