Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Presidente do Alagoinhas diz ter dúvidas sobre início do Baianão por causa da pandemia
Foto: Alta Pressão Online

O presidente do Atlético de Alagoinhas, Albino Leite, diz ter dúvidas sobre o início do Campeonato Baiano 2021 por conta da pandemia do novo coronavírus. Em entrevista ao Bahia Notícias, o mandatário do Carcará defendeu que o futebol só aconteça após a vacina contra a doença e citou a alta dos casos de Covid-19 no estado e no Brasil nas últimas semanas.

 

"Vamos ver se vamos retornar em fevereiro. Tenho minhas dúvidas. Será que teremos condições? Deveríamos voltar o futebol depois da vacinação para que possamos ter a oportunidade de abrir o estádio ou parte deles. Todos os jogos no Carneirão ficamos com 10 mil negativos. Esse último jogo pela Copa do Nordeste eu paguei seis mil reais. Como a gente vive? Alguns não gostaram quando eu disse que não somos clube de empresários. Somos clube de raiz", disse.

 

Albino foi um dos presentes no arbitral da Federação Bahiana de Futebol (FBF) realizado na última quinta (17). Ele citou as dificuldades que o clube viveu e garantiu que agora é um momento de alta, porém disse ser contrário ao rebaixamento de dois clubes neste momento. 

 

"Pontuei algumas coisas no ano passado para falar e falei, como tive o direito de voz. Mas foi um ano atípico por conta da pandemia. Tivemos muitas dificuldades, as regras permaneceram. Precisamos ter mudanças, mas não precisa ser agora. Em alguns momentos o Atlético esteve na UTI, foi para a semi-UTI e agora teve alta. Não somos clube de empresários. No momento mais difícil do Atlético, a Federação esteve com a gente e quero agradecer, mas citei as nossas dificuldades. Foi colocada a possibilidade de descer um e subir dois. Porque não foi colocado no ano passado? Agora não, a situação é dificílima. Quem é clube de raiz não tem condições. É prematuro colocar a decisão para descer dois. Vamos deixar passar 2021", indicou.

 

Apesar da eliminação da Série D, ainda há temporada para o Alagoinhas. Na próxima terça-feira (22), a equipe enfrenta o Botafogo-PB para decidir a vaga na Copa do Nordeste no Almeidão, em João Pessoa. Com uma promessa de bonificação que fará um "Natal e Ano Novo gordo" para os jogadores, Albino vê um grupo confiante em conseguir a classificação.

 

"O clube passou muitas dificuldades. Crises controladas e descontroladas, muitos jogadores saindo, mas nos mantemos firmes. Os jogadores que ficaram comigo são os últimos dos moicanos que acreditaram. Saímos do hospital financeiro e começamos a respirar. A Copa do Nordeste é fundamental para o calendário e financeiramente. Já coloquei a premiação para os atletas, agora o time está descansado, trouxemos Barbosinha e ele deu uma espelhada na equipe. Temos todas as chances de buscar nossa classificação na Paraíba. Vamos 100% e estou indo de carro para mais jogadores irem no ônibus", garantiu.

 

Vice-campeão em 2020, o Carcará vai fazer a sua estreia no estadual contra o Fluminense de Feira no dia 21 de janeiro.

Histórico de Conteúdo