Presidente e integrantes da Bamor são presos após agredirem torcedor do Vitória
Foto: Divulgação

O presidente da torcida organizada Bamor, Luciano Venâncio, e mais quatro integrantes da entidade, identificados como Sérgio Soares Brandão, Tiago Tiburcio dos Santos, Matheus Pires Castro e George da Silva Mata 35,  foram presos na noite da última quarta-feira (6), em São Sebastião do Passé, acusados de agredirem Abimael Ammon Nascimento, de 21 anos. De acordo com informações da Polícia Militar, os membros da organizada seguiam para acompanhar a partida do Bahia contra o Atlético-BA, em Alagoinhas. Ao avistarem a vítima, que estava caminhando pela BR 110, e vestia uma camisa do Vitória, o grupo desceu de um veículo Hyundai IX-35, de placa NYH 7040, e agrediram o rapaz com murros e pontapés e em seguida deixaram o local. 

 

Após sofrer a agressão, a vítima registrou um boletim de ocorrência na delegacia de São Sebastião de Passé. Os membros da Bamor foram localizados pelo Pelotão de Emprego Tático Operacional da da 95ª Companhia Independente da Polícia Militar e foram conduzidos para a unidade policial do munícipio. 

 

“Recebemos informações pelo Centro Integrado de Comunicações (Cicom) sobre uma ocorrência de espancamento de um jovem praticado por cinco torcedores que estavam no veículo Hyundai IX 35, prata, placa policial NYH 7040, uniformizados com as vestimentas da torcida organizada do Bahia”, disse o tenente Hélio Nery da 95ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Catu) que comandou a ocorrência.

 

Com os integrantes da Bamor, foram localizadas duas facas tipo peixeira. A vítima foi encaminhada para o Hospital Municipal de São Sebastião do Passé e sofreu escoriações nas pernas, braços, nádegas e cabeça.  “Abimael contou na delegacia, após identificar os autores, que eles tentaram o atropelar e, em seguida, passaram a agredi-lo exigindo que entregasse a camisa do Vitória, também de torcida organizada (Os Imbatíveis), que ele vestia no momento da ação”, relatou o tenente.

 

Os integrantes da Bamor foram autuados por lesão corporal, formação de quadrilha e seguem à disposição da Justiça.

 


Vítima ficou com ferimentos em várias partes do corpo | Foto: Arquivo pessoal

Histórico de Conteúdo