Sábado, 12 de Outubro de 2019 - 00:49

Geninho elogia mudança de postura do Vitória na etapa final: 'Foi outro time'

por Glauber Guerra

Geninho elogia mudança de postura do Vitória na etapa final: 'Foi outro time'
Foto: Glauber Guerra/ Bahia Notícias

Dois tempos distintos. Assim foi o Vitória no triunfo de virada por 3 a 1, nesta sexta-feira (11), na Arena Pantanal, em confronto válido pela 28ª rodada da Série B. No intervalo, o time perdia por 1 a 0, quando ele trocou Baraka por Chiquinho.

 

“Nós conversamos no intervalo. Acho que o Vitória conduzia bem a bola, dominava bem, tinha uma boa posse de bola, mas não agredia. Era um time que não estava agredindo o Cuiabá. Com isso, o Cuiabá ia ganhando moral, pegando espaço, vinha para cima da gente. Acabamos tomando um gol. Primeiro tempo onde, se você for ver, a nossa posse de bola foi muito maior em relação à do Cuiabá, mas improdutiva. Nós abdicamos, principalmente, da parte ofensiva. O segundo tempo foi diferente. O time já entrou com outra postura, tanto que, com menos de três minutos, já tinha feito um gol. E, a partir daí, o time jogou buscando o gol. Claro que sofria o assédio do Cuiabá, a coisa mais natural do mundo, o Cuiabá jogando em casa, uma pressão muito grande, é um time arrumado. Mas o nosso time passou a jogar. Claro que nos últimos 10, 15 minutos, nós mais seguramos o resultado, mais jogamos no erro do Cuiabá, fizemos até o terceiro gol num erro do Cuiabá, numa saída de contra-ataque rápida. Tivemos mais duas situações em que podíamos ter feito; uma com Bocão, que bateu e o goleiro tirou, mas tinha o Romisson do lado; e a outra com o próprio Jordy, que atacou, tinha um companheiro do lado para fazer o gol, nós podíamos já ter matado a jogada ali. Nos últimos 15 minutos, a estratégia já era puxar o Cuiabá para o nosso campo e usar a velocidade. Mas foi outro time no segundo tempo, foi um time com mais personalidade. Foi um time que sofria o ataque, se defendia, mas também atacava. E, a partir do momento em que começou a atacar, fez os gols”, analisou o comandante rubro-negro.

 

Autor de dois gols na partida, o atacante Jordy Caicedo foi elogiado pelo técnico Geninho. Porém, o treinador pontuou algumas deficiências do atleta.

 

“Jordy tem duas características importantes. Ele é um jogador de muita presença dentro da área, perto do gol. E, quando ele tem esse espaço para puxar. Hoje ele saiu praticamente do nosso campo. Quando ele deu o tapa, ele largou o zagueiro dois metros para trás. Essa talvez seja a maior qualidade do Jordy. O Jordy tem dificuldade em fazer uma parede, em fazer uma tabela. Mas ele compensa isso com outras qualidades. Bom que ele está fazendo os gols. A gente vai procurar trabalhar esses fundamentos para que ele melhore, ter uma bola, encostar com o companheiro, fazer um-dois. Isso tudo ele pode melhorar. Se ele acoplar isso às qualidades que ele tem, ganha ele e ganha o Vitória”, destacou.

 

Com o triunfo, o time comandado pelo técnico Geninho chegou aos 32 pontos e agora ocupa a 15ª posição.

 

O próximo duelo do Vitória é contra o Criciúma, terça-feira (15), às 19h15, no Estádio Heriberto Hülse.

Histórico de Conteúdo