Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Terça, 17 de Agosto de 2021 - 09:30

Com ex-dirigente do Jacuipense à frente, futebol baiano deve ganhar um novo clube

por Leandro Aragão

Com ex-dirigente do Jacuipense à frente, futebol baiano deve ganhar um novo clube
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

Atualmente o caçula do futebol baiano é o Barcelona de Ilhéus, fundado em setembro de 2019 e que recentemente conquistou o acesso à Série A estadual. Porém, a Bahia está perto de ganhar um novo clube, trata-se do SSA FC. A nova agremiação tem o comando de Luciano Cortizo, ex-dirigente do Jacuipense.

 

"É um sonho e estamos lutando para realizar", declarou em entrevista ao Bahia Notícias.

 

De acordo com Cortizo, o nome SSA FC foi inspirado no código de Salvador na Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA). A cidade será a sede do clube. Sobre as cores, o dirigente escolheu a preta, que será predominante, e a laranja. A primeira é pelo fato da capital baiana ser a cidade mais negra fora da África. Enquanto a outra é em homenagem à memória do pai Lino Cortizo, que tinha um clube amador chamado Borbonha.

 

"Importante frisar que nosso clube vem com o SSA, que é nossa cidade. Com a cor predominante negra em homenagem à cidade mais negra do mundo fora da África. E os detalhes laranja é em homenagem ao meu pai, porque o clube que ele tinha, amador, era laranja com preto. O nosso é todo preto com laranja", completou.

Camisa do Borbonha | Foto: Arquivo Pessoal

 

O foco inicial do SSA FC será as divisões de base, já que Cortizo carrega uma boa bagagem de experiência dos anos de trabalho na Jacupa. A expectativa é disputar a primeira competição de base em dezembro deste ano.

 

"O foco inicial é realmente a categoria de base. É a formação, colocar esses moleques na vitrine, como fizemos no Jacuipense e conseguimos ser a terceira força da Bahia nesses sete anos de trabalho", disse. "A gente está com a pretenção de iniciar em setembro. Provavelmente em dezembro estaremos participando da primeira competição de base, a nível nacional. Já estou costurando isso", continuou.

 

Luciano Cortizo deixou o Jacuipense no dia 28 de junho deste ano. Em sete anos de trabalho no clube de Riachão do Jacuípe, ele ajudou no desenvolvimento das categorias de base se tornando a terceira força da Bahia alcançando o nono lugar do ranking da CBF nacional no Norte e Nordeste, incluindo a inédita conquista do Campeonato Baiano sub-17, além de duas participações na Copa do Brasil sub-17, sendo a última chegando às oitavas de final. Já a equipe profissional, conquistou nesse período o acesso à Série C do Brasileiro, cujo gol da classificação à semifinal foi marcado por Popô, atleta oriundo da base.

 

"Só tenho a agradecer ao Jacuipense por tudo. Foi um aprendizado, muitas amizades. Com certeza fica o relacionamento e uma parceria que vai ser muito importante para a iniciação do meu projeto. Eu tenho parceria com o Jacuipense também", finalizou.

Histórico de Conteúdo