Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Poções pretende disputar Série B do Baianão, mas ainda negocia local para mandar jogos
Estádio de Iguaí pode abrigar partidas | Foto: Reprodução / Instagram

O Poções é outro clube que pretende jogar a Série B do Campeonato Baiano de 2022. Longe das competições profissionais desde 2016, o time só está dependendo da definição do local para mandar seus jogos. 

 

Segundo o supervisor de futebol Sílvio Pérsi, o estádio Heraldo Curvelo, onde a Raposa do Agreste costuma atuar, não foi liberado pelo Corpo de Bombeiros. Ao longo desta semana, a diretoria do Poções se reunirá com a prefeitura de Iguaí, cidade que fica a 53 quilômetros da sede do clube, para fazer uma parceria e jogar no Estádio Municipal Pedro Ribeiro de Oliveira.

 

"Estamos só esperando o prefeito e o secretário definirem essa situação. O estádio de Poções não tem os laudos suficientes, e na cidade de Iguaí o campo tem esses laudos, e passará pela vistoria da Federação Bahiana de Futebol [FBF] e da Confederação Brasileira de Futebol [CBF]", afirmou Pérsi, em entrevista ao Bahia Notícias. 

 

Os documentos para a inscrição, segundo o supervisor de futebol, já estão prontos. 

 

Diante da situação, a prefeitura de Poções se comprometeu a realizar uma reforma no Heraldo Curvelo, para que o Poções volte a atuar no local a partir do ano que vem. 

 

A Série B do Baianão deste ano concederá duas vagas na Série A de 2023 caso haja pelo menos 10 clubes inscritos. Na última sexta-feira (4), o Bahia Notícias divulgou um levantamento com quais equipes pretendem participar da competição (confira aqui). 

 

Fundado em 1985, o Poções foi campeão da Segundona estadual em 1993 e vice-campeão da Série A em 1996. 

Histórico de Conteúdo