Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 06 de Agosto de 2021 - 08:10

Manobra política? Três membros renunciam ao Conselho Fiscal do Vitória

por Glauber Guerra

Manobra política? Três membros renunciam ao Conselho Fiscal do Vitória
Foto: Ulisses Gama/ Bahia Notícias

Três membros do Conselho Fiscal do Vitória renunciaram aos seus cargos na última quinta-feira (5). Foram eles: Edmundo Fahel Filho, Firmo Falcão de Freitas Borja Neto e Adriano Mascarenhas Rangel. Os motivos não foram revelados à imprensa. A saída dos integrantes causou estranheza entre membros do órgão e também do Conselho Deliberativo, já que alguns enxergam como uma possível manobra política para evitar a leitura do relatório feito pelo CF sobre as contas de Paulo Carneiro, presidente da agremiação, marcada para o dia 23 de agosto (saiba mais aqui).
 

De acordo com Jailson Reis Vitória, presidente do Conselho Fiscal, a renúncia dos três membros não impedirá a entrega do relatório.

 

“Fui surpreendido com essas renúncias (...) Não vai haver nenhuma possibilidade do relatório não ficar pronto no dia previsto. Ele será entregue na previsão conforme está no estatuto. Me comprometi com todos os conselheiros que eu vou entregar, independentemente dos obstáculos ou dificuldades que acontecessem, que não são poucos. Estou no clube das 9h às 17h nesses últimos dias”, afirmou Jailson Reis, em entrevista nesta sexta-feira (6) no programa BN na Bola, da Rádio Salvador FM 92,3.

 

Atualmente, Paulo Carneiro, presidente do Vitória, foi suspenso por 90 pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em razão de descumprimento de decisão da corte. Ele atrasou o pagamento de seis parcelas de uma multa recebida no Pleno (relembre aqui).

Histórico de Conteúdo