Segunda, 11 de Fevereiro de 2019 - 09:45

Paulo Catharino comenta renúncia e faz cobrança para o presidente do Vitória

por Glauber Guerra

Paulo Catharino comenta renúncia e faz cobrança para o presidente do Vitória
Foto: Reprodução/ TVE

O Vitória ainda vive um momento político turbulento. No último sábado (9), o capítulo da vez foi a renúncia de Paulo Catharino da presidência do Conselho Deliberativo. Em entrevista ao programa Cartão Verde, da TVE Bahia, o agora ex-mandatário do Conselho, falou que sofreu “vários tipos de pressão”. 

 

“O Vitória hoje vive um momento de muita irracionalidade. A gente precisa separar o futebol, nossa frustração como torcedor, do que é a instituição que a gente quer construir para o clube. Sou um cara de muito diálogo e sempre busquei trazer as pessoas para chegar a um denominador comum. Hoje o Vitória está em uma disputa muito e que isso [diálogo] está praticamente impossível. As pressões são das mais variáveis possíveis. Foram dois anos de muito desgaste. Eu como presidente do Conselho tinha que me manifestar em todo instantes sobre questões do Conselho Diretor, equívocos conselho diretor e isso vem desgastando nossa caminhada. A pressão é muito daquela questão de querer entrar de qualquer jeito e de romper o modus operandi. E isso a gente enfrentou ao longo dos dois anos com muita tranquilidade”, afirmou. 

 

Questionado se Ricardo David ficará enfraquecido após a mudança na presidência do Conselho Deliberativo, Paulo Catharino desconversou, mas mandou fez uma cobrança ao mandatário rubro-negro.

 

“Isso aí não me cabe analisar. O que eu tenho falado para Ricardo é que ele precisa achar uma maneira de restabelecer a governabilidade. Ele precisa achar uma maneira de conversar com os agentes do Vitória e as pessoas que são importantes. Hoje esse isolamento que ele se encontra não é bom para o clube e não é o que a gente quer buscar. E quando a bola não entra, os resultados não acontecem e essa situação fica mais difícil andar. Acho que Ricardo tem que mostrar agora para que veio. Falou e disse que ia fazer algumas situações que não aconteceram e a torcida do Vitória está cobrando o resgate imediato da questão de ser um time preponderante, um time que o Vitória sempre foi no cenário nacional”, pontuou.

 

Com a renúncia de Paulo Catharino, quem assume é o deputado estadual Robinson Almeida (PT), vice-presidente do Conselho Deliberativo.

Histórico de Conteúdo