Domingo, 17 de Novembro de 2013 - 17:54

Vitória bate o Santos e continua na briga por vaga na Libertadores

por Glauber Guerra

Vitória bate o Santos e continua na briga por vaga na Libertadores
Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias
O Vitória ainda continua na briga pela classificação para à Copa Libertadores de 2014. Neste domingo (17), em duelo válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro bateu o Santos por 2 a 0, no Barradão. O gols foram marcado por Dinei e Maxi Biancucchi. Com o resultado, o Leão chegou aos 54 pontos. O próximo compromisso da equipe comandada por Ney Franco é contra o Criciúma, sábado (23), fora de casa.

O JOGO

Precisando de um resultado positivo para continuar sonhando com a vaga na Libertadores, o técnico Ney Franco fez mudanças no time titular. De última hora, ele colocou William Henrique no lugar de Renato Cajá para deixar a equipe mais ofensiva. Mas, a  primeira chance foi do Santos. No primeiro minuto da partida, Thiago Ribeiro roubou a bola de Kadu e cruzou para área. Geuvânio dominou e rolou para Cícero, que chutou rasteiro, para fora. 
 
Três minutos depois, o Santos chegou com perigo. Geuvânio foi derrubado por Juan na entrada da área. Cícero cobrou e Wilson defendeu com segurança.
 
Para frear as investidas do Peixe, Vitória adiantou a marcação e começou a pressionar. Aos oito, William Henrique rolou para Cáceres, que chegou de primeira e arriscou de fora da área. A bola desviou na zaga e saiu por cima. No escanteio, a defesa santista afastou.
 
Aos 10, Marquinhos abriu na direita para Cáceres, que cruzou para o meio da área. A bola passou de William Henrique, que não alcançou.
 
O técnico Ney Franco foi obrigado a fazer uma mudança aos 11 minutos. O volante Marcelo sentiu dores na posterior da coxa e cedeu seu lugar para Michel. Mesmo com a substituição, o Rubro-negro continuou com a mesma postura ofensiva. Tanto que o gol saiu aos 20. Escudero recebeu passe dentro da área, viu Dinie livre pelo meio e rolou a bola para o camisa 9, que abriu o placar no Barradão.

O Peixe tentou responder logo em seguida. Aos 22, Thiago Ribeiro arriscou da entrada da área, Wilson espalmou para o meio e Geuvânio, no rebote, carimbou a zaga Rubro-Negra. Na sequência, o Leão partiu em velocidade. A bola chegou em Dinei, que arriscou de longe e Aranha espalmou para escanteio. Ayrton cobrou na área e Michel desviou para a defesa de Aranha.

Para tentar empatar o jogo, o Santos adiantou a marcação. Já o Vitória diminuiu um pouco o ritmo de jogo e trocou muitos passes no meio de campo. Aos 33, o Peixe quase conseguiu igualar o placar. Thiago Ribeiro fintou Victor Ramos e arriscou o chute. A bola passou, com perigo, ao lado do gol de Wilson.

Aos 43, o lateral-esquerdo Juan fez uma boa jogada individual e pelo meio tentou penetrar na defesa do Peixe. No entanto, após o drible caiu dentro da área e o árbitro mandou o jogo seguir, para desespero do camisa 6.

Segundo tempo
 
O Vitória iniciou o segundo tempo partindo para o campo de ataque. Aos dois minutos William Henrique cruzou, Edu Dracena desviou e Aranha realizou a defesa. Já o Peixe não conseguia avançar do meio-campo e subir ao campo de ataque.
 
Novamente, por lesão, o técnico Ney Franco teve que fazer uma substituição antes da hora. Aos 12, o atacante Marquinhos sentiu dores na coxa direita e cedeu o seu lugar para o lateral-esquerdo Danilo Tarracha. Com isso, Juan foi deslocado para o meio, enquanto William Henrique, começou a atuar pela direita.
 
O Santos apertou um pouco a marcação e assim a melhor saída era arriscar de longe. Aos 18, Cáceres tentou, mas a bola passou longe do gol. Aos 24, Ayrton carregou até a linha de fundo e cruzou. A bola passou pela área e se perdeu pelo outro lado.
 
Uma boa chance foi desperdiçada aos 27 minutos. Depois do cruzamento, Victor Ramos dominou, girou e bateu. Gustavo Henrique cortou e jogou para escanteio. Outra oportunidade veio com Maxi Biancucchi, aos 35. O argentino foi lançado na esquerda, mas não conseguiu completar para o gol e Aranha fez a defesa.
 
Mas, na segunda oportunidade, Biancucchi não perdoou. O argentino recebeu na direita, dominou, tirou da marcação e bateu forte no ângulo direito da meta de Aranha e saiu para comemorar o seu nono gol no Campeonato Brasileiro.

O lateral-esquerdo Danilo Tarracha ainda tentou ampliar aos 42. Michel lançou para o lateral, que soltou a bomba. O goleiro santista espalmou e jogou para escanteio. Na sequência, o Peixe quis diminuir. Willan José tocou para Gabriel. O jovem atacante ficou cara a cara com o goleiro Wilson, que conseguiu o desvio no chute e salvou o Leão.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 2 X 0 SANTOS
Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA) 
Data: 17 de novembro de 2013, domingo
Horário: 16 horas (horário da Bahia)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE) 
Assistentes: Elan Vieira de Souza e Albino Andrade Albert Júnior (ambos do PE)
Gols: Dinei e Maxi Biancuchi (Vitória).
Público: 15.400 
Cartões amarelos: Bruno Peres, Alison e Emerson (Santos) 
 
VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Kadú, Victor Ramos e Juan; Marcelo (Michel), Cáceres e Escudero; William Henrique (Maxi Biancucchi), Marquinhos (Danilo Tarracha) e Dinei
Técnico: Ney Franco

SANTOS: Aranha; Bruno Peres (Cicinho), Edu Dracena, Gustavo Henrique e Emerson; Alison (Willian José), Arouca, Cícero e Montillo; Thiago Ribeiro e Geuvânio (Gabriel)
Técnico: Claudinei Oliveira
 

Histórico de Conteúdo