STF nega liberdade a Lula antes de julgar suspeição de Moro
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Os ministros Celso de Mello e Carmem Lúcia, da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), votaram nesta terça-feira (25) contra a libertação provisória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e foram contra os decanos Gilmar Mendes, relator, e Ricardo Lewandowski, que votaram a favor.

"Neste momento, me manifesto pelo indeferimento da concessão da medida cautelar, na linha do ministro relator”, disse Celso de Mello.

O julgamento do segundo habeas corpus diz respeito à suspeição do ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), mas ainda não tem data para acontecer por conta do pedido de vista de Gilmar Mendes, que soliciou mais tempo para analisar o caso.

Histórico de Conteúdo