Desembargador Dultra Cintra pede antecipação de aposentadoria
Cintra já presidiu o TJ-BA | Foto: Bahia Notícias
O desembargador Carlos Alberto Dultra Cintra, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) pediu aposentadoria voluntária. O magistrado, que está prestes a completar 70 anos no próximo dia 28, preferiu antecipar a saída, que deve acontecer nesta sexta-feira (26). O pedido foi protocolado na última sexta-feira (19) na Assessoria Especial da Presidência I – Magistrados. Cintra já presidiu o TJ-BA e do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). Cintra, que nasceu em Ipirá, no semiárido baiano, se formou em Bacharel em Direito pela Universidade Federal da Bahia em 1967. Ele ingressou no Ministério Público em 1969 através de um concurso público, e exerceu cargo de Promotor de Justiça da Comarca de Ubatã. Em 1978, foi promovido por merecimento para a Comarca da Capital. Em 1994, ele foi nomeado desembargado do TJ-BA para a vaga destinada ao Ministério Público. Em 2001, Cintra foi eleito presidente do TJ-BA para o biênio 2002/2004 e presidente do TRE-BA entre 2004 e 2006.

Histórico de Conteúdo