Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Recebidas com spray de pimenta, mulheres são proibidas de assistir a jogo do Irã
Foto: Reprodução / SBT News

Cerca de duas mil mulheres iranianas foram proibidas de assistir à partida entre Irã e Líbano, nesta terça-feira (29), pelas eliminatórias da Copa do Mundo. 

 

Segundo a agência de notícias ISNA, elas compraram ingressos para entrar na arena Imã Reza, na cidade de Mashhad, mas não puderam entrar. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram algumas chorando após serem recebidas com spray de pimenta. 

 

 

A prática foi comum por quatro décadas, mas desde janeiro deste ano a República Islâmica permitiu a entrada de mulheres nos estádios para assistir a partidas de futebol da seleção  masculina, após a ameaça da Fifa de suspensão. 

 

O governador de Mashadd, Moshen Davarim, pediu perdão pelo ocorrido. "Peço desculpas porque muitas pessoas não puderam entrar no estádio e ver de perto a partida de futebol entre as seleções do Irã e do Líbano", afirmou, em entrevista à emissora de TV iraniana IRIB. 

 

O presidente do país, Ebrahim Raisi, designou o ministro do Interior, Ahmad Vahidi, para acompanhar a situação. 

 

Dentro de campo, o Irã bateu o Líbano por 2 a 0 e garantiu vaga na Copa do Mundo do Catar de 2022, marcada para começar em 21 de novembro. 

Histórico de Conteúdo