Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Falta de consenso entre dirigentes faz Botafogo desistir da contratação de Fernandão
Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias

As negociações estavam caminhando bem (leia aqui), mas a falta de consenso entre os dirigentes fez o Botafogo desistir da contratação do atacante Fernandão. Aos 34 anos, o jogador era bem visto, mas o afastamento por doping, desde fevereiro, foi um dos entraves internos no clube carioca em relação ao possível reforço.

 

Fernandão ainda não foi julgado. Incialmente, ele pode voltar a jogar em novembro, completando oito meses de afastamento e o condicionamento físico pesou contra sua contratação. Além disso, ainda existe o risco do aumento da suspensão. A seu favor, o atacante era visto como substituto para a saída de Rafael Navarro, que deixará o clube ao fim da temporada. No entanto, a situação delicada financeira do Fogão foi determinante para que as negociações fossem encerradas.

 

O Botafogo já havia despertado interesse por Fernandão em abril, porém, o doping fez desistir da investida naquela ocasião. Apesar de não conseguir evitar o rebaixamento do Goiás, ele teve um bom desempenho no Brasileirão de 2020 quando marcou 10 gols em 24 jogos. Antes de defender o Esmeraldino, o centroavante também chegou a estar em campo pelo Bahia, tanto pelo campeonato nacional quanto pela Copa do Nordeste e pelo Baianão. Marcou três gols pelo Tricolor em 15 partidas.

 

O Botafogo está na briga pelo acesso ocupando a terceira colocação com 41 pontos na tabela de classificação da Série B. O time volta ao gramado neste sábado (18), às 16h30, para receber a visita do Náutico, no Engenhão, pela 24ª rodada.

Histórico de Conteúdo