Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 29 de Janeiro de 2021 - 19:27

Defensoria pública elege lista tríplice para o cargo de defensor geral

por Mari Leal

Defensoria pública elege lista tríplice para o cargo de defensor geral

Os integrantes da lista tríplice para o cargo de defensor público geral da Defensoria Pública da Bahia para o biênio 2021-2023 foram eleitos nesta sexta-feira (29). Contagem preliminar confirma os nomes de Rafson Ximenes, atual defensor, em primeiro lugar com 205 votos, seguido por Tereza Cristina Almeida Ferreira, com 193 votos, e por Laura Fagury, com 177 votos.  

 

A votação ocorreu de forma virtual e estavam aptos ao voto os 376 defensores e defensoras públicas que  compõem o quadro da insituição. De acordo com a Defensoria, foram computados 375  votos, com seis votos em branco. Foi registrada uma abstenção. O baixo índice de abstenção é inédito nas eleições da Defensoria.

 

A lista será encaminhada ao governador Rui Costa até o dia 3 de fevereiro. O gestor estadual tem o prazo de 15 dias para nomear o novo defensor público geral. 

 

No Twitter, Rafson agradeceu a todos que participaram do processo eleitoral e antecipou ter recebido 205 do total de votos depositados.

 

"Fizemos uma campanha limpa, sem ataques e focada em propostas. Estou muito feliz de ter sido o candidato mais votado (55% dos votos) nesta primeira etapa de formação da lista tríplice. Respeitarei a escolha do governador Rui Costa seja ela qual for, mas estou confiante na recondução ao cargo", escreveu. 


CONHEÇA 

Rafson Ximenes é defensor público desde 2007. Passou pelas comarcas de Itabuna, Salvador, Jequié e Camaçari. Também foi membro do Conselho Superior da Associação dos Defensores Públicos. Entre 2015 e 2019, foi subdefensor público geral, sendo o escolhido como defensor público geral para o biênio 2019/2021.

 

Tereza Cristina Almeida Ferreira é defensora pública desde 1984. Atuou como presidente da Adep por dois mandatos (2002/2004 e 2004/2006). Foi escolhida como defensora pública geral por duas vezes (2007/2008 e 2009/2010). Neste período, foi a primeira baiana e nordestina a presidir o Conselho Nacional dos Defensores Públicos Gerais, também por dois mandatos.

 

Laura Fagury ingressou na Defensoria em 2000. Foi presidente da Adep em dois mandatos, além de vice-presidente e diretora de eventos. Trabalhou em São Felipe, Conceição de Almeida, Sapeaçu e Salvador. Atualmente está na 30ª DP (Família). Foi candidata e integrou a lista tríplice na eleição para o cargo de DPG em 2010. 

Histórico de Conteúdo