Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Presidente do Santa Cruz não descarta acionar o Vitória na CNRD por dívida de João Victor
Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz

O Vitória está devendo ao Santa Cruz pelo jogador João Victor, negociado pelo Leão com o clube pernambucano no final de 2019. O clube adquiriu 50% dos direitos do jogador, mas segue inadimplente quanto aos valores acordados pelo atleta. Em entrevista do programa BN na Bola, da rádio Salvador FM 92.3, apresentado por Emídio Pinto, Glauber Guerra e Ulisses Gama, o presidente Joaquim Bezerra, que assumiu o Coral recentemente, declarou que pode levar o clube baiano a Câmara Nacional da Resolução de Disputas (CNRD) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

 

“Eu conversei com Tininho [Constantino Júnior, ex-presidente do Santa Cruz], temos um relacionamento muito tranquilo, ele tem nos ajudado inclusive nesse momento de transição, e o que nos foi passado é que não existe acordo. Já foram dadas todas as condições possíveis para que o Vitória pudesse cumprir o acordo, mas simplesmente nada foi feito até agora”, declarou Joaquim Bezerra.

 

“Quando não se tem acordo, a gente realmente tem que procurar as vias que nos são disponibilizadas pela CBF. Então, a gente vai entrar no CNRD para poder realmente conseguir reaver esse débito que existe. Isso também não quer dizer que não possamos fazer um acordo dentro da esfera judicial da CBF. A gente está disposto a escutar o Vitória e ver o que é possível ser feito. Nós não queremos aqui pisar na garganta de ninguém ou enfiar a faca em ninguém, a gente sabe das dificuldades que o futebol brasileiro passa, principalmente o futebol nordestino, mas a gente tem uma dificuldade muito grande por estar na Série C e sabemos como a questão financeira é complicada para que a gente saia. A gente só sai reavendo os valores que tem a receber das diversas equipes”, completou o dirigente. 

 

Dentre os planos para o seu mandato à frente do Santa Cruz, Joaquim Bezerra explica ainda que a transparência do clube é um dos objetivos do seu trabalho e que não só está avaliando a dívida do Vitória para entrar em contato com Paulo Carneiro, presidente do Rubro-negro, como também pretende conseguir acordos com as equipes para quem o Coral deve. 

 

“Nossa ideia é fazer a reforma do estatuto do clube para poder ter mais modernidade e transparência nas suas contas. Estamos entrando aqui no Santa Cruz para trazê-lo para o trilho e vamos ter que contrariar alguns conceitos antigos, algumas amizades, porque a gente vai ter que cobrar dívidas, trazer receitas para o clube”, ressaltou. 

 

“O Vitória é um clube que sempre teve uma aproximação muito boa com o Santa Cruz e a gente não tem intenção nenhuma de partir para confronto nenhum. A gente entende que existe uma dividida e essa dívida pode ser paga, assim como o Santa Cruz também deve ter dívidas com outras equipes que eu estou levantando. A quem o Santa Cruz deve, eu vou procurar também para fazer acordos para que não precise chegar em paramentos judiciais”, destacou.

 

 

Por fim, Joaquim Bezerra pontuou que está apenas aguardando os detalhes sobre a dívida do Vitória sobre João Victor para iniciar a tentativa de negociação e cobrança dos valores. Entre 2019 e 2020, o zagueiro entrou em campo pelo clube 45 vezes e marcou três gols. Em dezembro do ano passado, o diretor de futebol do Santa Cruz declarou que apenas uma das oito parcelas haviam sido pagas pelo clube baiano pelo jogador.

 

Foto: Pietro Carpi /EC Vitória

 

“Eu pedi para levantar o histórico dessa dívida e isso vai ser entregue a mim até amanhã [terça-feira] à tarde. Quando eu tiver de posse disso aí, eu vou procurar o presidente do Vitória, antes de entrar na esfera judicial, até para ver se a gente consegue resolver isso de uma forma tranquila”, finalizou o dirigente. 

Histórico de Conteúdo