Maioria da Segunda Turma do STF vota para negar primeiro habeas corpus a Lula
Fotos: Nelson Jr./SCO/STF

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) optou nesta terça-feira (25) por negar o primeiro habeas corpus ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os ministros Celso de Mello e Carmém Lúcia votaram com Edson Fachin (leia mais aqui) e, portanto, quatro dos cinco decanos foram contra a concessão do HC ao petista.

Antes deles, além de Fachon, Gilmar Mendes havia votado desta forma. Ricardo Lewandowski optou por julgar a favor. 

O primeiro HC se refere ao que a defesa de Lula contesta na decisão individual do ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou individualmente um recurso do petista contra sua condenação no caso do triplex do Guarujá. O segundo diz respeito à suspeição do ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública). 

Apesar de ter entrado com os dois pedidos de habeas corpus, no entanto, a defesa do ex-presidente crê que haja mais possibilidades de obter sucesso no segundo, cuja votação tem início neste momento.



Histórico de Conteúdo