Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Brasília é lançada como sede oficial do JUBs 2021; evento promete protocolo rígido
Foto: CBDU / JP Rodrigues / Collab Clichê

Brasília foi lançada oficialmente, nesta quinta-feira (27), como a sede dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) 2021. A solenidade, realizada pela Confederação Brasileira dos Desportos Universitários (CBDU), em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) do Distrito Federal, ocorreu no Palácio do Buriti, na capital brasileira. O evento está planejado para acontecer entre os dias 10 e 18 de outubro. A estimativa da CBDU é de que 4,5 mil estudantes atletas, de 890 universidades do país, estejam reunidos para a competição. 

 

Em nota, a entidade máxima dos jogos universitários destacou que a cerimônia seguiu os protocolos necessários. Estiveram reunidos autoridades, atletas e ex-atletas universitários - entre eles, os embaixadores do JUBs 2021: Maurren Maggi, Felipe Wu e Daiane dos Santos.

 

Para lidar com o crescimento de casos de Covid-19 no Brasil e o enfrentamento da pandemia, a CBDU promete que todos os atletas passarão por um rígido protocolo necessário, e farão exames para detectar a doença. As competições ocorrerão no Sesi de Taguatinga e no Pavilhão do Parque da cidade, e serão disputadas sem presença de público.

 

Em seu discurso, o Ministro da Cidadania João Roma, disse que é necessário incentivar e fortalecer a pratica esportiva dentro de universidades. “Para que qualquer atleta ou praticante se mantenha no esporte, um elemento indispensável é a motivação. E não há melhor maneira de motivar alguém do que permitir que esse ou essa atleta possam sonhar em disputar uma competição de alto nível”, complementou.

 

O JUBs é a maior competição universitária da América Latina, e, para este ano, estima utilizar 25 praças esportivas, entregar 2107 medalhas e 189 troféus. Ao todo, o evento também deve movimentar R$11,7 milhões na economia local, fornecer 33 mil hospedagens em 20 hotéis e 56 mil refeições. Além disso, 16 mil bolsas de estudo na rede particular de Ensino Superior são ofertadas.

Histórico de Conteúdo