Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Servidores do MP-BA paralisam atividades por 24 horas para pedir aprovação de reajuste salarial
Os servidores do Ministério Público da Bahia (MP-BA) decretaram uma paralisação de 24 horas, nesta quarta-feira (5), para protestar pela não votação e aprovação do Projeto de Lei 19648/2011, que cria o Plano de Carreira e de Salários (PCS) da categoria pela Assembleia Legislativa da Bahia. A expectativa dos servidores era que o projeto fosse votado na última sexta-feira (30), mas não foi colocado na Ordem do Dia. Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores do Ministério Público da Bahia (Sindsemp), Abetcal Lopes Nonato, o objetivo da paralisação é pressionar os deputados estaduais a aprovarem o PCS dos servidores do MP. De acordo com Abetcal, o último reajuste salarial dos servidores foi em janeiro de 2011. Neste ano, segundo ele, os trabalhadores não receberam "nem a correção inflacionária" nos vencimentos. A paralisação atinge até setores essenciais do órgão, como a Central de Inquéritos, ligada à área penal. Apenas os servidores de cargos comissionados estão trabalhando. Além de paralisar as atividades, os manifestantes promoveram, nesta manhã, um protesto em frente à sede do MP, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Histórico de Conteúdo