Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 02 de Junho de 2016 - 19:02

Caso Victor Ramos: auditor do STJD decide por arquivamento

por Glauber Guerra

Caso Victor Ramos: auditor do STJD decide por arquivamento
Foto: Jefferson Peixoto/Ag. Haack / Bahia Notícias
Nomeado para o inquérito do “caso Victor Ramos”, (saiba mais aqui) o relator Ronaldo Botelho Piacente, do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, determinou o arquivamento do processo. Ele entende que a transferência do zagueiro do Monterrey (MEX) para o Vitória foi nacional e que não houve nenhuma infração disciplinar. O auditor ainda extinguiu o mandado de garantia impetrado pelo Bahia e da medida inominada pelo Flamengo de Guanambi. “Victor Ramos Ferreira não retornou para seu clube de origem, o Rayados de Monterrey, do México, e mesmo considerando que o atleta estava registrado no clube mexicano, este não completou a instrução de retorno de empréstimo no TMS, tendo como resultado que o ITC não foi pedido e entregue para a Federação Mexicana de Futebol, portanto forçoso concluir que a transferência foi nacional”, diz o trecho da decisão. A diretoria do Fla de Guanambi e o Bahia entendem que Victor Ramos não reunia condições legais de atuar no Campeonato Baiano. O caso ainda cabe recurso no TAS (Tribunal Arbitral do Esporte), que é a última instância da justiça desportiva.


Histórico de Conteúdo