Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Domingo, 21 de Setembro de 2014 - 17:54

Vitória vence o Bahia na Arena Fonte Nova, quebra jejum e sai da lanterna

por Glauber Guerra

Vitória vence o Bahia na Arena Fonte Nova, quebra jejum e sai da lanterna
Luiz Gustavo marcou o segundo gol| Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Em um duelo bastante disputado, o Vitória bateu o Bahia por 2 a 1 neste domingo (21), na Arena Fonte Nova, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Rubro-Negro encerrou o jejum de oito jogos sem triunfos sobre o arquirrival e também chegou aos 24 pontos e saiu da lanterna do Brasileirão. O Esquadrão saiu na frente com Kieza, mas o Leão virou com Kadu e Luiz Gustavo.
 
O Tricolor volta a campo na próxima quarta (24), às 21h,  também em Salvador, contra o Sport. Já o compromisso da equipe comandada por Ney Franco será com o Palmeiras, quinta (25), no Pacaembu.


O JOGO
O Vitória entrou em campo com a pressão de conseguir um resultado positivo. Além de ocupar a lanterna do Campeonato Brasileiro, o time Rubro-Negro acumulava o jejum de oitos jogos sem vencer o arquirrival. Já o Bahia, começou o duelo fora da zona de rebaixamento e queria os três pontos para se afastar ainda mais do Z-4.
 
O técnico Ney Franco surpreendeu na escalação e colocou o atacante Vínicius na vaga de Willie. Já Gilson Kleina sacou Emannuel Biancucchi e escalou Marcos Aurélio.
 
Kieza abre o placar, mas Kadu empata
O duelo começou bastante disputado, com as ações concentradas no meio-campo. Mas quem abriu o placar foi o Bahia. Aos cinco, Léo Gago encontrou Pará na esquerda e tocou para o lateral, que cruzou para Kieza. O centroavante apareceu sozinho e cabeceou para o fundo das redes. Na comemoração, o atleta subiu a escada da arquibancada e foi fazer fazer a festa com os torcedores do Bahia. No entanto, o atacante foi punido com o cartão amarelo, já que a CBF não permite celebrar o gol naquele setor.
 
Porém, a festa Tricolor durou pouco. Três minutos depois, o Vitória chegou ao empate. Richarlyson cruzou na área e Kadu subiu mais que todo mundo e cabeceou para o fundo das redes. Na comemoração, o defensor do Leão tentou subir nas escadas e assim como Kieza, foi advertido com o cartão amarelo.
 
Duelo movimentado na Arena
Após os dois gols, o duelo ficou bastante movimentado com as duas equipes buscando o jogo. Aos 20, Marcinho arriscou de fora da área, mas a bola passou por cima da meta de Marcelo Lomba.
 
Aos 28, Dinei recebeu cruzamento na medida e de cabeça, testou firme rente ao travessão de Marcelo Lomba. Um minuto depois, Richarlyson experimentou de fora da área e mandou com perigo contra o gol Tricolor.
 
Quando o Vitória começava a criar as melhores chances, o Bahia tratou de responder.  Aos 34, o Tricolor puxou contra-ataque. Kieza recebeu na direita, tentou passar por Kadu e cruzou. Léo Gago recebeu e mandou uma bomba para o gol de Júnior Fernández, mas a bola foi para fora.


Roger Carvalho manda na trave
O Vitória perdeu uma grande chance de virar a partida aos 39 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Roger Carvalho subiu sozinho e mandou a bola na trave. Na sequência, a defesa Tricolor afastou o perigo.


Segundo tempo
Assim como fez no duelo contra o Botafogo, o técnico Gilson Kleina promoveu uma mudança no intervalo e sacou Léo Gago para dar lugar a Maxi Biancucchi, com o objetivo de deixar o time mais ofensivo.
 
Logo no primeiro minuto, o volante Uelliton cometeu falta dura em Dinei e foi advertido com o cartão amarelo.
 
Virada do Leão
Aos sete minutos, o Vitória virou o jogo na Arena Fonte Nova. Richarlyson tocou para Luiz Gustavo. O volante estava livre de marcação e próximo da grande área, arriscou o chute, que foi no canto de Marcelo Lomba, que não conseguiu evitar o gol.


O Vitória voltou mais veloz para o segundo tempo e com jogadas ajudas, voltou a pressionar o rival. Aos 17, outra bola na trave. Juan recebeu na área, ganhou de Lucas Fonseca e cabeceou, mas a bola explodiu no travessão.


Como de costume, o técnico Ney Franco fez uma mudança tática aos 27 minutos. Ele sacou Richarlyson para a entrada de Mansur. Com isso, Juan foi deslocado para o meio-campo. O camisa 6 já estava fazendo essa função na partida, mas ele alternava com Richarlyson. Após a mudança, ele ficou fixo no setor de meio-campo.

Bahia pressiona, mas não consegue empate
O ritmo de jogo era intenso e o Bahia começou a ir para cima em busca do empate .Aos 29, após cobrança de falta, Kieza desviou de cabeça, mas mandou muito alto. Um minuto depois, Rafinha mandou uma bomba para o gol de Júnior Fernández e a bola raspou a trave Rubro-Negra. Aos 40, Branquinho cobrou falta direto no gol e de soco, Júnior Fernández afastou o perigo.

No entanto, o time Rubro-Negro conseguiu segurar o jogo e garantiu o triunfo por 2 a 1, encerrando assim um jejum de oito jogos sem vencer o arquirrival. 

FICHA TÉCNICA
Vitória x Bahia
Campeonato Brasileiro – 23ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Horário: 16h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Fábio Pereira (Fifa-TO) e Clériston Barretos Rios (Fifa-SE) 

Cartões amarelo: Kieza, Uelliton, Maxi Biancucchi e Branquinho (Bahia); Kadu, Luiz Gustavo e Marcinho (Vitória)

Gols: Kieza e Uelliton (Bahia); Kadu e Luiz Gustavo (Vitória)
 
Vitória: Júnior Fernández; Nino Paraíba, Roger Carvalho, Kadu e Juan; Luiz Gustavo, Cáceres, Richarlyson (Mansur) e Marcinho; Vínicius (William Henrique) Dinei (Beltrán)
 
Bahia: Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Lucas Fonseca e Pará; Uelliton, Rafael Miranda e Léo Gago (Maxi  Biancucchi), Marcos Aurélio (Branquinho); Rafinha (Emannuel Biancucchi) e Kieza. 


Histórico de Conteúdo