Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Centro de Judô deve abrigar jogos da Copa América de Basquete caso Salvador seja sede
Foto: Setre / Divulgação

O atual Centro Pan-Americano de Judô, que vai se tornar uma arena multiuso, deve abrigar os jogos da Copa América de Basquete caso Salvador sedie mesmo a competição. A cidade é cotada para receber o evento, que acontecerá entre os dias 3 e 11 de setembro de 2022 (saiba mais aqui). Segundo apurou o Bahia Notícias, a Federação Baiana de Basketball (FBB) entende que, com alguns ajustes, o local ficará apto para receber o torneio.

 

Nesta segunda-feira (23), houve uma reunião entre o presidente da entidade, Walter José Fernandes, e o diretor-geral da Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), para discutir o assunto.

 

"Desde 1984 não acontece, no Brasil, uma edição da Copa América. A Federação da Bahia está empenhada em garantir nossa capital como uma das sedes, mas ainda não conhecemos o caderno de encargos que envolve um evento desse porte, daí não podemos confirmar ainda sobre a certeza de que iremos sediar. Mas estamos na disputa e seria muito importante para o basquete baiano ter Salvador sediando uma das etapas", afirmou o mandatário, que também é vice-presidente da região Nordeste da Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

 

O ginásio de Cajazeiras, que foi utilizado pelo Vitória durante a parceria com a Universo, entre 2015 e 2018, possui capacidade para 2,5 mil torcedores, o que dificulta a possibilidade de abrigar jogos da Copa América. Em 2017, quando o Vitória chegou à semifinal do Novo Basquete Brasil (NBB), ele teria que disputar a final, caso avançasse, em outro local, com capacidade acima de 5 mil. A equipe acabou derrotada pelo Paulistano, na ocasião. Além disso, o local tem piso de borracha, não atendendo aos padrões da Fiba, que exige que seja de madeira.

 

Vale destacar que, em entrevista ao Bahia Notícias, o titular da Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda (Setre), Davidson Magalhães, destacou que o Centro Pan-Americano de Judô, praticamente inutilizado pela modalidade para a qual foi projetado, se tornará uma grande arena esportiva do estado. "Já construímos uma quadra poliesportiva e, além disso, teremos um grande conjunto de ações com o objetivo de receber grandes eventos de artes marciais", pontuou (veja aqui). 

 

CENTRO DE TREINAMENTO BASQUETE 3X3

A reunião também discutiu a criação do Centro de Treinamento de Basquete 3x3 do Brasil, com atendimento aos atletas de base e também ao público cadeirante. De acordo com o vice-presidente da Federação Baiana de Basketball, José Lopes, conhecido como Índio, o projeto terá financiamento do Ministério da Cidadania, que, hoje, abriga a Secretaria Nacional de Esportes. 

 

"Estamos na fase de apresentação da documentação para formalizar parceria com o Ministério, mas iremos precisar de apoio do Governo do Estado para a viabilização desta iniciativa, a primeira do Brasil", ressaltou. 

 

RETOMADA DO CALENDÁRIO

O basquete baiano, paralisado desde o início da pandemia de Covid-19, deve ter seu calendário retomado ainda em 2021. Entre os dias 28 de outubro e 2 de novembro, está programada para ocorrer a Copa Norte e Nordeste de Basquete sub-17. É uma etapa seletiva do campeonato brasileiro da categoria, com participação de seleções masculinas e femininas. 

 

"Estamos pleiteando o apoio a este evento por meio do Programa FazAtleta, mas teremos também o apoio da Confederação Brasileira de Basquete", revelou Walter. 

Histórico de Conteúdo