Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Após deixar o Vitória, Ângelo Alves fala sobre desafio no Palmeiras: 'Tentar papar títulos'
Foto: Divulgação / Vitória

Após pedir desligamento da equipe sub-20 do Vitória nesta segunda-feira (20) (lembre aqui), o preparador físico Ângelo Alves disse que espera "papar títulos" no Palmeiras, seu novo clube. A expectativa foi revelada entrevista ao programa BN Na Bola, apresentado por Emídio Pinto, Glauber Guerra e Ulisses Gama na Rádio Salvador FM 92,3. 

 

"Eu estou indo com muita vontade de vencer. Sempre fui um cara vencedor. Estou indo para uma equipe considerada uma das melhores do Brasil. [Vou] Tentar chegar lá e papar alguns títulos", afirmou.

 

O preparador viajará para São Paulo na próxima quarta-feira (30), às 19h45. O contato com o Palmeiras foi feito por meio de João Paulo Sampaio, coordenador da base do clube paulista. "Ontem eu tive essa ligação de João Paulo, no final da tarde, me convidando, perguntando se eu poderia assumir o sub-20 do Palmeiras. Conversei com Marcelo Vilhena, coordenador da base do Vitória. Ele entendeu e rescindiu meu contrato com o clube", revelou. 

 

Angêlo chegou ao Vitória em fevereiro deste ano, para sua segunda passagem pelo clube. Antes, esteve no Leão entre 2012 e 2016, com a equipe principal. Por aqui, conquistou a Copa do Brasil sub-20, em 2012, o vice-campeonato da Copa do Brasil profissional, em 2014, e o Campeonato Baiano duas vezes: em 2016 e 2017. Em seu currículo, também constam experiências pelo CSKA, da Rússia, onde teve a oportunidade de participar da preparação da equipe para a Liga dos Campeões, Bahia sub-20 e Cruzeiro sub-20.

 

Ao BN Na Bola, ele ponderou as diferenças entre trabalhar na base e no profissional. "[É] Uma diferença muito grande. A forma que você lida com o atleta no profissional. Na base sou professor, no profissional sou um preparador físico. Futebol é de altos e baixos. Todos queriam que eu voltasse para o profissional [do Vitória], mas não é tão fácil", contou.

 

O Rubro-Negro baiano ainda não anunciou quem será o substituto de Ângelo Alves na base. No profissional, Ednilson Sena segue no comando. 

 

Histórico de Conteúdo