Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 21 de Setembro de 2021 - 08:40

Prefeitura divulga protocolos sanitários para retorno dos eventos esportivos em Salvador

por Gabriel Lopes / Leandro Aragão

Prefeitura divulga protocolos sanitários para retorno dos eventos esportivos em Salvador
Foto: Divulgação / Febatri

Conforme antecipado pelo prefeito Bruno Reis (DEM) (leia aqui), a Prefeitura de Salvador divulgou os protocolos sanitários para a retomada dos eventos esportivos, como corrida, natação e ciclismo. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Município nesta segunda-feira (20).

 

Os eventos esportivos poderão acontecer de segunda a domingo em quaisquer horários, exceto se forem realizados em shopping centers e em espaços sem acesso independente. Nesse caso, deverão seguir os horários de funcionamentos dos locais. Foi determinado também um limite de participantes de 75% da capacidade total do espaço, sem exceder o limite máximo de pessoas definido na legislação municipal, que é mil. As competições devem acontecer em locais abertos e ventilados.

 

Os eventos deverão ocorrer de forma que envolva o menor número de pessoas possível, entre funcionários e colaboradores, com isso não poderão ser montados tendas e stands de empresas, assessorias, massagens, patrocinadores, entre outros, com a finalida de "evitar o acúmulo de pessoas, nem serão permitida a formação de grupos de alongamento, aquecimento, assessoria, aulas de dança, atrações musicais ou outra ações em grupo". Assim como a presença de torcedores nas competições, permitindo apenas a participação de membros do staff do evento e dos atletas. Além de não recomendar a realização de cerimônias de premiação ou confraternização. A entrega de troféus e medalhas, quando não puder ser evitada, deve ser organizada garantindo o distanciamento mínimo entre pessoas.

 

O decreto não faz menção à presença de torcedores nas arquibancadas dos jogos de futebol.

Histórico de Conteúdo