Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Três baianos podem ir a Tóquio representando o Brasil no boxe; entenda
Keno Marley pode ser um dos classificados | Foto: Jonne Roriz/Exemplus/COB

O Pré-Olímpico das Américas de boxe, que definiria 49 vagas para os Jogos de Tóquio, foi cancelado. O evento, que aconteceria no mês de maio em Buenos Aires, capital Argentina, não será realizado. Como o Mundial Pré-Olímpico também não irá acontecer, as últimas vagas que definem os pugilistas que competirão este ano serão definidas pelo ranking da modalidade. Com isso, alguns brasileiros podem garantir suas idas para as Olimpíadas.

 

A definição das vagas só acontecerá no dia 30 de abril e a classificação mundial atualizada deste dia irá decidir quem representará o Brasil no evento deste ano, que estão programadas para acontecer entre julho e agosto. 

 

Atualmente, o Brasil poderia ter sete representantes do país nos Jogos de Tóquio, três deles baianos: Beatriz Ferreira (até 60 kg), que já tem vaga garantida por ser campeã mundial, Keno Marley (até 81 kg) e Hebert Conceição (até 75 kg). 

 

Além deles, Jucielen Romeo (até 57kg), Grazieli de Jesus (até 51kg), Wanderson Oliveira (até 63kg) e Abner Teixeira (91kg) também seriam classificados.

 

Nenhum atleta brasileiro conseguiu disputar eventos Pré-Olímpicos para esta edição dos Jogos, uma vez que o qualificatório mundial, programado para junho, foi cancelado em fevereiro.

Histórico de Conteúdo