Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 16 de Fevereiro de 2012 - 20:26

MPF aciona casal Garotinho por desvio de verbas

MPF aciona casal Garotinho por desvio de verbas
O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com uma ação civil pública por improbidade administrativa contra os ex-governadores do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho – atual deputado federal pelo PR –, Rosinha Matheus – sua mulher e atual prefeita de Campos (RJ) pelo mesmo partido–, e outras 17 pessoas. Todos são acusados de participar de um esquema de desvios de verbas em favor de campanhas eleitorais do casal. Entre os acusados estão funcionários e dirigentes da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) e das ONGs Fundação Escola de Serviço Público (FESP-RJ) e Instituto Nacional para Aperfeiçoamento da Administração Pública (Inaap). De acordo com o MPF, as instituições foram favorecidas em processos licitatórios irregulares e recebimento de pagamentos de serviços não realizados. Se condenados, os réus podem perder os direitos políticos por até 10 anos, serem obrigados a ressarcir os prejuízos aos cofres públicos, além de outras penas como perda da função pública e proibição de contratar com o poder público.

Histórico de Conteúdo