Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sexta, 18 de Dezembro de 2020 - 10:30

Ricardo Lima explica início do Baianão 2021 na reta final da Série A do Brasileiro 2020

por Leandro Aragão

Ricardo Lima explica início do Baianão 2021 na reta final da Série A do Brasileiro 2020
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

O início do Campeonato Baiano 2021 ficou definido para o dia 21 de fevereiro, um domingo (leia aqui). Os primeiros jogos do estadual acontecem no mesmo final de semana da penúltima rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, que tem o Bahia entre os participantes. Devido a confusão causada pela pandemia do coronavírus no calendário de 2020, o presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ricardo Lima, justificou o choque entre os certames e destacou que apenas a data da abertura da competição é que ficou definida.

 

"O ano de 2021 é o ano de calendário apertado para que a gente possa adequar as competições para o ano de 2022 iniciar redondo. Então será preciso um sacrifício de todos. Lógico que a gente entra num acordo, informamos as necessidades e a realidade que temos", justificou em entrevista ao programa BN na Bola da Rádio Salvador FM 92,3. "Nós temos quatro representantes na Copa do Brasil, podemos ter até três representantes na Copa do Nordeste, representantes na Copa Sul-Americana e tudo isso vai envolver uma série de detalhes nos quais temos que decidir em conjunto. Exatamente por isso a competição se inicia no dia 21 e as demais datas preferimos não sacramentar nesse momento para analisar o próximo cenário", completou.

 

Além da data de início, outra mudança que vai ocorrer no Baianão 2021 em relação à edição anterior se refere ao protocolo de saúde para prevenir a contaminação do coronavírus nos personagens que estarão nos estádios.

 

"Com exceção dos protocolos de saúde que para o reinício do Campeonato Baiano (de 2020) utilizamos a testagem sorológica e agora para o início de 2021, por se tratar ainda de um momento pandêmico, utilizaremos os testes RT-PCR", comentou.

 

Ricardo Lima ainda destacou o posicionamento da FBF em relação ao número de rebaixados. No entanto, a maioria dos clubes optou por manter a queda de apenas um time, cuja votação terminou com o resultado de 7 a 3 (veja aqui quem votou favor e contra a mudança).

 

"O que aconteceu novamente é que a Federação tem um posicionamento em relação aos rebaixamentos onde a gente acredita que se tivéssemos dois rebaixados e uma Série B com duas ascensões, nós teríamos um projeto mais qualificado e com equilíbrio no futebol baiano", pontuou.

 

Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

 

VAR SOMENTE NA FINAL
Assim como na edição deste ano, o Baianão 2021 segue utilizando o VAR somente nos dois jogos da final do campeonato. "Nós não colocamos para as demais fases, porque entendemos que ainda não estamos com capilaridade financeira para que isso possa acontecer. Então mantemos as mesmas condições dos dois últimos anos", disse Ricardo Lima.

 

A edição de 2021 do Campeonato Baiano vai reunir Atlético de Alagoinhas, Bahia, Bahia de Feira, Doce Mel, Fluminense de Feira, Jacuipense, Juazeirense, Unirb, Vitória e Vitória da Conquista.

Histórico de Conteúdo