Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quarta, 09 de Junho de 2021 - 18:45

Ramon despista sobre mudanças contra o Inter, mas pede 'postura inteligente'

por Nuno Krause

Ramon despista sobre mudanças contra o Inter, mas pede 'postura inteligente'
Foto: Reprodução / Youtube / EC Vitória

O técnico do Vitória, Ramon Menezes, não disse se pretende fazer mudanças na formação da equipe contra o Internacional, nesta quinta-feira (10), pela terceira fase da Copa do Brasil. O duelo acontece no Beira-Rio, a partir de 21h30. No entanto, o novo comandante pediu uma postura inteligente em campo.

 

"A impressão é muito boa, eu vejo futebol, acompanho, vejo a equipe do Vitória, vi vários jogos. Eu acho que é um grupo de futebol, tem que estar todo mundo preparado, e aquela equipe que for para dentro de campo vai representar muito bem o Vitória (...) A gente está conversando muito, estou estudando muito, vendo a característica dos jogadores, para que a gente possa entrar nesse jogo decisivo contra o Inter, que vale muito para gente, com uma postura inteligente", afirmou, em entrevista coletiva.

 

Ex-jogador e ídolo do Leão, Ramon chega para assumir a vaga de Rodrigo Chagas, que, após duas derrotas consecutivas pela equipe principal, retornou para o comando do time sub-20. O novo técnico falou sobre o sentimento de treinar um clube pelo qual fez tanta história.

 

"Representa muito. Todo mundo sabe o carinho e respeito, a gratidão que tenho por esse clube. Cheguei aqui muito jovem, tive uma segunda oportunidade, um pouco mais experiente. E o que marcou a história dentro do clube foram as minhas atuações como jogador. As conquistas que nós tivemos. E agora o objetivo, a meta é, como treinador, também conseguir alcançar êxito aqui dentro", destacou.

 

Ramon Menezes ficou conhecido no Vitória especialmente por seus gols, nas temporadas de 1994 e 1995, e por isso foi coroado como "Reizinho da Toca". Também passou pelo Leão entre 2008 e 2010, conquistando o título estadual nos dois primeiros anos. Como técnico, tem passagens por Joinville, ASEEV, Anápolis, Guarani-MG, Tombense, Vasco e CRB.

Histórico de Conteúdo