Alê Oliveira pede desculpa por encontro com Rodrigo Rodrigues, que segue em estado grave
Foto: Reprodução / Instagram

O comentarista Alê Oliveira, do Esporte Interativo, deu um depoimento emocionado sobre o apresentador do SporTV Rodrigo Rodrigues, que está internado em estado grave num hospital, no Rio de Janeiro, desde o último sábado (25) (leia mais aqui). No discurso, ele insinuou que o jornalista contraiu a Covid-19 após um encontro entre os dois em São Paulo.

 

"Algumas pessoas sabem que eu estou passando por um momento pessoal complicado, né? Problemas delicados de família e tal. E muita gente me estendeu a mão, e fico grato por isso. Mas ninguém me estendeu a mão como o Rodrigo, tanto que ele colocou o apartamento dele em São Paulo à minha disposição. Mas por causa dessa visita, a coisa não saiu como a gente esperava para ele", afirmou.

 

De acordo com o site "Uol Esporte", Rodrigo Rodrigues foi à capital paulista para mostrar seu aparamento para Alê, que queria alugá-lo já que se mudou para o Rio de Janeiro desde que foi contratado pelo SporTV. O encontro teria ocorrido no dia 4 de julho. Depois disso, os dois manifestaram sintomas de Covid-19 e o exame do jornalista do Grupo Globo deu positivo. Desde então, ele foi afastado do trabalho.

 

Rodrigo Rodrigues e Alê Oliveira trabalharam juntos na ESPN Brasil e no Esporte Interativo.

 

Assista o depoimento de Alê Oliveira:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Pensamento positivo e oração.

Uma publicação compartilhada por Ale? Oliveira (@aleoliveira) em

 

ESTADO GRAVE
Rodrigo Rodrigues segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital da Unimed, no Rio de Janeiro. De acordo com o último boletim médico, divulgado na noite desta segunda-feira (27), o estado de saúde continua sendo grave e o jornalista permanece em coma induzido.

 

Leia o comunicado da unidade hospitalar:

 

"Boletim Médico 27/07/2020, 18h

 

O Hospital Unimed-Rio informa que, após a realização de novos exames, o paciente Rodrigo de Oliveira Rodrigues segue em coma induzido, em estado grave, monitorizado em unidade de terapia intensiva.

 

No último domingo, 26/07, o paciente foi submetido a procedimento para diminuição da pressão intracraniana em decorrência de trombose venosa cerebral. Rodrigo havia dado entrada na emergência da nossa unidade no sábado, 25/07, com quadro de cefaleia, vômitos e desorientação, além de diagnóstico prévio de Covid-19.

 

Paulo Henrique Ribeiro Bloise - Diretor Médico do Hospital Unimed-Rio".

Histórico de Conteúdo