Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 14 de Janeiro de 2022 - 11:40

TJ-BA ainda não respondeu pedido de retomada de teletrabalho, informa Sinpojud

por Cláudia Cardozo

TJ-BA ainda não respondeu pedido de retomada de teletrabalho, informa Sinpojud
Foto: Claudia Cardozo / Bahia Notícias

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) ainda não respondeu o pedido do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (Sinpojud) para o retorno do teletrabalho. O pedido foi feito pela entidade sindical nesta semana diante do agravamento da pandemia da Covid-19 e epidemia de influenza. Fontes do Bahia Notícias indicam um surto das doenças no TJ-BA. 

 

Segundo o presidente do sindicato, Zenildo Castro, a retomada do teletrabalho é necessária devido ao “número de pessoas que transitam de uma cidade para outra ou saem do centro da cidade e acabam se dirigindo para os fóruns, para as unidades judiciais”. O pedido do Sinpojud é para que o TJ deixe pelo menos 30% dos servidores em trabalho presencial. De acordo com ele, está sendo solicitado uma audiência com a presidência do TJ ou com a assessoria da Corte.

 

Enquanto isso, a entidade sindical continua funcionando para atender aos servidores, com as medidas sanitárias recomendadas pelas autoridades sanitárias. “Se as autoridades de saúde neste momento recomendar isolamento total, vamos sim adotar o teletrabalho e o que for necessário. Nós estamos acompanhando a Secretaria de Saúde do Estado, a Secretaria de Saúde do Município sobre qualquer medida de isolamento”. Na unidade sindical, o atendimento é feito por agendamento para redução do fluxo de pessoas. O Sinpojud também tem exigido a vacinação de todos os funcionários.

Histórico de Conteúdo