Sábado, 08 de Agosto de 2020 - 20:54

Estreia do Leão: Vitória vence o Sampaio Corrêa pela Série B do Brasileiro

por Milena Lopes

Estreia do Leão: Vitória vence o Sampaio Corrêa pela Série B do Brasileiro
Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias

O Vitória estreou na Série B vencendo o Sampaio Corrêa. O jogo, válido pela primeira rodada da competição, aconteceu no Barradão, neste sábado (8) e terminou com o placar de 1 a 0. O gol foi marcado de pênalti por Carleto no primeiro tempo.

 

A próxima partida do Rubro-negro, também pela Segunda Divisão, será na terça-feira (11), às 21h30, contra o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli. O Alvinegro começou a Série B perdendo o primeiro duelo para o Operário, no Estádio Germano Krüger, por 3 a1.  

 

O JOGO 

 

A primeira ameaça de finalização ainda foi no terceiro minuto de jogo. Carleto cobrou falta do meio do campo e mandou para a pequena área, mas Vico acabou batendo errado e a bola que subiu por cima do travessão. Alisson também mandou na direção do gol no minuto seguinte, com chute rasteiro da lateral direita, que acabou acertando a rede por fora. 

 

Gol de mão

 

Outra grande chance para Leão veio aos seis minutos, em nova falta cobrado do meio. Numa tentativa de cabeceio na direção da rede, Caicedo espalmou a bola e acabou mandando para dentro do gol, causando anulação do lance. 

 

Pênalti abre placar

 

Aos 20 minutos, Paulo Sérgio tentou roubar a bola de Caicedo enquanto o jogador estava na área e o juiz deu pênalti a favor do Rubro-negro. Batendo com força no canto esquerdo, o Carleto abriu o placar a favor do Vitória. 

 

A primeira boa tentativa do Sampaio Corrêa veio apenas aos 22, com cobrança de escanteio por Roney que passou raspando por cima da trave. Aos 25, em cobrança de falta de Daniel Penha da lateral direita, Ronaldo encaixou o chute e afastou o perigo de ataque do time maranhense. 

 

Ainda com o Vitória ameaçando na direção do ataque, em sobra de bola na entrada da área aos 31, Vico ameaçou com chute direto nas mãos do goleiro Gustavo. 

 

Ronaldo passou susto e fez grande defesa aos 39 minutos, após chute forte de fora da área do Diego Tavares. Aos 42, o goleiro do Leão voltou a trabalhar encaixando a finalização de Gustavo. O primeiro tempo encerrou com maior número de chegadas no ataque pelo time baiano e algumas reações do Bolívia a partir da metade da primeira etapa de jogo. 

 

Segundo tempo

 

A equipe maranhense começou a ameaçar mais na segunda etapa da partida. A primeira tentativa na direção do gol foi com chute desviado na para lateral esquerda da rede com Diego Tavares, aos sete minutos. No minuto seguinte, Gustavo Ramos finalizou, mas Ronaldo encaixou. 

 

O Vitória só conseguiu uma chegar bem no ataque aos 18 minutos, com cabeceio de Caicedo nas mãos do goleiro Gustavo. 

 

Ainda se aproximando mais do gol durante o segundo tempo, o Sampaio arriscou com André Luiz de fora de área aos 26, conseguindo fazer a bola passar rasteira por todos na defesa do Leão, mas o goleiro do Rubro-negro estava mais uma vez atento e tirou. Aos 30, o Sampaio voltou a dar trabalho para Ronaldo com jogada de Gustavo Ramos e chute de Caio Dantas.

 

Mesmo com mais algumas tentativas na direção do ataque, o Sampaio não conseguiu o empate e o Vitória finalizou vencendo o primeiro jogo da temporada pela Série B.

 

FICHA TÉCNICA

Vitória 1 x 0 Sampaio Corrêa

Série B – 1ª rodada

Local: Barradão, em Salvador

Data: 08/08/2020 (sábado)

Horário: 19h

Árbitro: Antônio Dib de Moraes (PI)

Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Alisson Lima Damasceno (PI)

Cartão amarelo: Jordy Caicedo; Marcelinho; Guilherme Rend, Fernando Neto (Vitória). Eloir (Sampaio Corrêa).

Gol: Thiago Carleto (Vitória).

 

Vitória: Ronaldo; Jonathan Bocão, João Victor, Gabriel Furtado e Thiago Carleto; Guilherme Rend (Romisson), Fernando Neto (Jean) e Marcelinho; Vico (Matheusinho), Alisson Farias e Jordy Caicedo (Léo Ceará). Técnico: Bruno Pivetti.

 

Sampaio Corrêa: Gustavo; Joazi (Luis Gustavo), Paulo Sérgio, Daniel Felipe e João Victor; André Luís, Eloir e Daniel Penha (Gustavo Ramos); Diego Tavares (Marcinho), Roney e Jackson (Caio Dantas). Técnico: Léo Condé.

Histórico de Conteúdo